Florista idosa pode perder tudo por não querer participar em "casamento gay"


BARRONELLE STUTZMAN, uma florista de 70 anos de idade, do Estado de Washington, DC (EUA), é alvo de dois processos judiciais apenas por que não quis elaborar os arranjos para o “casamento” homossexual de um de seus clientes. Um juiz estadual determinou, no dia 8, que Stutzman deveria dar todo o apoio necessário a “casamentos” homossexuais, mesmo que isso seja contrário à sua fé cristã.

** Ler a matéria completa
www.ofielcatolico.com.br

Receba O Fiel Católico em seu e-mail