Freiras derrotam mandato abortista de Barack Obama na Suprema Corte

Governo dos EUA queria obrigar religiosas a oferecer esterilizações e distribuir anticoncepcionais, além de outros serviços que contrariam suas convicções religiosas


As sempre felizes Irmãzinhas dos Pobres (ou Little Sisters of the Poor)

UMA CONGREGAÇÃO RELIGIOSA venceu o governo Obama num processo que corria na Suprema Corte do país. Em 2012, o governo norte-americano obrigou todas as empresas e instituições a oferecer plano de saúde aos seus empregados, incluindo controle de natalidade, esterilização e pílulas abortivas. Todavia a Suprema Corte daquele país decidiu recentemente (5/016), por votação unânime, que o governo não poderá multar a Congregação das Irmãzinhas dos Pobres por não obedecer à ordem arbitrária.

A Justiça determinou ainda que tribunais menores ajudem o governo a escolher métodos alternativos para prover serviços, sem exigir a participação das freiras naqueles que contrariem frontalmente a sua fé religiosa, conforme informou a agência ACI Prensa.

Madre Loraine Marie Maguire
As religiosas precisaram lembrar à Justiça o óbvio: que proporcionar tais serviços viola suas crenças. “Tudo o que queremos fazer é servir os mais necessitados entre nós como se fossem o próprio Cristo”, disse a simpaticíssima irmã Loraine Marie Maguire, madre provincial da congregação.

Para Mark Rienzi, conselheiro sênior do Fundo Becket para a Liberdade Religiosa e advogado das religiosas, o fracasso do governo Obama na Suprema Corte, por abir um importante precedente, pode “mudar o jogo” em casos semelhantes. “Essa decisão unânime é uma imensa vitória para as Irmãzinhas, para a liberdade religiosa e para todos os norte-americanos”, disse ele.

Segundo um comunicado de Rienzi, “a Corte eliminou todas as decisões equivocadas dos tribunais menores e protegeu as Irmãzinhas das multas do governo”.

A decisão da Corte é também uma vitória para outros defendidos pelo Fundo Becket, entre os quais estão dioceses, organizações e universidades cristãs.

_____
Com informações de ACI Prensa, disp. em:
https://www.aciprensa.com/noticias/religiosas-derrotan-mandato-abortista-de-obama-ante-la-corte-suprema-71147/
Acesso 22/8/016
_____
Fonte:

Portal 'Sempre{Família}, disp. em:
http://www.semprefamilia.com.br/freiras-derrotam-obama-na-justica-e-ganham-direito-de-nao-fazer-abortos-em-seus-hospitais/
/div>
Acesso 22/8/016
www.ofielcatolico.com.br

5 comentários:

  1. Parabéns as irmãzinhas, que tiveram coragem para enfrentar o todo poderoso governo americano. Porém se você acham que com o Obama foi ruim, com Hillary será bem pior. Não falo de Trump, que este é doido varrido. Os americanos estão em um sinuca de bico, entre escolher o menos ruim para o menos pior, entre escolher entre tridente e a fogueira. Que DEUS os ajudem, e a nós todos também, que a escolhe de um ou de outro, por uma via ou por outra, nos afetará a todos nós também.

    Sidnei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo que o Trump é meio tresloucado, mas na comparação com o Obama e a Hilary eu prefiro ele mil vezes! Pelo menos ele parece que tem uma noção do certo e do errado, é contra o aborto e outras coisas mais. Acho que ele vai dar uma brecada nessas barbaridades que estão acontecendo.

      LAS

      Excluir
    2. Concordo com você, anônimo LAS.

      Com certeza o Trump frearia muitas destas barbáries que a Hilary, seguindo o exemplo do Obama, promoveria a torto e direito.

      Excluir
  2. Mais uma vitória de Cristo contra o mundo

    ResponderExcluir
  3. TRUMP é cristão... isso já o coloca em um patamar moral bem acima da abortista loira...

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail