Reação diante dos seguidos ataques à moral e à fé do povo brasileiro

Por Padre Ricardo de Barros Marques

SOBRE OS ATAQUES à fé cristã e seus símbolos, sobre a desconstrução da família, sobre a promoção da pedofilia, sobre esses casos [escabrosos] do “queermuseum”1 em Porto Alegre e do Museu de Arte Moderna em São Paulo:

Tudo isso exige uma resposta de nós católicos. Embora eu saiba que há "católicos" que não veem problemas nessas coisas.

A maioria esmagadora de meus amigos e seguidores no Facebook é formada por católicos. Há várias estratégias que podem ser tomadas e algumas já são levadas adiante. Eu reforço uma estratégia: católicos, forcem a pauta sobre esses temas em suas pastorais, movimentos, grupos, comunidades, paróquias e dioceses. Cobrem uma postura dos líderes, dos coordenadores, dos diretores espirituais, dos párocos e dos bispos. A defesa das famílias e das crianças não pode ficar esquecida ou colocada como nota de rodapé. Isso tem que aparecer nos planos pastorais das paróquias e das dioceses.

Sugiram, argumentem, cobrem isso. Esse tema tem que ser discutido nas reuniões de casais, nos encontros com os pais das crianças da catequese, nos movimentos familiares como ECC, Equipes de Nossa Senhora, etc. Mas, atenção! Não deixem que falem de tolerância, de diálogo ou qualquer outra palavra bonita e perigosa, pois o mal não se tolera!

______
1. Propositalmente, conforme decidido pelo nosso conselho editorial, não publicamos artigo específico sobre o tema, primeiro para não dar ainda mais publicidade a mais esta barbaridade, e em segundo lugar para dar algum descanso aos nossos leitores, saturados como estão de tantas notícias ruins. A citação se refere a uma performance apresentada na abertura do 35º Panorama da Arte Brasileira, no Museu de Arte Moderna (MAM), São Paulo, na terça-feira (26/9/2017), na qual o pseudoartista fluminense Wagner Schwartz se apresentou nu, no centro de um tablado, com crianças de tenra idade que o cercavam e apalpavam.

Num vídeo que roda pelas redes sociais uma menina de cerca de quatro ou cinco anos interagia com o homem nu, deitado de barriga para cima com o pênis à mostra.

Visivelmente constrangida, a menina toca na canela e nos pés de Schwartz, depois sai engatinhando do espaço, e volta a assistir à performance. Ela está acompanhada de uma mulher adulta, que o MAM identificou como sua mãe. Em outra imagem divulgada nas redes sociais, o homem pelado caminha de mãos dadas com quatro outras meninas pequenas, aparentando idades entre 5 e 7 anos.

Assim como outros canais, em atenção ao Estatuto da Criança e do Adolescente e, principalmente em respeito aos nossos leitores, não reproduziremos aqui o vídeo e nem as imagens.

A nota emitida pelo Museu dizia que a performance "está sendo atacada em páginas no Facebook", mas que "as acusações de inadequação são descabidas e guardam conexão com a cultura de ódio e intimidação à liberdade de expressão que rapidamente se espalham pelo país e nas redes sociais".

Claro, claro... Como de costume, aqueles que tanto defendem a tal "diversidade" são rápidos como raios em atacar todos aqueles que pensam de modo diverso ao seu próprio. Toda e qualquer manifestação de indignação ou repúdio, segundo eles, é sempre necessariamente movida pelo "ódio", pela "intolerância" e outras coisas do tipo... Será que, segundo o senso comum, questionar o fato de uma menina de cinco anos apalpar um homem nu é algo que “guarda conexão com a cultura de ódio e intimidação à liberdade de expressão”?

_____

Fontes e ref.:
• Ceticismo político, Vídeo que mostra criança interagindo com homem nu no MAM quebra narrativa da esquerda, disp. em:
https://ceticismopolitico.com/2017/09/28/video-que-mostra-crianca-interagindo-com-homem-nu-no-mam-quebra-narrativa-da-extrema-esquerda/
Acesso 29/9/017
• Folha de São Paulo, Promotoria investiga vídeo em que criança interage com artista nu, disp. em:
http://folha.uol.com.br/ilustrada/2017/09/1923128-promotoria-investiga-video-em-que-crianca-interage-com-artista-nu.shtml
Acesso 29/9/017
www.ofielcatolico.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$9,50. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail