"(Mais um) Protestante volta para a Igreja Católica..."

NESTA SEMANA QUE finda, uma sátira em forma de vídeo, de autoria de um protestante converso à Igreja de Cristo que prefere não se identificar. Apesar do tom de galhofa, grandes verdades são ditas, de modo que nos leva a relaxar um pouco, que esta vida não anda fácil... Abaixo:


www.ofielcatolico.com.br

21 comentários:

  1. Muito bom para refletir de uma forma descontraída.
    Abraço ! Araujo

    ResponderExcluir
  2. Ser protestante é possuir pouco raciocinio...
    Ou por interesses, como conheço, outro caso!
    Aliás...
    DIA 13, A CNBB PEDIRÁ DINHEIRO PRO “EVANGELI.JÁ”, QUE ACABA NAS MÃOS DO 13, E DIA 13 TODOS NAS RUAS CONTRA O 13!
    ” SEJA MISERCORDIOSO” (COM O PT E SEUS MILICAS,COM AJUDA DA CNBB)!
    A esquerdista CNBB que é revolucionaria, inimiga da fé cristã católica e do povo brasileiro, porém, amiga dos comunistas da TL e do PT-13, é uma ONG ambientalista dissimulando ser católica – é contra o impeachment da Dilma – estará dia 13 próximo, 3º Domingo do Advento pedindo contribuições para a campanha do EVANGELI.JÁ – Sede Misericordiosos – como anunciam, SUA GENEROSIDADE E DOAÇÃO EVANGELIZAM. Esse projeto tem apoio de Sindicatos ligados ao PT, PSOL, PSTU, PC do B, CUT, MST, MTST, UNE, Contag etc., e demais “movimentos sociais”(milicias comunistas), todos compartilhados pelos diversos partidos comunistas. Coincidirá dia 13 próximo também com o povão nas ruas pressionando Senadores e Deputados pela saída do azarento 13 PT por impeachment de Dilma!
    Porque não pela cassação da CNBB, sua companheira de lutas?
    Contribuindo com a CNBB dia 13 próximo, v ajuda a financiar os movimentos comunistas do PT!
    V topa essa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FAz sentido, viu anônimo? Talvez um pouco de exagero seu, mas faz sentido sim. Todo fiel católico devia se revoltar contra esse absurdo

      Excluir
    2. Caro anônimo, trato-o assim, porquê você não assina seu comentário, de minha parte, não vi como você, defesa da CNBB ao PT e sim, ao estado de direito, à democracia, à unidade nacional, à justiça imparcial e à responsabilidade das pessoas e autoridades, para que ajam como cristãos, para o bem de todos os cidadãos e de nosso país. Agora, como cristãos não sei se você é e, for, saberá que uma das maiores graças que Deus nos deu, foi o livre arbítrio que, junto com a recomendação de Jesus Cristo para que amassemos a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a do mesmo, são a essência de nossa vida e da justiça divina. Você deve ter copiado o que eu quiz dizer, né?
      Àquele que insinua a mentira, inflama a divisão e só visa seu interesse, certamente, não está a serviço de Deus e sim,do mal. Nesse particular, não queira sequestrar o direito supremo de Deus, nosso Pai, de nos julgar, bem como à CNBB,já que você a acusa por sua posição acertada, no meu entendimento, que não é o seu, de forma injusta. Pense nisso, medite e, se sua consciência mandar, peça desculpas e perdão a Deus por sua falta.
      Fique em paz e feliz Ano Novo.
      Sebastião Farias (PVH/RO), cristão católico pela graça de N. S. Jesus Cristo.

      Excluir
  3. A paz do Senhor Jesus Cristo a todos!

    Achei muito interessante, pois cita o nome de alguns grandes teólogos, mas tirando o Hahn, nenhum deles tem livros publicados em português, se eu estiver enganado, por favor me corrijam.

    ResponderExcluir
  4. Os católicos dizem que não existia a biblia por quase 400 anos. Pergunto: em I Coríntio 15,3e4 Paulo escreve os textos e diz que foi segundo as Escrituras e que Escrituras eram essas? não sei se você entendeu a minha pergunta?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E não existia mesmo não! Ou você acha que a Bíblia caiu dos Céus diretamente para o seu sovaco, já encadernada, dividida em capítulos e versículos em forma de livro com zíper e tudo? Santa “Ignorança”!!!!!!

      E quanto as Escrituras a que São Paulo se refere, uma dica: Leia o Livro do Profeta Isaias.

      Seja Louvado Nosso Senhor Jesus Cristo, fundador da Santa Igreja Católica!
      (São Mateus 16, 18)

      Excluir
    2. Meu caro, leia o Evangelho com atenção. O próprio Cristo leu "o livro de Isaías" numa sinagoga, cita os Salmos em outra passagem (sobre Davi chamar Senhor), e S. Pedro cita Joel.

      O fato é que não existia BÍBLIA até a Igreja CATÓLICA reconhecer o conjunto dos livros que fazem parte dela. O que existia antes disso era o ANTIGO TESTAMENTO (versão grega - utilizada pelos apóstolos e até hoje pela Igreja Católica; e versão palestina - fechada por volta do ano 100dC pelos fariseus em Jâmnia, e adotada pelos protestantes).

      Não existia a Bíblia completa, Novo Testamento. Até a Igreja estabelecer a lista de livros da Bíblia, cada Igreja utilizava os livros que quisesse (ou vc não se pergunta pq na Bíblia não está o Evangelho de Tiago, de Pedro, de Judas, etc?).

      Quem acabou com a bagunça foi a Igreja Católica por volta de 350-410 dC, em vários concílios.

      Excluir
    3. Anônimo, não é o que "os católicos dizem". É o fato histórico, pura e simplesmente, e os teólogos protestantes também o reconhecem.

      Agora pare e pense só um pouquinho: como é que S. Paulo poderia estar falando da Bíblia que você conhece, se esta carta dele aos coríntios, – ela própria, – viria a ser parte da Bíblia?

      Ora, quando ele escreveu isso, os livros que compõem a nossa Bíblia cristã ainda estavam sendo escritos, compreende isto?

      Então, em todas as passagens em que os Apóstolos se referem às "Escrituras", estão falando dos livros sagrados dos judeus, que compõem o nosso Velho Testamento, a chamada "Bíblia Hebraica", e inclusive é bem possível que na época ela contivesse alguns escritos que hoje não integram a nossa Bíblia.

      Estamos publicando uma série de estudos sobre este assunto específico; você pode começar a ler acessando o endereço abaixo:

      http://www.ofielcatolico.com.br/2005/12/introducao-biblia-ou-as-sagradas.html

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  5. Calma, eu fiz apenas uma pergunta com total educação! eu sei que a bíblia como é hoje quem canonizou, porém apenas eu queria colocar que já existiam Escrituras cristãs em forma de cartas já naquele tempo como Henrique explicou. Outro dia lendo um protestante duro com um católico eu não gostei, agora entendo o por que ele escreveu palavras grosseiras, tem... dos dois lados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro anônimo, ninguém disse que você foi mal educado. Agora diga-nos, por favor, quem falou palavras grosseiras com você e quais palavras foram essas? A paz de NSJC!

      Excluir
    2. Patrivalianici veja a diferença das respostas dos outros e compare com a resposta de André. Lembrando ao André que eu não uso mais biblia debaixo do sovaco, uso smartphone.

      Outra coisa, quando eu perguntei sobre as Escrituras que Paulo se referia eu acreditava que ele estava se referindo ao evangelho de Mateus,Marcos,Lucas e João se não todos pelo menos um deles, pois em Isaias não fica tão claro sobre a ressurreição ao terceiro dia de Jesus.

      Excluir
    3. A dele foi mais dura, sim, anônimo, mas André usou a expressão para se referir aos protestantes que usam a Bíblia debaixo do sovaco, e tenho certeza que ele não quis ofender ninguém. A paz de NSJC!

      Excluir
    4. Perdoe-me se lhe ofendi, caríssimo anônimo.
      Está explicado! O uso do tal “smartphone” para ler e aprender a Palavra de Deus.
      Que pena!
      Eu ainda sou antediluviano, uso as minhas tantas surradas traduções bíblicas abertas em cima da mesa, jamais debaixo do sovaco. E nestes momentos lembro-me o que disse o primeiro Pontífice da nossa Santa Igreja, na sua 2ª Epistola a respeito dos escritos de São Paulo: “É o que ele faz em todas as suas cartas, nas quais fala nestes assuntos. Nelas há algumas passagens difíceis de entender, cujo sentido os espíritos ignorantes ou pouco fortalecidos deturpam, para a sua própria ruína, como o fazem também com as demais Escrituras” (3, 16).

      Seja louvado Nosso Senhor Jesus Cristo!

      Salve Maria Imaculada!

      Excluir
    5. Caros irmãos fiéis católicos,
      Graça e muita paz!
      Já que foi falado por aqui no uso do smartphone, aproveito este espaço para um pequeníssimo protesto um tanto, a meu ver, oportuno.
      Sabemos que o uso de aparelhos que facilitam nosso dia-a-dia com as tecnologias próprias são muitos bem vindos, mas, o uso destes aparelhos (smartphones) em certas ocasiões, por pessoas inescrupulosas, mal educadas e sem nenhum principio, vem tornando-se flagelantes. Os nossos ambientes religiosos estão se transformando em espaços Lan House, principalmente nas Celebrações Eucarísticas, reuniões de pastorais, palestras, Espiritualidades e até, pasmem! Na Adoração ao Santíssimo Sacramento.
      Como é chato numa palestra ouvir um palestrante pedir encarecidamente que as pessoas parem de dedilhar seus aparelhos e passem a prestar mais atenção no que está sendo falado e ensinado, ou um padre, na celebração da Santa Missa, um condutor de uma espiritualidade ou ater mesmo, na reza do santo rosário, etc.
      Na minha Igreja Domestica, quem cata de galo a respeito de horários de uso destes famigerados aparelhos, sou eu. Cá está terminantemente proibido o uso nos horários de refeições, orações e algumas reuniões sociais (fins religiosos). E não tem aquela máxima de direitos humanos NÃO. A minha primeira tarefa nestas ocasiões é desligar o tal do wi-fi, ficando ligado apenas o “UAI-FOI” ou o “UAI-VAI-SE”.
      Que todos me perdoem!
      Que Nosso Deus, nos liberte destas práticas nos horários de Seus cultos!
      Seja sempre louvado Nosso Senhor Jesus Cristo!
      Nossa Senhora do Loreto, rogai por nós!

      Excluir
  6. Se eu não fosse Católico e estivesse procurando a verdadeira Igreja no mundo de hoje, eu iria em busca da única Igreja que não se dá muito bem com o mundo. Em outras palavras, eu procuraria uma Igreja que o mundo odiasse. Minha razão para fazer isso seria que, se Cristo ainda está presente em qualquer uma das igrejas do mundo de hoje, Ele ainda deve ser odiado como o era quando estava na terra, vivendo na carne.
    Se você tiver que encontrar Cristo hoje, então procure uma Igreja que não se dá bem com o mundo. Procure por uma Igreja que é odiada pelo mundo como Cristo foi odiado pelo mundo. Procure pela Igreja que é acusada de estar desatualizada com os tempos modernos, como Nosso Senhor foi acusado de ser ignorante e nunca ter aprendido. Procure pela Igreja que os homens de hoje zombam e acusam de ser socialmente inferior, assim como zombaram de Nosso Senhor porque Ele veio de Nazaré. Procure pela Igreja, que é acusada de estar com o diabo, assim como Nosso Senhor foi acusado de estar possuído por Belzebu, príncipe dos demônios .
    Procure a Igreja que em tempos de intolerância (contra a sã doutrina,) os homens dizem que deve ser destruída em nome de Deus, do mesmo modo que os que crucificaram Cristo julgavam estar prestando serviço a Deus.
    Procure a Igreja que o mundo rejeita porque ela se proclama infalível, pois foi pela mesma razão que Pilatos rejeitou Cristo: por Ele ter se proclamado a si mesmo A VERDADE. Procure a Igreja que é rejeitada pelo mundo assim como Nosso Senhor foi rejeitado pelos homens. Procure a Igreja que em meio às confusões de opiniões conflitantes, seus membros a amam do mesmo modo como amam a Cristo e respeitem a sua voz como a voz do seu Fundador.
    E então você começará a suspeitar que se essa Igreja é impopular com o espírito do mundo é porque ela não pertence a esse mundo e uma vez que pertence a outro mundo, ela será infinitamente amada e infinitamente odiada como foi o próprio Cristo. Pois só aquilo que é de origem divina pode ser infinitamente odiado e infinitamente amado. Portanto, essa Igreja é divina .”
    Arcebispo Fulton J. Sheen, Radio Replies, Vol. 1, p IX, Rumble & Carty, Tan Publishing – Tradução: Gercione Hellen Lima

    ResponderExcluir
  7. Graça e Paz!
    Sou evangélico (não PROTESATANTE) e queria perguntar porquê vocês católicos nos chamam de protestante realmente não sei de onde surgiu essa idéia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi.
      O movimento iniciado por Lutero em 1517 é conhecido NO MUNDO INTEIRO como Reforma PROTESTANTE. Já virou tradição.

      Vocês, que rejeitam a autoridade dos apóstolos, são descendentes religiosos dos reformadores (Lutero, Calvino, anabaptistas, Wesley, ZWinglio, etc) protestantes. Logo, vocês podem sim ser chamados de protestantes.

      Por fim, vocês nos chamam de romanistas, papistas, se não for coisa pior, ICAR, e por que temos que aceitar calados? Que direito é esse que vocês têm de nos chamar de nomes pejorativos (e que ngm no meio acadêmico usa)?

      Agora aguenta.

      Excluir
  8. Simples, anônimo, por causa da Revolução Protestante de 1517. Foram vocês que se autodenominaram assim por protestarem contra a Primeira e Única Igreja de NSJC e seguirem os cinco solas de Martinho Lutero. Agora, se nos últimos 100 ou 200 anos alguns grupos resolveram mudar de nome, paciência. Evangélica mesmo foi, é e sempre será a Igreja Católica, da qual falam os Evangelhos na Confissão de São Pedro e a qual NSJC falou "Quem vos ouve a Mim ouve". A paz de NSJC!

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde anônimo, esse termo é utilizado desde 1517 +ou- para os grupos q protestavam contra a igreja Católica, pois como conhece o termo evangélico é uma invenção americana se vc for na Europa e falar o evangélico ninguém vai entender só o termo protestante mesmo ou seja todo aquele q protesta a igreja Católica. Espero ter contribuído A Paz de Cristo e o Amor de Maria

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail