PJ – Pastoral da Juventude ou 'Pastoral dos Judas'?


DESDE O DIA 31/8/016, data do impedimento de Dilma Roussef, a página oficial da "Pastoral da Juventude – CNBB" na internet ostenta um longo e revoltado artigo, que de maneira 100% tendenciosa trata do suposto "golpe" que a ex-"presidenta" – eterna perseguida e injustiçada pela malvada "elite opressora" – teria sofrido da parte dos traidores da Pátria que não admitem as inestimáveis conquistas sociais possibilitadas exclusivamente pelo (idolatrado, salve-salve) governo do PT.

Não adianta, não adianta tentar explicar a essa gente que não há "golpe" nenhum, porque tudo o que foi feito obedeceu, do princípio ao fim, total e completamente, à Constituição Democrática do Brasil, que prevê a condenação do Presidente da República pela prática de crime de responsabilidade (proferida com votos de dois terços dos membros do Senado Federal, em votação nominal aberta), o que acarreta a perda do cargo com a inabilitação por oito anos para exercício de funções públicas, sem prejuízo das demais sanções judiciais cabíveis (Const. Federal, art. 52, parágrafo único)1.

Não adianta explicar, não adianta mostrar a simples realidade dos fatos, não adianta provar e demonstrar por A + B que não houve "golpe", porque como bons comunistas militantes – marxistas, leninistas e gramscistas que são – a verdade para eles simplesmente não importa. Só importa a Causa, o Partido, a busca da realização do utópico sonho socialista e a conquista do poder a qualquer custo.

O longo texto do referido website, eivado de citações bíblicas deturpadas e com sentido invertido, termina com a seguinte promessa: "Não nos calaremos!".

Sim, disso não temos nenhuma dúvida. Eles torrarão a paciência do legítimo Presidente Temer e de cada cidadão de bem deste país, torcendo para que tudo dê errado neste final de mandato (e para tanto fazendo tudo o que lhes for possível, seja lícita ou ilicitamente) até o último suspiro de vida, chorando incansavelmente as mesmas e manjadas mágoas dos já velhos doutrinadores esquerdistas desgraçadamente infiltrados na Igreja de Cristo – qual joio arraigado no meio do bom trigo, que procura incansavelmente fazer com que o próprio gérmen se corrompa, para que depois a planta cresça torta.

Somos filhos e filhas da revolução do amor e da comunhão evangélica das Comunidades Eclesiais de Base e da Teologia da Libertação."
(Trecho do 'Manifesto da Pastoral da Juventude Nacional contra o golpe parlamentar no Brasil')

O "detalhe" é que a tal "'teologia' da libertação" (que de Teologia não tem absolutamente nada) desde que existe foi condenada diversas vezes pelos últimos Papas, e condenada, com toda a clareza, como heresia. O papa Bento XVI, então Cardeal Ratzinger, em seu primoroso artigo “Eu vos explico a teologia da libertação” chamou-a de “heresia singular”, por seu caráter singularmente nocivo, e classificou-a como a pior de todas as heresias que já existiram, por negar não apenas um ou alguns dogmas da Igreja, mas todos eles e o edifício da fé cristã como um todo.

ATENÇÃO, JOVENS: A "TEOLOGIA" DA LIBERTAÇÃO É HERESIA! A PIOR DAS HERESIAS!

Então, a pergunta que não quer calar é: como é que uma "pastoral" da Igreja pode se declarar assim, abertamente, a favor de uma gravíssima heresia?? 

Mas isso não é o pior. Não, de modo algum. A ideologia esquerdista que domina a PJ é só mais um problema que existe no seio da Igreja. É como uma doença, um vírus que quer infectar o Corpo de Cristo hoje, assim como existiram tantos outros vírus em tempos passados, desde os primeiros séculos. De fato, já nos últimos livros do Novo Testamento se percebe a preocupação nascente pela preservação da ortodoxia da fé. Foi sempre fundamental preservar a autenticidade da Sã Doutrina, garantir que a Igreja se manteria realmente como Fiel Depositária das Boas Novas (euaggelion ou evangelion) trazidas pelo Cristo, pois já surgiam aqui e ali pessoas "ensinando outras doutrinas" (heterodidaskaloi em 1Tm 1,3; 6,3), "falsos doutores" e "falsos profetas" (pseudodidaskaloi em 2Pd 2,1; 1Jo 4,1). 

Todavia os ministros da Igreja exerciam, como exerceram sempre, a missão de "vigiar" e "supervisionar" (episkope e episkopos, que é a raiz de 'episcopado') para manter a comunidade unida, por um só Batismo, na mesma e verdadeira Fé em um só Senhor, conservando-a espiritualmente "sadia" perante Deus (Tt 1,13). Praticava-se essa vigilância pela conservação do Paratheke (em 1Tm 6,20, o Depósito das verdades sagradas) transmitido desde o Evento fundador: Nosso Senhor Jesus Cristo.

Resumindo, o fato é que logo que existiu a Igreja, existiram também as heresias. Sempre houve aqueles que quiseram "reinterpretar" ao seu próprio modo os ensinamentos do Salvador, e/ou pretenderam-se descobridores do "verdadeiro" sentido das palavras do Mestre, que só eles compreendiam. Não raro, esses movimentos surgiram no seio da própria Igreja. 

Portanto, não é o fato de existir o problema que nos injuria. Tais infidelidades são esperadas no caminhar da Igreja, e todos nós fomos, muitas vezes, profeticamente advertidos de que seria assim. O inadmissível é que se difundam heresias aberta e "oficialmente", com o título de "pastoral da Igreja Católica" – e pastoral dirigida aos jovens, futuro da Nação – com emblema de conferência episcopal e tudo.

E o pior – ainda pior – é que não sejam advertidos, que não recebam nenhuma reprimenda da parte da alta hierarquia da Igreja. Este sim, é o maior de todos os absurdos. Isto é simplesmente inaceitável! Por essas e outras é que muita gente vem perdendo o respeito por alguns (ou muitos, infelizmente) bispos e arcebispos por aí (não acabamos de ver que deveriam ser exatamente os bispos os responsáveis por vigiar e zelar para que tais aberrações não ocorram?), e os mais radicais até mesmo pelo Papa. Como é que se admitem tais posicionamentos explicitamente político-partidários, revolucionários, anticristãos e anticatólicos dentro da Igreja Católica? Insistimos que não se trata de algo disfarçado ou oculto, mas declarado! Onde estão os nossos pastores, que não enxergam tantas ovelhas sendo desviadas do redil?

Henrique Sebastião

* * *

Em tempo: convém lembrar que, no passado recente, diversas manifestações bem mais singelas de católicos contra candidatos do PT, PC do B e aliados (pela justa razão de o seu programa de governo prever a legalização do aborto em nosso país) foram reprimidas pelo "alto clero", e seus responsáveis advertidos e punidos, como aconteceu com Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, então bispo de Guarulhos, durante as eleições de 2010.

__________
1. Conf. HUMBERT, Georges. Portal JusBrasil, disp. em:
http://georgeshumbert.jusbrasil.com.br/artigos/255273833/por-que-o-impeachment-nao-e-golpe
Acesso 1/9/016
www.ofielcatolico.com.br

18 comentários:

  1. Exatamente Henrique! O que mais me entristece nisso tudo é ninguém do alto clero advertir!!

    Já não basta o mundo inteiro contra nós, ainda vem esse povo que se diz membro da Igreja cometer uma heresia dessas!

    ResponderExcluir
  2. É triste Henrique, o pior é ver pessoas que se dizem "Católicos" votando ou apoiando partidos como o PT e afins (comunistas)... que são anticatólicos. Antes fosse só alguns leigos, mas até parte do Clero apoia, o que faremos pra defender a Santa Madre Igreja?

    Seria excelente se toda Paróquia tivesse um Pe como o Rvmo Pe Rodrigo Maria, que já alertou diversas vezes os católicos em seus vídeos no youtube sobre a "anti-catolicidade" do PT e afins.

    Falta coragem, os bons são perseguidos...( Ser Católico de verdade INCOMODA muito, principalmente os que não querem se converter)

    E tente argumentar isso para um defensor ptista que já vem os comentários do tipo: Jesus foi um exemplo de socialista, lutou pelas classes oprimidas...

    Aí eu pergunto pra eles: Jesus foi partidário? e quem foi que disse pra não agir com caridade para com os nossos irmãos pobres? e pior, se formos contra o PT nos chamam de fariseus hipócritas... eita TLzinha e sua esquerda comunista que veio pra tentar destruir a Santa Igreja, mas Graças a Deus não conseguirá.

    Salve Maria Imaculada!

    A Paz de Cristo!

    André


    ResponderExcluir
  3. Excelente artigo, Henrique!

    ResponderExcluir
  4. Meus irmãos fieis católicos em Cristo Jesus
    Eu, simples, pobre e indigno seguidor do Nosso Senhor Jesus Cristo, me encontro mais uma vez, decepcionado com tudo que aconteceu no dia 31 de agosto, no Senado Federal. Acompanhei o processo de impedimento do mais alto cargo do poder executivo do País diuturnamente nos três últimos dias, que antecederam a vergonhosa votação.
    O Exmo Sr Presidente do STF, no exercício constitucional de presidente do Processo, fez-nos acreditar, dias antes do dia da votação, que os preceitos constitucionais seriam todos respeitados; que seria soberano para deferir ou indeferir quaisquer ponderações feitas por qualquer senador, inclusive, fez um forte alerta ao plenário que, somente ele (presidente do STF), ali presente, tem o PODER DE POLÌCIA, no intuito de manter a ordem e respeito durante todo o processo, mas, no grande dia da votação, mudou radicalmente sua fala. Momento antes da votação surgiu uma inesperada situação (destaque), que mudaria todo processo com uma vergonhosa divisão e interpretação da Constituição Federativa do Brasil. Foi aí que o presidente do processo declarou que os senadores são autônomos para decidir sobre o processo, e que ele, estaria ali simplesmente como um condutor sem poder de interferir nas decisões, claramente tirando o corpinho de banda e deixando que a Constituição fosse rasgada pelo Senado Federal.
    Pergunta-se: Qual é o poder que tem o dever de cumprir e fazer cumprir a Constituição Federal da República?
    Todo o conchavo foi feito sem sombras de dúvidas entre o PT, banda podre do PMDB e Lewandowski.
    Só nos resta acreditar no que disse o Jornalista José Neumanne Pinto:

    https://www.youtube.com/watch?v=V1BvdbbTnW0

    Seja louvado Nosso Senhor Jesus Cristo!

    Tenha misericórdia do nosso amado Brasil!

    ResponderExcluir
  5. Quem é a CNBB? Quem disse que eles representam os Católicos como um todo?

    Essa PJ precisa decidir: ou é militância de Deus ou é militância dos homens (políticos) porque os dois não dá!

    Recentemente teve um evento da PJ, e no folheto tinha bandeira LGBT, bandeira feminista e tudo o mais!
    Me dói o coração, ver uma pessoa que me ajudou a conhecer mais a Igreja, apoiando essa "pastoral" e ainda incentivando outros a participar.
    Ela nunca me convidou, mas se convidar, não vou. É NÍTIDO que de católico essa pastoral não tem nada!
    Em EJC, já teve gente falando que não existe verdade absoluta, falando de aborto, sexualidade e ainda colocam a Palavra de Deus no meio disso tudo!

    É realmente de ficar indignada! Eu posso não ter conhecido tudo da Igreja, pois ainda estou aprendendo muita coisa, mas isso já está fixado em minha mente: COMUNISMO E CRISTIANISMO NÃO ANDAM JUNTOS!

    Aliás, a mesma pessoa que me fez voltar à Igreja, é a mesma que fala que Jesus era tipo um socialista!
    Eles já fizeram escola de ministério e tudo o mais, mas nesse quesito, é absurdo o quanto defendem PT e afins!

    Acho que todos nós nos perguntamos: CADÊ AS AUTORIDADES DA IGREJA? PORQUE O PAPA NÃO SE PRONUNCIA? PORQUE OS BISPOS NÃO SE PRONUNCIAM? ONDE ELES ESTÃO?

    ResponderExcluir
  6. Não existe algum meio que possamos denunciar isso ao Vaticano?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom e graças a Deus que você fez essa pergunta, Vitor!

      Qualquer fiel católico tem a liberdade e até a obrigação de se manifestar nesses casos, como atesta o Código de Direito Canônico (CDC):

      "De acordo com a ciência, a competência e o prestígio de que gozam, (os fiéis leigos) têm o direito e, às vezes, até o dever de manifestar aos Pastores sagrados a própria opinião sobre o que afeta o bem da Igreja e, ressalvado a integridade da fé e dos costumes e a reverência para com os Pastores, e levando em conta a utilidade comum e a dignidade das pessoas, deem a conhecer essa sua opinião também aos outros fiéis."
      (Lv II, I parte, Título I, 'Dos direitos dos fiéis cristãos em geral'
      Cânon 212 § 3)

      Como fazer? Você pode enviar uma carta pelo correio, escrevendo no face frontal (destinatário) do envelope:

      Sua Santidade o Papa Francisco
      Palácio Apostólico
      00120 Cidade do Vaticano


      Existem outras maneiras de escrever o mesmo endereço, conforme demonstro abaixo:

      Sua Santidade o Papa Francisco PP.
      00120 Via del Pellegrino
      Citta del Vaticano


      Sua Santidade o Papa Francisco
      Palácio Apostólico
      Cidade do Vaticano


      Sua Santidade o Papa Francisco
      Cidade do Vaticano, 00120


      [Não escreva "Itália" no envelope – o Vaticano é uma nação independente]

      Se você preferir enviar a carta por e-mail ou fax, é preciso passar pelo Escritório de Imprensa do Vaticano. O Papa não tem um endereço de e-mail nem número de fax público pessoal.

      O endereço de e-mail é: av@pccs.va

      O número do fax é: +390669885373

      * Nenhuma destas formas de contato chegará diretamente ao Papa, mas a correspondência selecionada chegará a ele quando enviada através de um desses meios.

      O Papa Francisco, especialmente, vive surpreendendo muita gente pela maneira como retorna as cartas que recebe, muitas vezes até por telefone. Lembre-se, então, de acrescentar todos os seus próprios meios de contato à sua mensagem.

      Uma observação final: refira-se ao Papa como "Vossa Santidade" ou "Santo Padre" e evite um tom excessivamente coloquial.

      ____________
      PS.: Pensávamos já em nos manifestar, enquanto associação leiga, ao Papa e/ou à Congregação para a Doutrina da Fé a respeito destes absurdos. Num projeto de nosso apostolado que estamos elaborando para apresentar aos nossos leitores, dentro em breve, assumiremos nossa vocação mais ativista, do leigo que não apenas reclama e se lamenta, mas age concretamente pelo bem da santa Igreja e ad majorem Dei Gloriam. Dentro deste projeto, entre outras coisas elaboraremos um padrão de carta para ser enviado ao Vaticano a respeito de assuntos como estes, que todo leigo católico e nosso leitor poderá utilizar para ser soldado de Cristo de fato, na prática, e não apenas na teoria.

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. Acho que muitos católicos se decepcionam ao tentar uma postura mais ativista quando seu próprio Bispo permite tais absurdos.

      Da minha parte, confesso minha falta de atitude em procurar uma autoridade superior (nesse caso o Santo Padre), não agindo em Prol da Igreja Militante do Nosso Senhor Jesus, ao menos, quanto essa defesa ativa, pautada na denúncia dos erros contra a Fé Católica.

      Fico feliz em saber que esse "modelo de carta" está em construção, e com certeza será muito mais adequado do que um elaborado por mim, que não tenho competência para redigir ou escrever adequadamente a tão importante autoridade Eclesiástica.

      Farei parte dessa Militância dos soldados de Cristo, externando os pensamentos e denunciando os "erros" em defesa na nossa Fé, para Honra e Glória de Deus.

      Parabenizo a associação leiga (O Fiel Católico), por importante iniciativa, que certamente encorajará muitos Católicos.

      Salve Maria Imaculada!

      A Paz de Cristo!

      André

      Excluir
    3. MUITO OBRIGADA HENRIQUE!!!!

      Excluir
    4. Henrique, não tenho conhecimento de italiano, arrisco mais no inglês. Seria melhor escrever em inglês ou ir pelo google tradutor (rs)?

      Excluir
    5. Inglês está ótimo, Natália. Afinal, é o novo latim e não faltará quem entenda a sua mensagem.

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  7. ATÉ TU, CNBB, AO LADO DOS FILHOTES DO DRAGÃO COR DE FOGO?
    CUSTASTE A DEFINIR-TE, MAS DESSA VEZ, CNBB, A MÁSCARA CAIU E SABEMOS QUE PATIFES DEFENDES!
    Pe Paulo Ricardo, quando iniciou suas catequeses sobre os vermelhos instalados no Brasil - antes FHC, socialista, comunista despistado e o PT assumido, terrorista oficial, trotsky-stalinista - aquele que chega virando a mesa - alertava dos apoios dos TEÓLOGOS DA CÔRTE, esses mesmos defensores do PT, suponho eu, casos da esquerdista TL aliada à CNBB e PT, o trio.
    Pe Paulo foi, junto com Olavo de Carvalho, com o saudoso D Luiz Bergonzini, D Aldo Pagotto e mais alguns poucos os que primeiramente se insurgiram de modo contundente contra os comunistas, e eles sentiram o quanto lhes impactou negativamente nas denuncias, mostrando-lhes os podres e as armadilhas por detrás da falsaria "OPÇÃO PREFERENCIAL PELOS POBRES"!
    Ele instruiu a muitos sem rodeios que, melhor esclarecidos via 6 aulas sobre o MARXISMO CULTURAL, passaram nas redes sociais a defenderem a fé católica e a democracia seriamente ameaçadas, pois os comunistas odeiam a Igreja e a democracia, perseguindo-as o quanto possam, desviando as pessoas delas; contavam com muitos comunistas sacerdotes, como os engajados na esquerdista TL, sempre aliada aos vampiros do PT!
    Não economizou termos nas instruções anti marxistas, e daí que muitos leigos se empenharam nesse dever de os denunciar em defesa da fé católica, da democracia e do caos se se instalassem definitivamente, como sucede na convulsionada e miserabilizada Venezuela!
    E o resultado surgiu com a destituição dos zumbis do PT, não por meio dos políticos ou de nossos altos hierárquicos que teriam se mobilizado, mas das redes sociais independentes de tanto que os ouviram e creram, pois até a CNBB por meio de D Leonardo Steiner ousou contestar o esforço de se destituir do poder a quadrilha de malfeitores de uma ideologia SATANISTA E GENOCIDA que se instalara no poder, acusando de golpista a inssurreição contra o DIABÓLICO PT!
    Não é à toa que desde D Hélder s CNBB tem andado nas marginais, chamada á atenção por D Manuel Pestana quando de D Luciano mendes que o Brasil se tornava a antecãmara do socialismo e a CNBB por não atacar, dava aparencias de ser conivente!
    E como teve razão nosso Atanasio, D M Pestana!

    ResponderExcluir
  8. Falem quem quiser não tem apostolado igual a esse! Parabe´ns Henrique e todos da associação Sao Próspero!

    ResponderExcluir
  9. Henrrique existe algum partido cristao conservador sério ? E com integrantes ainda mais sérios?
    Nós reclamamos mas não existe opçoes confiaveis .
    Me aponte um candidato das ultimas eleiçoes presidencias confiavel .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andrei, não sou o Henrique, mas veja se esse vídeo o ajuda em algo.

      https://www.youtube.com/watch?v=c1X0eYpz1Hk

      Aliás, nesses tempos que se aproximam as eleições, seria importante que todos os cristãos católicos tivessem essa consciência. Por Favor, vejam esse vídeo!

      Salve Maria Imaculada!

      A Paz de Cristo!

      André.

      Excluir
  10. Acabei de ver que agora tem um tal de "Tarde Popular: Este Sistema é Insuportável, exclui, mata e degrada!" e um tal de Grito dos excluídos.

    A Pastoral da Juventude é para falar de política ou é para fazer com que os jovens conheçam mais a Igreja?
    Nunca me identifiquei com a PJ e cada dia que passa essa falta de identificação aumenta!

    ResponderExcluir
  11. LAMENTÁVEL, ASSUSTADOR...
    Vimos o sr bispo D JOAQUIM G MOL dia 07pp num carro da CUT, discursando em nome da Arquidiocese de BH - site do fratresinunum.com: o grito das meninas-moças - defendendo os projetos comunistas, no "GRITO DOS EXCLUÍDOS E DAS EXCLUÍDAS, a favor da "democracia" e contra o "golpe" - a mesma "democracia" de Cuba e na super repressiva e ultra miserabilizada Venezuela, após a entrada dos vampiros comunistas no poder - embora outrora um país opulento!
    Idem, a CNBB também via D L Steiner tempos atrás desqualificando os que tentavam um "golpe" contra o finado e depravado PT, recentemente desempoleirado do poder!
    Que tristeza: um príncipe da Igreja, sr bispo D Joaquim, subir num carro dessa famigerada esquerdista CUT e defender projetos de uma ideologia satanista, abortista e genocida?
    *“Quase não se encontrará a inocência nas crianças nem pudor nas mulheres, e nessa suprema necessidade da Igreja, calar-se-á aquele a quem competia a tempo falar” (II, 7).
    Essa grave omissão é repetida por Nossa Senhora na aparição seguinte, em 2 de fevereiro de 1610: **“Tempos funestos sobrevirão, nos quais .... aqueles que deveriam defender em justiça os direitos da Igreja, sem temor servil nem respeito humano, darão as mãos aos inimigos da Igreja para fazer o que estes quiserem” (II, 98).
    ***“Campearão vícios de impureza, a blasfêmia e o sacrilégio naquele tempo de depravada desolação, calando-se quem deveria falar” (II, 17).
    * ** ***N Senhora do Bom Sucesso.

    ResponderExcluir
  12. Assim com a Natalia, também nunca me identifiquei com a PJ, CEBs e afins... que causava estrema estranheza aquelas cores todas,aquela "inculturação" toda, falta de sobriedade, enfim... Mas o Henrique tem razão, falta que a autoridade, ou seja o Bispo faça a devida correção, mas como fazê lo se estão corrompidos por esta ideia da TL? São orgulhosos em não admitir o erro, em não voltar atras, talvez alguns até percebam o quanto errados estão, mas nada fazem diante da destruição da fé de muitos, são tão cegos que não veem que será mil vezes mais cobrados pelos erros dos fieis, pois a quem muito foi dado, muito será cobrado. Nossa opção melhor é rezar para que muitos mais não se percam neste mal, e para que outros acordem deste pesadelo chamado TL.

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail