Estado quer obrigar cristãos a celebrar "casamento" gay


UM CASAL DE protestantes em Coeur d'Alene, Estado de Idaho, EUA, abriu processo judicial contra as autoridades locais, que os têm ameaçado repetidamente, – com multa e até prisão!, – para que celebrem "casamentos" entre pessoas do mesmo sexo.

Donald e Evalyn Knapp (foto), um casal sexagenário de protestantes que realiza cerimônias de casamento em sua capela, foram repetidamente advertidos de que seriam processados e arriscariam incorrer em multa de prisão caso se recusassem a celebrar "casamentos" entre pessoas do mesmo sexo. As ameaças tinham como suposto fundamento uma lei regional que proíbe a discriminação pela orientação sexual.

O casal está sendo orientado legalmente pela Alliance Defending Freedom, organização engajada na defesa da liberdade religiosa frente à crescente pressão jurídica enfrentada por cristãos devido aos seus valores e princípios religiosos, ligados à defesa da vida humana desde a concepção e à sacralidade da família. O processo foi aberto para evitar o risco de que as autoridades locais possam puni-los com multa e até seis meses de cadeia, como haviam ameaçado.

† † †


No Estado de Nova Iorque, outro casal de protestantes, responsável por uma igreja, foi condenado em decisão judicial a pagar multa por ter se recusado a celebrar um "casamento" entre duas mulheres. 

O casal, acusado de "homofobia", já provou que não odeia nem discrimina, e inclusive demonstrou ter contratado funcionários declaradamente homossexuais, e e não poderia celebrar a união exclusivamente por questões não de discriminação, mas de princípios religiosos, – o que de modo algum pode caracterizar "crime de homofobia". 

Para o Estado de Nova Iorque, entretanto, isso não é suficiente. Cynthia e Robert Gifford (foto) foram condenados a pagar multa de US$13 mil por sua recusa em realizar a celebração em sua própria fazenda(!), onde moram há 25 anos, onde trabalham e criaram seus filhos.


       Diante de tais precedentes, podemos esperar, para um futuro muito próximo, uma tremenda intensificação da perseguição gayzista. Estamos a um passo de entrar num período de trevas profundas e terríveis perseguições, já que os princípios da doutrina de Nosso Senhor Jesus Cristo vêm sendo sistematicamente criminalizados pelos governos ao redor do mundo, a cada dia que passa.

_____
Fontes:
ACI/New York Post/Alliance Defending Freedom
ofielcatolico.com.br

4 comentários:

  1. JESUS CRISTO TENDE PIEDADE DE NOS
    CONCEDE-NOS FORÇA PRA TRILHAR O CAMINHO DA FÉ
    MESMO CONTRA A VONTADE DO MUNDO
    POIS SE O MUNDO O ODIOU PRIMEIRO TERMINARIA POR NOS ODIAR TAMBÉM....

    ResponderExcluir
  2. Graça e Paz!

    A Igreja ao longo dos séculos suportou muitas perseguições. A perseguição é terrível sempre, mas fortalece a fé dos verdadeiros cristãos, que aprendem a depender apenas de Deus e com isso fazem um poderoso exercício de santidade. Se tivermos que suportar essas coisas terríveis, nos apeguemos ainda mais a Deus e à sua misericórdia, sabendo que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que O amam.

    ResponderExcluir
  3. Quando as leis do homem estiverem acima das leis de Deus, eis que o mundo finalmente apostatou e o fim dos tempos chegou.
    Antonio.

    ResponderExcluir
  4. Caros, essa notícia ilustra bem o cinismo hipócrita por trás dessa militâncias de esquerda, tipo a abortista e a gayzista.
    No início, eles costumam apelar (cinicamente) para uma objeção de consciência, segundo a qual quem não concordasse com o aborto, por exemplo, não abortaria nem faria o procedimento em outrem. Quanto ao "casamento" gay, quem não concordasse não celebraria na usa igreja.
    Uma vez conseguido o montão de superdireitos que tornam essa gente uma casta intocável, coberta de privilégios e queridinha da tirania política no poder, eles mostram as garras depressinha, como se vê na notícia.
    No caso do aborto, confira-se o que ocorreu em Portugal com relação à objeção de consciência, sem falar que "aborta quem quer", mas com dinheiro público, isto é, também de quem não concorda com esse assassinato. Haja hipocrisia.

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail