Uma fé adulta segundo Bento XVI


SEGUINDO COM O TEMA dos valores inegociáveis da Igreja, tal como foram defendidos no pontificado de Bento XVI (como visto em O FIEL CATÓLICO n.16), queremos agora falar do tema da fé adulta. Nestes nossos tempos, em que vivemos a exigência de um autêntico testemunho cristão, não nos é permitido viver uma fé infantil. Nunca nos esqueçamos, evidentemente, que Nosso Senhor nos pediu que fôssemos “como crianças” (cf. Mt 19 13-15; Mc 10, 13-16; Lc 18, 15-17), pois isso implica a acolhida do Reino com a pureza do coração delas. No entanto, se diante de Deus somos verdadeiras crianças –, pois Ele é o nosso Pai –, diante do mundo, ou ainda, no mundo, temos que ser verdadeiros adultos...

** Ler o artigo completo
www.ofielcatolico.com.br

Receba O Fiel Católico em seu e-mail