Como rezar uma Dezena do Terço do santo Rosário


ALGUMAS PESSOAS entendem que é preciso rezar o Terço mesmo quando, por algum motivo justo, não se poderia fazê-lo com a atenção que exige, e assim procuram aproveitar toda oportunidade e/ou situação para recitá-lo, seja nos momentos de descanso ou mesmo enquanto cumprem suas obrigações de estado do dia: alguns rezam enquanto cozinham, enquanto lavam a louça ou quando estão em trânsito, a caminho de qualquer lugar...

Recentemente a cantora Elba Ramalho disse, em um retiro, que em razão da sua agenda sempre absolutamente lotada, por não ter tempo de rezar como deveria, reza durante a execução das suas atividades diárias: – "Até mesmo no banheiro, enquanto tomo banho"(!).

Outros tantos, porém, entendem que é preferível não rezar o Terço  – ou outas devoções com orações de duração longa, como novenas e saltérios – do que rezá-lo sem atenção e sem a devida devoção e piedade, mecanicamente, apenas "por rezar". De fato, até o mais mariano dos santos, São Luís Maria Grignion de Montfort, em sua imortal obra "O segredo admirável do Santíssimo Rosário", disse que "Uma só Ave-Maria bem rezada tem mais mérito do que cento e cinquenta mal rezadas"[1].

Ainda que Deus sempre leve em conta o esforço e a disposição do fiel em rezar, e a própria intenção  da oração já tenha em si o seu mérito, consta que Nossa Senhora em pessoa disse à Serva de Deus Irmã Benigna Consolata Ferrero: “Uma Ave-Maria dita sem fervor sensível, mas com desejo puro, em tempo de aridez, tem muito mais valor à minha vista que um Rosário inteiro no meio de consolações”[2].

Não nos arrogamos o direito de julgar quem é mais devoto ou mais santo, menos ainda quem está mais certo: os que se esforçam em rezar muito, quantitativamente falando, mesmo sem poder conferir às suas récitas a devida atenção, ou os que, mesmo rezando por menos tempo, dedicam maior atenção e cuidado à qualidade das suas orações do que à duração das mesmas. Sabemos que os bons diretores espirituais esforçam-se e têm muito cuidado em orientar seus dirigidos quanto à melhor metodologia para a vida de oração – a cada fiel católico – pois não há um sistema que seja indistintamente "o correto", perfeito ou igualmente eficaz para todos: o método para a vida de oração que vai realmente funcionar e trazer frutos depende necessariamente das disposições espirituais de cada pessoa, individualmente, tanto quanto da sua constituição psicológica, moral e mental, e até da sua saúde física, além da índole, do temperamento, das capacidades intelectuais, do histórico de vida, do tipo de consciência de cada um (seja mais ou menos escrupulosa ou laxa) e mesmo da origem e do estilo de vida, da  profissão, da influência familiar, etc, etc.

Por tudo isso, para todos aqueles que preferem rezar menos e melhor do que muito sem atenção ou entrega, disponibilizamos um método bastante prático, correto e piedoso para se rezar uma Dezena do Rosário, que pode com grande facilidade ser realizado diariamente (mesmo rezado pausada e devotamente não demora mais do que 10 minutos). Segue, portanto, o passo a passo para quem deseja rezar a Dezena. Muitos há que começam assim e depois, como que evoluindo para um segundo estágio, espontaneamente principiam a rezar o Terço completo. Outros continuam rezando apenas a Dezena e experimentam um grande progresso na vida interior, já que antes nem sequer rezavam habitualmente todos os dias. Que seja útil.


*   *   *

1. † Reze o Credo e a Oração Inicial:
“Senhor Jesus, disponho-me a rezar agora um Mistério do Terço do santo Rosário. Pela meditação dos Mistérios de nossa redenção, espero poder aumentar minha fé e minha caridade. Concedei-me uma piedosa e recolhida oração, pela intercessão de vossa Mãe Santíssima. Amém”.

2. Diga a intenção do Mistério que vai rezar (na Dezena pode ser um Mistério tradicional do dia ou outra meditação piedosa que queira, como a contemplação da Sagrada Face, do Sagrado Coração de Nosso Senhor ou da Imaculada Conceição da Santíssima Virgem, a glória de São Miguel Arcanjo, a fidelidade de São José, etc.);

3. Reze o Pai-Nosso;

4. Reze as 10 Aves-Maria;

5. Reze o Glória;

6. Opcional: pode-se rezar a seguir uma ou algumas das seguintes jaculatórias:

• "Ó Maria, concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós."

• "Ó meu bom Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do Inferno; levai as almas todas para o Céu e socorrei principalmente as que mais precisarem."

• "Meu Deus, eu creio, adoro, espero e amo-vos; peço-vos perdão pelos que não creem, não adoram, não esperam e não vos amam."

– Seguidas ou não da oração ensinada pelo Anjo de Portugal aos Pastorinhos de Fátima:

• “Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, adoro-vos profundamente, e ofereço-vos o Preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo, Presente em todos os Sacrários da Terra, em reparação aos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele mesmo é ofendido; e pelos méritos infinitos do seu Santíssimo Coração e do Coração Imaculado de Maria, peço-vos a conversão dos pobres pecadores.”

7. Concluída a Dezena, reze em ação de graças a Salve-Rainha †.

______
[1] A citação completa do trecho diz:
"Não é propriamente a duração, mas o fervor da oração que agrada a Deus e lhe conquista o Coração. Uma só Ave-Maria bem rezada tem mais mérito que cento e cinquenta mal rezadas. Quase todos os cristãos católicos rezam o Rosário, o Terço ou pelo menos algumas dezenas de Aves-Maria. Porque há, pois, tão poucos que se corrigem dos seus pecados e progridem na virtude, senão porque não fazem essas orações como devem?"
(MONTFORT, O segredo admirável do Santíssimo Rosário, '41ª Rosa', n.116. Rio de  Janeiro: Vozes, 2018).

[2] Universidade do Texas. A Jesus os corações, São Paulo: São Vicente, 1968.

2 comentários:

  1. Excelente texto. Pretendo colocar as dicas em prática, mas não por não rezar o terço, mas por que dessa forma posso segmentá-lo em partes durante o dia. Nem sempre o tempo livre permite que se reze com a devida devoção o terço por completo. Podendo dividi-lo, fica mais fácil se concentrar em cada dezena.

    ResponderExcluir
  2. A paz de Jesus Cristo. Maravilhoso Texto. Preciso rezar mais o Santo Terço, pois nos faz bem e fortifica a nossa fé. Grato por me lembrar. Salve Maria Santíssima! Paz e Bem. PS: hoje é dia de São João Batista ( 24 de junho...), profeta que previu a chegada do Messias na pessoa de Jesus Cristo. São João Batista, rogai por nós! Amém.

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$13,50. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Paginação numerada



Subir