A perseguição aos cristãos no Iraque: um "crime contra a humanidade"

Ban Ki-moon
O SECRETÁRIO-GERAL da ONU, Ban Ki-moon, falou sobre o tema no domingo (21/7)), enquanto Mossul continua sendo alvo de sucessivos ataques à Igrejas e residências de cristãos.

Fortes palavras de condenação à perseguição de cristãos de Mossul, por jihadistas do Estado islâmico, foram proferidas pelo secretário-Geral das Nações Unidas. Ele afirmou que "os ataques sistemáticos contra civis por causa de sua afiliação religiosa constituem um crime contra a humanidade, do qual os autores deverão prestar contas”.

Na mesma nota Ban Ki-moon se declarou particularmente impressionado com as notícias que chegam da segunda maior cidade do Iraque, da qual centenas de famílias cristãs foram forçadas a fugir. Antes de 2003, cerca de um milhão de cristãos moravam no Iraque, sendo que a comunidade de Mossul era particularmente florescente e numerosa, estabelecendo-se para além do limiar das 60 mil pessoas.




Mons. Saad Syroub
Sobre a questão da perseguição dos cristãos em Mossul falou também o Papa, no domingo (20/7), ao final do Angelus. Palavras que Mons. Saad Syroub, Bispo auxiliar caldeu de Bagdá, comentou na Rádio Vaticano. – "O apelo do Papa chegou no momento certo", disse Mons. Syroub, "porque os cristãos estão sendo realmente perseguidos: foram expulsos de suas casas, das suas terras, da sua cidade, só porque são cristãos!”.

O Bispo diz que os cristãos expulsos fugiram para o Curdistão, Erbil e planície de Nínive, onde algumas aldeias cristãs ainda resistem. "Encontram-se em uma situação muitíssimo difícil, porque não têm nada”, prosseguiu Mons. Syroub. "Destas famílias foram tirados seus carros, seu dinheiro, suas casas, seu trabalho. E não podem voltar!”.

Roubos e vandalismos foram praticados pelos jihadistas, que não pouparam edifícios sagrados. "Muitos mosteiros foram saqueados por estes grupos, que expulsaram os monges", disse ainda Mons. Syroub. "Tomaram o Mosteiro de São Jorge, a Casa das Irmãs do Sagrado Coração, o mosteiro dos dominicanos, o mosteiro dos siro-católicos, todos em Mossul”.

____
Fonte:
Agência Zenit, em
http://www.zenit.org/pt/articles/a-perseguicao-dos-cristaos-no-iraque-um-crime-contra-a-humanidade
acesso 22/7/014

ofielcatolico.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail