Marcha pela vida foi a maior manifestação popular da história do Peru


NOTÍCIA POUCO divulgada, e por que será que não mais estranhamos que seja assim? No final do mês passado, mais precisamente no dia 21 de março, mais de 500 mil pessoas marcharam no Peru pelo direito à vida contra o aborto, na maior manifestação cívica da história daquele País. Os pró-vidas se reuniram na capital, Lima, para a Marcha Anual pela Vida. O evento disputa, com a Marcha pela Vida de Washington, nos EUA, o primeiro lugar entre as maiores manifestações pela vida no mundo.

Em entrevista à LifeSiteNews, Carlos Polo, membro do conselho do Instituto de Pesquisa Populacional, contou a história da marcha pela vida no Peru, que começou em 2004. A ideia é defender os bebês ainda não nascidos do aborto e ser uma “voz para os que não têm voz”. A marcha reunia em torno de 20 mil pessoas por ano, até que o Cardeal Juan Luis Cipriani decidiu que a Arquidiocese de Lima deveria assumir a organização para aumentar a participação dos fiéis, em 2012. No ano seguinte, 100 mil pessoas aderiram à marcha. Em 2014 o número aumentou para 250 mil, metade do recorde obtido neste ano.
Um dos segredos desse sucesso e desta grande graça está no comitê organizador, estabelecido em 2013, que se reúne mensalmente e é composto por representantes de 17 movimentos eclesiásticos e 120 paróquias em Lima. O resultado se traduz não apenas no número de participantes, mas também no impacto na mídia nacional, que noticiou em peso a maior manifestação pública da história do País.
___
Fonte:
LifeSiteNews, em
https://www.lifesitenews.com/news/hundreds-of-thousands-join-massive-march-for-life-in-lima-peru
Acesso 2/4/015
ofielcatolico.com.br

Um comentário:

  1. Que boa notícia!

    E nenhuma linha sobre isso na "grande imprensa"...

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail