Doutrinado desde a infância no ódio aos cristãos, converteu-se ao cristianismo após uma visão

CONHEÇA A EMOCIONANTE história da conversão de Kamal Saleen. Abaixo:

www.ofielcatolico.com.br

2 comentários:

  1. No mês passado estive conversando com um padre Dehoniano que está em missão na Alemanha.
    Entre varias perguntas, questionei-o sobre a "Islaminação da Europa", e como ele a enxergava in loco. Ele me respondeu que efetivamente há muitos muçulmanos na Europa, e que muitos refugiados chegaram, mas que a UE está providenciando o retorno aos seus países de origem. Quanto a isso, não tenho outra informação que me assegure se realmente está ocorrendo ou não, mas o que mais me chamou a minha atenção na sua resposta foi que ele me alertou sobre a possibilidade da conversão dos muçulmanos. Como são de família numerosa, se o pai da família se converter, consequentemente toda a família se converterá e passará a adotar o cristianismo.
    Vejo muita semelhança neste testemunho retratado no vídeo com a resposta do padre.
    Confesso que me saí da conversa mais animado.
    Que possamos converter novos cristãos através de nossos testemunhos diários de vida.
    Que Maria Santíssima interceda por nós!

    Paz e bem!
    Anônimo Thiago

    ResponderExcluir
  2. Que testemunho maravilhoso, só mesmo Jesus Cristo para fazer uma transformação tão granse na vida de um homem criado para o terror!

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail