'Pela primeira vez os Estados Unidos estão mandando uma cristã para a cadeia por ter defendido a sua fé'


KIM DAVIS, foto acima, de Kentucky, que trabalha em cartório, recusou-se a fornecer licença de casamento para um casal gay, por ser contra seus princípios cristãos. Na audiência, ela falou de sua fé cristã e que "não se pode separar o coração da alma". Onde muitos bispos se rebaixaram, ela se levantou.

O juiz, David Bunning, mandou prendê-la até que ela aceite emitir essas licenças. E ainda disse que a fé dela não serve como justificativa.

Não se pode deixar de lembrar do que disse o cardeal George, antes de morrer:

I expect to die in bed, my successor will die in prison and his successor will die a martyr in the public square. His successor will pick up the shards of a ruined society and slowly help rebuild civilization, as the church has done so often in human history."

[Tradução: Eu espero morrer numa cama; meu sucessor morrerá na prisão e o sucessor dele morrerá como mártir em praça pública. O sucessor desse pegará os cacos da sociedade arruinada e lentamente reconstruirá a civilização, como a Igreja tem feito tantas vezes na história]

O candidato a presidente dos Estados Unidos, Ted Cruz, defendeu Kim Davies; disse que o houve é terrível e fundamentalmente errado. Pela primeira vez os Estados Unidos estão mandando uma cristã para a cadeia, porque ela defendeu sua fé. Ele disse que estava do lado de Kim Davies. Estava do lado de qualquer um que seja perseguido pelo Estado por conta de sua fé. O que houve, segundo Cruz, é inconsistente com a Constituição dos Estados Unidos. E que é muito impactante. Para ele, o juiz está dizendo que o Estado pode determinar o que a fé significa. Onde estão aquelas vozes que defendem os oprimidos?


___
Fonte:
TPM Livewire, disp. em:
talkingpointsmemo.com/livewire/kim-davis-federal-custody-contempt
Acesso 5/9/015

Com o blog 'Thyself, o Lord'

www.ofielcatolico.com.br

5 comentários:

  1. Gostei do post e da posição da mulher que preferiu ir pra cadeia do que justificar um pecado. Que o bom Deus nos proteja

    ResponderExcluir
  2. "Onde estão aquelas vozes que defendem os oprimidos?"

    Pois é, aonde?. Deve, esta todos debaixo da cama morrendo de medo, e aí tem que vir um senador republicado protestante da Igreja batista, defender esta mulher que provavelmente também é protestante. E quanto aos caótico, digo, católico americanos estão aonde?, bem, levando em conta a manifestação destas freiras nojentas: http://ocatequista.com.br/archives/16024, dá para ver o quanto anda o catolicismo nos Estados Unidos, e será que o Papa Francisco ao visitar os E.U.A nos próximo dias, dirá alguma coisa, mesmo que indiretamente, a respeito da prisão desta mulher?.

    Sidnei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "e aí tem que vir um senador republicano protestante da Igreja batista, defender esta mulher que provavelmente é protestante".
      Quanto convencimento!! Informe-se melhor, Kim Davis é CATÓLICA. Quanto as suas observações sobre o Papa Francisco, melhor nem comentar.

      Excluir
    2. Então que não comente, se você não percebeu (e parece que não percebeu mesmo), eu só fiz uma questão a respeito de se o Papa irá fazer algum questionamento ou não a respeito da prisão desta mulher. Será que eu tenho que desenhar para entender melhor?.

      Sidnei.

      Excluir
  3. Caríssimos irmãos fies católicos,
    Graça e paz!
    Eis um vídeo que carece de uma reflexão honesta por parte de nós católicos:

    https://www.youtube.com/watch?t=880&v=jy2hWggjtrg

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail