Nas mãos de Deus ou dos homens?

Bento XVI e o respeito à vida



O CASO DO MENINO britânico de quase 1 ano de vida, Charlie Gard, tem mobilizado o mundo. Não há quem não se comova com a sua imagem no hospital, deitado placidamente com os olhos fechados, como se dormisse serenamente em sua própria casa. Ele é portador de uma doença rara que lhe tirou os movimentos e a capacidade de respirar por conta própria. Tal doença foi pouco estudada, o que levou seus pais a quererem buscar tratamento nos EUA, decisão esta que encontrou oposição dos médicos que “cuidam” do menino e até mesmo do poder judiciário inglês, que decidiu, contra a vontade paterna, que fossem desligados os aparelhos que sustentam a vida do pequeno Charlie...

** Ler o artigo completo
www.ofielcatolico.com.br

Receba O Fiel Católico em seu e-mail