6º Domingo do Tempo Comum, ano A, Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo S. Mateus (5,17-37)


DIANTE DO EVANGELHO deste domingo, antes de tudo, é preciso compreender o seu espírito. O decálogo de Moisés nem sempre era propositivo: “Não matarás, não adulterarás, não roubarás...”. A lei dizia “Não”. Jesus havia antes dado o preâmbulo do seu discurso: as bem-aventuranças. Sua pregação é propositiva e positiva, ao chamar os seguidores da Boa Nova, isto é, do Evangelho, de felizes, bem-aventurados... 

** Ler o artigo completo
ofielcatolico.blogspot.com

Receba O Fiel Católico em seu e-mail