Enquanto intelectuais combatem uma "islamofobia" imaginária, a cristofobia real, que mata 100 mil cristãos por ano, ataca igrejas e escolas brasileiras no Níger


O QUE OS CRISTÃOS têm a ver com as charges do “Charlie Hebdo”? Resposta: nada! Pelo contrário, também nós somos alvo das críticas da publicação. Mesmo assim, como forma de "protesto" pela nova charge publicada no jornal francês, dez cristãos já foram assassinados no Níger desde sexta-feira (16/1/015), e 20 templos foram profanados e depredados. Enquanto isso, os intelectuais esquerdistas continuam promovendo o combate contra a – adivinhe? – “islamofobia”...

Receba O Fiel Católico em seu e-mail