Frei Daniele Natale e os tormentos do Purgatório


TAREFA NADA FÁCIL a de descrever o estado de alvoroço em que se encontrava a clínica Regina em Roma, naquele dia de 1952. Lá se internara Frei Daniele Natale, religioso capuchinho de trinta e três anos de idade, para a extirpação de um tumor canceroso no baço. O Dr. Riccardo Moretti recusava-se em realizar a delicada operação por estar a doença muito avançada, mas a insistência do paciente levou-o a fazer uma tentativa in extremis...

** Ler o artigo completo
www.ofielcatolico.com.br

Receba O Fiel Católico em seu e-mail