Raheel Raza, jornalista muçulmana, fala sobre a miopia daqueles que insistem em separar islamismo e terrorismo


** Agradecimento:
Felipe Moura Brasil / TradutoresdeDireita.Org

www.ofielcatolico.com.br

10 comentários:

  1. Parte 1
    O Alcorão é o LIVRO DO ODIO aos opositores!
    Com respeito, temos de discordar da opinião do papa Francisco que disse que o Alcorão é um LIVRO DE PAZ!
    PARA COMEÇAR, O ISLÃ É ALIADO DOS COMUNISTAS, EMBORA SE ODEIEM, E POR SIMPLES CONVENIENCIAS DE MOMENTO, ASSOCIARAM-SE CONTRA A IGREJA CATÓLICA E O OCIDENTE!
    O maometanismo foi e é uma suposta religião de principios iguais às crenças pagãs existentes, portanto comporta meros ritualismos exteriores e o deus que adotam é a deusa da lua Alah, escolhida por Maomé entre 360 deuses em Meca, na Caaba, depois de ele promover uma "purificação" - certamente, a mais poderosa eficiente!
    Alah é do mesmo patamar de Baal, Moloc, Thor e quantos mais iguais deuses da antiguidade e, como todas as crenças pagãs, promete prazeres carnais depois da morte, caso do Islã e as 72 virgens que oferecerá aos mortos em defesa da "fé" em Alah, o qual é um desconhecido!
    Alah é recordado pela lua quarto crescente nas torres da mesquitas e nas bandeiras dos países muçulmanos.
    Essa tradição da deusa da lua cultuada pelos muçulmanos e falsamente dizendo ser o mesmo Senhor Deus de Israel cai por terra, de cara 2 motivos:
    1 - Essa "religião apareceu" em 622 DC.
    2 - De como pode o Senhor Deus de Israel rejeitar o seu povo ou o irrecomendar a partir de uma obra escrita por mãos humanas, cheia de contradições?

    ResponderExcluir
  2. Parte 2
    É uma fraude, pelo que consta no Alcorão:
    "Constatarás que os piores inimigos dos fiéis, entre os humanos, são os judeus e os idólatras. Constatarás que aqueles que estão mais próximos do afeto dos fiéis são os que dizem: Somos cristãos!, porque possuem sacerdotes e não ensoberbecem de coisa alguma" Suratra 5,82.
    “Ó fiéis, não tomeis por amigos os judeus nem os cristãos; que sejam amigos entre si. Porém, quem dentre vós os tomar por amigos, certamente será um deles; e Alah não encaminha os iníquos” - Alcorão, Suratra 5,51.
    E ai dos muçulmanos em seus países que quiserem pesquisar, muito menos porem em dúvida os ensinamentos "sacratíssimos" ou mesmo sairem da "religião"!
    E essa lavagem cerebral do Alcorão é posta na cabeça das crianças desde a mais tenra idade, para as dinastias se sucederem no poder e se imporem sobre os cidadãos sem serem incomodadas!...
    MAIS "PÉROLAS" DO ALCORÃO "PACÍFICO", com alguns trechos do Alcorão que revelam o verdadeiro islã:
    Matai-os onde quer se os encontreis e expulsai-os de onde vos expulsaram, porque a perseguição é mais grave do que o homicídio. Não os combatais nas cercanias da Mesquita Sagrada, a menos que vos ataquem. Mas, se ali vos combaterem, matai-os. Tal será o castigo aos incrédulos.
    3:151 - Infundiremos terror nos corações dos incrédulos, por terem atribuído a Alá, sem que Ele lhes tivesse conferido autoridade alguma para isso.
    5:33 - O castigo, para aqueles que lutam contra Alá e contra o Seu Mensageiro e semeiam a corrupção na terra, é que sejam mortos, ou crucificados, ou lhes seja decepada a mão e o pé opostos, ou banidos. Tal será, para eles, um aviltamento nesse mundo e, no outro, sofrerão um severo castigo.
    .5:73 - São blasfemos aqueles que dizem: Alá é um da Trindade!, portanto não existe divindade alguma além do Alá Único. Se não desistirem de tudo quanto afirmam, um doloroso castigo açoitará os incrédulos entre eles.
    7:4 - Quantas cidades temos destruído! Nosso castigo tomou-os (a seus habitantes) de surpresa, enquanto dormiam, à noite, ou faziam a sesta.
    9:5 - Mas quanto os meses sagrados tiverem transcorrido, matai os idólatras, onde quer que os acheis; capturai-os, acossai-os e espreitai-os; porém, caso se arrependam, observem a oração e paguem o zakat, abri-lhes o caminho. Sabei que Alá é Indulgente, Misericordiosíssimo.
    9:29 - Combatei aqueles que não creem em Alá e no Dia do Juízo Final, nem abstêm do que Alá e Seu Mensageiro proibiram, e nem professam a verdadeira religião daqueles que receberam o Livro [judeus e cristãos], até que, submissos, paguem o Jizya.
    9:34 - Ó fiéis, em verdade, muitos rabinos e monges fraudam os bens dos demais e os desencaminham da senda de Alá. Quanto àqueles que entesouram o ouro e a prata, e não os empregam na causa de Alá, anuncia-lhes (ó Mohammad) um doloroso castigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não consigo entender porque o papa disse isso. O Corão é livro da paz aonde? Já li em vários sites católico as parrtes que ensinam a matar os infiéis (nós mesmo). Não entendo não entendo e não entendo esse papa.

      Excluir
    2. Realmente tudo nos leva a pensar que o Alcorão é um livro que persegue cristãos, se lido ao pé da letra como os radicais e leigos o fazem, como nós também fazemos com a bíblia. Temos passagens que são usadas pelos ateus para desviar cristãos do caminho justamente por que interpretam erroneamente a bíblia. Justamente por interpretar erroneamente o AT que Jesus Cristo foi crucificado por mando justamente daqueles que deveriam interpretá-la corretamente. Dito isto podemos ver como no Alcorão também é mau interpretado, neste livro temos dois capítulos que fala de Maria.a única mulher mencionada no Alcorão. Jesus é falado muito mais que Maomé, inclusive diz que Jesus pega o barro é faz do nada um pássáro voar. Quando fala de morte aos infiéis é para aqueles idólatras que dizem que são cristãos mas fazem coisas que não são dignas de Deus, como a bíblia também fala (segundo os que leem ao pé da letra) Acima nos comentários vemos que parece que existem contradições, não é verdade? Temos que ler sempre respeitando o que os estudiosos nos passam. Os exegetas estudam anos a fio para nos dar o verdadeiro significado das escrituras. Vejamos pelos olhos do Senhor e não vejamos pelos olhos daqueles que pelo poder querem se perpetuar usando a religião como arma de submissão dos povos e colocando-os uns contra os outros. Cuidado para não nos tornarmos radicais católicos como outrora uma minoria o fez e que trouxe danos irreparáveis a nossa querida Igreja. Fiquem com Deus meus irmãos.

      Excluir
    3. Concordo que a má interpretação dos livros sagrados das diversas religiões dá margem para toda sorte de conflitos, e a maior prova disso foi a cisão entre cristãos trazida pela tese protestante do livre exame da Bíblia.

      Entretanto, a comparação entre o Corão e a Bíblia Cristã é absolutamente descabida, Marcos, por uma razão bastante simples: o Corão, segundo a crença islâmica, é perene e a sua mensagem será imutável enquanto durar este mundo. Logo, o que há ali de incitação à violência vale e valerá para todos os seus fiéis – os de ontem, os de hoje e os que virão amanhã. Permanecerá, assim, o perigo constante de surgirem malucos sanguinários dispostos a explodir e degolar pessoas inocentes baseados em suas interpretações radicais de determinados suras corânicos.

      Já no caso da Bíblia dos cristãos, toda passagem relacionada à violência e intolerância encontra-se nos livros do Antigo Testamento – que foi consumado em Cristo, que trouxe o Novo Mandamento e a Nova e Eterna Aliança entre Deus e os homens.

      Percebe a diferença simples e total? Enquanto cristãos, não estamos sujeitos nem somos seguidores da Lei de Moisés, e sim aos Mandamentos de Nosso Senhor Jesus Cristo – que se resumem (como Ele mesmo disse com toda a clareza) em amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos.

      As cenas de batalhas e matanças, na nossa Bíblia Sagrada, têm para nós valor simbólico, analógico e histórico, mas não doutrinal. A Doutrina que seguimos é a de Cristo, e a Tradição que observamos é a dos Apóstolos, que não perseguiram nem mataram ninguém, mas, ao contrário, morreram por amor do Evangelho.

      Logo, o resumo e a conclusão da Bíblia é o amor, e não o ódio; o chamado ao sacrifício por amor do outro, amor que chega até o martírio se necessário for, e jamais a imposição da fé.

      Além disso, não é verdade que os islâmicos chamem "infiéis" apenas aos falsos cristãos. Infiel para eles é todo aquele que não reconhece Alah como único deus e Maomé como seu profeta.

      Também não nos importa que o Corão fale de Jesus, porque o representa como um profeta menor, de maneira contrária à nossa fé. Seria melhor, de fato, se não mencionasse Nosso Senhor.

      Por fim, não se preocupe: não há o menor perigo de nos tornarmos "católicos radicais" – com este sentido negativo que o Sr. atribui a esta expressão. Seria maravilhoso se houvesse muitíssimos católicos radicais no mundo, porque o católico radical é alguém que ama incondicionalmente. O "católico radical" é, de fato, como diziam os santos Padres da Igreja, “christianus alter Christus”, isto é, "outros Cristos" no mundo.

      A comparação entre as duas religiões e os dois livros é, portanto e como já disse, absurda.

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  3. Os jornais portugueses informam que o Papa Francisco recusou aparecer em moeda de dois euros comemorativa da sua visita Portugal em 2017, a qual seria emitida pela Imprensa Nacional Casa da Moeda para assinalar a sua presença no Centenário das Aparições de Fátima. Estas iniciativas são normais em datas significativas e o número limitado destas moedas conferem-lhe uma utilidade limitada quase exclusivamente ao colecionismo numismático.

    Essa decisão parece se cingir apenas à viagem a Portugal e ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima, o que provoca alguma estranheza.

    O Papa Francisco foi já tema da face de várias moedas comemorativas, inclusivamente alusivas a outras viagens pastorais, algumas até talvez menos significativas, como Filipinas, Sri Lanka e EUA. Porquê esta recusa em relação à moeda comemorativa da sua viagem a Portugal?

    O ano de 2017, por diversas razões, é um ano chave na história da Igreja e da humanidade, é um ano em que se assinalam os centenários de diversos acontecimentos relevantes que tiveram lugar ao longo dos últimos 400 anos. Com efeito, a agenda papal deve ser muito concorrida em relação ao próximo ano. Neste contexto, convém lembrar os portugueses que, apesar de toda a euforia em torno de uma eventual presença do Santo Padre na Cova da Iria em 2017 para celebrar o Centenário das Aparições, essa presença ainda não foi confirmada, apesar de faltar pouco mais de meio ano para o evento. Nem o próprio Presidente da República Portuguesa conseguiu obter ainda a confirmação papal, ao contrário do que se verificou, por exemplo, em relação à viagem do Santo Padre à Colômbia ou ainda no caso da sua espantosa presença na Suécia para festejar a reforma protestante!!

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde. O que vocês acham de colocar um chat nesse site? Chatango, CBox ou algum chat parecido.

    ResponderExcluir
  5. Boa noite a paz de Cristo e o amor de Maria

    Sei que o post não tem nada a ver com o assunto mas é uma coisa que me deixou muito em dúvida

    Vi um desses vídeos onde acusam a igreja católica de adorar o Deus Mitra e até distorceram uma explicação de um padre sobre o natal para comprovar o culto ao Deus mitra
    Até ai tudo bem estava me divertindo com as heresias ai então o autor falou que presta serviço q várias instituições catolicas e que a razão social da maioria começa com mitra e o nome da instituição comprovando o culto ao tal deus sol

    Fiz uma rápida busca e realmente percebi que varias dioceses tem o mitra antes do nome e também percebi o termo mitra diocesana

    Sei que mitra é o chapel cônico que os bispos e o papa usa

    Gostaria de saber qual o verdadeiro significado do termo mitra para igreja e se tem alguma ligação com o deus pagão e porque o nome aparece na frente do nome das dioceses

    Desde ja agradeço e quero parabenizar pelo lindo trabalho apostólico e de evangelização

    Emerson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua resposta foi publicada em forma de post, Emerson. Por favor, leia acessando o link abaixo:

      A mitra dos bispos e papas e o simbolismo pagão

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  6. A paz irmãos fiéis católicos!!!
    Gostaria q publicassem um artigo expondo a posição da igreja sobre o jogo Pokémon go q está criando muitas discussões em grupos CATÓLICOS q faço parte.
    Uns dizem q é do demônio, outros q é um jogo inofensivo.
    Por favor façam um post sobre esse tema para q possamos esclarecer tudo isso!!

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail