Razões porque retornei à única Igreja de Jesus Cristo

REBEMOS UM depoimento tão extenso quanto interessante, de um leitor que se declara "ex-evangélico" e se identifica como André Silva (este post foi publicado originalmente em nosso extinto blog 'Voz da Igreja', em novembro de 2011). Pelos argumentos sólidos e objetivos, julgamos conveniente republicá-lo, acordadas algumas pequenas revisões, adaptações e complementos nossos. O texto completo possui 28 tópicos bem elaborados. Por uma questão de espaço e para facilitar a leitura, dividimos o texto em três partes. Leia a primeira abaixo.



Eu, que por muitos anos frequentei igrejas evangélicas de diversas denominações, e por muito tempo fui enganado e explorado pelos seus pastores, dedico este testemunho a todos aqueles que se declaram "ex-católicos", sem nunca terem sido católicos realmente, mas sobem aos púlpitos protestantes-evangélicos, que eles, por pura ignorância, chamam de "altar", para induzirem ao erro seus irmãos mais ingênuos (se não há sacrifício não é altar: só existe Altar na Igreja Católica).

Não creio que um dia tenham sido católicos os que depõem seus falsos testemunhos dizendo que encontraram a salvação em alguma igreja evangélica, porque os verdadeiros católicos já encontraram Jesus e a Salvação na Igreja que Ele mesmo nos deu, e não podem abandonar a Comunhão com Deus, seu Criador e Salvador, a não ser que nunca tenham comungado verdadeiramente com o Senhor Jesus Cristo.

Enumero abaixo as 28 principais razões porque deixei o protestantismo e retornei à primeira e única Igreja de Jesus Cristo. Espero sinceramente, com isto, poder salvar alguma alma do erro e da perdição eterna.


1. Princípio "Só a Bíblia" (Sola Scriptura)

Nada mais falso do que esse princípio. Os cristãos do primeiro século não dispunham da Bíblia. E nem os cristãos dos séculos seguintes (a canonização dos livros da Bíblia ocorreu somente no século IV). Na verdade, os cristãos só puderam contar com a Bíblia para consulta, como hoje, muitos anos depois da invenção da Imprensa, que só aconteceu no ano de 1455. Então, será que o Senhor Jesus esperaria quinze séculos para revelar a sua verdadeira doutrina ao mundo? Se assim fosse, Ele teria mentido, pois disse antes de partir para o martírio que estaria com a sua Igreja até o fim do mundo (conf. Mt 28,19-20).

Além disso, para que a Bíblia fosse a única fonte da Revelação, seria no mínimo necessário que ela mesma se proclamasse assim; e este não é o caso, pelo contrário. A Bíblia diz que a Igreja é a coluna e o sustentáculo da verdade (1Tm 3,15), e não as Escrituras sozinhas. Nelas, Jesus Cristo diz ainda: "Vocês examinam as Escrituras buscando nelas a vida eterna. Pois elas testemunham de Mim, e vocês não querem vir a Mim, para que tenham a Vida!" (Jo 5,39-40). Eles examinavam as Escrituras, mas isso não bastava! Aí está o Senhor, dizendo claramente que não bastam as Escrituras para se chegar a Ele!

Sim, a Bíblia diz que as Escrituras são úteis para instruir, mas nunca diz, em versículo algum, diz que exclusivamente as Escrituras instruem, e menos ainda que somente as Escrituras valem como regra de fé. O Sola scriptura é uma invenção humana sem nenhum fundamento. E a Bíblia também diz que devemos guardar a Tradição (conf. 2Ts 2,15 e 2Ts 3,6 e outros). Porque rejeitar essas passagens? Só para contrariar os católicos? Ao rejeitar a Tradição, os chamados evangélicos contrariam a Bíblia.


2. Princípio "Só a fé salva" (Sola Fide)

A Bíblia ensina que a fé sem obras é morta, na Epístola de Tiago (2,14-26). A mesma Bíblia também ensina que o cristão deve perseverar até o fim para ser salvo (Mt 24,13), e acrescenta que seremos julgados, todos, por nossas ações boas ou más. São muitas as passagens que falam do grande Julgamento futuro e, sendo assim, é um ensinamento falso que alguém já esteja salvo só porque "aceitou Jesus". Não basta ir à frente de uma assembleia e dizer: "aceito Jesus como meu Senhor e Salvador" para ganhar o Céu. Não, não. É preciso muito mais do que isso. Conversão não é da boca para fora. É preciso que cada um tome a sua cruz e siga o Senhor, que, aliás, nunca prometeu prosperidade para quem o seguisse.

Portanto, é totalmente mentirosa a afirmação de que basta ter fé para ser salvo. Ora, os demônios também creem,  tremem (Tg 2,19).



3. Lutero

Foi Martinho Lutero quem começou com as igrejas protestantes, que deram origem às ditas igrejas evangélicas de hoje. Logo, direta ou indiretamente, Lutero é o fundador de todas as igrejas evangélicas que existem hoje. Sendo assim, por que não são todos luteranos? Se todos eles seguem os mesmos princípios “Só a Bíblia” e “Só a Fé”? Por que será que a cada dia surge uma nova interpretação, um novo jeito de entender, uma nova "igreja"? Na verdade, se fossem todos luteranos, a situação estaria bem menos pior.

Por outro lado, se os evangélicos reconhecem que Lutero é um homem falível, como é possível que eles tenham tanta certeza de que os princípios que esse homem inventou sejam dignos de confiança absoluta? Mais dignos de confiança do que aquilo que ensina a única Igreja que tem 2000 anos de História e foi fundada diretamente por Jesus Cristo?

O próprio Lutero contestou o Papa e decretou que não se deve confiar num sacerdote. Mas acontece que ele mesmo era um ex-sacerdote católico! Então, se ele mesmo se descarta, como pessoa não confiável, quem pode ser tolo o suficiente para dar crédito ao que ele disse ou escreveu?


4. Subjetivismo religioso – I

Uma denominação evangélica não é igual a outra em matéria de fé. Isso é um fato inquestionável:

• Umas batizam crianças, outras não;

• Umas admitem o divórcio, outras o repudiam;

• Umas aceitam mulheres como "pastoras", outras não;

• Umas praticam a "santa ceia", outras não;

• Umas ensinam que devemos guardar o sábado, outras não;

• Algumas ensinam a teologia da prosperidade, para outras isso é heresia, etc, etc...

Por aí vai. Tem "bispo evangélico" que defende até o aborto, só porque a Igreja Católica é contra! É comum ouvimos frases como estas: “Nesta 'igreja' está a verdade”, ou “Deus levantou este ministério" ou ainda "A tua vitória está aqui”... Mais comum ainda é os pastores dizerem que as igrejas deles são "ungidas". Ora, se todas essas igrejas ditas evangélicas são tão diferentes entre si, e a Verdade é uma só, como é possível um evangélico ter certeza que está no caminho certo, ou que o seu pastor está pregando a verdade, se existem tantos outros pastores (que também dizem seguir a Bíblia e afirmam que são 'ungidos') que discordam dele?


5. Subjetivismo religioso – II

Cada "crente" pode interpretar a Bíblia do jeito que quiser, segundo a tese protestante de Lutero. Mas todos nós sabemos que um "crente" não concorda com o outro em todas as coisas. Muitas vezes divergem entre si mais do que convergem, porque cada qual interpreta a Bíblia do seu jeito, e nem poderia ser diferente. Então, como é possível um evangélico ter a certeza de que está certo na sua interpretação? E por quê, meu Deus, por quê apenas a interpretação da Igreja Católica é que está completamente errada, em tudo?

Essa é a mais cruel de todas as incoerências das igrejas ditas evangélicas: praticamente todas elas se reservam de criticar outras denominações evangélicas, mas são unânimes em criticar a Igreja Católica! O mais incrível é não perceberem que, agindo assim, estão cumprindo as profecias bíblicas do próprio Senhor Jesus Cristo: "Sereis odiados de todos por causa do meu Nome" (Lc 21,17); "Bem aventurados sereis quando, mentindo, disserem toda espécie de mal contra vós, por amor ao meu Nome." (Mt 5,11-12).

Os pastores se ajoelham e se prostram diante de réplicas da Arca da Antiga Aliança, mas eles não chamam esses pastores de "idólatras". Só os católicos são chamados assim. Eles idolatram lencinhos molhados no suor do falso profeta Valdemiro, mas eles não acham que isso é idolatria. Em algumas denominações, acontece a distribuição de sabonetinhos para espantar "olho gordo", vidrinhos de "óleo ungido", "rosas consagradas", etc... Mas nada disso, para eles, é idolatria. Somente os católicos é que são idólatras. Todos pensam assim porque todos sofreram a mesma lavagem cerebral, que é muito difícil de reverter.




6. Subjetivismo religioso – III

A interpretação pessoal da Bíblia por cada "crente" e por cada pastor afronta claramente a Bíblia. De acordo com a santa Palavra de Deus, interpretação alguma é de caráter individual. Nem a Bíblia foi escrita de modo particular e nem, consequentemente, deve ser interpretada de modo particular ou individual (2Pd 1,20).

Examinar a Bíblia não é o mesmo que interpretá-la. Do mesmo modo, eu posso examinar uma pessoa e lhe informar que encontrei uma mancha na sua pele. Mas o diagnóstico daquela mancha deve ser feito pelo médico, e não por mim, que sou leigo. Para isso, os sucessores dos Apóstolos receberam autoridade. Cada bispo católico, cada padre, foi ordenado por um outro, que veio antes dele, que foi ordenado por um outro, que veio antes, e assim sucessivamente, até chegarmos aos Apóstolos, a São Pedro e, por fim, a Nosso Senhor Jesus Cristo. Esta é a autoridade que somente a Igreja Católica Apostólica Romana possui, porque recebeu diretamente do Filho de Deus. E mesmo que os homens pequem e cometam erros, às vezes graves, a Igreja se mantém sempre santa e confiável em seus ensinamentos.


7. "A igreja não importa" ou "igreja não salva"...

Todo "crente" diz em alto e bom som: “placa de igreja não salva ninguém”. Ora, se igreja não salva ninguém e cada um pode interpretar a Bíblia pessoalmente, então para que frequentar alguma denominação?

Quando ocorre algum escândalo envolvendo algum pastor, o "crente" também diz: “Olha para Jesus e não para o pregador”. Mas se o pregador não dá exemplo em sua vida pessoal, e a doutrina evangélica depende da interpretação pessoal da Bíblia, o risco de ele interpretar e ensinar errado é altíssimo, para dizer o mínimo. E se esse pastor ensina tolices e princípios contrários ao verdadeiro cristianismo, por que eu deveria ouvir o que ele diz? Não é possível "olhar para Jesus" assim. Pelo contrário, isso só vai me levar a olhar na direção contrária! Isso só vai colocar em risco a minha alma!

Se cada "crente" pode interpretar pessoalmente a Bíblia, se "igreja" não salva ninguém e o pastor não é confiável, porque ele é só um homem falível, – como os próprios evangélicos dizem, – então por que eles continuam dando tanto crédito aos pregadores?

Já o mesmo princípio não se aplica à Igreja Católica, porque um padre, mesmo pecador, precisa pregar de acordo com a doutrina da Igreja Católica, que é imutável, e não na sua interpretação pessoal que ele faz do Livro Sagrado. Esta é a diferença que faz toda a diferença.


8. Evangelização

Se cada um pode interpretar a Bíblia a partir da sua leitura pessoal, – leitura que contaria com algo como uma assistência automática e pessoal do Espírito Santo, como se bastasse ler que o Santo Espírito automaticamente nos iluminasse – por que ao invés de pregar não se imprimem Bíblias e se distribuem à população? Ora, se basta ter fé para ser salvo e se cada um pode ser o seu próprio intérprete da Bíblia, para que servem as denominações, os cultos, os pastores, as pregações, os livros, CDs e DVDs? Ao invés dos milhões em dízimos e ofertas, que sustentam toda uma grande estrutura, que é desnecessária, por que não reunir esses recursos e construir gráficas e mais gráficas e a compra de muito papel para a impressão de Bíblias, Bíblias e mais Bíblias, e distribuí-las para todos aqueles que não conhecem Jesus?

Eu digo porquê: porque os pastores fazem questão de se encarregar da tarefa de interpretar a Bíblia para os ignorantes e ingênuos que os seguem. E essa interpretação deturpada, que não tem nada a ver com a Mensagem original dos Evangelhos, lhes serve de sustento. Os evangélicos pensam que entendem a Bíblia, mas na verdade tudo o que eles conhecem é a interpretação pessoal deste ou daquele "pastor". Os pastores, com suas milhares de "igrejas", querem ser como pedágios no Caminho que é Jesus.


9. Interpretação bíblica

Agora, se cada um pode interpretar a Bíblia e se todas as interpretações estão corretas, mesmo que sejam todas diferentes entre si, então por que só a interpretação católica está errada? A Bíblia só pode ser interpretada se a pessoa está sob o rótulo de "evangélico"? Ora, mas nesse caso, o que salva não é a fé, é o rótulo! E se for assim, ao contrário do que eles afirmam, a placa da igreja ou o rótulo de "evangélico" é que salva.

Pela visão protestante, milhares e milhares de denominações estão corretas nas suas interpretações bíblicas, mesmo que sejam contraditórias entre si. Todas elas estão certas e apenas uma está errada, a da Igreja Católica. Justamente a Igreja que todos sabemos que foi a primeira a existir é que (para eles) não conta com a assistência do Espírito Santo. Nesse caso, Jesus teria mentido quando disse que os portais do inferno não prevaleceriam contra a Igreja (Mt 16,18) pois o inferno teria triunfado contra a primeira Igreja, e também quando disse que estaria com a sua Igreja até o fim do mundo: Ele só se faria presente nas comunidades que carregam o rótulo "evangélica".


10. O Pai-Nosso

A oração é bíblica. Foi ensinada diretamente pelo Senhor Jesus. Mesmo assim, o evangélico a repudia. Por quê? Para não parecer católico. O "crente" jura defender a Bíblia, mas é o primeiro a não obedecê-la. Ele decidiu que não irá recitar o Pai-Nosso e fim de papo. E pior, quem o faz está errado, ainda que esteja obedecendo à Bíblia. O crente se acha melhor do que Jesus, mais cristão do que o próprio Cristo. Jesus fez a oração do Pai-Nosso, e disse que deveríamos rezar assim, mas o "evangélico" não tem que fazê-la.

** Leia a continuação deste depoimento...
ofielcatolico.com.br

52 comentários:

  1. Outra coisa que os pseudo-evangélicos vivem dizendo é que a Igreja Católica é a Grande Babilônia, da Sagrada Revelação,ou Apocalipse. Mas se o próprio Lutero criticou o Apocalipse e muitos o chamam de ''homem de Deus", porque seguir o que está escrito nesse livro? E se a Igreja é a Babilônia ou a Prostituta da Babilônia, porque ela canonizou e preservou o livro do Apocalipse ao invés de tirá-lo da Bíblia? Porque Satanás canonizaria um livro que o condena? "Se, pois, Satanás se levantou contra si mesmo e está dividido, não pode continuar de pé, mas está próximo do fim." " Mas quem blasfemar contra o Espírito Santo não será perdoado nem nesse século, nem no século futuro" (Mc 3,26.29). Os protestantes não percebem que estão caindo no mesmo pecado e falta de lógica dos fariseus!

    A paz de NSJC!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais que ignorância, se a Biblia é a palavra de Deus como o diabo teria poder para ditar o que seria canônico ou não.

      Excluir
    2. Caro Anônimo, a Palavra de Deus, como a própria Bíblia diz no capítulo 1 do Evangelho de São João, é Nosso Senhor Jesus Cristo, que se encarnou no meio de nós. As Sagradas Escrituras são importantes sim, mas Palavra de Deus é só o Senhor mesmo.
      Concordo com o resto do seu comentário.É muita ignorância dessas seitas em dizer que o diabo ( segundo elas representado pela Igreja Católica) poderia declarar algo canônico, principalmente o livro da Sagrada Revelação, que denunciaria seus supostos planos maléficos através da Santa Igreja. Foi por isso que eu perguntei sobre o motivo de a Igreja, sendo a Babilônia, declarar santo algo que vai contra ela. A paz de NSJC!

      Excluir
    3. Se praticarmos tudo que Jesus e seus discípulos ensinaram certamente estaremos salvos; ou por ventura alguém pode dizer que se praticarmos o Amor e a Paz de forma generalizada; para com as coisas certas; não estão salvos?
      E por ventura existe algum outro livro que relate a respeito do Pai o Filho e o Espírito Santo; mantendo sempre a perfeição e harmonia dos assuntos?
      Seguirei estes exemplos e outros mais, pois neste mundo corrompido já não há diferença entre as igrejas, pois creio que cada uma tem suas inúmeras falhas, pois nenhuma segue de forma completa e literal; nem os dez e nem os dois mandamentos.
      Os evangélicos julgam os católicos pela idolatria, e os católicos condenam os evangélicos por fazerem da igreja um comércio. Porém aos olhos de Deus os dois atos são entristecedor.
      Católicos e Evangélicos julgando um o outro se os dois lados praticassem os ensinamentos de Deus, Jesus não precisaria passar por tudo que passou; e haveria apenas um lado e não dois. Infelizmente eu também sou culpado por tudo isso....Que Deus tenha misericórdia de mim e de nós.
      Se existe uma igreja verdadeira, creio que sim e esta só pode ser eu ou você, nós que somos o templo do Espírito Santo.
      Três exemplos para eu por em pratica:
      Respondeu Jesus: Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento.
      Este é o primeiro e maior mandamento.
      E o segundo é semelhante a ele: 'Ame o seu próximo como a si mesmo'.
      Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas. (Mateus 22: do ao 37 ao 40)

      Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu? (1° João 4:20)
      Que Deus nos abençoe!

      Excluir
    4. Gladimir, você está confundindo as coisas. Não se pode conhecer qual é a verdadeira igreja pelas falhas dos seus filhos ou adeptos.

      Segundo o seu pensamento, pelo fato de podermos encontrar falhas tanto em padres quanto em "pastores", isto quer dizer que não existe a autêntica Igreja de Nosso Senhor.

      Esta é uma linha de raciocínio completamente equivocada. Desde os tempos do Cristo e dos Apóstolos, existiram e existem homens e mulheres falhos e pecadores dentro da única Igreja que o Senhor deixou, a começar por Judas.

      Você vem nos citar trechos da Bíblia, mas se o fato de os filhos da Igreja errarem e pecarem, – como seres humanos imperfeitos que são, – significasse que não há verdadeira Igreja, então toda a Bíblia deveria ser jogada fora, porque a mesma Bíblia diz da verdadeira e única Igreja:

      1. Que foi fundada diretamente por Jesus Cristo, – que diz A MINHA IGREJA, e não "as minhas igrejas" (Mt 16,16-18);

      2. Que é una, porque professa uma só fé e um só batismo (Ef 4,5);

      3. Que é o Corpo de Cristo (1Cor 12,27);

      4. Que a Cabeça da Igreja é o próprio Cristo (Cl 1,18);

      6. Que é a coluna e o sustentáculo da Verdade (1Tm 3,15);

      7. Que devemos obedecer aos Mandamentos de Deus através dos homens designados por Cristo, o quais governam sua Igreja até a sua volta, como Ele diz: "Quem vos ouve, a mim ouve; e quem vos rejeita, a mim rejeita; e quem me rejeita, rejeita aquele que me enviou" (Lc 10,16).

      Não se iluda: as "igrejas" inventadas por homens e mulheres séculos depois da Ressurreição de Nosso Senhor jamais serão iguais à única Igreja fundada diretamente pelo Cristo e à qual Ele mesmo conferiu autoridade.

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    5. Se praticarmos tudo o que NSJC e seus discípulos nos ensinaram nós estaremos salvos, Gladimir, e isso inclui obedecer ao que o Senhor disse na passagem de Lucas 10,16, apresentada por Henrique.
      "E por ventura existe algum outro livro que relate a respeito do Pai o Filho e o Espírito Santo; mantendo sempre a perfeição e harmonia dos assuntos?" Além da Bíblia existem outros livros sim. É só você ler os escritos dos Padres e doutores da Igreja, como Santo Tomás de Aquino, e os documentos e bulas papais que você vai ver. Ainda assim, mesmo que as Sagradas Escrituras fossem as únicas a relatar de forma plena do Pai, Filho e Espírito Santo, isso não faria delas a Palavra de Deus, pois como eu já disse a própria Bíblia afirma que NSJC é a Palavra de Deus.
      "Só" por inventar doze mandamentos (dez mais dois), não conseguir discernir qual a diferença entre uma igreja e outra, achar que os católicos condenam os protestantes SÓ por fazerem das "igrejas" deles um comércio e confundir o julgamento segundo o reto juízo com o julgamento pecaminoso você já mostrou que não sabe nada do verdadeiro cristianismo, Gladimir.
      Com esse seu discurso relativista de confundir odiar o irmão com criticá-lo, sugerindo que São João Batista, NSJC e os apóstolos deveriam ficar calados diante dos pecadores do seu tempo, você realmente também é culpado pela situação do cristianismo em nossa época. Sobre a verdadeira Igreja de Cristo, sugiro ler o comentário de Henrique e a própria Bíblia na qual você diz se basear. Que Deus tenha misericórida de todos nós por nossos pecados, e no seu caso específico, pelo pecado da omissão justificada por um amor mundano que acha que criticar é sempre julgar. A paz de NSJC!

      Excluir
    6. A ordem dos jesuitas, é terrível! Eu que servir ao exercito, sei o que ~sao ordens para massacrar. Que diga Loyola... Há, ele já morreu!!!

      Excluir
    7. Caro Emidio, pode ser muita ignorância a minha, mas não entendi o seu comentário. Ao falar dos jesuítas, pode nos dizer a quem estava respondendo, a que afirmação e o que isso tem a ver com os outros comentários anteriores ao seu? A paz de NSJC!

      Excluir
  2. Por outro lado, a “igreja imperial anglicana” acaba de aprovar por lei a ordenação de mulheres a “bispa” (São Thomas More está tremendo de vergonha no céu).
    Viva a Santa Tradição da Igreja Católica Apostólica Romana!
    Viva o Magistério IMULTÁVEL masculino e hetero da nossa Santa Igreja de Cristo!
    Viva todos nós fieis católicos apostólicos romanos!
    E, Salve Maria!

    http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/07/140714_igreja_anglicana_bispas_rb.shtml

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinceramente, André, depois de Henrique VIII e suas abominações, a "igreja" da Inglaterra não me impressiona em nada. O que me impressiona são os "católicos" hereges que querem imitar os anglicanos em suas funestas práticas. Rezemos pra que esse povo se converta e aceite o Magistério imultável masculino e heterossexual da Santa Igreja de Cristo,como vc bem disse! A paz de NSJC!

      Excluir
  3. Muito salutares estes apontamentos, e me lembra um livro que li recentemente e recomendo a católicos e não católicos: "Todos os caminhos levam a Roma", de Scott e Kimberly Hahn.
    Eli

    ResponderExcluir
  4. Taí uma pessoa que pensa igual a mim! Nossa você conseguiu descrever tudo aquilo que penso. E outra Maria a Santa mãe de Deus pra eles é uma pessoa igual a outra qualquer, assim como eu por exemplo....vocês acham que se Maria fosse realmente uma pessoa comum cheia de pecados e mentiras seria digna de ser mãe de Jesus??? Dizem eles também que é mentira pois Maria tinha outros filhos (ou seja Jesus tinha irmãos), claro é mais uma interpretação errônea da biblia uma vez que o que quer dizer realmente é que perante a Deus todos nós somos irmãos e não quer dizer que Jesus tenha outros irmãos de sangue, enfim ...ficaria aqui por horas falando, falando mas basicamente fico por aqui!

    ResponderExcluir
  5. Meus irmãos, vejam que coincidência! Acabei de entrar no site de Cris Macabeus e descobri que André Silva também é o nome de um católico que respondeu a Silas Malafaia no Twitter. Se é o mesmo que enviou o depoimento a esse apostolado eu não sei, mas se for,é um sinal de que Nosso Senhor está usando ele para a salvação de muitas almas. A paz de NSJC!

    ResponderExcluir
  6. Fiel católico, li os textos e vi suas decepções com as igrejas evangélicas. Infelizmente muitas estão no erro mas não devemos generalizar pois ainda tem aquelas que são fiéis. Gostaria de te responder sobre todos esses pontos que você expôs mas vou responder um que achei de fundamental importância: o somente a fé. Você disse que é mentirosa a afirmação "basta ter fé para ser salvo". Mas veja o que Paulo disse em romanos: "A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação."
    Romanos 10:9-10
    Essa afirmação de Paulo é bem clara e afirma que é só pela fé em Cristo que somos salvos.As boas obras são a consequência da fé e são feitas para glória de Deus e não para nos salvar.Aliás, se as obras salvassem não teria porque Cristo ter morrido por nós, percebe? Primeiro Deus dá a fé, as obras vem depois. Isso que a reforma, Lutero pregou está na bíblia e não é mentira.Fé sem obras é morta mas também obras sem fé não salva. Jesus Cristo que salva, não é a igreja nem as obras.

    Deus lhe abençõe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana Paula,

      Você está cometendo alguns equívocos. Primeiro, o texto deste post não é meu, como eu expliquei logo no primeiro parágrafo.

      Em segundo lugar, quando você diz que muitas igrejas "evangélicas" estão no erro, mas que outras são fiéis, eu lhe pergunto: fiéis a quê? À pregação do "pastor"? À interpretação particular que o "pastor" A, B ou C faz da Bíblia?

      Entenda uma coisa: toda igreja "evangélica" já nasce infiel, na medida em que recusa a autoridade da única Igreja deixada por Cristo. Ponto.

      Em terceiro lugar, não adianta nada pinçar uma passagem da Bíblia para tentar provar um ponto de vista particular. A Bíblia não é para interpretação particular de ninguém (2 Pedro 1,20), ela precisa ser compreendida segundo aquela que a produziu: a Igreja de Cristo.

      Vou dar alguns exemplos: o Senhor disse "Quem crer e for batizado será salvo" (Marcos 16,16). A Bíblia também diz que "A fé sem as obras é morta" (Tiago 2,20) . E agora? Que não for batizado não será salvo? Quem não tiver obras não será salvo?

      Observe que eu estou fazendo o mesmo que você, isolando algumas passagens da Bíblia para usar como argumento, mas somente isso não vai nos dar as respostas de que precisamos, porque as Escrituras podem ser interpretadas de muitos modos, inclusive de modos errados, aberrantes até. E é por isso que existem dezenas de milhares de "igrejas evangélicas" no mundo, cada uma ensinando uma coisa diferente da outra, e todas acham que entendem a Bíblia.

      E agora? Quem poderá me defender? Onde está a verdade?

      Eu respondo: não está no "pastor", nem no missionário, nem no pregador, nem no "bispo" e nem no "apóstolo" de nenhuma igreja "evangélica". O Espírito não se contradiz, então Deus não pode soprar uma doutrina para uma igreja e outra diferente e contraditória para outra igreja. Deus só pode estar na Igreja mais antiga, que vem desde o começo do cristianismo, no tempo em que os cristãos ainda não tinham Bíblia para ler, porque ainda não estava formada, os livros eram caríssimos e inacessíveis, e quase ninguém sabia ler. A Igreja se conduzia, como sempre se conduziu, pela orientação do Magistério da Igreja, isto é, dos sucessores dos Apóstolos, e pela Sagrada Tradição, como está escrito: "“Então, irmãos, estai firmes e guardai a Tradição que vos foi ensinada, seja por palavra (Tradição), seja por epístola nossa (Bíblia).” (2 Tessalonicenses 2, 15).

      E agora? Quem poderá me defender? Onde está a verdade?

      Eu respondo: como a própria Escritura diz, a coluna e o sustentáculo da Verdade para o cristão é a Igreja (1Timóteo 3,15), e não as Escrituras isoladas. E a única Igreja que existia quando o Apóstolo escreveu isto era a Católica.

      Por fim, não existe essa coisa de "Jesus é que salva, não a Igreja". A Bíblia que o seu "pastor" humano (que você colocou no lugar de Jesus Cristo) interpreta como quer, também diz claramente que só há uma Igreja, que professa uma só fé e um só Batismo (Efésios 4,5) e que é o Corpo de Cristo, cuja Cabeça é o próprio Cristo (Romanos 12,5-16). A Igreja, portanto, é a continuidade de Cristo no mundo. Não há como seguir Jesus sem ser membro do seu Corpo, sem pertencer à Igreja que tem Jesus por Cabeça, a única Igreja à qual o Senhor deu autoridade até para reter ou perdoar os nossos pecados.

      Deus a ilumine e salve – Rezamos por sua vida

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. Henrique,você perguntou em quê as igrejas são fiéis. Elas são fiéis a bíblia e tudo o que está nela e não no pastor, o

      pastor apenas prega a palavra conforme está escrito nela.

      Excluir
    3. Ana Paula, resta saber quem é mais fiel a Bíblia, e tudo o que esta escrito nela, pois muitos são fieis de uma maneira, e outros, de outra, qual deles realmente esta fiel e outros não?.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    4. Oi, Ana Paula,

      Como você viu, eu vou responder àquele comentário gigantesco, que você postou, em partes, porque se não for assim a coisa fica muito confusa, difícil para que eu responda e para que você e todos os outros leitores compreendam. Tudo bem para você?

      É muito comum que "evangélicos" entrem aqui e postem comentários enormes, querendo jogar todas as pedras de uma vez só, mais ou menos assim: "Católicos adoram imagens adoram Maria a Bíblia não fala em Papa a única autoridade do cristão é a Bíblia se a Igreja é santa por que tem padre pedófilo? os santos não podem interceder por nós porque o único Mediador é Jesus... etc, etc, etc... (são muitos etecéteras" aí)...

      Você também fez algo parecido. Na ânsia em provar que as igrejas "evangélicas" estão com a Verdade e os católicos precisam se converter urgentemente, você quis esgotar todos os assuntos de uma vez só, numa só mensagem.

      No seu primeiro comentário, eu até tentei responder todas as suas questões numa só mensagem. Mas, nesta segunda, não. Como eu disse, é muito mais proveitoso, para todos, colocar um assunto de cada vez: você diz o que pensa, eu respondo, e assim nós podemos dialogar como duas pessoas civilizadas que creem no mesmo Deus. Uma vez esgotado aquele assunto, aí então partimos para outro. – Sei por experiência que essas trocas de "saraivadas" de ideias não levam a absolutamente nada.

      Muito bem, então, como você percebeu, eu isolei a primeira questão da sua mensagem (pelo que percebi, num primeiro olhar, ela deve render pelo menos mais umas outras dez).

      Certo. O fato é que comecei a escrever a sua resposta e ela foi se desenvolvendo, até ficar grande para este espaço, de modo que vou publicá-la em forma de post. Aguarde, assim que possível estará publicada.

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    5. Boa tarde eu te pergunto só uma coisa sobre o êxodo 20,veículo três em diante sobre imagens nós interpretamos errado?

      Excluir
    6. Boa tarde

      Você pergunta só uma coisa, e nós lhe damos três respostas, em três artigos específicos que você pode ler nos endereços abaixo: relacionados:

      http://www.ofielcatolico.com.br/2010/01/imagem-na-igreja-e-idolatria.html

      http://www.ofielcatolico.com.br/2010/01/imagens-na-igreja-outra-vez.html

      http://www.ofielcatolico.com.br/2005/09/sola-scriptura-e-as-imagens-no-culto.html

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  7. "A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação."

    A Fé é o principio de nossa Salvação e não o fim dela. Ao cremos é nos aplicado a graça Santificante, a Salvação Eterna, porém, o cristão nela deve crescer e permanecer, pois se assim não for, corre o risco de perder a Salvação Eterna, e ir par ao inferno. As boas obras não são apenas consequência da fé e são feitas para glória de Deus, elas são realmente para nossa salvação, se não o principio (que é a fé) mas o desenrolar dela. As boas obras nos servem para crescermos na fé, na graça e na Salvação e para permanecermos nela, caso contrário São Tiago não seria tão enfático ao dizer: "16. e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquecei-vos e fartai-vos, mas não lhes der o necessário para o corpo, de que lhes aproveitará?17. Assim também a fé: se não tiver obras, é morta em si mesma.18. Mas alguém dirá: Tu tens fé, e eu tenho obras. Mostra-me a tua fé sem obras e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.19. Crês que há um só Deus. Fazes bem. Também os demônios crêem e tremem.20. Queres ver, ó homem vão, como a fé sem obras é estéril?21. Abraão, nosso pai, não foi justificado pelas obras, oferecendo o seu filho Isaac sobre o altar?22. Vês como a fé cooperava com as suas obras e era completada por elas.23. Assim se cumpriu a Escritura, que diz: Abraão creu em Deus e isto lhe foi tido em conta de justiça, e foi chamado amigo de Deus (Gn 15,6).24. Vedes como o homem é justificado pelas obras e não somente pela fé?25. Do mesmo modo Raab, a meretriz, não foi ela justificada pelas obras, por ter recebido os mensageiros e os ter feito sair por outro caminho?26. Assim como o corpo sem a alma é morto, assim também a fé sem obras é morta.” (Tiago 2, 16-26), veja que São Tiago é enfático, ao dizer no vers. 24 que o homem é justificado pelas obras e não somente pela fé, o que demonstra que fé e boas obra devem andar juntas, nenhuma das duas devem andar separadas. São Paulo é Efésios 2, 8-10 dirá: “8. Porque é gratuitamente que fostes salvos mediante a fé. Isto não provém de vossos méritos, mas é puro dom de Deus.9. Não provém das obras, para que ninguém se glorie.10. Somos obra sua, criados em Jesus Cristo para as boas ações, que Deus de antemão preparou para que nós as praticássemos.”, ou seja, se DEUS nos colocou boas ações para que as praticássemos, e se não a praticarmos, será que nossa salvação será válida?, lembremos da parábola dos talentos, o qual aqueles que receberam 5, 2 e 1 talentos deveriam trabalhar para multiplicar aqueles talentos, e assim que o Senhor daqueles três voltou foi pedir contas dos talentos deixados e o que recebeu 5 fez para render + 5, o que recebeu 2 fez para render + 2 e o que recebeu 1 não fez nada para render + 1, e aqueles que renderam mais receberam sua recompensa, e o que não fez nada, perdeu sua condição de servo daquele senhor e foi colocado para a rua, isto demonstra claramente nossa situação de salvos mas também nossa obrigação de realizarmos boas obras para crescermos na graça, na fé e na salvação eterna, pois ao recebermos a Salvação Eterna temos a obrigação de crescermos e permanecermos nela, através das boas obras, na obediência aos mandamentos e na Igreja e na recepção dos Sacramentos, pois isto tudo foi ordenado por JESUS, e crer em JESUS e não crer somente que ELE é os SENHOR e Salvador, é crer também em tudo o que ELE ensinou e mandou que praticássemos.

    ResponderExcluir
  8. “Aliás, se as obras salvassem não teria porque Cristo ter morrido por nós,”

    Exato, porém isto demonstra que antes as boas obras nada valiam diante de DEUS, porque nós é que não tínhamos recebidos ainda a graça da Salvação Eterna que nos venho pelo sacrifício redentor de JESUS CRISTO, porém, após a sua oferta por nós na cruz pelos nossos pecados, e após aplicados em nós a graça da Salvação Eterna mediante a fé, as boas obras não só passou a ter seu valor como elas são necessárias. Deve-se perguntar: se as boas obras de nada vale, então não são necessárias pratica-la, se valem, então elas não só devem ser praticadas, como elas são necessárias para pratica-las.

    “Primeiro Deus dá a fé, as obras vem depois”

    Exato, como foi demonstrado acima, e como a Igreja Católica sempre ensinou, não si aonde esta a confusão nisto tudo. Somente deve-se deixar claro que se em primeiro lugar vem a fé e depois as obras, isto não quer dizer que as obras não são necessárias, muito pelo contrário, aí é que elas se tornam realmente necessárias: “11. O injusto faça ainda injustiças, o impuro pratique impurezas. Mas o justo faça a justiça e o santo santifique-se ainda mais.12. Eis que venho em breve, e a minha recompensa está comigo, para dar a cada um conforme as suas obras.” (Ap. 22, 11-12)

    “Fé sem obras é morta mas também obras sem fé não salva.”

    Exato, a Igreja Católica nunca ensinou diferente.

    “Jesus Cristo que salva, não é a igreja nem as obras”

    As obras pelas obras assim como fé pela fé não salvam mesmo, somente a fé juntamente com as obras é que nos garantem a Salvação. Quanto a Igreja não tem como separa-la de JESUS CRISTO, pois a Igreja é o corpo de CRISTO e se é por meio de JESUS que nos vem a Salvação, esta salvação chega até nós por meio de seu corpo que é a Igreja o qual foi a ela que CRISTO confiou a mensagem da Salvação o Evangelho e os Sacramentos , fonte estas por qual conhecemos e nos alimentamos a NOSSO SENHOR , e assim crendo e praticando tudo o que ELE ensinou e que chega a nós por meio da Igreja é que alcançamos a Salvação Eterna. (JESUS + Igreja) + ( Fé + Obras) = Salvação Eterna, fora desta equação não se chegará ao céu.

    Anônimo Sidnei

    ResponderExcluir
  9. Graça e Paz.

    Um discussão de alto nível!
    Creio que somos salvos pela Graça de Deus, que nos permitiu crer Nele! Não pelas obras, pois aí já não seria graça imerecida. No entanto, tendo uma vez crido Nele verdadeiramente, recebemos o Espírito Santo, que nos constrange à realização das boas obras. Por isso, as boas obras que fazemos são a marca de uma fé viva, pois são os frutos do Espírito que habita em nós e da nossa salvação.
    Também creio que não é Igreja que salva, é Deus; mas, quem é salvo realmente passa a pertencer ao Corpo de Cristo, que é a Igreja. Há uma associação necessária, a meu ver, nesse sentido.
    Obrigado pela oportunidade de participar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Filipe. De que "igreja você está falando? Da calvinista? Da luterana?Ou da única Igreja fundada por Nosso Senhor Jesus, coluna e sustentáculo da Verdade? Por acaso você não sabe que São Tiago disse que a fé sem obras é morta e Jesus disse que dificilmente um rico entraria no Reino dos Céus? Será que é por causa da falta de fé ou falta de obras (de caridade) do rico? Convido você a ler os dois comentários do leitor anônimo anteriores ao seu e o post publicado nesse site com o título de "Só os católicos se salvam? Há ou não salvação fora da Igreja?". A paz de NSJC!

      Excluir
    2. Um discussão de alto nível!
      Creio que somos salvos pela Graça de Deus, que nos permitiu crer Nele!

      RESPOSTA: Sem Objeções. A Graça de DEUS é o primeiro passo para nossa Salvção, pois primeiramente ela parte de DEUS, e após isto, vem a resposta do ser humano, por meio da fé e depois palas práticas das boa obras, que DEUS colocou de antemão para que a praticassemos.

      Não pelas obras, pois aí já não seria graça imerecida.

      RESPOSTA: Exato, antes vem a graça de DEUS, e a resposta do ser humano por meio da fé, antes disto, as obras de nada servem para a Salvação Eterna.

      No entanto, tendo uma vez crido Nele verdadeiramente, recebemos o Espírito Santo, que nos constrange à realização das boas obras.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    3. No entanto, tendo uma vez crido Nele verdadeiramente, recebemos o Espírito Santo, que nos constrange à realização das boas obras. Por isso, as boas obras que fazemos são a marca de uma fé viva, pois são os frutos do Espírito que habita em nós e da nossa salvação.


      RESPOSTA: Sim, sem a graça de DEUS, que é o auxilio divino para em nós o reconhecermos, por meio da fé, como nosso Salvador em JESUS CRISTO, o qual por nós mesmos não seremos capazes de reconhecer NELE nosso SENHOR e Salvador, e assim, também com as boas obras, se não tivermos a orientação do ESPIRITO SANTO que nos impulsiona a realizar as boas obras, então nada faremos, mas temos que ter em mente que como disse São Paulo aos Efesios, estas boas obras já nos foram colocadas a disposição para a realizamos, se não realizarmo, mesmo sobre o influxo do ESPIRITO SANTO, nós estaremos correndo o risco de perder a Salvação. Lembremos da parábola dos talentos, parábola esta que ao meu ver, é profundamente sotereológica, haja vista que ela é anunciada antes de Mateus 25, 31-46 o qual JESUS anuncia o juízo final, sobre o qual seremos todos julgados pelas boas obras que tivermos sido feito aos irmãos, porém, antes disto, então é colocado a parábola dos talentos em 25, 14-30, o qual demonstram: O Senhor daqueles servos, o qual pode-se indentificar como sendo o próprio SENHOR JESUS CRISTO, os servos, a nós que fomos salvos, e admitidos como seus servos, fieis seguidores, os talentos, as boas obras o qual devemos frutificar a medida de nossa possibilidade, por isto que a um foi dado 5 talentos, outro dois e um apenas um talento, e na volta deste Senhor então foi pedido as contas dos talentos deixados para ver se foram multiplicados, ao primeiro que foi dado 5 fez de tudo para render mais 5, ou outro que recebeu dois fez o mesmo, apenas o que recebeu um não fez nada, a este não só perdeu sua recompensa de tomar parte no contentamento do seu Senhor (perdendo seu galardão no céu) como fora despedido e colocado para fora da sua presença (perdeu também a Salvação Eterna), demonstrando com isto, que se temos a disposição as boas obras para realizarmos e não a realizamos, corremos o risco de não só perder o nosso galardão, a nossa recompensa nos céus como a nossa própria Salvação Eterna e JESUS complementa este aviso, com a descrição do juízo final, o qual aqueles que não fizeram o bem aos seus menores irmãozinhos serão colocados para fora do Reino dos Céus. Não resta dúvida, as boas obras fazem parte integrante de nossa Salvação, se ela não é o fator primeira dela, pois fator primeiro é a Graça de DEUS e a fé, no entanto mesmo sendo o desenvolvimento da nossa salvação, operada pelo fluxo do ESPIRITO SANTO, ela não pode ser colocada em segundo plano. Volta-se a perguntar: se as boas obras de nada valem para nossa salvação, então não precisamos pratica-la, mas, se a devemos praticar, então elas são necessárias.

      Anonimo Sidnei

      Excluir
    4. Também creio que não é Igreja que salva, é Deus; mas, quem é salvo realmente passa a pertencer ao Corpo de Cristo, que é a Igreja. Há uma associação necessária, a meu ver, nesse sentido.


      RESPOSTA: Como foi ditado anteriormente, não tem como separar CRISTO da Igreja. Se é CRISTO que nos Salva, esta salvação chega até nós pelo seu corpo que é a Igreja, não tem como pensar de outra forma. Um corpo não vive sem sua cabeça e uma cabeça não vive sem um corpo, separar a Salvação trazida por CRISTO por meio da Igreja, é como querer separar a cabeça da Igreja que é CRISTO com seu corpo que é a Igreja, desculpe, mas uma coisa dessas não dá para aceitar.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
  10. Mais uma razão:

    http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2012/07/pastores-gays-se-casam-em-igreja-evangelica-em-belo-horizonte.html

    ResponderExcluir
  11. Refutando pastores que atacam a igreja:

    https://afeexplicada.wordpress.com/2014/09/03/desmascarando-o-rev-hernandes-dias-lopes/

    https://afeexplicada.wordpress.com/category/defesa-catolica/


    ResponderExcluir
  12. Só uma pergunta sobre a católica ser a igreja q Jesus fez na terra, pq matou tantas pessoas nas cruzadas? Pq matava todos q diziam qualquer coisa q fosse contra a igreja?
    Desde já obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Joaquim,

      Pelo que transparece do seu comentário, você entende o seguinte: se a Igreja Católica "matou" (a história não é bem essa), então não pode ser a Igreja de Cristo. Muito bem. Então, me responda: O Deus de Abraão, de Isaac, de Jacó e de Moisés, é o Deus verdadeiro?

      Se a resposta for sim, explique-me como é que você pode aceitar isto como um fato, tranquilamente, sendo que este mesmo Deus prescrevia a pena de morte aos israelitas, seja para os povos inimigos, para os filhos rebeldes, para as mulheres adúlteras e para os idólatras, entre outros?

      É só uma pergunta para a sua reflexão.

      Aqui neste site nós já respondemos e esclarecemos a sua dúvida em outros estudos. Sugiro a leitura dos artigos indicados abaixo:

      http://www.ofielcatolico.com.br/2001/03/entendendo-inquisicao-e-as-inquisicoes.html

      http://www.ofielcatolico.com.br/2013/10/porque-inquisicao-nao-e-impedimento-nem.html

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. Em relação a este tópico entendo o seguinte:
      DEUS É DEUS e não há outro, o que Deus pode o homem não pode e Deus pode tudo pois ele é o principio meio e fim. É Onipresente e Onipotente.

      Excluir
  13. A IGREJA É CORPO DE CRISTO , E NÃO TODOS NÓS

    A Igreja NÃO é um grupo de pessoas, a IGREJA É O CORPO DE CRISTO.

    Cl 1,18: "Ele é a Cabeça do CORPO, DA IGREJA"

    Nós somos apenas OS MEMBROS DESSE CORPO.

    “todos OS MEMBROS do corpo...” 1 Cor 12,12

    Se todos fossem a IGREJA, ela não seria um corpo, mas VÁRIOS CORPOS. A IGREJA É O CORPO DE CRISTO.

    Ef 4,4: “Há UM SÓ CORPO”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caríssima Izildinha e fieis católicos,
      Eis um belo texto sobre o "Corpo de Cristo/Igreja":

      http://w2.vatican.va/content/pius-xii/pt/encyclicals/documents/hf_p-xii_enc_29061943_mystici-corporis-christi.html

      Veni, Sancte Spiritus
      et emítte caéletus Lucis tuae rádium!

      (Vinde, Espírito Santo, e enviai do céu um raio da Vossa Luz!

      Excluir
  14. Ru queria po favor se pivivel porque sempre fui catolica batisada no catolicismo e casada tambem catoluca so que a pouco tempo perdi minha maesinha e passei a prequentar asembleia de Deus madureira e la eles sao contra usar luto e eu queria saber sobre as imagens entao não e nunca foi pegado a casa dos catolucos se cheias de imagens catolicas e quando chega um evangelico eles mandam quebrar porque so pide adorar a deus poderia me responder sobre ter imagens catolucas porque a proprua igreja catoluca e cheia de santos. Ru nao sei se acharei a pagina nova mente enrao deixatei meu imail davipazdeoliveira41@gmail.com. espero que disponha de um tempinho pra me dizer so sobre as imagens crusifixo que lebra o sofrimento de jesus terćos. Me chamo Aparevida e moro awui no ceara. Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendi bem a sua mensagem, anônimo, mas sugiro uma pesquisa em nosso "Índice de respostas católicas para acusações protestantes e 'evangélicas'", onde você encontrará as respostas que procura. Acesse pelo link abaixo:

      Índice de respostas católicas para acusações protestantes e "evangélicas"

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  15. Eu não achei nenhuma menção na Bíblia que a igreja católica é a Única deixada por Crist, como escrito no ccomentário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não precisa, basta você usar a lógica. Que Igreja tem 2.000 anos de história e possuí uma sequência ininterrupta de Papas desde São Pedro até o Papa Francisco? Que Igreja guardou até hoje os ensinamentos de Jesus, que disse ser o Caminho, a Verdade e a Vida sem relativizá-los? Por fim, como se chama a Igreja que ao longo dos seus primeiros séculos venceu as maiores heresias da história (pesquise Santo Agostinho, Santo Irineu de Leão e a patrística) sendo o sustentáculo da verdade e foi guardiã das escrituras que hoje são deturpadas por um bando de relativistas que não possuem unidade na interpretação? Responda estas perguntas e você encontrará a verdade Anônimo. Lembre-se do que disse o mestre: Se vocês guardarem a minha palavra, vocês serão meus discípulos, conhecerão a verdade e ela vos libertará (João 8,31-32). A verdade é unica e não aceita meio-termo, um erro basta para que ela não seja mais considerada verdade. Pense nisso irmão.

      Excluir
    2. Eu ia lhe fazer uma única pergunta mais simples, curta e direta, meu caro anônimo: Que Igreja você acha que Nosso Senhor Jesus Cristo instituiu sobre o Apóstolo S. Pedro? A sua?

      Não. A sua foi fundada por algum "pastor" que leu a Bíblia por conta própria, e a interpretou à sua maneira. Logo, não pode ser a Igreja de Cristo. E a Bíblia fala em uma Igreja (Mt 16,18), uma só fé e um só Batismo (Ef 4,5). Sendo assim, só pode haver uma Igreja de Cristo, e esta só pode ser a única que, – como explicou bem 'Em defesa...', – tem dois mil anos de história.

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  16. Minha Historia, minha mae era catolica, meus dois irmaos foram batizados na igreja catolica, antes do meu nascimento minha mae se "converteu" ao envagelho, e virou uma crente louca, obrigado praticamente toda a familia a ser crente como ela, enfim começou a nao se cuidar pois a igreja nao permitia uso de calça bla bla, obrigava ao meu pai a seguir sua religiao, o que aconteceu nada mais e nada menos que o meu pai caiu no adultero e com saiu de casa, e minhas recordaçoes e que sempre minha mae falando na cabeça dele para seguir ela na sua nova congreçao.. Eu cresci na igreja envagelica, e sempre vinha os catolicos como idolatras, uma religiao paga bla bla como um "fiel" protestante.. So que fui crescendo com 25 anos de idade meus olhos se abrirao, começei a buscar os fatos pois sabia que algo dentro de mim gritava por uma escolha, sentia com Espirito Santo estava me guiando a algo novo, nao poderia ser verdade que uma igreja com mais de dois mil anos, a biblia diz para olharmos os frutos, nesse periodo viajei para Europa e pode ver os frutos do verdadeiro catolicismo, os padres realmente se doavam, para o reino de Deus, pessoas que sacrificam ter uma mulher ter uma familia, para o sacerdocio.. Enfim fui a minha primeira missa e pode ver que como fui enganada, sentir a presença de Deus, sentir uma ordem. E a comprençao que tenho hoje em meu coraçao e essa nao sei porque, mais sinto isso o protestante veio de uma rebeliao dentro da igreja catolica, o que aconteceu com satanas quando fui lançado fora do ceu? ele tambem fez uma rebeliao. olha o fruto dos protestante REBELIAO... cada um quer ter sua propria igreja nao aceitam ordem, nao sao irmaos.. Eu estou muito feliz com minha decisao e sim minha mae aos poucos estao reconhecendo que a Igreja de Jesus Cristo e a igreja catolica, e em breve ela voltara para a casa do Pai.. e hoje posso dizer que sou catolica Amo a Jesus Cristo, e amo cada ordem e detalhe e reconheço o Papa como um homem de Deus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns Anônima. Bem-vinda a Igreja de Cristo, coluna e sustentáculo da Verdade.

      Siga perseverando na fé, boa obras e oração, pois o valor satisfatório e meritório destas ações, trarão frutos para você e sua mãe, e ela certamente voltará para a Casa do Senhor.

      Também siga na sua formação católica, pois só assim para conseguir explicar para os protestantes que eles caíram em uma "cilada".

      Que a Virgem Santíssima derrame sobre você e sua família muitas graças.

      Paz e Bem!

      Excluir
    2. Com todo carinho,onde está escrito q Maria ,a amada mãe carnal de JESUS,tem a onipresença,onipotência e a onisciência?Para q ela,possa te ouvir e te ajudar?E não evangélico não caíram em ciladas,pois obedecemos á JESUS,como o PAI determina!Agora s vc ,me mostrar um versículo onde esteja escrito q eu ,devo seguir Maria ,e q a igreja católica apostólica romana é a unica q DEUS, considera eu mudo agora minha religião obedeço a DEUS, e não a pastores ou padres,muito menos a tradições?Aguardo..Assim sendo, todo aquele que me declarar diante das pessoas, também eu o declararei diante de meu Pai que está nos céus...
      …17Portanto, Deus enviou o seu Filho ao mundo não para condenar o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por meio dele. 18Quem nele crê não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porque não acreditou no Nome do Filho unigênito de Deus. 19 E o julgamento é este: que a luz veio ao mundo...onde está o nome d igreja?????

      Excluir
    3. Também com muito carinho, anônimo, combinemos o seguinte: você me mostra onde está escrito que só o que está escrito é que vale como regra, e aí poderemos conversar muito melhor, num nível mais maduro e produtivo.

      Por enquanto, acredito que a maior parte das suas dúvidas já foram respondidas por nós, em nosso índice próprio – para ver, acesse o link abaixo:

      Índice de respostas católicas para acusações protestantes e "evangélicas"


      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  17. JOÃO Cap. 17
    3 E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, como o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, aquele que tu enviaste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade ...GLORIA Á DEUS!

      Excluir
  18. Creio na santa igreja católica,apesar de todos os dias ouvir gozações, dela,por evangélicos arrogantes,que duvidam de nossa mãezinha.

    ResponderExcluir
  19. Respostas
    1. Bom dia Rogério!
      Não lhe conheço e não sei nada sobre você, mas sei de uma coisa: nunca nos foi prometido que seguir Jesus seria um mar de rosas.
      Todos os dias sofremos com perseguições, piadas, insultos, indiretas... Se nós não perdoarmos a quem nos fazem mal, quem irá sair prejudicado, no final, seremos nós mesmos. Nós temos de mostrar o amor de Deus nesse mundo e não esperar que o mundo faça isso por nós!
      Não sei o que possa ter acontecido, quem te prejudicou ou como, mas querer "revidar" ou "pagar na mesma moeda" pode te trazer uma satisfação momentânea, mas as consequências não serão muito frutuosas!
      E o exemplo que tenho é meu próprio pai, com 54 anos nas costas, casado à quase 30 anos, trabalhou na mesma empresa por mais 20 anos e sofreu muito com gente querendo prejudicá-lo, e em nenhum momento ele desistiu da sua fé, pelo contrário, se firmou ainda mais nela. E quanto aos que queriam prejudicá-lo, ele perdoou, muitas vezes, e seguiu fazendo seu trabalho, da melhor maneiro possível, sempre. E segue até hoje, mesmo depois de ter saído da empresa, pois a mesma faliu.
      Recentemente um funcionário de uma cliente que ele atende queria denunciá-lo, porque ele (meu pai) tocou no ombro desse funcionário. Meu pai sempre foi muito brincalhão e carinhoso, mesmo com quem ele nunca viu na vida. Quando ele soube disso, ficou muito chateado e inquieto, mas em nenhum momento pensou em querer dar o troco à esse rapaz.
      Ele simplesmente foi lá e conversou, com o rapaz e com a cliente dele (chefe do rapaz). E no fim, o rapaz pediu desculpas.

      Persevere, não desista!
      Abraços

      Excluir
  20. Olá, meu nome é Valtemir,
    ouvi uma colega dizer que:
    "Católico ignorante vira protestante protestante inteligente vira Católico", é isso que acontece, ninguém ama aquilo que não conhece.
    Que Deus nos mostre o caminho
    e que Maria no ajude! Obrigado!

    ResponderExcluir
  21. bom Dia!
    Cresci em uma igreja protestante,ia para igreja com minha avó( aquela que ela frequentava),e com meu tio para a dele,não tinha noção do porque aquilo.Eu sempre passava em frente a uma igreja católica e acontecia algo estranho eu sentia que alguém me chamava,eu ficava maravilhada com este chamado que guardara só para mim,porque sentia receio em falar.Da igreja que eu com meu tio dava para ouvir os cantos que eram cantados na igreja católica eu fechava os olhos e parecia que eu estava lá e quando eu ouvia o sino tocar, era como se fosse as trombetas dos anjos e eu sentia vontade de voar para dentro da igreja católica.Quando João paulo II esteve em Vitória Es eu tive a certeza que eu estava sendo chamada para a igreja católica,quando vi ele dando a comunhão as pessoas,isso pela televisão,eu fiquei paralisada olhando,então minha tia perguntou o que era ,eu disse: Eu quero aquilo que aquele homem que sua vestido esta dando as pessoas(fala de criança,não sabia nada da igreja católica,falei dessa forma).E meu desejo só aumentou depois disso,eu ficava pensando o tempo todo"eu queria aquilo",era uma sede,fome,era um desejo de ter Jesus Eucarístico. Quando entrei pela primeira vez em Igreja Católica foi quando começou a ter aula no Bairro que era zona rural,minha mãe me buscou da casa da minha avó.E adivinha as aulas eram dadas dentro da igreja católica (uma barraquinho de tabua),o padre viu a necessidade de ter aulas ali naquela comunidade pois as crianças andavam a pé na rodovia e era perigoso então junto a Secretaria de Educação implantou as aulas.Quando entrei não percebi que era uma igreja,depois de uns minutos eu olhei para o quadro e acima do quadro tinha um crucifixo e olhei para o lado tinha uma imagem de Nossa Senhora Aparecida no cantinho então me informaram que as aulas estava acontecendo dentro da igreja ate a construção da escola.eu senti uma felicidade que somente minhas lágrimas explicaram era muita alegria,meu coração quase saiu pra fora de tanto que batia.Então foi o começo para minha preparação para ser católica.Sou católica e lembro todos os dia do meu chamado,lembro de quando fui batizada,fiz primeira eucaristia e recebi "Jesus Eucarístico"
    e lembro da frase que expressei olhando para o padre segurando as mãos dele junto ao cálice e em prantos disse:Como Jesus é gostoso.(frase de criança que sempre sonhou em receber Jesus,eu tinha já meus 13 anos e até hoje lembro do melhor dia da minha vida). Bom apenas um resumo sobre meu chamado para igreja católica.Não consigo ficar em Jesus eucarístico em minha vida,e, todas as vezes que me aproximo da comunhão eu elevo meu pensamento a Jesus dizendo:Não comungo porque mereço meu Deus,mais comungo porque preciso de Ti em todos os momentos de minha vida.

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail