Médico campeão em abortos, convertido por Santo Tomás de Aquino, é hoje um defensor da vida desde a concepção


NESTE MOMENTO TENEBROSO, em que nossos ministros planejam, na calada da noite, a legalização do aborto em nosso país, convém lembrar a fascinante história do Dr. Stojan Adasevic, que foi, durante anos, o médico que mais realizou abortos em Belgrado, Sérvia, em vinte e seis anos de prática. Instruído na cartilha do regime comunista, para ele, fetos não eram seres humanos, apenas um amontoado de células sem vida e desprovidas de sensibilidade...

** Ler o artigo completo
ofielcatolico.com.br

Receba O Fiel Católico em seu e-mail