Quem está orquestrando o movimento LGBTQ no interior da Igreja?


VALE A PENA RECORDAR aquela entrevista dada alguns anos atrás pelo Papa, na qual, ao lhe perguntarem acerca de Mons. Ricca e de um escândalo homossexual, respondeu com o famoso comentário: "Se alguém for gay e buscar a Deus com boa vontade, quem sou eu para julgar?". E seguiu citando um trecho do Catecismo, como ele mesmo disse, acerca da necessidade de se tratarem as pessoas homossexuais com respeito, sensibilidade e compaixão...

** Ler o artigo completo
www.ofielcatolico.com.br

Receba O Fiel Católico em seu e-mail