Belezas da Igreja: uma viagem a Mont Saint-Michel

O VÍDEO ABAIXO retrata o Monte Saint-Michel, na realidade uma ilha rochosa localizada na foz do Rio Couesnon, noroeste da França, onde se encontra a Abadia e o célebre Santuário em homenagem a São Miguel Arcanjo. O mosteiro data do século XIII e integra um conjunto com mais três cidades cujas fortificações e historiografia são notáveis: Aigues-Mortes (1270-1276, ponto de reunião dos Cruzados rumo à Terra Santa); Carcassone (célebre por suas defesas) e Avignon, sede alternativa da Cristandade entre 1309-1377.

www.ofielcatolico.com.br

6 comentários:

  1. A paz do Senhor, irmãos!

    Posso dar uma sugestão de igreja bonita para se conhecer?

    Quem tiver a oportunidade de vir a Americana, visite a Basílica de Santo Antônio de Pádua, ela é linda! A maior igreja no estilo Neo=clássico do Brasil.

    A arquitetura é linda mesmo, quem quiser dê uma olhada no vídeo que está no link abaixo:

    http://www.basilicasantoantonio.com.br/basilica/

    Aqui vocês consegyem ver ela por fora:

    https://youtu.be/92Cs-QMkYwI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruno, esta igreja a Basílica de Santo Antonio de Pádua de Americana é linda. Pena que nos dias de hoje não se fazem mais igrejas assim, nos dias de hoje, só fazem igrejas com bem poucos adornos, imagens, pinturas, a maioria, não tem graça alguma, mais parecem igrejas protestantes. Não sei o que deu na cabeça dos padres de não construírem mais igrejas como no passado, eles querem modernizar a igreja demais e acabam só fazendo besteiras, querem modernizar desde a doutrina até a arquitetura dos templos. Será que não passa pela cabeça deles, que é justamente a conservação da sã doutrina, e as arquiteturas antigas das igrejas, é que prendem os fieis na Igreja Católica.

      Em minha cidade natal, construíram um amontoado de pedras (http://www.paroquiasaoluisgonzaga.com/fotos), no mesmo local aonde havia no passado uma igreja lindíssima, que os mais antigos dizima ser uma relíquia e que eu infelizmente não cheguei a conhecer (https://www.google.com.br/imgres?imgurl=http://municipiomais.com.br/wp-content/uploads/2015/11/Foto-Antiga-Igreja-Matriz1.jpg&imgrefurl=http://municipiomais.com.br/municipio-na-historia/&h=592&w=960&tbnid=dteqJjwPpShE1M:&docid=ris9x-YlmXPtuM&ei=dIyVVpHbJIKSwgS5nYSQAg&tbm=isch&ved=0ahUKEwiR5bjztqXKAhUCiZAKHbkOASIQMwgmKAowCg).

      Ainda bem o que salva de templo católico na cidade que vivo, é justamente um santuário mariano (http://conhecendoazambuja.blogspot.com.br/2008/09/horrios-de-missa-no-santurio-nossa.html)

      Até os luteranos da cidade que moro, tem uma templo que dá de 10 a 0 em muitos templos católicos moderninhos que tem por aí (https://www.google.com.br/imgres?imgurl=http://olhardovale.com.br/wp-content/uploads/2014/05/IMG_1088.jpg&imgrefurl=http://olhardovale.com.br/geral/igreja-evangelica-de-confissao-luterana-promove-festa-de-maio/&h=768&w=1024&tbnid=KaPWqyu2Yv63QM:&docid=RE8mlEfrC8gv-M&ei=a4-VVp2-HcukwgSor47gCg&tbm=isch&ved=0ahUKEwjdn6fduaXKAhVLkpAKHaiXA6wQMwgdKAEwAQ) (http://www.diplomatafm.com.br/2013/arquivos/noticias/636/7.jpeg)

      Espero que o povo e sobre tudo o clero católico coloque a cabeça no lugar e construam templos que sejam dignos de acolher o sacrifício único e perfeito do SENHOR JESUS, que se torna presente em nossos altares pela Santa Missa.

      Sidnei.

      Excluir
    2. Paz e bem, Sidnei!

      Que bom ver um conterrâneo aqui neste blog que tanto me ajuda. Também sou brusquense e faço das suas palavras as minhas. Quando vejo alguma foto da antiga igreja matriz, no parte de fotos históricas do Jornal O Município, tenho a mesma sensação de tristeza que você. Infelizmente têm se perdido a tradição das construções católicas nos novos templos. É uma pena!! Sorte nossa que restam templos mais antigos em excelente estado de conservação próximos de nós, como a de Azambuja - como você mencionou -, a igreja matriz de Itajaí, Catedral de Rio do Sul, igreja matriz de Gaspar, entre outras.
      Infelizmente templos como estes não se fazem mais.

      Fraterno abraço,
      Thiago

      Excluir
    3. Obrigado Thiago, como moramos na mesma cidade, qualquer dia se encontramos por aí.

      Sidnei

      Excluir
  2. Nerso da Capitinga15 de janeiro de 2016 20:27

    Ô coisa bonita! De onde eu venho tambem tinha uma igreja assim mas depois os home fizeram uma capelinha feia pra dedéu, sem nenhum enfeite, imagem, nada que enbeleze a igreja. E uma pena...

    ResponderExcluir
  3. Salve Maria!

    É meus caros, foi época onde ainda se havia construção de Igreja digna de Nosso Senhor. Hoje ao invés de construírem, eles destroem. Na minha cidade natal há uma Matriz principal da cidade, ela é antiga e muito bonita, já soube que querem reforma-lá e tirar o piso das paredes de fora. Ou seja, querem modernizar mais uma paróquia naquela cidade, acho que depois disso não haverá mais nenhuma tão bonita e digna de Nosso Senhor Jesus Cristo. Na Capital do Rio de Janeiro ainda se encontra muitaaaa Igreja linda, de entrar e ficar extremamente encantados com a belezura que és, as imagens lindíssimas, enormes, as pinturas que nos encantam, e de se alegrar o coração por ver uma Igreja Católica como ela de fato merece! Pois, é muito triste ver que depois do CVII se acabou tão rápido com as coisas boas de dentro do Igreja, de forma tão ligeira que pra muitos, ou a maioria passou de forma despercebida, infelizmente. Rezemos pela conversão desses, leigos e religiosos no geral. Para que esse falso ecumenismo, modernismo, liberalismo, colegialidade se acabe de uma vez por todas. Como diz São Pio X:"O modernismo é a síntese de TODAS as heresias." E a verdadeira Igreja de Cristo Reine. Assim como que por fim o Imaculada Coração de Maria Santíssima triunfará também.

    Viva Cristo Rei !

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail