Cristão pode fazer tatuagem? As tatuagens e a Bíblia Sagrada


UMA LEITORA, – cujo nome não fomos autorizados a divulgar, enviou a seguinte pergunta para o e-mail ofielcatolico@gmail.com:

"Gostaria de saber o que a bíblia diz a respeito das tatuagens, e em qual evangelho encontro a resposta."

Reproduzimos abaixo nossa resposta, enviada à leitora, por considerarmos que possa representar também as dúvidas de outros leitores. Que seja útil.

A Bíblia Sagrada não menciona, direta ou literalmente, a questão das tatuagens, mas algumas passagens estão relacionadas ao tema. Vejamos o que a Escritura tem a dizer:

"Não fareis lacerações na vossa carne pelos mortos; nem no vosso corpo imprimireis qualquer marca. Eu sou o SENHOR." (Lv 19,28)

Pelo contexto do texto do Levítico (e também de Deuteronômio 14,1-2) vemos que as marcas no corpo tinham relação com os rituais pagãos que envolviam a necromancia (consulta aos mortos; o mesmo que hoje é chamado de 'mediunidade'). As marcas no corpo faziam parte da vinculação da pessoa à crença nos deuses e na prática dos seus rituais pagãos, e os simbolizavam.

Já o dragão, um dos temas preferidos para as "tattoos" atuais, no contexto bíblico, representa o demônio. Porém, mais importante do que saber aquilo que a Bíblia diz literalmente, é entender que não é recomendável que um cristão marque seu corpo para o resto da vida com tatuagens, pois o seu corpo é Templo do Espírito Santo, como diz São Paulo Apóstolo em sua primeira carta aos coríntios:

"Não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom Preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus." (1Cor 6,19,20)

Como cristãos, devemos buscar e nos identificar com Jesus e seguir o seu exemplo, e não com os modismos do mundo: "Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas me convêm; todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas edificam" (1Cor 10,23).

"Rogo-vos, pois, irmãos, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos adapteis a este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." (Rm 12,1,2)


Carla Perez e a sua "tattoo radical"

Agora que todo mundo tem, a tatuagem deixou de ser a marca 
de uma personalidade forte ou um sinal de rebeldia

Hoje em dia parece que todo mundo está se tatuando, e já faz algum tempo que tatuagem deixou de ser um gesto de rebeldia ou algo que diferencia a pessoa. Pelo contrário, agora, quem quer ser igual aos outros é que corre logo a se tatuar.

Não aconselhamos ninguém a se tatuar, mas é claro que nós não devemos considerar uma pessoa tatuada como pecadora, nem julgar alguém por conta de sua(s) tatuagem(ns). Ninguém deve deixar de se aproximar de Deus por ser ou não tatuado. Deus é Pai Misericordioso.


O que mais fazer para se sentir diferente? Que tal tornar-se um fiel católico? Aí está algo realmente incomum, nos dias de hoje...


Com a palavra, o Pe. Paulo
Ricardo de Azevedo Jr.:



ofielcatolico.blogspot.com

119 comentários:

  1. Pandora Pós Moderna - Chaga Social entende que fazer uma tatuagem é a rigor a morte do ego. E tenha certeza ao eliminar o ego de sua vida e substituí-lo por uma tatuagem será iniciado uma série de buscas que somente terminarão quando não houver mais pele a ser tatuada. Ou seja, você agora passou por uma experiência flow, e isto é tão viciante quanto o CRACK. Isto quer dizer que o seu ímpeto em tatuar é uma constante impulsionado pela vontade de se sentir diferente e respeitado no seu grupo. As tatuagens tem sempre um quê de religiosidade e dificilmente esta desatrelada da vida sexual. E o que entra na análise não é apenas o que esta sendo tatuado, mas onde esta sendo tatuado e quem esta tatuando e quem esta sendo tatuado. Assim queria te dizer que se você quer ser diferente pode parar. Pois você já é diferente, uma tatuagem te deixará igual a todos os jovens alienados dessa geração. A tatuagem é a nova ilha de invasão das mulheres. Cientes que esse procedimento era dominado por homens e acompanhando a revolução de gênero e feminismo, as mulheres adotaram como opção de “sedução, rebeldia e igualdade”. No entanto, a tatuagem é um ato de violência consentida que escarifica a pele e nela introduz pigmento, substancia estranha corante, que após a cura das agressões feitas na pele deve surgir a tatuagem em si, gratificando o tatuado com uma imagem iconográfica de (pseudo) "poder". Ostentação é um fenomeno muito parecido com o que temos no Facebook hoje em dia. Um emaranhado de mentiras, falsos sorrisos e futilidades. Dessa forma as tatuagens introduzidas no Brasil por um dinamarquês hoje são como que o "facebody", pois cada fato importante em sua vida será uma tatuagem. Uma porque terminou a facul. Outra por que a mãe morreu. Outra porque viajou para um lugar distante. Outra porque nasceu um filho, irmão, ou algum parente. E assim sem fim segue buscando uma identidade nos ícones e nas frases que tatua para uma sociedade que nunca vez outra coisa a não ser de valorizar pelas aparências. Fazer uma tatuagem hoje em dia é ser concordante que essa tendência e se inserir num mundo de pessoas igualmente diferentes e ostentadoras. Tem que ser muito burro para fazer uma tatuagem.

    ResponderExcluir
  2. Visite-nos no Facebook e deixe seu apoio. Vamos parar essa onda de lama com as águas claras do conhecimento.
    https://www.facebook.com/pages/Pandora-P%C3%B3s-Moderna-Chaga-social/687067014647048?ref=hl

    ResponderExcluir
  3. É somos o templo do Espírito Santo, que o adorno não seja exterior, mas interior com boas obras, como às mulheres que professam em servir a Deus - 1Pedro 3.3-4.

    ResponderExcluir
  4. Meu corpo é umtemplo verdade mas acredito que devemos assim como as Grandes Catedrais identificar a quem pertencemos po isso não sou contra de católico ter tatuagens contanto que ele sabia realmente o que tatuar e se ele é caólico fazer algo bonito e que não seja algo mudano ....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. perfeito para a morada do demonio

      Excluir
    2. que ridiculo isso como a pessoa pode faver isso com seu cirpo e dizer que se acha lindo. realmente e uma tristeza

      Excluir
    3. Meu nome é Albari, próximo ano voltarei para o seminário para estudar para ser padre, tenho uma tatuagem da medalha de São Bento e farei outras tatuagens, a próxima de são Miguel Arcanjo ,para mim não interessa o que alguns padres ou leigos pensam ou falam mal das tatuagens, me interessa é estar em comunhão com os dogmas e leis da igreja. Existem sim alguns exageros, mas em tudo e em varias áreas existem, para muitos que não conhecem a história da igreja e de seus santos, lá vai um pouco da vida de Santa Verônica, Padroeira dos tatuadores e tatuados: Santa Verônica tatuou seu corpo com o nome de Jesus, TRECHO DO DIÁRIO DE SANTA VERÔNICA GIULIANI, ONDE ELA NARRA O DESEJO DE ESCREVER O NOME DE JESUS EM SEU CORPO:

      "MUITAS VEZES DESEJEI FAZER, COM UM CANIVETE, SOBRE O CORAÇÃO, O SANTÍSSIMO NOME DE JESUS E COM O MESMO SANGUE QUERIA FAZER UM CARTA E UMA PROMESSA OU PACTO DE QUE OUTRO NÃO DESEJAVA A NÃO SER A DEUS SOMENTE. "

      APÓS PEDIR O CONSENTIMENTO DO PADRE CONFESSOR DO MOSTEIRO POR DUAS VEZES E CONSEGUIR DEPOIS DE CERTO TEMPO PERMISSÃO, ELA SE4 PÔS A FAZER O QUE PARA NÓS SERIA UMA TATUAGEM, NO ENTANTO SEM NENHUM CONHECIMENTO OU ANESTÉSICO,NA PROMESSA, SANTA VERÔNICA ESCREVEU UMA CARTA, UM POUCO GRANDE, QUE ATÉ EU TENHO PREGUIÇA DE TRANSCREVER AQUI, MAS FICO PENSANDO, HAJA SANGUE PARA ESCREVER TANTO E PENSEM QUE ELA REPETIU ISSO AINDA DUAS VEZES.

      ISSO É QUE É DEMONSTRAÇÃO DE AMOR! ISSO É QUE É TATUAGEM RADICAL! ESTAVA OLHANDO UMAS TATUAGENS E PENSANDO QUE, SE SÃO FRANCISCO, SANTA RITA E ,PRINCIPALMENTE, SANTA VERÔNICA GIULIANI VIVESSEM EM NOSSOS DIAS,
      TALVEZ FOSSEM GRANDES ADPETOS DA PRÁTICA DA TATUAGEM COMO FORMA DE
      DEMONSTRAR DEVOÇÃO E AMOR A JESUS.

      Excluir
    4. o que torna o homem impuro segundo as escrituras é aquilo que sai do coração do homem (Mateus 15:11) algumas pessoas se preocupam tanto com seu exterior em viver com o corpo limpo, mas o coração que é o mais importante para Deus, ele sonda nossos pensamentos e conhece as profundezas de nossa alma, Ex: coloque diante de Deus uma pessoa de corpo limpo, mas que no dia a dia, vive fazendo fofocas e intrigas, onde muitas vezes vivem praticando o mal, e uma pessoa com o corpo todo tatuado, mas que vive fazendo o bem a quem vive ao seu redor, e praticando o verdadeiro amor, ai eu pergunto qual dos dois agrada aos olhos de Deus, o exterior de uma pessoa é irrelevante quando em seu verdadeiro intimo repousa o Espírito Santo.

      Excluir
    5. Albari, só porque algum santo ou santa fez uma tatuagem isso não significa que seja correto fazer, até porque Santa Verônica podia não ter conhecimento da proibição bíblica das tatuagens. Também não me interessa saber se algum padre ou leigo condena as tatuagens, mas se NSJC, sendo Deus, proíbe-as, e ele deixou bem claro que proibia. Anônimo, que eu não sei se é o mesmo que se identifica como Albari ou não, o exterior é um reflexo do interior. O verdadeiro amor, como eu já disse antes em outro comentário, é obediente, e se a Bíblia diz que nosso corpo (a partir do batismo) é um Templo

      Excluir
    6. Continuação do meu comentário anterior: se a Bíblia diz que nosso corpo (a partir do batismo) é um Templo do Espírito Santo e que não devemos imprimir marcas nele, devemos obedecer e respeitar a Deus. Agora me responda: e por acaso o desejo de imprimir marcas no corpo não sai do coração do homem? Se o exterior não importa, então qual o problema de fazer uma tatuagem que valorize o roubo ou o assassinato? Qual o problema de se usar roupas em que estejam escritas frases blasfemas? O que importa não é o que está dentro, e não fora do homem? Uma pessoa que tem um corpo limpo, mas que usa o corpo para praticar o mal deixa de ter o corpo limpo e uma pessoa que faz pichações no seu corpo, como as tatuagens, mas pratica o bem, pratica de forma incompleta, pois o verdadeiro bem começa com o respeito ao que Deus mandou e ao nosso corpo. Logo, as duas pessoas vão ter que prestar contas a Deus, Nosso Senhor, pelo seus atos. A paz de NSJC!

      Excluir
    7. Aí vem mais um padre que (palavras dele) não está "nem aí" para o que os padres e leigos católicos tradicionais pensam. Mais um, infelizmente.

      Duvido muito, mas muito mesmo, que São Francisco ou Santa Rita seriam adeptos da atual moda das tatuagens. Miserere nobis, Domine!

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    8. Acho que o maior problema desses defensores das tatuagens é o relativismo, Henrique. Eles vivem dizendo que Deus julga as pessoas pelos atos, mas, assim como os demais relativistas, só crêem nos atos relacionados á moral, e desprezam os ligados á fé. Para eles, pouco importa se São Paulo disse que nosso corpo é Templo do Espírito de Deus ou se o Senhor proibiu que se imprimissem marcas no corpo. É só dizer que o tatuado faz um monte de coisas boas que Deus se esquece do pecado dele e deixa pra lá, ao invés de o repreender por sua desobediência. Vivem dizendo que só NSJC pode julgar, mas confudem julgar com repreender pelo pecado, só para não adimitirem que caíram no erro. A Lei de Deus, que é eterna, pode mudar, mas o costume de imprimir marcas no corpo, não. Grande estratégia do Inimigo para nos fazer pensar que podemos fazer o que quisermos com o nosso corpo (não se impressione se um defensor dessa moda mundana concordar com o pecado da carne, dizendo que "O que vale é a humildade e o 'amor' ao próximo"). A paz de NSJC!

      Excluir
    9. AS PASSAGENS DO ANTIGO TESTAMENTO DEVEM SER ENTENDIDAS DENTRO DO CONTEXTO EM QUE FORAM ESCRITAS E PARA QUEM FORAM ESCRITAS.

      AS PASSAGENS ÀS QUAIS VOCÊ SE REFERE DEVEM SER ESSAS:


      Lv 21, 5 “Os sacerdotes não rasparão a cabeça, nem os lados de sua barba, e não farão incisões em sua carne.”

      Lv 19,28 “Não fareis incisões na vossa carne por um morto, nem fareis figura alguma no vosso corpo. Eu sou o Senhor.”

      Dt 14, 1 “ Vós sois os filhos do Senhor, vosso Deus. Não vos fareis incisões, e não cortareis o cabelo pela frente em honra de um morto.”


      NO ENTANTO, SE FORMOS VIVER TUDO O QUE OS LIVROS DO LEVÍTICO E DO DEUTERONÔMIO DIZEM:

      A MULHER SERIA UM OBJETO;
      QUANDO ESTIVESSE MENSTRUADA, SERIA IMPURA;
      OS HOMENS NÃO FARIAM A BARBA SE FOSSEM SACERDOTES;
      PESSOAS SERIAM APEDREJADAS POR SEREM GAYS, OU ADÚLTERAS ETC.

      E ESSAS INCISÕES FORAM PROIBIDAS NA LEI DE MOISÉS TAMBÉM POR QUE TINHAM UMA CONOTAÇÃO MÁGICA OU SE REFERIAM AO CULTO PAGÃO.

      NO NOSSO CASO, FALAMOS DE PESSOAS QUE DEMOSNTRAM SUA FÉ CRISTÃ NA TATUAGEM.

      NÃO HÁ NADA DE PAGÃO OU MÁGICO OU DEMONÍACO.

      PELO O CONTRÁRIO, COM CERTEZA ,QUEM TEM UMA TATUAGEM DE UM SANTO DE DEVOÇÃO

      TEM UM SINAL DE PROTEÇÃO CONTRA DEMÔNIOS EM SEU PRÓPRIO CORPO.



      É PRECISO LER A BÍBLIA,
      MAS É TAMBÉM NECESSÁRIO ESTUDAR SUAS PASSAGENS

      E ENTENDER O CONTEXTO EM QUE OS TEXTOS FORAM ESCRITOS

      OU NOS TORNAREMOS LOUCOS OU FANÁTICOS EM NOME DA FÉ.

      A IGREJA CATÓLICA SEMPRE FOI CUIDADOSA NA INTERPRETAÇÃO DA PALAVRA DO SENHOR,

      POR ISSO NÃO PEGAMOS QUALQUER CITAÇÃO FORA DO CONTEXTO E A USAMOS COMO UM ARGUMENTO SOLTO.


      OS SANTOS DOS QUAIS VOCÊ FALA ( É BOM QUE VOCÊ LEIA A VIDA DELES) TUDO FAZIAM POR AMOR A DEUS.

      SÃO FRANCISCO AMAVA TANTO JESUS, E MEDITAVA TANTO NO SEU AMOR E SOFRIMENTO NA CRUZ,

      QUE RECEBEU AS CHAGAS DELE NO PRÓPRIO CORPO.

      DO MESMO MODO, SANTA RITA , SANTA VERÔNICA GIULIANI, PADRE PIO E TANTOS OUTROS.

      CARREGAR AS CHAGAS DE CRISTO DEVE SER UMA HONRA PARA TODO CRISTÃO, COMO NOS DIZ SÃO PAULO:

      "De ora em diante ninguém me moleste, porque trago em meu corpo as marcas de Jesus. "
      Gl 6,17


      SE OS SANTOS SE ORGULHAVAM DAS MARCAS DE CRISTO, PORQUE TER MEDO DE MARCAS QUE PODEMOS FAZER PARA LEMBRAR NOSSO DEUS E SEUS SANTOS.


      NÃO HÁ MOTIVO PARA ESSE MEDO COM RELAÇÃO ÀS TATUAGENS, DESDE QUE SEJAM PESSOAS ADULTAS E CONSCIENTES.

      SE FOR ASSIM QUALQUER CIRURGIA PLÁSTICA VAI SER CONSIDERADA UM PECADO.

      DEUS QUER NOSSA FELICIDADE E SE PODEMOS FAZER UMA TATUAGEM QUE APENAS FALA DELE OU NOS LEMBRA
      DAS REALIDADES CELESTES COMO AS DOS SANTOS, QUAL O MAL NISSO?


      SÃO PAULO DIZ ALGO QUE NUNCA ESQUEÇO, QUANDO PENSO EM TATUAGEM:


      " Para os puros todas as coisas são puras. Para os corruptos e descrentes nada é puro: até a sua mente e consciência são corrompidas"
      Tit 1, 15

      Excluir
    10. Eu só falei de uma santa, Albari, quem falou nos outros santos foi Henrique. Quanto ás citações do Antigo Testamento, leia o meu diálogo neste mesmo post com o leitor Filipe Santos e você entenderá que também creio que algumas ordens, apenas as APLICAÇÕES DA LEI, foram destinadas apenas ao povo de Israel, mas outras não. Os santos recebiam e amavam as CHAGAS, marcas do sofrimento de NSJC no corpo, mas nenhum deles fazia tatuagens, como nós as conhecemos, e se faziam podiam não ter conhecimento da proibição bíblica. E a cirurgia plástica não é um pecado, pois tem fins medicinais e é extremamente diferente de uma tatuagem. Você diz que não se deve usar argumentos soltos a partir de citações bíblicas, mas acabou de usar um. Quando São Paulo disse que todas as coisas são puras, ele estava se referindo a todas as coisas permitidas por Deus, até porque se for pra usar essa passagem fora do contexto, como você está fazendo, o adultério, assassinato, etc, são puros. E eu nunca disse que nada é puro, eu apenas condenei as tatuagens, o que não tem nada a ver com o versículo em questão. Só se lembre que nosso corpo é um Templo do Espírito, como o mesmo São Paulo falou, e eu duvido que você picharia a parede de um templo com qualquer mensagem, mesmo que religiosa (pois a mensagem de louvor a NSJC deve estar no interior do Templo). A paz de NSJC!

      Excluir
    11. Petrivalianici, eu li direito quando o Albari disse que é possível usar tatuagens para se proteger de demônios?

      Excluir
    12. Acho que sim, Filipe, infelizmente há pessoas que acreditam nisso. A paz de NSJC!

      Excluir
    13. Albari, Graça e Paz.

      Eu comentei seu nome anteriormente. Creio que, de certa forma, cometi um erro, pois deveria ter me dirigido a você primeiro. Por isso, peço desculpas. Mas gostaria de fazer duas perguntas.
      Primeiro, você diz que não se importa com a opinião de alguns padres ou leigos. Mas sim com normas da Escritura, imagino que sim. Então, minha primeira pergunta é: como você analisa estas passagens:
      --------------------------
      Esta é uma palavra fiel: se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja.

      1 Timóteo 3:1
      -------------------------

      Porém, adverte o Apóstolo:
      --------------------------
      Não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo.

      1 Timóteo 3:6
      ---------------------

      Tentações essas que, acredito,fizeram cair o jovem rei Roboão:

      -------------------------
      Porém ele deixou o conselho que os anciãos lhe deram; e tomou conselho com os jovens, que haviam crescido com ele, e estavam perante ele.

      2 Crônicas 10:8
      --------------------------

      O que quero dizer é que não necessariamente aquilo que os mais velhos dizem é verdade, mas eles sempre tem mais experiência e merecem ser ouvidos. Ainda mais que você pretende ser um líder.

      A segunda pergunta é: baseado em que você acredita que uma tatuagem protege contra demônios?

      Paz de Cristo.

      Excluir
    14. Caríssimo Filipe Santos,

      a resposta ao seu comentário, claro, cabe ao leitor Albari, mas como administrador deste espaço eu me permito adiantar, – a você e a ele, – o seguinte:

      O que Albari está fazendo é confundir tatuagem com Sacramental. O que é um tremendo absurdo, uma aberração completa.

      E só para esclarecer, gostaria de deixar algo ainda mais claro do que já está no próprio post: a Igreja (assim como eu mesmo) nada tem contra pessoas tatuadas, e nem especialmente contra a prática da tatuagem em si. Não há documento oficial que trate do assunto. Basicamente, o problema todo é que se trata de uma prática que não combina com a postura, vivência e prática cristãs. Muito simples. A esse respeito, acrescentei ao final do post um vídeo do Pe. Paulo Ricardo de Azevedo Jr. que talvez ajude a esclarecer tudo.

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    15. Essas passagens acabam com a argumentação do Albari, Filipe.

      Já estava tudo muito claro, Henrique, até de um jeito simples fa´cil de entender pros jovens. Esse video do padre Paulo Ricardo diz praticamente a mesma coisa, e esse padre é um exemplo ele tem o dom da palavra . Obrigado pelas suas considerações. fiquei emocionado.

      abç a todos

      Excluir
    16. O poder da Medalha de São Bento não justifica em nada você fazer uma tatuagem dela, Albari. São Bento fez coisas maravilhosas e ninguém aqui nega essa fato, mas isso não tem nada a ver com imprimir sobre a sua pele alguma marca ou imagem relacionada a ele. A paz de NSJC!

      Excluir
    17. Paz de Cristo
      Felipe Santos
      Talvez eu não tenha me expressado bem, quando disse que não me interessa o que alguns padres pensem a respeito da tatuagem. É lógico que ao iniciar meus estudos de teologia vou me aprofundar melhor nessas e em outras questões. Para mim interessa primeiramente o que a CNBB (Conselho Nacional dos Bispos do Brasil) e a igreja de Roma pensam a respeito, pois muitos padres, por algum motivo que não cabe a mim julgar aqui, acabam se desviando do caminho e abandonando seu sacerdócio, é preciso estarmos em comunhão com a igreja. Com suas leis e dogmas, eu vejo muitos padres dando suas opiniões e posso dizer que sempre concordo em partes , pois é na diversidade que encontramos a unidade na igreja.

      Excluir
    18. Acontece, Albari, que o texto do Antigo Testamento em questão era, como eu disse, apenas uma aplicação da Lei de respeitar o próprio corpo, já que nos dias de hoje não há mais os rituais pagãos de lacerar a carne. Quanto ás comidas que você citou, comê-las EM EXCESSO é pecado, sim, contra o Templo do Espírito Santo, assim como pichá-lo com as tatuagens. O contexto da citação de São Paulo pode ser sim em relação á sexualidade, mas isso não desvaloriza em nada o que ele falou. Se São Paulo disse que o nosso corpo é Templo do Espírito Santo, independentemente do assunto, é porque o CORPO É TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO. Ou você acha que o Espírito habita em nós só em relação aos pecados sexuais, e na hora de picharmos o Templo dele, ele desaparece? Por fim, quanto á repulsa cultural e a cultura das tatuagens, veja o vídeo do Pe Paulo Ricardo, no final do post e saiba que não é porque antigamente o hábito de se fazer tatuagens estava ligado á devassidão moral que eu sou contra elas, até porque os tempos mudam, mas por causa do que elas representam hoje e, acima de tudo, de o meu corpo ser um Templo de NSJC. A paz de NSJC!

      Excluir
  5. detesto tatuagem , quem faz não tem amor a Deus e nwm a si mesmo . Tem nervo de ser uma tatuagem é muito feio . Se todos tivessem a concientização de uma tatuagem , não faria nunca .

    ResponderExcluir
  6. Sou um templo com adornos. Uma ou várias tatuagens não mudam minha fé e meu amor a Deus, a tatuagem é uma forma de expressar arte, arte essa que pode ser usada de forma errada pro certas pessoas. Pode ter se popularizado e alguns a fazem de modo inconsequente, mas isso não desvaloriza esse trabalho, essa arte. Meu corpo é templo do senhor mas o que os outros veem não muda o que Ele vê e sabe, não mudam atos bons, não mudam o caráter e a fé de niguém

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, seu corpo é um templo com adornos, não com pichações. Quem realmente tem fé e amor a Deus, cumpre a sua vontade, não fazendo lacerações na carne ou imprimindo qualquer marca no corpo (estando consciente da proibição bílica, é claro). O fato de algo ser a expressão de uma arte não faz disso algo lícito para um cristão, assim como aqueles que fazem pinturas ridicularizando a Igreja, por exemplo, não podem ser chamados de "simples artistas". No fim do seu comentário, vc diz que o que os outros vêem não muda o que Deus vê e sabe, mas porque Ele, que vê o que está oculto, não veria também o que não está, já que ele é onisciente.( interprete o ponto como interrogação, a tecla de interrogação está quebrada nesse computador). Por fim como vc disse, isso não muda o caráter, fé e atos bons de ninguém, mas saiba que isso mostra se a fé nas Escrituras está bem firmada e se o seu corpo é um templo adornado ou pichado. A paz de NSJC!

      Excluir
    2. Os seus modos de agir aqui na terra é que vai ser medido quando a hora do teu julgamento chegar.E não as tatuagens do teu corpo.

      Excluir
    3. E por acaso fazer tatuagens não é um modo de agir? Porque tudo que o Senhor proibiu é ilícito, mas as tatuagens não? Sinceramente, anônimo, você está alterando os mandamentos de Deus por pura comodidade mundana, não querer adimitir que você ou alguém que você gosta está pecando. Agora, faço um pedido formal ao administrador deste site: Henrique, por favor, delete os comentários de qualquer um que repetir os mesmos argumentos em relação ás tatuagens, pois eu já estou perdendo a paciência de ter que responder sempre a mesma coisa. A paz de NSJC!

      Excluir
    4. A bíblia não condena fazer ou não tatuagens, não fala contra e também não é a favor. Em relação aos textos, todos são do antigo testamento, e no novo, não há menção disso. Uma conclusão clara não temos, em via das dúvidas, melhor não fazermos ou buscarmos estudar mais, que a preguiça sim é um pecado.

      Excluir
    5. Anônimo, não precisa nem estudar pra saber que uma tatuagem é uma marca e o texto bíblico fala de imprimir marcas. E qual o problema com o Antigo Testamento? Você é marcionita? Antissemita? Por acaso Deus não se revelou aos judeus? As Sagradas Escrituras são a junção da Nova e da Antiga Alianças, não somente uma em detrimento da outra. E o Novo testamento fala que o corpo é Templo do Espírito Santo, o que remete à questão das tatuagens, logo, seu argumento fica sem sentido.Com certeza, preguiça é pecado e, por isso, temos que deixar de ter preguiça em relação a cumprir os mandamentos de Nosso Senhor. A paz de NSJC!

      Excluir
  7. Acho feio a tatoo, é um ato impensado colocar na pele símbolos satânicos , frases que ficariam melhor escritas em uma parede do que na pele perfeita, muitos se arrependem depois de se tatuarem quando começam a ser cristãos de verdade pois sentem no coração que isso é errado.
    Penso que seja o código de barra que vai ser usado nas pessoas é esta a marca da besta, o mal cultua a tatoo o bem não precisa de marcas pois já somos marcados com o sinal da fé , não somos tribo nem gado, somos os filhos de Deus, resgatados com o sangue de Jesus que não usou tatoo, a marca que uso no coração é minha fé , fico triste quando vejo uma tatoo pois sei que a pessoa usa drogas, nunca conheci alguém com tatoo que não usasse drogas, ou estivesse em algum desequilíbrio emocional muito grande, onde moro se distinguem fações por tatoo , tribos por tatoo,. Algo tão sem sentido nem é algo humano mas animal, para que uma marca para ser alguém?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria, acho que nem animal esse horrendo costume é, pois não conheço nenhum bicho que faça tatuagem rs, a paz de NSJC!

      Excluir
    2. Maria Santos, muito infeliz o seu comentário. Nem todo tatuado usa drogas .Sou professora há 38 anos e tenho 56 de idade . Sou batista.Tenho 4 tatuagens com os nomes dos meus netos e filhos ,somente.No dia do juízo final , quem vai prestar contas a Deus sou eu.Quis homenagear pessoas
      Que para mim são eternas.

      Excluir
    3. Anônimo, em primeiro lugar quero lhe dizer que não compartilho dessa ideia de que tatuados são necessariamente drogados e/ou desequilibrados mentais. No entanto, isso não significa que Nosso Senhor Deus aprova o uso de tatuagens . Se você se diz cristã, deveria crer que a única pessoa eterna é Deus, e que todos nós, seres humanos, morremos algum dia. As pessoas são eternas, sim, no sentido que suas almas são eternas, mas ainda nesse sentido você está errada, pois você escolheu algumas pessoas para dizer que você as considera eternas, como se as outras não fossem. Se você se considera cristã, deveria homenagear seus familiares de outra forma, não imprimindo marcas no seu corpo, desobedecendo assim as Sagradas Escrituras. Por fim, é verdade que você vai prestar contas a Deus no dia do Juízo Final, e é por isso mesmo que você deve abandonar os costumes desse mundo que tanto desagradam a Deus, como é o caso das tatuagens. A paz de NSJC!

      Excluir
  8. Acho que há medidas e várias interpretações para tudo!
    Não entendo quando vocês falam que "nunca conheci alguém com tatoo que não usasse drogas, ou estivesse em algum desequilíbrio emocional muito grande" (maria santos).
    Tenho 3 tattoos e nunca coloquei sequer um cigarro na boca.
    Sou mãe de família, com 2 filhos, casada há 14 anos.
    Sou formada e tenho 4 cursos de pós-graduação, assim como meu marido.
    Há que se ter um cuidado com as generalizações.
    A sociedade muda, com o tempo.
    Antigamente, usavam as tatuagens para marcar o corpo, igual fazem com gado, para "envergonhar" quem as tivesse.
    Hoje não é mais assim.
    Qual o mal que se tem em tatuar uma rosa, estrelas ou borboletas? São símbolos do mal?
    Deixo claro que também não acho bonita essa última foto usada, e, talvez essa estivesse sendo usada com outros objetivos.
    Mas repito: DEVEMOS TER CUIDADO COM AS GENERALIZAÇÕES!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, anônimo, devemos ter cuidado com as generalizações, mas no caso das tatuagens não há como não generalizar, pois a Bíblia não especifica qual é o tipo de
      laceração que não devemos fazer, ela só dá um exemplo. Também temos que nos lembrar que o nosso corpo, a partir do batismo, é um templo do Espírito Santo e não podemos pichar esse templo. Vc picharia a parede de uma igreja com a imagem de uma borboleta ou de uma rosa? A paz de NSJC!

      Excluir
    2. A Bíblia está aí para ser interpretada... Definir lacerações com tatuagem é um interpretação sua. Borboletas, rosas... foram criações de Deus... e generalizações são abomináveis sim. Cristão que é cristão respeita o individual e não se precipita em testemunho, até porque isso vai de encontro aos mandamentos. Meu corpo é Templo do Espírito Santo, e o Espírito Santo me aceita do jeito que sou, desde que eu tenha um coração justo, humilde e cheio de amor para com o outro. Beijos

      Excluir
    3. Caro Anônimo, as Sagradas Escrituras também falam de marcas na pele e, até onde eu sei, uma tatuagem é uma marca (isso não é questão de iterpretação). Você também diz que as borboletas e rosas foram criações de Deus e elas de fato foram, mas o diabo também foi e nem por isso você faz tatuagens do diabo na sua pele, não é?
      Também gostaria que me dizesse aonde é que eu me precipitei em testemunho e desrespeitei o individual. Eu só preguei de acordo com a Lei de Deus, respeitando as pessoas que tem tatuagens, pois acredito que muitas não têm noção da proibição bíblica e são pessoas bem intencionadas. É verdade que o Espírito Santo aceita as pessoas do jeito que são, mas contanto que haja mudança de vida, assim como Jesus não puniu a mulher adúltera, mas disse 'vai e não peques mais'. Ter um coração justo, humilde e cheio de amor para com os homens não é suficiente, pois também é necessário ser humilde para com Deus, respeitando o seu Templo, no caso o seu corpo. O fato de Deus lhe amar não significa que você pode fazer o que quiser com o seu corpo, pois o verdadeiro amor é obediente e exije mudança de hábitos. A paz de NSJC!

      Excluir
    4. Obs: eu quis dizer exige e interpretação. A paz de NSJC!

      Excluir
    5. Mas nosso corpo não é feito de carne e ela apodrece quando morremos, e se for para sermos julgados, não seremos julgados pelos nossos atos perante o nosso próximo e família?
      Interpreto o "não lacerar o corpo" como: não pegar uma lâmina e tentar se matar; achar que precisa se machucar para "apagar" um pecado e achar que está tudo certo, não cometer suicídio...

      Excluir
    6. ATENÇÃO! ANÔNIMO DAS 00:20 E TODOS OS DISPOSTOS A REFUTAR MEUS ARGUMENTOS QUANTO ÀS TATUAGENS! Por favor, leiam meus comentários anteriores e também o do anônimo do dia 4, pois muitas refutações já foram respondidas nesses comentários! Obrigado.
      Caro Anônimo, feito o pedido, vou responder o seu comentário. Diga-me: Se o corpo não é feito de carne, ele é feito de quê? Claro que o nosso corpo também e feito de carne, mas não SÓ de carne. E quem disse que podemos fazer o que quisermos com o nosso corpo só porque um dia ele vai apodrecer? Fique sabendo que o mesmo corpo que um dia apodrece, um dia ressuscitará. Caso contrário, comamos e bebamos, porque amanhã morreremos (parafraseando São Paulo)!
      E mesmo que não ressuscitássemos, a partir do batismo, somos um Templo do Espírito Santo e, se picharmos esse templo, teremos que prestar contas com o verdadeiro Dono dele.
      Nós TAMBÉM seremos julgados pelos nossos atos para com o próximo e família, mas, antes disso, seremos julgados por nosso amor e obediência a NSJC, o que inclui não borrar a nossa pele, consequentemente pichando o Templo dele. Realmente, não lacerar o corpo pode até significar não se matar com uma lâmina, mas o versículo também fala de imprimir marcas no corpo e, repito, até onde eu sei uma tatuagem é uma marca. A paz de NSJC!

      Excluir
  9. Todo mundo ai falando que tatoo é pecado mais esquecem que não existe "pecado pecadinho pecadão" ! Vc que diz ser pecado fazer uma tatoo esta em santidade no seu namoro? Ama seu proximo como a si mesmo ? Entrega seu dizimo e suas primicias ??? Pois é. Vamos a Jesus o julgamento de cada um

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando for pra falar da "santidade no namoro", do "dizimo e das primícias" pode deixar que não faltarão milhares de citações bíblicas pra respaldar o assunto. Mas me parece que o que está sendo falado aqui é sobre o modismo das "tatuagens".
      “Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos, renovando vossa maneira de pensar e julgar, para que possais distinguir o que é da vontade de Deus, a saber, o que é bom, o que lhe agrada, o que é perfeito.” (Rm 12,2)
      É evidente que, para cumprir a vontade de Deus, em primeiro lugar é preciso conhecê-la. Mas, como o Apóstolo dá a entender, isso não é fácil. Não é possível conhecermos bem a vontade de Deus sem uma luz especial que nos ajude a discernir, nas diversas circunstâncias, o que Deus quer de nós, evitando as ilusões e os erros nos quais facilmente poderíamos cair.
      Trata-se daquele dom do Espírito Santo que se chama “discernimento”, indispensável para edificarmos em nós uma mentalidade autenticamente cristã.
      Então se o mundo, numa atitude de rebeldia contra Deus propaga a moda de fazer do corpo um outdoor de imagens de gosto duvidoso e até satânicas ou uma espécie de muro cheio de pichações de caráter permanente, eu como cristão deveria achar que é lícito fazer o mesmo desde que as imagens sejam bonitinhas, como florzinha, borboletinha, cruzinha?
      Só de aderir à essa moda mundana, você prova duas coisas: em primeiro lugar que é um "maria-vai-com-as-outras" que jamais faria uma tatuagem se não estivesse na moda e em segundo lugar que por ser escravo da carne e amigo do mundo, por mais que tente dizer o contrário, você já se tornou inimigo de Deus.
      "Adúlteros, vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus". ( Tiago 4:4)

      Excluir
    2. Ninguém está julgando ninguém, Anônimo 1. Condenar o pecado e defender a Sã Doutrina das armas do inimigo, que quer que pensemos que nada é pecado e que podemos fazer o que quisermos com o nosso corpo é diferente de julgar. E por acaso eu tenho que ser perfeito, amando sempre o meu próximo e sem nenhuma falta, para chamar algo de pecado? Porque um pecador não pode repreender o outro? Será que só o fato de eu ser imperfeito justifica a minha preguiça de condenar os pecados e heresias? Quanto ao resto do seu comentário, ele foi respondido de forma excelente e suficiente pelo segundo Anônimo. A paz de NSJC!

      Excluir
  10. João Inacio

    Nossa opinião não é a mesma que a de Deus. Interpretar as coisas por si só e levar na cabeça que isto é o certo é ser intolerante, e intolerância é o maior mal que temos. Devemos ter cuidado com o que fazemos, dizemos e escrevemos. Por mais que achamos que nosso ponto de vista é o melhor, devemos ser humildes, pois Jesus pregava acima de tudo a humildade e o amor ao próximo.

    A bíblia não condena e não aprova o ato de fazer tatuagens pelo o corpo. Textos que temos de base são do antigo testamento, o novo não faz menção a isso e além de que as lacerações no corpo citadas não são pela tatuagens, pois naquela época não existia isto.

    Respeitar a opinião de cada é um bom passo, estudar e procurar artigos sobre o tema, onde pessoas formadas no assunto, padres, bispos e até o Papa é melhor ainda. Comecei minha busca e não vou ficar levantando falsos critérios sobre o tema ou ter papas na língua para a razão.

    A paz de Cristo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Inacio, eu respeito a opinião de todos, mas antes disso, eu respeito a Deus, que disse que Ele não veio abolir a Antiga Lei, como você parece pensar, mas completá-la. Leia o meu outro comentário e, por favor, entenda: UMA TATUAGEM É UMA MARCA E A BÍBLIA FALA DE IMPRIMIR MARCAS NO CORPO. Não seja como São Tomé nem siga os modismos do mundo, creia no que Deus mandou, antes ou depois de vir ao mundo em forma humana, sem precisar vê-lo pra isso, pois nosso corpo é um templo dele, não um muro que Ele nos deu para pichá-lo. A paz de NSJC!

      Excluir
  11. POR FAVOR, FAÇO UM VERDADEIRO PEDIDO DE SOCORRO AOS QUE VIEREM A LER ESSE COMENTÁRIO: PAREM DE REPETIR OS MESMOS ARGUMENTOS EM RELAÇÃO ÀS TATUAGENS! Apesar das variações nos argumentos, no fim todos acabam dizendo que Deus não julga ninguém (o que é verdade), o que vale é o bem que nós fazemos, dizer que nosso corpo é um Templo do Espírito do Deus e que imprimir marcas na pele (Levítico 19,28) é pecado é coisa de intolerante e gente que leva a Bíblia ao pé da letra,etc.LEMBREM-SE: DISCORDAR DE MIM PODE, O QUE NÃO PODE É REPETIR A MESMA COISA SEMPRE DE FORMA QUASE IRRITANTE, POIS MINHA PACIÊNCIA ESTÁ SE ESGOTANDO. O Deus que nos deu um corpo a ser preservado e uma Lei a ser observada abençoe todos vocês ! A paz de NSJC!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Petrivalianici, Graça e Paz!

      Não sou defensor do uso de tatuagens. No entanto, o que o texto de Levítico traz é uma série de preceitos que Deus havia passado aos Israelitas, que continham leis morais, religiosas e civis. Quanto disso passou para o Cristianismo? É essa a questão, a meu ver. Por exemplo, o mesmo texto diz para não aparar as pontas das barbas. A proibição de certos alimentos também fazia parte da lei e foi abolida no Cristianismo. O que fica sempre são os princípios fundamentais da Lei, como disse Jesus, a Justiça, a Misericórdia e a Fé.
      Isto posto, também defendo o seu zelo pela Palavra e intenção pura de não agir fora do que é revelado por Deus.

      Obrigado.

      Excluir
    2. Filipe, também concordo que alguns preceitos reservados EXCLUSIVAMENTE ao povo judeu foram abolidos para os cristãos, mas não é a Lei, e sim certas aplicações da Lei. Por exemplo, alguns livros do Pentateuco dizem que não devemos roubar os escravos do próximo. No entanto, não existem escravos hoje em dia. Logo, o que Deus quis dizer com essa passagem? Que não devemos roubar nada do próximo, seja um escravo, como é o caso dos antigos hebreus, seja um celular, no século XXI. Assim, a Lei não foi abolida, mas sim a aplicação dela. No caso das tatuagens, a Lei dizia que não devemos imprimir nenhuma marca no corpo, o que podia ser aplicado aos cultos pagãos da época e as tatuagens, hoje em dia, tanto que São Paulo fez questão de explicar o corpo de um batizado é Templo do próprio Deus. Espero que tenha entendido. A paz de NSJC!

      Excluir
  12. Sem malddade, eu fico impressionado de ver que num site qwue tem tando conteúdo excelente, muito mais interessante e muito mais iportante, esse post sobre tatuagem continua sendo um dos mais lidos e que as pessoas ficam debatenbdo, discutindo, perdendo tempo..... Peninha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peninha... é... cada qual se interessa por um tema que quer. E se o debate é saudável, não porque não discutir ou comentar. Vê algum mal nisso?

      A paz !

      Excluir
    2. Sabe, Luis, acho que o problema e a perda de tempo se aplicam aos que ficam usando os mesmos argumentos em relação a esse tema tão simples, mesmo depois de serem refutados. Se estiver se referindo a eles, concordo com você e faço minhas as suas palavras: Peninha! A paz de NSJC!

      Excluir
    3. Pessoal, quando eu disse peninha não quis dizer peninha de vocês, tipo eu sou o superior,. Não é isso. Eu quis dizer que peninha que as pessoas perdem tanto tempo discutindo um assunto fútil, uma banalidade, uma coisa que só serve para a vaidade dos homens ,que são as tatuagens, Com tantos outros assuntos muito mais importantes perdem tempo com isso. Seria muito mais útil mais aproveitavel para vocês e para todos se vocês estudassem outros assuntos muito mais profundos. Eu n~çao gosto de tatuagem mas não vou julgar ninguém por causa disso. A verdade é que isso é uma coisa sem import^qancia, muita gente faz e depois se arrepende, fica a vida interia com aquele desenho no corpo.

      Eu só fico espantado que num site como esse, com tantos tesouros que foram postados, esse sobre tatuagem é um dos mais lidos. Reflete como a cabeça do brasileiro é pequena. Que peninha! Não de quem está comentando, peninha que a gente (povo brasileiro) seja assim.

      L.A.

      Excluir
    4. Luis, nós não dissemos que você se acha superior a ninguém, eu só disse que alguns dos que aqui discutem sobre tatuagens realmente merecem que tenhamos pena deles, e isso não é se sentir superior a eles, e sim reprovar o que fazem ou dizem. E porque um pecado não tem importância só porque tem gente que faz e depois se arrepende? A discussão aqui não é sobre os que se arrependeram de fazer tatuagem(ns), mas sobre a permissão e a proibição divinas sobre tal ato. Eu também não gosto de tatuagem e não julgo ninguém por causa disso (COMO EU DISSE VÁRIAS VEZES, APESAR DE ALGUNS NÃO QUEREREM OUVIR), mas isso não me impede de discutir sobre o assunto, não como se ele fosse o mais importante de todos, mas sim porque se faz importante alertar a todos sobre algo aparentemente inofensivo, mas que é uma afronta aos Mandamentos. Quanto a discutir sobre assuntos mais interessantes e relevantes, essa é uma coisa que eu tenho feito bastante nesse site, como você pode ver nos meus comentários (e falo por mim, pois podem haver pessoas que só leiem e discutem sobre isso). Realmente, a cabeça do nosso povo é pequena, pois se não houvesse tanta repetição de argumentos e discussões desnecessárias nos comentários deste post, com certeza outros muito mais interessantes estariam no topo dos mais lidos e discutidos. A paz de NSJC!

      Excluir
  13. Luis Antônio, concordo com vc. Por isso fiz aquela observação quanto à permanência da Lei no novo testamento, essa sim uma discussão mais ampla e interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Filipe, mas você não respondeu ao meu comentário, o que me faz pensar que você não acha a discussão tão interessante assim, pelo menos aparentemente. A paz de NSJC!

      Excluir
    2. Petrivalianici, Graça e Paz

      Tive uns problemas, mas agora estou acessando de novo. Bem, penso que a ordenança do Antigo Testamento era uma parte da Lei antiga que visava mostrar a diferença entre o povo de Deus e os povos pagãos. Na nova aliança, nós cristãos somos o povo de Deus e estamos espalhados por todas as nações. Então, não há mais essa diferenciação externa. Tanto que no concílio de Jerusalém ficou decidido que os gentios não seguiriam mais a Lei antiga, embora os preceitos fundamentais da Lei sempre nos acompanharão: a Justiça, misericórdia e fé.
      Eu creio que não há problemas em tatuagens para o cristão, desde que não escandalize os irmãos mais conservadores e contenha alguma mensagem que glorifique o nome de Cristo.

      Obrigado.

      Excluir
    3. Obrigado por responder, Filipe. Não se trata do que eu penso ou você pensa, mas do que Deus determinou. É claro que a proibição das tatuagens visava diferenciar o povo hebreu dos pagãos, mas além disso, ela queria nos mostrar que o nosso corpo pertence ao Senhor, aquele que o criou e inclusive disse que o corpo era Seu Templo (no Novo Testamento, a partir da realidade do batismo, é claro), e por isso, não deveríamos imprimir marcas nele. O que o Concílio de Jerusalém determinou (Sob a liderança de São Pedro, inclusive), era que os costumes reservados SOMENTE ao povo hebreu seriam abolidos aos gentios recém-convertidos ao cristianismo. As tatuagens já são uma afronta a NSJC, pois Ele disse que não veio para abolir a Lei, mas para completá-la. Não creio que algo que desrespeite o Templo dele, consagrado ao Seu Espírito no batismo, o faça feliz ou o glorifique. A paz de NSJC!

      Excluir
    4. Só acrescentando algo que eu esqueci de dizer: Um exemplo do que o Concílio aboliu é o da circuncisão, somente destinada aos povos abraâmicos, como o próprio Senhor determinou.

      Excluir
    5. E uma dúvida, o Concílio de Jerusalém não foi presidido por Tiago?

      Excluir
    6. Sim, Filipe, e sendo ele apóstolo do Senhor que foi canonizado, o chamemos de São Tiago. No entanto, foi São Pedro que, em Atos 15,7-11, sendo papa, discursou perante a assembléia e fez todos se calarem sobre o assunto, ouvindo São Barnabé e São Paulo e levando São Tiago a concluir o assunto, terminando o Concílio e esclarecendo a questão da observância e permanência da Lei de Moisés entre os cristãos. Logo, São Pedro pode até não ter liderado, mas suas palavras foram cruciais para o resultado do Concílio de Jerusalém. A paz de NSJC!

      Excluir
    7. Petrivalianici, como você então a proibição de aparar as pontas da barba, e outras leis semelhantes?

      Excluir
    8. A Igreja de Jerusalém era dirigida por São Tiago, como também, podemos dizer um partido ultraconservador, formado por Judeu-cristãos e anciãos, mas, quem se levanta para falar é Pedro, o pioneiro. Muito embora o autor primeiro seja Deus, que fala pela boca de São Pedro e envia seu Espírito Santo sem distinção. E São Tiago confirma tudo que Pedro falou.
      Pax et bonum!

      Excluir
    9. Como eu o quê, Filipe? Você não colocou verbo na frase em questão, não dá pra saber que pergunta você está fazendo.

      Excluir
    10. Petrivalianici, é verdade! Faltou o verbo e eu nem percebi.
      Eu queria saber como você enxerga essa questão de aparar a barba, que também era proibida aos Israelitas.

      Excluir
    11. Filipe, não creio no dogma protestante do livre exame das Sagradas Escrituras, nem me meto a ser intérprete oficial delas, mas pelo que eu li, a proibição de aparar a barba tinha a intenção de preservar o povo israelita das práticas pagãs, pois aparar a barba era um costume mágico de povos vizinhos a Israel, sendo essa proibição uma das direcionadas única e exclusivamente ao povo hebreu e uma aplicação da Lei que manda esse povo servir de exemplo aos povos desse mundo, não imitando suas práticas. No entanto, prefiro deixar para a Santa Igreja Católica, coluna e sustentáculo da Verdade, a interpretação dessa passagem bíblica que não me parece continuar com a Nova Aliança, diferentemente da proibição das tatuagens, que continua com o cristianismo pela questão do respeito ao Templo do Espírito de Deus, algo que ultrapassa a simples diferenciação das práticas judaicas e pagãs. A paz de NSJC!

      Excluir
    12. Petrivalianici, eu creio no livre exame no sentido de leitura diária da Escritura; livre interpretação é outra coisa! Parece que o protestantismo dá essa liberdade toda, mas não dá. O lamentável é que hoje no Brasil parece ser muito fácil ser pastor e abrir uma Igreja, adotando um teologia estranha e muitas vezes absurda aos olhos de um protestante tradicional. Silas Malafaia, por exemplo, não me representa, embora pareça que ele fala por todos os evangélicos.

      Já que mencionou, existe alguma norma oficial da Igreja Católica sobre o tema?

      Excluir
    13. Sim, Filipe, e ela proíbe a livre interpretação das Sagradas Escrituras, como São Pedro nos recomendou, dizendo que nenhuma profecia das Escrituras é de interpretação pessoal. O problema é que vocês protestantes não tem magistério nem tradição. Mesmo com limites, a sua interpretação da Bíblia não é baseada em quem a escreveu e canonizou, a Igreja Católica Apostólica Romana, daí o divisionismo protestante. A paz de NSJC!

      Excluir
    14. Mas Petrivalianici, falando nisso, a Igreja Católica era chamada de Romana antes do cisma de 1054?
      Tenho estudado a Igreja Católica Ortodoxa e acho sua história bastante rica também.

      A Paz de Cristo!

      Excluir
    15. Filipe, em primeiro lugar, tenho que lhe dizer que não existe 'Igreja Católica Ortodoxa'. O que existe é a "igreja ortodoxa grega", ou "igreja cristã ortodoxa", se eu não me engano, mas é importante que você entenda que OS CRISTÃOS ORTODOXOS NÃO SÃO CATÓLICOS. Não sei se a Santa Igreja era chamada literalmente de romana antes do Cisma do Oriente, mas posso lhe garantir que ela já era, e desde o século I, sediada em Roma. No mais, a Igreja do Senhor sempre será Una, Santa, Católica e Apostólica, e, sendo a Cidade Eterna sede do papado, podemos chamá-la de romana. A paz de NSJC!

      Excluir
    16. Caro irmão separado Felipe Santos desculpe, mas suas perguntas e dúvidas sobre a Santa Igreja de Jesus Cristo, fora da qual não há salvação, já estão ficando banais, ingênuas, infantis, para não dizer ignorantes sobre a historia da Santa Igreja Católica Romana. Ora, perguntar se a Santa Igreja Católica era chamada de Romana antes do cisma de 1054, e em seguida dizer que tem estudado a Igreja Católica Ortodoxa? Tenha a santa paciência.
      Veja abaixo uma explicação pouco ortodoxa de um site amigo:
      O porquê a Igreja Católica Apostólica é chamada de Romana.
      Nesse ponto todos os protestantes querem pegar os católicos e tentar deixá-los sem respostas, com argumentos chulos como (a igreja de Cristo nasceu em Jerusalém e não em Roma) ou argumento como (Jesus era judeu e não romano) e assim eles ficam perdidos nessas esquizofrenias protestantes, mas a bíblia que por sinal é a única fonte de fé deles, afirma claramente que o reino de Deus foi retirado de Jerusalém e dado aos Romanos para que Roma produzisse frutos desse Reino.
      Aqui Jesus retira o reino de Jerusalém:
      Mateus 21
      42. Jesus acrescentou: Nunca lestes nas Escrituras: A pedra rejeitada pelos construtores tornou-se a pedra angular; isto é obra do Senhor, e é admirável aos nossos olhos (Sl 117,22)?
      43. Por isso vos digo: ser-vos-á tirado o Reino de Deus, e será dado a um povo que produzirá os frutos dele.
      Aqui São Paulo explica que o reino foi dado aos Romanos:
      Romanos 11
      17. Se alguns dos ramos foram cortados, e se tu, oliveira selvagem(ROMANOS), foste enxertada em seu lugar(JUDEUS) e agora recebes seiva da raiz da oliveira,
      BEM meus irmãos, esse texto São Paulo envia para a igreja Romana parece meio confuso, mas vou esclarecer para vocês, no texto de Mateus 21-43, Jesus diz retirar o reino de Jerusalém e prometera dar a um outro povo, no texto de Romanos 11 São Paulo faz uma alegoria de duas oliveiras, uma original (JUDEUS) e outra selvagem (ROMANOS), ele diz que na oliveira original foi cordada seus ramos, sobrando apenas alguns, e que em seu lugar foste enxertada a oliveira SELVAGEM que seria o povo romano, e que desde então esse povo passaria a receber a seiva da raiz, essa raiz que são Paulo cita, se chama ABRAÃO, nas sua carta aos Gálatas capitulo 3 versículo 16 ele diz que a promessa de Deus foi feita de ABRAÃO a Jesus Cristo, ou seja Abraão é a raiz a oliveira original no qual desde que fostes retirado o reino de Jerusalém ROMA recebeu esse reino sendo enxertada no lugar da oliveira original e assim passou a receber a seiva da raiz, onde nos Católicos Romanos que somos os descendente de Abraão o pai da fé.
      Só para terminar esse assunto, são Paulo termina sua carta aos Romanos escrevendo e deixando registrado um oráculo, que em nenhuma outra carta ele deixa registrado, uma profecia que só esta prometida para igreja ROMANA à única de Jesus Cristo. Vou mostrar:
      Romanos 16
      19. A vossa obediência se tornou notória em toda parte, razão por que eu me alegro a vosso respeito. Mas quero que sejais prudentes no tocante ao bem, e simples no tocante ao mal.
      20. O Deus da paz em breve não tardará a esmagar Satanás debaixo dos vossos pés. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo esteja convosco!
      Preste bem a atenção nessa profecia, nenhuma outra comunidade recebeu um oráculo desses, “o Deus da paz não tardará em esmagar satanás debaixo dos pés dos romanos”.
      Por isso somos a única igreja de Cristo, e por sinal de todas as igrejas no qual São Paulo escreveu suas cartas, hoje é a única que não perdeu terreno para o islamismo, o protestante que tem conhecimento dessas particularidades bíblicas e não se converte ao catolicismo, esta cometendo o pior sacrilégio de sua vida, não tem conversão no dia do Juízo, o momento e agora.
      Veja outras explicações nos links abaixo:
      http://macabeus.rede.comunidades.net/index.php?pagina=1622703413
      http://caiafarsa.wordpress.com/igreja-romana-%E2%80%93-palestina-%E2%80%93-territorio-romano-%E2%80%93/

      Se o nobre amigo não concorda com tal explicação, paciência!
      Pax et bonum!

      Excluir
    17. Filipe, se você estudou a Igreja Ortodoxa, deve ter estudado sobre a Igreja Católica também, e o significado do Romana, entre seus nomes, mas só para lembrar, a Igreja de CRISTO é católica, pois é universal, é apostólica, pois vem dos Santos Apóstolos e Romana, pois a sede da Igreja, a Santa Sé fica (ou ficava) em Roma, haja vista que nos dias de hoje poderia se dizer não mais Romana, mas Vaticana, já que a sede da Igreja nos dias de hoje não é mais Roma mas sim o Vaticano, embora o pequeno estado do Vaticano esteja encravado na cidade de Roma, porém, Roma deixou de ser sede da Igreja desde a unificação italiana, quando o estado Italiano tomou as terras da Igreja, que se reduziu na pequena área que hoje é o Vaticano. Porém, mesmo assim costuma-se ainda dizer que a Igreja de CRISTO, é Católica, Apostolica e Romana, mais por um singularismo histórico do que de fato, e pelo Papa também ser o bispo da cidade de Roma, sem mencionar o lado protestante, que para uma forma depreciativa a nós católicos, querendo identificar a Igreja Católica com a grandes prostituta do Apocalipse, chamam a Igreja Católica de igreja romana, mas nisto nem vou discutir com relação a ignorância dos protestantes de interpretar erroneamente, para não dizer, maldosamente, mas voltando a lembrar que o termo romana, só indica a sede da Igreja aonde estão os túmulos dos dois grandes Apóstolos Pedro e Paulo e aí se estabeleceu o governo da Igreja dirigida pelo sucessor do Apóstolo São Pedro que é atualmente o Papa Francisco.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    18. Graça e Paz!

      Petrivalianici, quanto a chamar os ortodoxos de católicos, observei que eles definem o Igreja deles como "Santa Igreja Católica Apostólica Ortodoxa". O termo é deles, não meu. Eu apenas tento respeitá-los.
      Você diz:
      "Não sei se a Santa Igreja era chamada literalmente de romana antes do Cisma do Oriente". Eu também não sei, por isso perguntei.

      André, não se irrite comigo. Eu não tenho problema nenhum com o local da sede da Igreja e nem tenho nenhuma esquizofrenia. Não creio que os católicos são a grande babilônia, se é isso que você pensa.
      Quanto ao texto que você colocou, vejo que eram promessas para os cristãos. Porque senão, os cristãos de outras cidades que estavam em comunhão com Cristo e com sua Igreja não seriam participantes das promessas?
      Veja:
      "uma profecia que só esta prometida para igreja ROMANA à única de Jesus Cristo."
      Quer dizer que as Igrejas em Éfeso, Tessalônica e outras não faziam parte de Igreja de Cristo? Roma poderia até ser a Sede, mas todas as comunidades eram Igrejas de Cristo.

      Sidnei, o que falei antes resume minha resposta. Creio que chamar a Igreja Católica de grande babilônia foi um costume que se originou em épocas de grandes enfrentamentos no passado. Que Graças a Deus, não ocorrem mais hoje, pois contamos com a liberdade e maturidade de conversarmos civilizadamente, como irmãos (talvez separados, mas ainda assim irmãos).

      Que Deus os abençoe.

      Excluir
    19. Caro Felipe, veja também um vídeo do programa “Em Defesa da Fé” apresentado por um amigo que era pastor evangélico e hoje um fervoroso católico:

      https://www.youtube.com/watch?v=sv5g0YAtBCE

      Se desarme para assistir ao vídeo, ok?
      Paz e graça!

      Excluir
    20. Filipe, os ortodoxos são chamados de ortodoxos e não de católicos justamente porque a "igreja" deles não é a Católica. Assim como os protestantes não são evangélicos simplesmente pelo fato de suas seitas não seguirem o Evangelho em sua plenitude, também a "igreja ortodoxa" não pode ser Católica, visto que a Igreja Católica é uma só (independente de um bando de excomungados chamar sua seita de católica). Só pra você ter uma ideia, o fato de os membros da Sinagoga de Satanás chamarem sua seita de IURD não me dá o dever de reconhecer a seita deles como "Igreja Universal", muito menos do Reino de Deus. Quanto à sua pergunta, o que eu quis lhe mostrar no meu comentário anterior era que a Igreja Católica não precisa ser chamada de romana para ser romana. Como o resto do seu comentário não foi direcionado a mim, não vou respondê-lo. A paz de NSJC!

      Excluir
    21. Felipe, vejo que você é um protestante civilizado e que nos respeita, porém, o que se vê na maior parte dos protestantes, não é isto, há sim, uma grande gama de protestantes que chamam o Papa de Besta do Apocalipse e a Igreja Católica de a grande Babilonia, e é isto que eu sinto toda vez quando ouço um protestante ao dirigir a Igreja Católica como igreja romana, e não como de fato deve ser chamada, de Igreja Católica.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    22. Sidnei, Graça e Paz.

      Sei que há pessoas que dizem qualquer coisa. Mas nenhuma instituição protestante tem como verdade que o Papa seja a Besta do Apocalipse.
      O que existe são pessoas que acreditam estar no direito de dizer qualquer coisa, sem se importar se vão ofender alguém do outro lado ou mesmo pensar se o que estão dizendo é mesmo verdade.

      Deus nos abençoe.

      Excluir
    23. Petrivalianici, eu entendi o que você quis dizer. Mas veja, eu chamo a IURD de Igreja Universal do Reino de Deus porque esse é o nome da instituição. Não quer dizer que eu considere que ela seja isso mesmo, pelo contrário. A mesma coisa com os ortodoxos; eu não julgo se eles são ou não católicos, apenas os chamei pelo nome que eles mesmos se deram.
      Me surpreende você dizer que eles são um bando de excomungados, já que tem ocorridos várias tentativas de reaproximação. Inclusive,
      -----------------------------------------------------------------
      católicos e ortodoxos têm ambos a mesma estrutura da Igreja dos primórdios. Deste modo podemos esperar que não esteja demasiado longe o dia em que poderemos de novo celebrar juntos a Eucaristia (cf. Luz do Mundo. Uma conversa com Peter Seewald, pp. 91-92).
      ------------------------------------------------

      Excluir
    24. André, vou ver o vídeo assim que possível.
      Ele é um pouco extenso, não?
      Depois te falo que achei.
      Mudando um pouco de assunto, gostaria de compartilhar algo sobre o um desafio que está na internet. Parece que está crescendo nos EUA, mas tenho que pesquisar mais pra ver se procede. Prefiro nem comentar aqui, vou deixar que vejam essa coisa abominável no site www.blasphemychallenge.com.

      Obrigado.

      Excluir
    25. Filipe, em que o fato de eu chamar os ortodoxos de excomungados contradiz as tentativas de reaproximação entre católicos e ortodoxos? Pelo contrário, é justamente por eles serem excomungados que há tentativas de reaproximação entre os dois grupos. Se eles não fossem excomungados, não haveria razão de se promover a reconciliação. O que me surpreende é você não entender esse fato tão simples. Também espero o dia em que os ortodoxos voltem para a Casa do Pai e que possam celebrar a Sagrada Eucaristia com os católicos, mas para isso é preciso que eles abandonem suas heresias e, consequentemente, deixem de ser um bando de excomungados. Por fim, sugiro que se você não concorda com o nome de uma instituição, como é o caso da "IURD", que pelo menos coloque entre aspas, pois não aguento ver um herege, no caso um ortodoxo (o nome 'ortodoxo' também merece aspas), chamar a "igreja" dele de católica. A paz de NSJC!

      Excluir
    26. Caro Felipe
      Não! O vídeo não é muito extenso, tem apenas 40 minutos com introdução e os comerciais, mas, vale apenas ver. Não só ele, mais todos os outros do mesmo programa.
      Quanto ao site que você indicou, já ouvi falar dessas blasfêmias contra o cristianismo, até mesmo do filme demoníaco, acho que é este o titulo “o deus que não estava lá”. Não Lembro, mas, faz-se necessário alertar, que estas aberrações são todas oriundas de ex seitas evangélicas Norte Americanas.
      Os piores ateus (xiitas) são aqueles que saem da Santa Igreja de Jesus Cristo em busca de verdades cristãs, se tornam evangélicos, não encontram as verdades que tanto procuravam e se tornam ateus fundamentalistas.
      Infelizmente!
      Que Deus, nosso bondoso Pai, nos abençoe!

      Excluir
    27. Petrivalianici, eu entendi o que você disse. O que acontece é que o termo 'excomungado' e 'herege' me soa muito forte. O termo irmão separado não seria melhor? Acredito que, por ser protestante, tenho dificuldade de usar estes termos, já que temos denominações bastante diferentes no mesmo grupo e mesmo assim nos consideramos irmãos.

      Excluir
    28. "Mas nenhuma instituição protestante tem como verdade que o Papa seja a Besta do Apocalipse."

      Felipe, acho que aqui você forçou a barra, há sim, instituições protestas que declaram abertamente, ser o Papa a Besta do Apolcaipse e a Igreja Católica a grande prostituta do mesmo Livro, só lembrando a Igreja Advestista e os Testemunhas de Jeová tem isto como dogma, e já vi muitos pastores protestantes, das mais diversas igrejas afirmarem as mesma coisa, recordando aqui no programa: "Vejam só", da RIT, o qual já ouvi de muitos pastores neste programa, de que é o Papa a besta e a Igreja Católica a grande prostitua do Apocalipse. Você pode até não concordar, mas não adiante defender o indefensável, há sim, muitos protestes e igrejas protestantes que creem até os ossos sobre isto tudo, aí não tem como dialogar com gente assim, e mandar andar, dizer um: "vai com DEUS" e pt. saudações.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    29. Petrivalianici, pelo que eu sei os ortodoxos perante a Igreja Católica não estão mais excomungado, o Papa Paulo VI levantou esta excomunhão durante seu pontificado.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    30. Caro Filipe, entre hoje e o próximo domingo estarei bastante atarefado e creio eu que, durante esse período, vou ter poucas oportunidades de entrar nesse site e, consequentemente, de responder qualquer comentário que você venha a fazer em nosso debate. Digo isso para que você saiba que a resposta para qualquer argumento que você venha a levantar pode demorar um pouco (e isso também vale para os outros leitores que possam vir a refutar meus argumentos nesse site, pois isso acontece frequentemente). A paz de NSJC!

      Excluir
    31. Filipe, agora sim posso responder seu comentário.Saiba que todo cristão deve se preocupar em defender a Verdade, e não em ficar usando palavras bonitas, se preocupando se alguém vai interpretá-las como fortes. Quem prega heresias é um herege e quem sofrer a pena da excomunhão é um excomungado. Essa sempre foi a fé da Igreja e não é porque alguém vai se incomodar ou se sentir ofendido que os católicos devem deixar de crer nela. Ao negar isso, você está contradizendo São Paulo, que chegou a usar a expressão "Seja anátema" para ordenar a excomunhão dos hereges. Por favor, entenda uma coisa: todo irmão separado é herege e, consequentemente, excomungado, pois se não fosse continuaria a ser um bom católico e não estaria separado da Igreja. A paz de NSJC!




      Excluir
    32. De qualquer forma, Sidnei, eles eram católicos, caíram em heresia e se separaram da Igreja. Assim, acho que estão bem próximos de serem chamados de excomungados. A paz de NSJC!

      Excluir
    33. Petrivalianici, obrigado pela consideração. Sei como são esses momentos mais atarefados. Quando puder, conversaremos então.
      Deus te abençoe.

      Excluir
    34. Sidnei, Graça e Paz.

      Eu sei há pessoas que acreditam que Roma é a Babilônia e outras coisas mais. Mas não conheço uma Igreja que tenha isso como doutrina. Talvez possa até haver, mas sinceramente seria um absurdo.
      Quanto às testemunhas de Jeová e Adventistas da Ellen White, bem... esse pessoal não é protestante. Assim como o IURD, que também não é. Podem ter origem protestante, mas não seguem mais a nossa teologia.

      Excluir
    35. Felipe, nem vou mais discutir contigo a este respeito, se você não conhece uma Igreja que tenha isso como doutrina, eu conheço várias, pois escutei isto da boca dos pastores destas igrejas mesmo, e quanto aos Testemunhas de Jeová, Adventista e a IURD não serem protestantes, isto não vai ter que convencer se não a nós mas também e principalmente a eles, talvez, os T.J., não se importarão mas os membros da Igreja Adventistas e os da IURD, estes morrem mas não deixam de dizer que são protestantes.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    36. Filipe, gostaria de dar minha opinião em seu diálogo com Sidnei. Os adventistas são protestantes sim, mas não fazem parte do protestantismo tradicional, ao qual você pertence. Qualquer seita cristã que segue os cinco Solas de Martinho Lutero e se separarou da Igreja Católica, ou de outra seita que tenha se separado do catolicismo é protestante. Com certeza, existem grandes diferenças entre a teologia calvinista e a pentecostal, por exemplo, mas ambas são protestantes. Quanto às testemunhas de Jeová, que de Jeová não tem nada de testemunhas, não chegam nem a ser cristãs, por serem uma seita pseudo-cristã que nega a divindade de NSJC. Realmente, elas não tem nada de protestantismo. A paz de NSJC!

      Excluir
    37. Petrivalianici e Sidnei, Graça e Paz.

      Quanto à Igrejas que reconhecem Roma como a Babilônia etc. Se há Igrejas que têm isso como verdade, eu desconheço, mas não duvido das suas afirmações. Creio apenas que pregar isso em público acaba causando muita revolta e não é produtivo ao Reino de Deus. Podem haver pastores que considerem dessa forma, mas talvez sejam indivíduos que não representam o todo. Eu nasci protestante e nunca ouvi histórias assim pregadas em púlpito. Mas não duvido de mais nada no Brasil, na verdade.
      Quanto à outra questão: como dissemos antes dos ortodoxos, o fato de alguém se considerar não significa que seja realmente.

      Os TJs nem são cristãos, concordamos.

      Os adventistas, a não ser que eu esteja errado, consideram os escritos de Ellen G. White como inspirados. Isto não é seguir o Sola Scriptura, e portanto não é protestantismo. Parece uma imitação do Magistério Católico, onde a interpretação bíblica deve ser seguida de acordo com a profetisa. Lembro que não estou criticando o Ministério Católico com essa afirmação! Também destaco que nem todos os adventistas seguem Ellen G. White e portanto não se enquadram nesse caso.
      Quanto à IURD, a minha Igreja, a IPB, a considera como seita e essa é também a minha opinião. Lógico que eles vão negar, mas suas práticas são inegáveis.

      Por fim, Calvinismo e Arminianismo são contraditórios sim. Mas não no que é essencial a fé e à salvação. Mas essa é uma longa história...

      Fiquem com Deus!

      Excluir
    38. Realmente, Filipe, acho que nem pra seguir a Sola Scriptura os adventistas servem. Em relação às seitas, saiba que todo grupo religioso que se separa da religião oficial e original é uma seita, incluindo o calvinismo. Por fim, se você concorda com o que eu disse no resto do meu comentário, não temos mais o que debater sobre o assunto. A paz de NSJC!

      Excluir
  14. Quem voltou com uma tatuagem na perna escrito ''Reis dos reis, senhor dos senhores'' ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe, Anônimo, mas não entendi o seu comentário direito. Quem voltou de onde? A paz de NSJC!

      Excluir
    2. Ele se refere a Jesus, no livro de Apocalipse.

      Excluir
    3. Sim, Filipe, mas a minha pergunta era em relação a DE ONDE ele voltou, pois essa era a pergunta do Anônimo. O leitor anônimo havia perguntado quem havia voltado, mas não disse de onde, o que me fez pensar que talvez ele não estivesse se referindo a NSJC. A paz de NSJC!

      Excluir
    4. Sim, Filipe, mas a pergunta que eu fiz era em relação a DE ONDE Ele havia voltado, pois o leitor Anônimo apenas perguntou QUEM havia voltado com uma tatuagem na perna, mas não disse de onde essa pessoa havia voltado, o que me fez pensar que talvez ele não estivesse se referindo a NSJC, daí a minha pergunta. A paz de NSJC!

      Excluir
  15. Trata-se de uma citação do Novo Testamento no Livro do Apocalipse, no seu capítulo 19 e versículo 16 - “Ele traz escrito no manto e na coxa: Rei dos reis e Senhor dos senhores!”.
    Particularmente, eu não acredito que seja uma referencia a uma tatuagem, até porque, no contexto em que São João escreveu o Livro, ainda não existia a conceituação de tatuagem nos moldes de hoje.
    Não podemos levar tudo o que está escrito ao pé da letra. No versículo anterior diz: “De sua boca sai uma espada afiada, para com ela ferir as nações pagãs, porque ele deve governá-las com cetro de ferro e pisar o lagar do vinho da ardente ira do Deus Dominador” .
    O Livro do Apocalipse tem muito simbolismo, mas, no entanto, vou deixar melhores explicações a cargo dos nossos amados irmãos teólogos.
    Graça e paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei, André, mas como eu havia dito, não acho que o Anônimo estivesse se referindo a Nosso Senhor, já que ele não disse de onde "a pessoa que voltou com a tatuagem" havia voltado. Além disso, a Sagrada Revelação nos diz que Ele VOLTARÁ, E NÃO QUE ELE VOLTOU, do céu, o que dá mais margem para se pensar que o leitor anônimo não estava falando de Cristo Jesus. No entanto, se essa foi a real intenção dele, penso que não merece comentários, pois uma pessoa pensar que o Nome escrito na coxa (e não na perna) era uma tatuagem, e não uma referência à realeza de NSJC, é uma piada, e muito sem graça, por sinal. Nesse caso, na cabeça do Anônimo, Jesus irá fazer uma tatuagem na perna dele no fim dos tempos, para depois voltar para a terra (pode uma coisa dessas?). A paz de NSJC!

      Excluir
  16. Nossa, entrei aqui a procura de um esclarecimento e encontro um Petrivalialgumacoisa que é extremamente impaciente com quem demonstra um ponto de vista interpretativo diferente do dele.
    Que coisa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe, Anônimo, São João Batista e Nosso Senhor também eram considerados impacientes pelas pessoas da época deles. Ele chegaram a chamar de víboras aqueles que tinham um ponto de vista diferente do deles, mas nem por isso você chama eles de impacientes, né? Pois saiba que eu sou impaciente sim, mas com aqueles que ficam repetindo argumentos desnecessários depois de eles terem sido refutados. Só gostaria que você me desse uma prova de que eu sou impaciente com QUALQUER debatedor, e não com os que ficam repetindo sempre a mesma coisa. Agora é a minha vez: entrei aqui procurando defender a Sã Doutrina e encontro alguém que nem se identificar se identifica e nem lê os meus comentários direito, pra já sair me chamando de impaciente, demonstrando verdadeira impaciência. Que coisa... A propósito, meu nome é Petrivalianici. A paz de NSJC!

      Excluir
    2. iPetrivalianice e André cxm: me encanto com as suas respostas.Que Deus lhes conceda sabedoria, sempre!

      Excluir
    3. Que ele abençoe e conceda sabedoria a você também, Rebeca! A paz de NSJC!

      Excluir
    4. Querida Rebeca, irmã em Cristo Jesus!
      Muito obrigado mesmo. Que bom estar aproveitando este magnífico Apostolado para ajudar aos irmãos e irmãs fieis católicos a serem firmes na fé. E sobre a SABEDORIA, deixo-te esta bela passagem das Sagradas Escrituras, tirada da 1ª Carta de São Paulo aos Coríntios (3, 19-20) : “porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois (diz a Escritura) ele apanhará os sábios na sua própria astúcia (Jó 5,13). E em outro lugar: O Senhor conhece os pensamentos dos sábios, e ele sabe que são vãos (Sl 93,11)”.
      Pax et bonum!

      Excluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Anônimo, em primeiro lugar quero lhe dizer que não compartilho dessa ideia de que tatuados são necessariamente drogados e/ou desequilibrados mentais. No entanto, isso não significa que Nosso Senhor Deus aprova o uso de tatuagens . Se você se diz cristã, deveria crer que a única pessoa eterna é Deus, e que todos nós, seres humanos, morremos algum dia. As pessoas são eternas, sim, no sentido que suas almas são eternas, mas ainda nesse sentido você está errada, pois você escolheu algumas pessoas para dizer que você as considera eternas, como se as outras não fossem. Se você se considera cristã, deveria homenagear seus familiares de outra forma, não imprimindo marcas no seu corpo, desobedecendo assim as Sagradas Escrituras. Por fim, é verdade que você vai prestar contas a Deus no dia do Juízo Final, e é por isso mesmo que você deve abandonar os costumes desse mundo que tanto desagradam a Deus, como é o caso das tatuagens. A paz de NSJC!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpem, mas sem querer eu escrevi o comentário no lugar errado. Depois vou reescrevê-lo em resposta ao Anônimo em questão.

      Excluir
  19. Melhor é comprar umas camisetas !!! :D

    ResponderExcluir
  20. Veja o testemunho de um tatuador Cristão. MUITO BOM!

    https://www.facebook.com/pages/Divergentes-por-Cristo/324275847744061?ref=hl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom seria se o tatuador fosse um cristão de verdade, diferenciando julgar de condenar o pecado e deixando de cometer o pecado em questão. A paz de NSJC!

      Excluir
    2. O termo "tatuador cristão" já é um contrassenso em si mesmo. Um autêntico cristão jamais será um tatuador. Independente de qualquer coisa, a tatuagem é um tributo à vaidade do indivíduo, algo que vai completamente contra aquilo que o cristianismo representa.

      Só mesmo nestes nossos tempos de relativismo desvairado...

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  21. Cada vez fico mais decepcionado, (talvez irritado ) de ver que num site tão interessante como este, tão útil com tanto estudos exelentes , esse post sobre tatuagem é o mais acessado de todos e também é esse que provoca tanta pole^mica. Que triste!!

    Só mostra que estamos no tempo da vaidade. Nossos ir~mãos sendo massacrados pelo mundo e o povo preocupado em defender o seu direito de fazer tatuagem!!!! VAi tatuar o corpo inteiro, meu filho, tatua o olho, a cara, a orelha de burro, pendura brinco em tudo quanto é lugar que vc quiser, mas não esquece de ler tudo que tem neste site de muito mais importante do que a sua VAIDADE.

    Desculp e o desabafo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a ira é tanta que eu digitei errado Quero dizer estudos EXCELENTES.

      Excluir
    2. Luis Antônio, Graça e Paz!

      Entendo o seu desabafo. O problema é que, hoje, todos querem ter razão em lugar de seguir orientações dos mais velhos. Por isso a revolta contra os conservadores. O tema da tatuagem é só a ponta do iceberg.

      Excluir
    3. Ora, Luis Antônio, se estivéssemos nos comunicando por papel, eu assinaria abaixo do que você disse. – Excluída talvez uma ou outra palavra mais dura, a sua indignação também é a minha.

      Eu venho trabalhando com muita fé e seriedade neste blog/site já desde o ano de 2007, quando ainda se intitulava "Cristão Católico". Durante esse tempo todo, não parei nunca de estudar e me aprofundar na temática a que me dedico, sendo assistido e/ou dirigido por grandes teólogos e filósofos, sacerdotes mestres e doutores.

      Creio, humildemente, que recebi a graça (e tive o grande privilégio) de publicar estudos úteis por aqui, e esclarecer muitas dúvidas.

      Então, sim, confesso que também me entristece ver que, semana após semana, um post tão secundário e despretensioso quanto este se consolida como campeão absoluto de cliques e de comentários, quando há tanto que é infinitamente mais importante para se ver por aqui.

      Frustrado e com espanto, tenho que reconhecer que o seu diagnóstico, Luis Antônio, é preciso: a razão de ser de tanto interesse só pode ser a mais pura vaidade.

      Venham com essa balela de que tatuagem pode ser sinal de fé, continuem tentando se enganar a si mesmos, tentem se convencer de que aquilo que os move não é a vaidade e orgulho humano. Digam que com as tatuagens não querem se destacar, ser admirados, diferentes, vistos como pessoas especiais... Mas digam isso para si mesmos.

      Confesso que já senti vontade de excluir esta postagem, que escrevi em 5 minutos, para responder a uma dúvida muito simples de uma leitora, e achei que não chamaria a atenção de ninguém: um tema menor entre outros temas de importância infinita, como o da salvação das nossas almas, por exemplo.

      Parece que enfeitar o corpo, nas mentes hodiernas, é mais importante do que conquistar o Céu e a vida eterna. Quanto a mim, assim como o imenso Santo Filipe Neri, também eu digo: "Preferisco il Paradiso" – Eu prefiro o Paraíso!

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    4. Realmente, Luis, Filipe e Henrique , é a vaidade dos tatuados que os faz querer defender seus costumes mundanos e colocar Deus nisso. Confesso que preferia que eles fossem protestantes, ateus ou espíritas criticando a Igreja em outros posts, pois pelo menos a discussão seria mais importante e interessante, ao invés de se prenderem a defender marcas na pele que só expressam, como vocês disseram, a sua vaidade. A paz de NSJC!

      Excluir
  22. AVISO:

    Os comentários para este post estão encerrados. Honestamente, creio que está mais do que claro que o assunto se esgotou, já há algum tempo. Os que são a favor já apresentaram seus argumentos, os contrários também, e também o nosso apostolado.

    Nossa "democracia", por aqui, termina onde começa a Verdade. Nosso intuito é esclarecer, e jamais confundir. Por isso, comentários ensinando e estimulando erros doutrinários e relativismo não são permitidos. Alguns deste tipo foram excluídos, já que pregavam uma absurda confusão entre tatuagem e Sacramentais. – Algo que, como eu já disse acima, demonstra uma ignorância teológica gigantesca.

    A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

    Apostolado Fiel Católico

    ResponderExcluir

Receba O Fiel Católico em seu e-mail