Bênçãos aos pares homossexuais nas igrejas e a Missa tradicional: os dois pesos e as duas medidas de Francisco


Por Henrique Sebastião (Frat. Laical S. Próspero),
com excertos de 
Tommaso Scandroglio (La Nuova Bussola Quotidiana)


TENTEMOS COMPARAR o fenômeno dentro da Igreja alemã, com reflexos já no Brasil e em diversas partes do mundo, do escândalo das bênçãos de pares homossexuais e o da provável decisão da Santa Sé de travar o direito de celebrar segundo o Vetus Ordo (Missa tridentina).

Francisco vai realmente acabar com a Missa tridentina?


JÁ HÁ ALGUNS DIAS a notícia vem sendo veiculada em diversas mídias, católicas e laicas, mas, como não havia confirmação oficial, entendíamos por bem manter prudente silêncio a respeito, até agora. Todavia, se o que temos por enquanto não é ainda definitivo, por outro lado se baseia em fontes confiáveis, e o assunto já merece ser comentado.

Corpus Christi – Corpo de Cristo: origem, natureza e importância

Por Felipe Marques – Frat. Laical São Próspero

É INCRÍVEL PENSAR que, mesmo depois de tanto tempo desde a Instituição da Santa Eucaristia na Santa Missa de Lava-pés (A Santa Ceia de Cristo com seus Apóstolos logo antes da Paixão) e mesmo depois de tantos séculos que os Apóstolos, bispos e demais discípulos de Cristo têm fielmente preservado a tradição de fazer aquilo que Jesus pediu como é narrado por São Lucas “...Fazei isto em Minha memória...” (22, 19), muitos ainda desconfiem das palavras do Salvador: “... isto é o MEU CORPO... este Cálice é a Nova Aliança em MEU SANGUE, que é derramado por vós...” (São Lucas 22, 29 – 20).

Por que Roma se separou das demais igrejas?


PARA ENTENDER A RESPOSTA, é preciso entender primeiro que, quando falamos em Igreja, precisa ficar clara a distinção entre a Igreja Universal (Católica, neste sentido) e as igrejas particulares (dioceses, patriarcados,  etc.). Tanto que os ortodoxos até hoje professam a fé na Igreja "Una, Santa, Católica e Apostólica", como nós.

Hipócrita, coração miserável – reflexões sobre a morte de Paulo Gustavo, a morte de Bruno Covas, as infidelidades dos nossos padres e outras


Prof. Igor Andrade – Frat. Laical S. Próspero


AO CONTRÁRIO do que muitos professores de história ensinam, a noção de igualdade entre as pessoas é muito anterior à Revolução Francesa, que consagrou os modernos parâmetros que regem a Campanha da Fraternidade, digo, que consagrou os modernos e corruptos conceitos de Liberdade, Igualdade e Fraternidade.

O Inferno, a região ou mansão dos mortos, o Hades, o Sheol, o Purgatório... O que significam todos esses termos na Bíblia?


O GRANDE PROF. SCOTT HAHN, ex-ministro protestante convertido ao catolicismo e grande autoridade internacional em Sagradas Escrituras, respondeu ao vivo, durante sua participação no programa do Marcus Grodi, outro ex-pastor que se tornou católico (sim, são muitos os casos deste tipo nos E.U.A. – saiba mais aqui), à pergunta de uma telespectadora sobre o Inferno. Mediante a resposta dada por Hahn, recebi eu uma pergunta sobre as relações feitas pelo Professor (assista o vídeo ao final) entre o Sheol (ou Xeol) citado na Bíblia, o Inferno e o Purgatório. Compartilho aqui publicamente a resposta dada, na esperança de que seja útil para outros. Segue...

Padre Paulo Ricardo ao vivo: 'Basta abrir o olho para ver que estamos na grande apostasia!'


DECLARAÇÕES DO PADRE PAULO RICARDO, ditas com todas as letras, em sua live de segunda-feira (10/5/2021):

Não precisa do terceiro segredo (de Fátima) [...] e nem do Catecismo (n. 675) [...] para ver a grande apostasia. Basta abrir o olho para ver a grande apostasia! Se você ainda vive no mesmo mundo em que eu vivo... Pelo menos eu enxergo a grande apostasia. (aos 48:41 do vídeo)

Que nós já estamos diante de uma grande apostasia, acontecendo diante dos nossos olhos, disso não há dúvida nenhuma. (50:40)

Revista O FIEL CATÓLICO digital: uma promoção imperdível!


CARÍSSIMOS IRMÃOS EM CRISTO e diletos leitores, anunciamos agora uma boa novidade que nosso apostolado preparou para facilitar a ampliação dos seus conhecimentos sobre catolicismo!

Estamos disponibilizando o pacote com a coleção completa da nossa já célebre revista O Fiel Católico (formato digital), em uma pasta contendo todas as 42 revistas, mediante uma colaboração de valor realmente acessível:  R$50,00* pelo pacote completo, em pagamento único (o exemplar sai por menos de R$1,20).

Deste modo, você tem a possibilidade de nos ajudar concretamente a continuar trabalhando nas atualizações desta página e em todos os nossos projetos de evangelização e adquire uma coleção que será realmente útil para a sua formação cristã.





_____
Para esta promoção é válido também o pagamento via depósito ou transferência bancária para:
** Banco Bradesco – agência 0370 | Conta poupança: 100.1272-4
*** Caixa Econômica Federal – agência: 1618 | Conta poupança: 100.588-4
(em nome de Luiz Henrique Silva Sebastião / 094.400.878-03)


'Caminho sinodal' alemão é heresia, negação pública da Fé católica e cisma com a Igreja de Cristo: que fará agora o Papa?

DESDE O FIM DO ANO 2019, quando a Conferência Episcopal Alemã iniciou o movimento denominado "caminho sinodal", boa parte do clero alemão, acompanhado por um número relevante de fiéis leigos, passou a caminhar a passos largos em direção ao cisma. A simples leitura dos instrumentos de trabalho e das quatro principais áreas dos trabalhos sinodais (poder e divisão de poderes na Igreja; moral sexual; vida sacerdotal na atualidade; mulheres nos serviços e ministérios da Igreja) evidencia o objetivo deflagrado de destruição da família e do sacerdócio católico.

A situação de agravou sensivelmente no último mês de abril, quando, em resposta ao posicionamento do papa Francisco e da Congregação para a Doutrina da Fé quanto à impossibilidade de concessão de bênçãos a duplas homossexuais e demais uniões ilícitas segundo a Lei da Igreja, um número relevante de sacerdotes alemães, acompanhados de diáconos e fiéis leigos, totalizando 2.500 pessoas envolvidas, acabou por convocar para o dia 10/5/2021 (próxima segunda-feira), às 19h, a chamada "bênção dos apaixonados", orientada especialmente para abençoar publicamente centenas de pares homossexuais e outras pessoas em situação irregular.

Como esse acontecimento afeta a Igreja Católica no mundo e também no Brasil e o que podemos fazer para evitar que incorramos nos mesmos erros são as principais temáticas abordados por Pedro Afonseca, nosso dileto irmão em Cristo do Centro Dom Bosco, na conferência que pode ser vista no primeiro vídeo abaixo. No segundo, Dom Athanasius Schneider concede entrevista ao mesmo Centro, tratando sobre o mesmo tema, na qual disse o óbvio. E hoje vivemos tempos nos quais, quando um clérigo diz o óbvio, surpreende a todos, como nestes casos:

"Tudo agora vai depender, no final das contas, do Papa. Como ele vai reagir? Pois ele tem a plenitude de poder que Cristo lhe deu, exatamente para proteger toda a Igreja [...] da heresia" (6:55).

"Precisamos de uma intervenção urgente do Papa mesmo, porque este é o seu papel primeiro, e que ele faça uma espécie de profissão de Fé, uma fórmula, incluindo a negação destes erros, e exigir que esta profissão de Fé seja proferida por todos os bispos e sacerdotes" [24:38]



Paginação numerada



Subir