Cardeal Sarah, pastor de almas exemplar e zeloso guardião da sagrada Liturgia


“CORREMOS O RISCO de reduzir o sagrado Mistério a bons sentimentos”, advertiu o Prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, Cardeal Robert Sarah, em uma entrevista na qual recordou a importância do silêncio dentro da Liturgia como caminho para chegar a Deus, destacado inclusive pelo Concílio Vaticano II...

** Ler a matéria completa
www.ofielcatolico.com.br

Receba O Fiel Católico em seu e-mail