O perigoso sentimentalismo e a persistência na vida espiritual


HOJE CONTAMOS a estranha história dos católicos que vivem uma fé baseada no sentimentalismo. Trata-se de um característica mais latente entre aqueles que não nasceram em berço católico, ou que se dispersaram durante algum tempo, na juventude, e só depois retornaram à Casa do Pai. Naquele dia em que se (re)converteram, sentiram como que uma "fisgada", Jesus a lhes "pescar"; foi o seu momento de feliz intimidade com o Senhor, em Comunhão com a Santíssima Virgem e os santos e anjos do Céu...

** Ler o artigo completo
www.ofielcatolico.com.br

Receba O Fiel Católico em seu e-mail