Série imperdível com o prof. dr. Joel Gracioso: Contemplatio, espiritualidade e cultura

ESTREIA NO PRÓXIMO dia 5 de outubro a série de lives produzida pelo prof. dr. Joel Gracioso que buscará aclarar a necessária (e atualmente tão comprometida) relação entre a espiritualidade e a cultura na formação do sujeito, fundamentada na obra e no pensamento dos grandes pensadores da Cristandade, como Santo Agostinho e Santo Tomás de Aquino. Imperdível.

"...cultura é aquilo que cultiva as faculdades naturais do ser humano – de maneira que essas faculdades atinjam uma excelência e uma nobreza que o ajude a atingir a plenitude do seu ser. Esse tipo de cultura é impossível sem o cultivo de uma verdadeira espiritualidade e sem meditarmos sobre a questão do Divino na vida do ser humano."




______
Joel Gracioso é Mestre e Doutor em Filosofia pela USP, membro da Sociedade Brasileira de Filosofia Medieval e professor na Faculdade de São Bento (SP), no Seminário Maria Mater Ecclesiae do Brasil e no Instituto de Teologia Bento XVI. É um colaborador regular da Fraternidade Laical São Próspero e articulista da revista O Fiel Católico.

Um comentário:

  1. O ATO DE PROFESSAR VITALICIAMENTE OS VOTOS DE CASTIDADE, POBREZA E EXCLUSIVAMENTE DEVOTAMETO AO SENHOR DEUS É UMA PERENE AÇÃO CRISTÃ DE HEROICIDADE!
    Professar os votos solenes acima elencados não deixa de ser um ato de posicionamento irreversível numa vida consagrada dentro de uma Congregação religiosa ou num seminário quando da ordenação sacerdotal, um voto perpétuo por todo o perdurar da vida nesse vale de lágrimas, no seguimento a N Senhor Jesus Cristo e Sua Igreja, a serviço dos irmãos, especialmente dos mais necessitados espiritual, catequizando-os na verdadeira fé e materialmente, quanto possível, colaborando!
    No coração de quem opta por esse modelo de vida tem de haver muita alegria, porque foi um chamamento direto de Deus e que não pode ser desprezado de forma alguma, pois o Mestre poderá não mais voltar a tornar a chamar. Que fazer, então, senão aproveitar essa áurea oportunidade; enquanto isso, o sim definitivo expressa e confirma o grande amor dedicado a Deus sem apegos fora d'Ele, a Quem que assim se dedica - qualquer um que se encontre nessa condição poderá assim se considerar como privilegiado, quando da confirmação oficial e solene dos votos, quer religiosos ou sacerdotais!
    Numa alocução que se poderia dirigir aos postulandos à vida religiosa, poderemos destacar que, qualquer um que se dedica perpetuamente, celebra a sua profissão por tempo indeterminado ou seja, por toda a vida, consagrando-se de maneira definitiva a Deus para o bem da Igreja e da humanidade a caminho da Patria celeste, sem apegos desordenados a esse mundo passageiro; dessa forma, assume e decide por uma entrega total da sua vida a Deus, aceita de coração por toda a sua existência com o solene e público compromisso de viver para sempre fiel a seu Esposo - N Senhor Jesus Cristo.
    Existem ainda famílias piedosas que são berços abençoados de santas vocações, quer para o sacerdócio ou para a vida religiosa, porque os pais possuem uma fé sólida é são espelhos de prática de vida cristã primordialmente devotada à fé, desempenhando um papel de incentivadores e apoiadores na decisão vocacional, e satisfazem-se muito quando qualquer um de seus pupilos declaram suas vocabilidades nesse sentido, oferecendo-lhes pleno apoio espiritual e se possível, também financeiro para consecução de seus justos desejos!

    ResponderExcluir

** Inscreva-se para o Curso Livre de Teologia da Frat. Laical São Próspero e receba livros digitais de altíssima qualidade todos os meses, além de áudio-aulas exclusivas e canal para tirar suas dúvidas, tudo por R$29,00/mês. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Subir