Toda uma comunidade evangélica se converte ao catolicismo

Em todo o mundo, cada vez mais protestantes e "evangélicos" retornam à Igreja Católica. Conheça a história do Pastor Alex e de sua comunidade evangélica.

O ex-pastor Alex Jones

ACONTECEU NOS ESTADOS Unidos. A “Igreja Cristã Maranatha” ficava na Av. Oakman, Detroit. Hoje, o imóvel está à venda.

Tudo começou quando o pastor Alex Jones, 58 anos, passou a trocar o culto pentecostal por uma espécie de réplica da Missa. No domingo, 4 de junho de 2006, durante a celebração da Unidade Cristã e da Ascensão do Senhor, os líderes da congregação decidiram (por 39 votos a favor e 19 contra) dar os passos necessários para torná-la oficialmente católica. Uma história repleta de anseios, surpresas, amor e alegria.

“Eu pensava que algum espírito tinha se apossado dele”, disse Linda Stewart, sobrinha do pastor Alex. “Pensava que, na procura pela verdade, ele tinha se perdido”. Linda considera o tio como um pai, ela que foi adotada por ele desde o falecimento do verdadeiro pai. A preocupação da moça começou quando seu tio trocou o estudo da Bíblia, que era feito sempre às quartas-feiras, pelo estudo dos primitivos Padres da Igreja.

Gradualmente a congregação foi deixando o culto evangélico e retornando à Santa Missa: ajoelhar-se, o Sinal da Cruz, o Credo de Niceia, a Celebração Eucarística: todos os 9 passos. Linda explica: “Aprendi que a Igreja Católica era a grande prostituta do Apocalipse e o Papa era o Anticristo. E Maria? De modo algum! Éramos felizes e seguíamos Jesus. Eu estava triste e pensava: ‘ele está maluco se pensa que vamos cair nessa!’”.

O começo de tudo se deu quando Jones ouviu, num programa de rádio chamado “Catholic Answers” (‘Respostas Católicas’), o debate entre o protestante David Hunt e o apologista católico Karl Keating. O católico fez a pergunta-chave: “Em quem você acreditaria, no caso de um acidente, para saber o que aconteceu? Nos que estavam ali, como testemunhas oculares (Apóstolos), ou naquele que só apareceu depois de muitos anos (Lutero)?” O que era desde o princípio, o que ouvimos e vimos com nossos olhos, o que contemplamos e nossas mãos tocaram do Verbo da Vida. Porque a Vida se manifestou e nós a vimos; damos testemunho e anunciamos a Vida Eterna, que estava no Pai e se manifestou a nós; O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que tenhais comunhão conosco: nossa comunhão é com o Pai e com o Filho, Jesus Cristo. Escrevemos estas coisas para que a vossa alegria seja completa." (I João 1-4)

Keating acentuou que, para aprender a verdade sobre a Igreja Cristã, era necessário ler os Padres da Igreja Primitiva, isto é, aqueles que estiveram lá desde o começo da história. “Aquilo fazia sentido”, disse o pastor Jones: “Guardei no coração e ponderei; mas só vim a compreender tudo quando li os Padres da Igreja e conheci uma Cristandade que não tínhamos em nossa igreja”. “Percebi que o centro do culto dos primeiros cristãos não era somente a pregação e o louvor, mas a Eucaristia, como o Corpo e o Sangue de Cristo presente”, declarou ele ainda.

No começo do verão de 1998, o pastor Jones decidiu reativar o verdadeiro culto da Igreja Primitiva em sua comunidade. Passou a realizar uma espécie de celebração eucarística todos os domingos. “Minha congregação achava ridículo”, recorda ele. “Eles diziam que uma vez por mês era o suficiente”. Jones leu o livro “Cruzando o Tibete”, de Steve Ray, professor de Bíblia em Milão, e aprendeu muito sobre as Escrituras, o Batismo e a Eucaristia. Mais tarde pode conhecer este autor no Seminário do Sagrado Coração em Milão, e passou a encontrá-lo regularmente.

Os dois dialogavam quase diariamente, por telefone ou e-mail. Ao estudo da Bíblia somou-se o estudo da Patrologia, do Catecismo, da Virgem Maria e os santos, do Purgatório, da Teologia Sacramental... “Comecei a deixar de lado a Sola Scriptura (somente a Bíblia), que representa o coração e a alma da fé protestante”, diz Jones. Parte do povo começou a abandonar a congregação. Relata a sobrinha de Jones: “A cada domingo eu ia para casa e dizia: ‘este foi o último; não volto mais”. Mas como confiava que seu tio era um homem de Deus, acabava retornando sempre, e aos poucos as coisas começaram a fazer sentido para ela também.


Vídeo do testemunho emocionado de Alex Jones: "Como encontrei a Verdade na Igreja Católica":



No processo de mudar o culto da Comunidade Maranatha, pastor Jones finalmente percebeu o óbvio: “Por quê recriar a roda? Já existe a Igreja que faz o culto da maneira correta: a Igreja Católica!” “Comecei a perceber que a Igreja eterna era a Católica. Todas as outras tiveram uma data de início e foram fundadas por homens. Eu encontrara a Igreja de Jesus Cristo e estava querendo perder todo o resto.” A SITUAÇÃO DA ESPOSA “Parecia uma coisa temporária. Então ele começou a mudar as coisas drasticamente e eu me perturbei, porque achava que ele estava indo pelo caminho errado”, diz Donna Jones, 33 anos, esposa do ex-pastor Alex.

“Ele havia pregado que a Igreja Católica era cheia de idolatria”, completa ela: “Quando começou a abraçar essa fé, eu disse: ‘Tem alguma coisa errada aqui’”... Alex e Donna começaram a discutir sobre usos cristãos. Donna começou a estudar a Igreja Católica para contrariar o marido, na tentativa de desviá-lo daquele caminho, como ela explica: “Precisava de ‘munição’ para contra-atacar. Mas, logo que eu comecei a ler sobre os Padres da Igreja, uma mudança começou acontecer no meu coração”.

No verão de 1998, Dennis Walters, diretor do Rito de Iniciação Cristã para Adultos da Paróquia Cristo Rei (Ann Arbor), se encontrou com a família Jones. Walters forneceu exemplares do Catecismo aos líderes de toda a Congregação Maranatha, e respondia às muitas perguntas sobre a doutrina. Por quase 10 anos, Walters se encontrou com os Jones todas as terças-feiras, e ficavam juntos por 4 ou 5 horas. Ele conta que Donna lutou contra a possibilidade de admissão na Igreja Católica também porque isso significaria a perda do emprego bastante rentável do seu marido. Rindo, ela conta que orava assim: “Senhor, o que estou fazendo, após 25 anos de ministério? Eu não estou preparada para me tornar pedicure ou manicure...”. Mas conclui contando o que aconteceu depois de algum tempo: “Então o Espírito Santo me falou ao coração: ‘Eu não estou questionando sobre a sua concordância ou não. Estou tratando da sua conformação à Imagem de Cristo’”.

Exatamente 8 meses depois, numa tarde, Donna se dirigiu ao seu marido e anunciou: “Eu sou católica!”. Depois disso, Alex Jones concluiu: “Este é definitivamente um trabalho do Santo Espírito! Quando me foi revelado que esta era a sua Igreja, não foi difícil tomar a minha decisão, embora soubesse que isso me custaria tudo”.

Para formalizar a sua conversão, a Congregação Maranatha vêm se comunicando com a Arquidiocese de Detroit há mais de um ano. A Arquidiocese está procedendo com cautela, pois há muito a ser estudado, como a situação dos casados pela segunda vez e as posições que serão adequadas para os ministros da Maranatha dentro da Igreja Católica. Por enquanto, há a possibilidade de o ex-pastor Alex Jones entrar para o seminário e se tornar padre ou diácono. Ex-pastores casados convertidos têm feito isso: Steve Anderson, de White Lake, era padre numa “igreja carismática episcopal” antes de se unir à Igreja Católica. Casado e pai de três jovens rapazes, ele recebeu permissão de Roma para se tornar padre e entrará no Seminário Maior do Sagrado Coração, para começar 3 anos de estudos antes de ser ordenado para a Diocese de Lansing.

O resultado da votação dos líderes da Congregação, a favor da conversão à Igreja Católica, foi motivo de festa para Linda, a sobrinha de Jones. Na ocasião, ela declarou: “Estou muito feliz! Mal posso esperar para entrar em Comunhão plena com a Igreja Católica, porque acredito realmente que ela é a Igreja que Cristo deixou aqui, e preciso ser parte dessa Igreja!”...

** Assista o testemunho completo do ex-pastor Alex Jones

** Leia mais sobre o caso de Alex Jones
ofielcatolico.blogspot.com

158 comentários:

  1. a própria bíblia vai comentar: " Que pregues a palavra (palavra, ou seja a bíblia) instes a tempo e fora de tempo... Porque virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; (sã doutrina, ou seja a bíblia) mas tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando as fábulas." 2Tm 4.2-4.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixe-me explicar-lhe uma coisa, Hélio: pegue a sua Bíblia agora, abra no primeiro capítulo do Evangelho segundo João e veja o que está escrito lá sobre a "Palavra de Deus", muito claramente.

      ...

      Já viu? Sim, é isso mesmo: o Verbo ou a Palavra de Deus, por excelência, é Jesus Cristo. A Sagrada Escritura, inspirada pelo Espírito Santo, também é considerada Palavra de Deus, mas não no sentido literal e absoluto que vocês, protestantes, querem lhe atribuir.

      Veja, é importantíssimo você entender uma coisa muito óbvia: quando 2Tm, que você está citando, foi escrita, a Bíblia que você tem hoje simplesmente não existia ainda!

      A Bíblia Cristã, como a conhecemos, composta de Antigo e Novo Testamento, só foi canonizada pela Igreja Católica após o século IV.

      Portanto, quando o Apóstolo Paulo fala em "pregar a Palavra", e quando fala em "Sã Doutrina", ele não está falando da Bíblia que você conhece, de modo algum, porque ela nem sequer existia.

      Paulo está se referindo diretamente à Tradição dos Apóstolos, ele próprio o declara, categoricamente, em outras partes da mesma Bíblia:

      "Então, irmãos, estai firmes e guardai a Tradição que vos foi ensinada, seja por palavras, seja por epístola nossa." (2Ts 2,15)

      Aí está o Apóstolo Paulo declarando objetivamente que devemos guardar tanto a Tradição dos Apóstolos ('por palavra') quanto por escrito (isto é, a Bíblia Sagrada dos cristãos, pois sem a parte que foi escrita pelos Apóstolos só resta a Bíblia Hebraica, com a Lei e os Profetas, que os judeus observavam antes de Cristo).

      Em 2Ts 3,6, vemos ainda:

      "Mandamo-vos, porém, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo o irmão que anda desordenadamente, e não segundo a Tradição que de nós recebeu."

      Apartai-vos de todo irmão que não anda segundo a Tradição da Igreja! Como que prevendo o que aconteceria, ainda na mesma Bíblia, o Apóstolo Pedro faz a advertência que resolve todo o problema:

      “Antes de tudo, sabei que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal.” (2 Pedro 1,20)

      Se não são para interpretação particular, a quem cabe a interpretação das Escrituras? Como eu sei que você aceita somente o que está escrito literalmente na Bíblia, vejamos novamente o que o Livro Sagrado tem a dizer sobre isso:

      "Escrevo para que saibas como comportar-te na Igreja, que é a Casa do Deus Vivo, a coluna e o sustentáculo da Verdade." (1Tm 3,15)

      Aí está escrito na Bíblia, explicitamente, que a própria Bíblia estava sendo escrita para que os cristãos soubessem como se portar sendo membros da Igreja, que é, ela sim, a coluna e o sustentáculo (outras traduções dizem 'firmeza e fundamento') da Verdade! Do que mais você precisa para fazer como o ex-pastor Alex Jones?

      Foi exatamente isso que ele percebeu, juntamente com toda a sua comunidade "evangélica". E assim, para a sua salvação, retornou à primeira Igreja de Jesus Cristo, a única que vem diretamente do tempo dos Apóstolos e tem origem em Nosso Senhor Jesus Cristo.

      A Luz de Deus o ilumine e salve

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. Meu nome é Sidnei, Porque ficar discutindo sobre denominações se Jesus não esta nem um pouco preocupado com isto, a reforma não foi contra denominação católica mas sim que as pessoas tivessem o mesmo direito de conhecer a palavra, procurem saber os crimes que esta denominação cometeu contra as pessoas que queriam conhecer o que o senhor deixou não para uma denominação mas sim para toda humanidade, ao contrario ensinaram a idolatria para distanciarem o povo da verdade, sinto muito envés de falarem coisas que não sabem procurem amar o próximo que é o maior dos mandamentos para que o sacrifício de Jesus venha valer apena.

      Excluir
    3. Querido Sidnei, o que o ex-pastor Alex Jones descobriu foi o mesmo que diversos outros ex-pastores mundo afora estão descobrindo: que simplesmente não existe essa história de "denominações" na Igreja de Cristo. Isto é uma invenção humana, muito posterior e muito contrária ao que Jesus disse.

      Nosso Senhor Jesus Cristo edificou uma só Igreja sobre o Apóstolo Pedro, como Ele mesmo diz, textualmente: "Sobre esta pedra edifico a minha Igreja" (Mt 16,18), no singular, e não "as minhas igrejas", no plural.

      A Bíblia Sagrada é claríssima ao afirmar que a Igreja de Cristo é una e indivisível, porque tem um só Senhor, uma só Fé e um só Batismo (Ef 4,5). Por isso, não podem existir milhares de "denominações" diferentes, cada uma pregando uma doutrina diferente, um batismo diferente, uma fé diferente da outra.

      Só há uma única Igreja, que permanece una e indivisível desde o tempo dos Apóstolos até os nossos dias. Esta Igreja é a Católica. Consegue compreender isto?

      Para entender melhor o que estou dizendo, leia o artigo que estou lhe indicando, acessando o link abaixo:

      As igrejas "evangélicas", a Sagrada Escritura e as muitas interpretações dos muitos "pastores"


      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    4. "sinto muito envés de falarem coisas que não sabem procurem amar o próximo que é o maior dos mandamentos"

      De Sidnei para Sidnei, tens certeza que isto foi para nós católicos ou a carapuça também serviu para você, porque parece que também falas de coisas que não sabes e aí vem falar bobagens em um blog católico como se estivesse realizando grandes coisas, mas esta fazendo apenas papel de ridículo. Espero que a intervenção do Henrique possa ter te auxiliado a abrir um pouco esta sua mente fechada por anos de lavagem celebras feitas por pastores protestantes para conhecer um pouco melhor o que é a verdadeira Igreja Católica e não este fantoche que você tem em sua mente, caso contrário, só será perolas jogadas aos porcos.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    5. Sem dúvida, a reforma não foi contra a IGREJA Católica, simplesmente porque não houve reforma. Ninguém reforma uma casa construindo centenas de casinhas menores e deformadas ao redor dela. O que houve no século XVI foi a Revolução Protestante de 1517.
      O maior e primeiro mandamento é amar a Deus sobre todas as coisas, e isso inclui obedecer á Igreja que Ele deixou para toda a humanidade ao invés de ficar criando seitas sem um só Senhor, uma só Fé e um só Batismo, como Henrique falou.
      Se quiser saber quem cometeu crimes e idolatria leia o livro "Conversas à Mesa", de Lutero, Sidnei e você se surpreenderá com o que o fundador do protestantismo disse.
      Agora, permita-me lhe perguntar: Já que não devemos discutir sobre denominações, que NSJC não está preocupado com isso, porque você veio até aqui discutir sobre o catolicismo? Em sua opinião, a Igreja Católica não é uma denominação como todas as outras? A paz de NSJC!

      Excluir
    6. Meus queridos posso chamar de irmãos tanto catolicos quanto protestantes pra mim tanto faz o importante nai são as paredes em que voces se reunem e sim a reunião e qual seu objetivo se é anunciar que Crusto morreu por nossos pecados e ressucitou e q todo aqueke que crer e for batizado será salvo nao aceito essa história de a igreja catolica mudar da forma que mudou os 10 mandamentos pois esta escrito que nao devemos nos desviar da verdade.Toda via o importante e que em todos os lugares leventem-se maos santas e faça-se mensão ao santo sacrificio de Cristo para nos salvar e livrar dos pecados enquanto voces discutem questões loucoas tem pessoas se matando e morrendo afundadas nos vicios sem yer quem as deem esperança,pois o povo que se diz de Deus está discutindo entre si quem é e quem não é enquanto o unico que é ee Cristo Jesus e seu nome esta acima de tudo a palavra do sacrificio e da remissão dis pecados pela fé tem sido abafadas pelo vosso orgulho bando de hipocritas.Jesus disse onde houver dous ou tres reunidos em meu nome ali eu estarei presente e essa e a verdadeira igreja a reuniao daqueles que tem como objetivo diminuir cada dia mais e fazer crescer a mensagem da cruz,pois Deus não habita mais em templos feitos por mãos de homens mas no verdadeiro templo que é o nosso coração usso disse um dos profetas maiore da biblia se voces não leram vão estudar pra poder discutir!em certa feita os discipulos de Cristo começaram a facer ascepção de alguns que pregavam o nome de Crusto mas não andavam junto com eles e Cristo lhes respondeu como hoje tamben eu vos deixo como resposta QUEM NÃO E CONTRA NÓS É POR NÓS!DEIXEM DE SE PREOCUPR COM O QUE VOCÊS SÃO, DANDO GLÓRIA AO HOMEM ,E DEM GLÓRIA À DEUS EM SEU FILHO JESUS CRISTO.PAULO,PODE TER PLANTADO E APOLO TER REGADO.MAS,DEUS E SOMENTE ELE É QUEM DA O CRESCIMENTO.EM VES DE ANUNCIAR QUE CRISTO SALVA TANTO OS CATÓLICOS QUANTO OS PROTEATANTES(INCLUO ME NO GRUPO DOS PROTESRANTES TAMBÉM),TIDOS VOCÊS TEM AFASTADO AS PESSOAS DAS IGRJAS COM SUA DOUTRUNAS DE HOMENS E NÃO DE CRISTO PROIBINDO AS PESSOAS PESSOASDE ENTRAREM E FREQUENTAREM A IGREJA PORCAUSA DE SEUA PECADOS!TOMEM VERGONHA NA CARA PORQYE NEM CRISTO JULGOU NINGUÉM,ANTES SAUVOU BEBADOS,LADRÕES E AT3 MESMO PROSTITUTAS E TENHO SERTEZA QUE SE TIVESSEM GAYS PASSANDO POR ALI NAQUELE TEMPO VIESSEM A ELES ELE TAMBEM SALVARIA PORQUE JESUS É PERDÃO E MISERICORDIA ! DEIXEM AS PESSOAS ENTRAREM E FREQUENTAREM A IGREJA QUE QUISER POUS CRISTOVEIO PARA OS DOENTES E NÃO PARA OS SÃOS QYEM LIBERRA E TRANSFORMA É DEUS COM SUA GRAÇA ATRAVÉS DE JESUS CRISTO E ISSO É INDIVIDUAL,DEUS NÃO PRECISA DE NWNHUMA AJUDA NOSSA PARA TRANSFORMAR NINGUÉM!CADA UM BUSCA POR SUA PROPRIA LIBERTAÇAO E RENUNCIA

      Excluir
    7. Essa é a famosa metralhadora giratória protestante. Um milhão de assuntos são colocados de forma desordenada ( como vimos ) e caótica num texto com o único objetivo de caluniar a Fé católica. O anônimo, provavelmente por causa do pecado da preguiça, não se dá nem ao trabalho de pesquisar para ver se os seus argumentos já foram refutados por outros posts desse site. SÓ QUERENDO APARECER, pois quem quer debater sinceramente faz questão, antes de tudo, de fazer com que os outros entendam o seu texto. Aí vai o link com as respostas para as suas acusações que você, que nos manda estudar, não leu nem estudou:http://www.ofielcatolico.com.br/2000/01/indice-de-respostas-catolicas-para.html. Portanto, tome você vergonha na cara e refute a cada um dos posts que respondem ás suas acusações mal colocadas, de forma um pouco mais legível, se possível. A paz de NSJC!

      Excluir
    8. Caro Petrivalianici, irmão em Cristo Jesus,
      Este e um tipo de comentário que não dar para levar em consideração. Primeiro por se tratar de um grande covarde, por não ter a coragem se identificar, e segundo, por ter escrito sua baboseira em línguas estranhas. Deve ser um “evanjegue” pentecostal ou neo.

      Meu Deus, misericórdia!

      Excluir
    9. Mas eu respondo justamente para ele aprender a apresentar suas asneiras de forma no mínimo respeitosa e legível, André. Se ele continua do mesmo jeito, é sinal de que a lavagem cerebral feita pelo "pastô" foi grande e, aí sim, devemos ignorá-lo. A paz de NSJC!

      Excluir
    10. como esta escrito no livro de proverbios não discuta com um tolo pois quando se discute com um sabio ele se torna mais sábio mas quando se discute com um tolo ele se torna seu inimigo, então não convem perder tempo com pessoas que não estudam a historia se baseam sua fé em um livro e não conhece fé católica

      Excluir
    11. Eu só não entendo uma coisa, lendo esses comentários. Por que os católicos acham que a igreja começou com o catolicismo? Por acaso usavam esta palavra para denominá-los na época doa apóstolos? Como tem certeza de que a doutrina, a tradição deles é a mesma que a de vocês hoje? Nós, "evangélfalado cremos somente na Bíblia porque Jesus deixou com os seus apóstolos, somente aqueles que ele mesmo enviou, que conviveram com ele para anunciar a mensagem para nós. Os apóstolos e os seus discípulos escreveram a mensagem. Não que não tenha havido a mensagem pregada sem ser escrita, obviamente que houve, mas ela não pode ir contra aquilo que está escrito, porque convenhamos que o que está escrito pode ser provado e não pode ser alterado. Por que será que Deus mandou que no Antigo testamento eles escrevessem a lei, os salmos, a história e etc? Para que não houvesse dúvida, para que quando as pessoas começassem a se desviar daquela mensagem que veio primeiro, pudessem reler para voltar ao que Deus determinou desde o início. Acho que perigoso confiar em algo só falado de séculos em séculos? Quem garante que nada foi acrescentado ou tirado daquela primeira mensagem pregada pelo próprio Jesus? Não podemos considerar com apóstolos aqueles que não conviveram com Jesus e não receberam a palavra e a missão diretamente dele. Aos apóstolos foi revelado mais do que aos que vieram depois, porque deveriam ser eles a passar a mensagem para nós.
      A igreja católica não é a primeira igreja, a que Jesus fundou. Aonde isto está escrito? Jesus fundou a igreja dele, sem nome nenhum e esta igreja foi perseguida durante anos. Depois, como ela cresceu muito, um imperador romano decidiu juntar suas praticas pagãs com as do cristão criando uma única igreja. Ele via que não dava certo perseguir e matar porque a igreja crescia muito, então resolveu se unir a ela, criando a igreja católica. Só que houve UK sincretismo religioso, mistura de praticas pagãs com cristianismo. E houve opressão porque todas as pessoas eram obrigadas a seguirem a igreja católica e não necessariamente aqueles que criam por uma fé verdadeira. Criou-se um fé puramente cultural e totalmente dominada por pessoas que podiam pregar o que quisessem e dizer que era a palavra de Deus, porque as pessoas não podiam ler a bíblia e não sabia qual era a real palavra. O protestantismo só veio porque um padre, uma pessoa que conhecia a escritura, viu que a igreja estava se desviando da mensagem vinda de Jesus e quis que as pessoas tivessem conhecimento do evangelho que não estava sendo pregado.
      Não estou falando que a igreja católica hoje está totalmente errada e que a evangélica está totalmente certa. A igreja de Jesus vai além de nome de igreja, é pela fé. Pessoas da igreja católica e da igreja evangélica serão salvas e outras e ambas não serão. Estou apenas falando que não a igreja primitiva, a que começou não era a igreja católica nem a evangélica. Era simplesmente a igreja. A igreja católica começou com esse nome após uma estratégia política e foi contamida por doutrinas erradas, assim como a igreja envagelica hoje foi contaminada. Mas hoje e em qualquer época do passado existe sim igrejas que querem seguir somente ao evangelho de Jesus e mesmo em meio há muitas doutrinas falsas e humanas, existem pessoas evangélicos e católicos que seguem verdadeiramente a Deus e tomos fazemos parte da mesma família!

      Excluir
    12. Tá aí uma coisa que eu não sabia: que Santo Inácio de Antioquia, DISCÍPULO DE SÃO JOÃO, o primeiro a usar o termo Igreja Católica, era um imperador romano com meras estratégias políticas.
      Como ter certeza que a doutrina e a Tradição dos apóstolos é a mesma que a da Igreja hoje? Simples assim: NSJC prometeu que as portas do inferno não prevaleceriam sobre a Igreja (segundo você anônima) dele. Crer que o paganismo entrou na Igreja por um imperador novamente anônimo (quanto anonimato, não?) é crer que as portas do inferno prevaleceram sobre a Igreja. É chamar Cristo de estúpido, otário e incompetente, por ser Deus e mesmo assim prometer uma coisa e não cumprir. E o Espírito Santo, que Ele enviou aos apóstolos para inspirar tanto a Tradição escrita quanto a Oral? Nessa linha de pensamento, esse espírito também deve ser muito incompetente, já que só consegue preservar o escrito e não o falado!
      Mas como se impressionar ao ver um protestante chamando Deus de estúpido e incompetente? Não foi isso que o "padre que conhecia a escritura" fez, em seu livro "Conversas à Mesa"? Além, é claro, de acusar Cristo de adúltero por "fornicar com a mulher do poço". Todo bom protestante parte do pensamento que Cristo é incompetente, por não conseguir criar uma Tradição Oral sólida o suficiente para vencer o paganismo, pois Ele só tem poder sobre o livrinho mutilado dele (a verdadeira Bíblia não é a que os amantes da divisão carregam debaixo do braço). A diferença é que Lutero teve coragem de falar isso em público, enquanto que os outros outros ficam caladinhos.
      Só gostaria saber, dona Nayara, quem foi esse imperador romano mais poderoso que o próprio Deus para controlar a Sua Igreja e como ele, tal qual uma bruxa com suas poções, misturou o cristianismo com o paganismo em seu caldeirão mágico. Também gostaria de saber onde é que está na Bíblia que SÓ devemos seguir o que está na Bíblia e que a Igreja não é a Coluna e o Fundamento da Verdade, como atesta a própria Bíblia.
      Deixo aqui o link de um excelente post no blog que desmascara as suas mentiras: http://www.ofielcatolico.com.br/2001/04/constantino-lutero-e-o-papa.html . Por fim, nem venha com essa de incluir os católicos na família da divisão, sem um só Senhor, uma só Fé e um só Batismo, pois nós já sabemos quem é o pai dessa família, aquele que divide. A ele e a todos os seus filhos arrogantes que chamam Cristo de mentiroso e incompetente, deixo as palavras de São Bento, esse sim verdadeiro monge e conhecedor das Escrituras: 'Vade retro satana / Numquam suade mihi vana
      Sunt mala quae libas / Ipse venena bibas!' Aos outros, a paz de NSJC!

      Excluir
    13. Oi, Nayara, a Paz de Nosso Senhor,

      Bem, eu tenho certeza que você compreende uma coisa: quando se trata da Verdade, não existe "mais ou menos", não existem meios termos. Ou uma coisa É, ou não É. Jesus enfatizou isso muitas vezes, por exemplo, quando disse: "O teu sim seja sim, e o teu não seja não, pois o que passa disso provém do maligno" (Mt 5,37). No livro do Apocalipse, Ele é ainda mais enfático: "Se és morno, nem frio nem quente, vou vomitar-te" (Ap 3,15-16).

      A questão, aqui, é a seguinte: Deus é Um só e sempre o Mesmo, ontem, hoje e eternamente (Hb 13,8). Deus é a Verdade; assim, também a Verdade é uma só (Jo 14,6). Logo, não se pode dizer que a Igreja Católica está um pouco certa, um pouco errada, e as evangélicas X, Y ou Z estão um pouco certas, um pouco erradas.

      Jesus Cristo instituiu uma única Igreja: Nosso Senhor Jesus Cristo edificou uma só Igreja sobre o Apóstolo Pedro, como Ele mesmo diz, textualmente: "Sobre esta pedra edifico a minha Igreja" (Mt 16,18), no singular, e não "as minhas igrejas", no plural.

      A Bíblia Sagrada é claríssima ao afirmar que a Igreja de Cristo é una e indivisível, porque tem um só Senhor, uma só Fé e um só Batismo (Ef 4,5). Por isso, não podem existir milhares de "denominações" diferentes, cada uma pregando uma doutrina diferente, um batismo diferente, uma fé totalmente diferente da outra.

      E se há uma única Igreja, que permanece una e indivisível desde o tempo dos Apóstolos até os nossos dias, esta Igreja é a Católica, a única que indiscutivelmente vem do tempo dos Apóstolos. Consegue compreender isto?

      Olhe que interessante: eu estou usando trechos das mesmas respostas que já dei aí atrás, porque as perguntas que surgem por aqui são sempre as mesmas, e a maioria das pessoas não têm paciência para ler com atenção, com paciência, buscar do fundo da alma, com o coração, para conhecer a Verdade que é Deus. Já chegam "cheias de razão", com suas opiniões formadas, e só querem provar que estão certas.

      [Continua...]

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    14. [...Conclusão do comentário anterior]

      Então, eu sei que você não tem má intenção, você só quer promover a paz, você sonha com um mundo onde todos caminhem unidos, abraçados... E eu realmente sinto lhe dizer, mas isso não vai acontecer aqui neste mundo. Será assim no Céu, não antes. Por aqui, enquanto este mundo for mundo, teremos falsos profetas, pessoas que buscam e fomentam a divisão, gente que corta a garganta de quem ousa contrariar as suas crenças...

      Então, gostaria de concluir dando-lhe um exemplo do que disse acima, de que a verdade é uma só, e não existem muitas verdades ou pequenas verdades em cada "igreja" diferente.

      Quero deixar um exemplo bem concreto, bem claro e objetivo, para que não paire nenhuma dúvida do que estou dizendo.

      Vamos lá: nós, católicos, cremos que Nosso Senhor Jesus Cristo está literalmente Presente na Sagrada Eucaristia, no Pão e no Vinho Consagrados. Cremos que comungamos com Ele. Cremos nisso porque Ele mesmo o afirmou, e a Igreja deixou isso registrado nas Sagradas Escrituras, com toda a clareza:

      "Quem se alimenta da minha Carne e bebe do meu Sangue permanece em Mim, e Eu nele." (Jo 6, 56-57)

      "Pois a minha Carne é verdadeiramente comida e o meu Sangue é verdadeiramente bebida." (Jo 6,55)

      Os Apóstolos confirmaram esta realidade muitas vezes:

      "O Cálice que tomamos não é a Comunhão com o Sangue de Cristo? O Pão (...) não é a Comunhão com o Corpo de Cristo?" (1Cor 10,16)

      "Cada um se examine antes de comer desse Pão e beber desse Cálice, pois aquele que come e bebe sem discernir o Corpo do Senhor, come e bebe a própria condenação."
      (I Cor 11,28-30)

      Para participar da Eucaristia, comer e beber do Banquete do Altar, é preciso discerni-lo, isto é, saber que o Pão e o Vinho são realmente Corpo e Sangue do Senhor. Poderia a Palavra de Deus ser mais clara e mais direta?

      Eis aí a pregação apostólica. Eis aí a Palavra de Deus, contida na Bíblia Sagrada. Eis aí a Doutrina católica e apostólica, que vem sendo guardada pela verdadeira Igreja de Cristo desde os tempos dos Apóstolos.

      Agora considere que tudo o que eu disse acima é verdadeiro. Se for, então quem não é católico não comunga do Corpo e do Sangue de Cristo, não é membro da Igreja, não pode dizer que está em Comunhão com Deus.

      Se, por outro lado, tudo o que eu disse é falso, então os católicos é que estão blasfemando, dizendo que Deus está num pedaço de pão, estão completamente perdidos e conduzindo milhões de pessoas à perdição.

      Logo, não pode haver esse meio termo que você propõe, essa ideia de que ninguém está certo, ninguém está errado, e que não deveríamos nos preocupar com essas coisas.

      Para Deus, ou você é, ou não é. Ou é fria ou quente. Não compensa ter uma falsa paz com o mundo e negar as verdades que o Salvador nos trouxe, para o nosso maior bem. Pense um pouco nisso.

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    15. Com Jesus e Maria nasce uma nova história.

      O Mestre vai chegar ---26 No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deusa uma cidade da Galiléia chamada Nazaré, 27 Foi a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José, que era descendente de Davi. E o nome da virgem era Maria.

      Maria conduziu a vida e a salvação o cordão umbilical de Jesus e seu sangue sagrado percorreu seu corpo físico e glorificado.

      O conjunto da Trindade Santa, entra onde ela estava e só se relaciona com a permissão de Maria. o Anjo da Anunciação Gabriel disse: O Senhor está com você ! Maria ficou preocupada, e perguntava a si mesma o que a saudação e reverência do Anjo queria dizer.

      Surge dentro da história de libertação e Maria é representante da comunidade da aliança com Deus.

      Então Maria disse:

      "Minha alma proclama a grandeza do Senhor, meu espírito se alegra em Deus meu salvador, porque olhou para a humilhação de sua serva. Doravante todas as gerações me felicitarão, porque o Todo-poderoso realizou grandes obras em meu favor seu nome é s a n t o, e sua misericórdia chega aos que o temem, de geração em geração.

      Obs: Acontecimentos escritos e repassadas de geração em geração pelos Evangelistas que acreditaram na obra do Espírito Santo de Deus que através do Anjo pediu permissão e reverenciou Maria.

      Quem pecar, ofender, negar agredir o Espírito Santo de Deus não terá a salvação, assim diz o Senhor !
      Jamais, podemos não acreditar na missão co-redentora de Maria e en tudo que o Espírito Santo profetizou.

      Se cuida meu irmão !

      Paz !

      Excluir
    16. Henrique Sebastião, a igreja evangélica é dividida em congregaçoes, mas compartilham de um único Espírito Santo, que nos faz crer unicamente naquilo que Ele mesmo escreveu nas escrituras, e temos um único Senhor, fazemos um só corpo e uma só igreja, a igreja de CRISTO, temos diversas denominações sim, pois não cabemos num mesmo espaços, mas estamos ligados num só Espírito e temos um único e mesmo Senhor. O que não se pode dizer da católica que além de deixarem a Palavra de Deus em segundo plano, são divididas em "paróquias", ( igreja de São Paulo, igreja de São Paulo e etc...) onde o próprio apóstolo PauloO sobre:
      " que eu quero dizer é isto: cada um de vocês diz uma coisa diferente. Um diz: “Eu sou de Paulo”; outro, “Eu sou de Apolo”; outro, “Eu sou de Pedro”; e ainda outro, “Eu sou de Cristo”. Por acaso Cristo foi dividido em várias partes? Será que Paulo morreu crucificado em favor de vocês? Ou será que vocês foram batizados em nome de Paulo?"
      1Coríntios 1:12‭-‬13 NTLH. Cuidado com isso o Senhor vai voltar pra levar a igreja de Cristo.

      Excluir
    17. Não existe "'a' igreja evangélica", anônimo. O que existe é uma grande confusão de milhares e milhares de seitas que se pretendem "igrejas" – cada qual inventada por um "pastor" diferente, e fundamentada na interpretação particular que esses "pastores" fazem da Bíblia.

      Também não é verdade que todas essas seitas "compartilham de um único Espírito Santo", que as faz crer na mesma verdade, e é preciso ser realmente muito, mas muito cego para não enxergar isto. Para tentar fazê-lo ver o óbvio, vou repetir aqui o que já falei diversas vezes em nossas postagens. Como se pode dizer que as "igrejas evangélicas" são todas guiadas pelo Espírito Santo se:

      • Algumas desas "igrejas" pregam a "'teologia' da prosperidade", e outras ensinam que isso é coisa do demônio?

      • Algumas admitem o divórcio, outras não, e dizem que quem se divorcia cai em adultério?

      • Sobre o Batismo: umas dizem que sem o Batismo não há salvação, outras dizem o contrário; umas admitem o Batismo das crianças, outras não; umas dizem que o Batismo tem que ser por imersão, outras dizem que não. Das que dizem que tem que ser por imersão, algumas dizem que precisa ser num rio (água corrente) outras que pode ser num tanque; as outras dizem que pode ser por aspersão de água?

      • Umas "igrejas" guardam o sábado e dizem que isso é um Mandamento de Deus que não pode ser alterado, outras guardam o domingo porque é o dia da Ressurreição do Senhor; outras ainda não guardam dia nenhum?

      • Umas praticam a "santa ceia" e dizem que isso é necessário, porque Jesus mandou; outras não praticam e dizem que isso é só simbolismo?..

      Veja bem que eu não estou falando de detalhes, de costumes que não fazem diferença na vida prática dos cristãos. Estou falando de questões fundamentais, de temas que incorrem na própria salvação ou perdição da alma! E, também sobre estas, as "igrejas evangélicas” discordam entre si! Cada uma delas crê e prega a sua própria verdade, baseada em quê? Na Bíblia? Claro e evidente que não, porque a Palavra de Deus não se contradiz.

      Segundo dados oficiais, existem dezenas de milhares (!) de seitas ditas igrejas “evangélicas” diferentes no mundo, sendo que cada uma delas prega algo diferente, como acabamos de ver, algumas chegando ao extremo de aceitar e praticar o "casamento gay" e promover o aborto (caso da IURD do Edir Macedo), e de "pastores" que incentivam seus fiéis a destruírem imagens católicas.

      Por isso é que o Senhor deu autoridade aos Apóstolos, e incumbiu a Pedro de apascentar o seu rebanho e confirmar os seus irmãos (Jo 21,15-17; Lc 22, 31-32).

      Se fosse para cada um ler a Bíblia, interpretar "do seu jeito" e começar novas igrejas cada um ao seu gosto, o Senhor não teria conferido autoridade aos seus Apóstolos, até para perdoar ou reter os pecados (Jo 20 22-23). Mas a própria Bíblia diz que é a Igreja a coluna e o sustentáculo da Verdade (1Tm 3,15).

      Por isso é que o termo "protestante" é mais adequado. Todas as igrejas ditas "evangélicas" surgiram de um movimento de protesto contra a primeira Igreja de Cristo, por isso denominado protestante.

      Por fim, é importante saber que, muitos séculos antes de surgir o protestantismo, o povo católico já era chamado de "povo evangélico". Isso porque "evangélico", evidentemente, vem de "Evangelho", e quem produziu, canonizou, preservou, e traduziu os Evangelhos foi a Igreja Católica. Se não fosse pela Igreja Católica nós nem teríamos a Bíblia Sagrada, hoje. Logo, é totalmente incorreto chamar um grupo que surgiu depois de mais de mil e quinhentos anos de história da Igreja de "evangélico", como se fossem eles os doadores ou os seguidores do Evangelho. Nada mais equivocado. Nada mais injusto.

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  2. Caro Henrique, Salve Maria Santíssima!!!

    Por gentileza, poderia esclarecer-me uma "dúvida" em termos rs, pois, na verdade eu já sei mas, gosto da sua explanação teologal com fontes e bem fundamentada ao que diz a Santa Igreja.
    Todas as denominações protestantes são seitas, certo!!!!? Por serem ramificações da Verdadeira e Una Igreja que é Santa Católica Apostólica Romana.
    Eu vi uma explicação de um site, que diz o seguinte:

    Protestantismo = Seita

    24
    AGO
    Antes de mais nada gostaria de explicar o porque chamamos as denominações protestantes de seitas, haja visto que muitos levam como um insulto, só nada mais que é que uma realidade sem querer desmoralizar ninguem. Primeiramente temos de analizar a etimologia da palavra seita :
    O vocábulo “seita” provém do latim “secta”, que possui três sentidos:

    1. seita, escola filosófica (sent. próprio);

    2. linha de conduta política, partido (por extensão);

    3. princípios práticos, método, gênero de vida (sent. figurado); tais sentidos, como percebemos, são muito extensos e necessitam ser melhor compreendidos…

    Como o latim é uma língua muito precisa, podemos analisar outras palavras que possuem o mesmo radical (“sect”) para, assim, chegarmos a uma conclusão clara do que é uma seita. Desta forma:

    Sect-arius: cortado,castrado.

    Sect-ator: 1. companheiro assíduo; 2. sectário, o que acompanha; 3. sectário, discípulo.

    Sect-ilis: o que é susceptível de ser cortado.Sect-io: 1. ação de dividir cortando, corte; 2. (jur.) venda em hasta pública de bens confiscados.

    Sect-or: 1. seguir habitualmente, acompanhar, ir atrás; 2. o que corta, cortador; 3. (jur.) comprador de bens confiscados.

    Sect-ura: corte.

    Daí percebemos que as palavras-chaves para se compreender o radical latino “sect” são “corte”, “divisão”; logo, seita (“sect-a”) é um grupo de cunho religioso separado, que vive à margem da religião original. São como ramos que saem do tronco de uma árvore, tronco este que, por sua vez, está solidamente enraizado na doutrina do seu Fundador original…

    Percebemos assim não existe insulto ja que o protestantismo são denominacões que sairam da Igreja Catolica,que se separaram da Igreja na Reforma Protestante em 1517 com Lutero, este mesmo que era um religioso (monge agostiniano) catolico.



    Do mesmo modo que chama-los de protestantes, os mesmos nao se sentem ofendidos porque realmente sao protestantes, eram da Igreja, protestaram e se separaram também nao devem se sentir ofendidos se suas denominações são chamadas por nós catolicos de seitas.

    O que nao pode acontecer e que vejo por muitas vezes é o contrario, o protestante chamar a Igreja Catolica de seita, porque nao foi a Igreja que nasceu do protestantismo, mais ao contrario.

    http://afeexplicada.wordpress.com/2011/08/24/protestantismo-seita/

    Isto informado através deste estudo, está correto!? Eu creio que sim, mas, sempre bom ter a opinião de um Teólogo!

    Que a Sagrada Família o abençoe sempre neste caminho de ensinamentos e guie-o sempre na Verdade (que é Santa Católica Apostólica Romana)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, meu prezado Basílio, a explicação está realmente bem precisa e fundamentada. O artigo é claro e tem muito valor. O autor certamente pesquisou em fontes seguras. Uma boa ideia para um futuro artigo nosso.

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  3. Henrique Sebastião eu sou um católico de muito fervo adoro ir as missas minha comunidade de 100% 99% é católico, mas tem 1% que é protestante e eu queria fazer essas pessoas enxerga a verdadeira igreja, más eu teria que estudar bastante para poder me defender das perguntas que eles fazem, eu queria uma ajuda sua para me indicar livros os melhores que tiver e se você também poder me ajudar eu ficaria muito agradecido, pois eu vi suas respostas nas perguntas anteriores e fiquei surpreendido com suas respostas... Um abraço Paz e Bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luis Felipe, a Paz de Nosso Senhor!

      Não é simples indicar para você alguns livros, porque o campo teológico é muito vasto. Pelo que entendi, você está procurando uma introdução geral, algo que o capacite a responder determinadas perguntas de maneira simples. Deixo abaixo algumas dicas:

      1. Vem à minha mente a belíssima obra do grande J. Ratzinger, com destaque para "Introdução ao Cristianismo" (Loyola), leitura obrigatória. Trata-se, porém, de um livro mais indicado para quem já está habituado aos jargões acadêmicos.

      2. Indicaria, para começar a conversa, o clássico “Católicos Perguntam”, de Dom Estevão Bettencourt (Loyola).

      3. Há também um livrinho muito interessante, pequenino mas rico em conteúdo, intitulado “Respostas da Bíblia a partir do seu sentido original”, do Pe. Vicente Wrosz (Ed. Padre Reus), que você consegue encontrar nas livrarias católicas.

      4. Você pode e deve fazer uma boa pesquisa na lista de livros da Editora Cleofas, que traz diversos bons títulos para uma formação católica inicial:
      http://loja.cleofas.com.br/

      5. A lista da Editora Quadrante é valiosa para quem procura conhecimento das coisas da fé:
      http://quadrante.com.br/biblioteca.html

      6. A Editora Ecclesiae também montou uma boa coleção:
      http://www.ecclesiae.com.br/

      7. Indicaria, além disso, uma boa pesquisa no site “Livros Católicos para Download”, onde você encontrará um grande acervo com verdadeiras preciosidades para download gratuito:
      http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/

      8. Se você pretende se especializar em Bíblia, recomendo ainda um bom curso de hebraico e outro de grego. Parece-me que hoje temos bons cursos online, embora eu realmente não conheça nenhum específico para indicar. Aprender não é tão difícil como parece, e é fundamental saber ler as Sagradas Escrituras na sua linguagem original.

      9. Para além disso, recomendo que você assine o site do Pe. Paulo Ricardo e faça os cursos virtuais que ele oferece. Há uma série de cursos simplificados (mas não rasos), em vídeo, que servem como boa introdução à Teologia:
      http://padrepauloricardo.org/cursos

      10. Uma outra dica preciosa: os cursos por correspondência da escola Matter Ecclesiae. Essa escola conta com 24 cursos por correspondência, que versam sobre diversas disciplinas relacionadas a fé e doutrina, assim agrupadas: Sagrada Escritura, Teologia Dogmática e Moral, Liturgia e Sacramentos, História da Igreja, Patrologia (ou Patrística), Doutrina Social da Igreja, Filosofia, Direito Canônico, Espiritualidade e outros.

      Mediante o pagamento de um pequena taxa, você recebe o material pelo correio e estuda em casa. Cada curso se divide em capítulos ou módulos, com lições. Ao final de cada módulo, você encontrará perguntas que devem ser respondidas em folhas à parte e enviadas para a escola a fim de serem devidamente corrigidas e devolvidas a você com uma nota. Os cursos foram elaborados por D. Estêvão Bettencourt para formação pastoral e pessoal: o conteúdo é sólido e de fácil assimilação. Segue o endereço do site:
      http://materecclesiae.com.br/cursos.htm

      11. Por fim, a dica mais singela: assine a nossa revista Fiel Católico e receba nossas novas edições em sua casa bimestralmente. Nossa revista é produzida por uma equipe de primeira linha e produzida com extremo zelo, fé e carinho. Além disso, você colabora com o nosso apostolado, para que continue em atividade...

      Espero que minha resposta tenha sido útil. Fique á vontade para expor novas dúvidas, sempre que precisar. Nosso apostolado existe exatamente para isso.

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  4. A unica igreja q acredito e jesus cristo, nao precisamos de placa de igreja para salvaçao.
    Rezas,,prossiçao atraz de imagens,idolatras q querem estar certos fecham os olhos para pedofilia... Catolico pedofilo romano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então você não aceita nem nunca aceitou Jesus Cristo, anônimo, porque Ele mesmo edificou a sua Igreja, que nos deu para a nossa condução. Ele mesmo, também, deu a esta Igreja o poder para perdoar ou reter os nossos pecados. Se você não é membro da Igreja, está mergulhado no pecado. - E eu me atrevo a dizer que o mais grave deles é o pecado do orgulho, por se achar dono da Verdade.

      Mais uma coisa: a Igreja, que você acha que não tem importância, é o Corpo do Senhor Jesus Cristo (1Cor 12,27; Ef 1,22-23). Portanto, se você não aceita a Igreja de Cristo, está renegando o próprio Cristo.

      Além de tudo, se você não crê na Igreja, não crê na Escritura, que diz que a Igreja é a coluna e o fundamento da Verdade (1Tm 3,15).

      Sobre a pedofilia, duas coisas:

      Primeiro, já foi provado estatisticamente que existem mais casos de "pastores evangélicos" pedófilos do que de padres. Saiba, portanto, que você não tem moral alguma para julgar os católicos por conta deste assunto.

      Segundo e mais importante: traidores sempre existiram no seio da Igreja, desde os tempos dos doze Apóstolos. Se entre os doze escolhidos havia um Judas, que entregou o próprio Senhor à morte, hoje, entre os muitos milhares de sucessores dos Apóstolos, também existem muitos traidores e grandes pecadores. Não há nenhuma novidade e nenhuma surpresa nisso, já que o próprio Senhor Jesus, Cabeça da Igreja, profetizou que seria assim.

      Por fim, é verdade que a Igreja não tem placa, porque há uma só Igreja: a única que foi instituída diretamente por Nosso Senhor, a única que guarda a Sagrada Tradição dos Apóstolos (2Ts 2,15) e a única que tem dois mil anos de história.

      A falsa igreja que você frequenta, e que lhe incute todo esse ódio e arrogância na alma, foi inventada por um homenzinho soberbo qualquer, que leu a Bíblia, interpretou do seu jeito particular e se declarou "pastor" de almas. Cuidado, porque ele faz o que a própria Escritura condena:

      “Antes de tudo, sabei que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal.” (2Pd 1,20)"

      Lembre-se: se um cego guiar outro cego, os dois cairão na cova (Mt 15,14). - Quem anda guiando você ultimamente?

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. E' preciso muita paciencia para responder os protestantes, eles nao fazem perguntas, fazem acusacoes. E sempre a mesma idiotice: idolatria, a Igrja Catolica foi fundada por Constantino, a Igreja matoumuita gente na fogueira durante a inquisacao, Pedro nunca foi nomeado pastor da igreja, maria e' adorada. Nao adianta responder, eles sao como um disco quebrado, continuam com a mesma repeticao, nao querem saber da resposta, querem agravar e acusar. Eu vejo nisso tudo instigacao pelos demonios, nao sao eles que nos acusam diante de Deus?Sao orgulhosos, ignorantes que pensam que sabem alguma coisa,invejosos e se autointitulam donos da verdade. Eu ja' cansei deles, eles me dao asco.

      Excluir
  5. Henrique Sebastião por favor ajude_me a me defender sobre os ataques feito a minha e vossa mãe a virgem Maria,, e também sobre o batismo quando criança pois estas são as principais fontes de ataques dos nossos irmãos protestantes. obrigada e que a paz do senhor esteja convosco..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mirinha, na minha Igreja também temos o batismo infantil. A visão católica é diferente da protestante sobre o que significa o batismo, mas o método de aspersão e o batismo infantil também são práticas em algumas igrejas protestantes.

      Excluir
    2. Esse é o problema. cada igreja que não é a católica faz do jeito que bem entende, porque n~ao tem Magistério nem Tradição para fundamentar a fé. Cada um lendo a biblia e interpretando como quiser, cada cabeça uma sentença, cada cabeça uma igreja.....

      Excluir
    3. Antonio, concordo que o divisionismo no meio evangélico é problemático do modo como está. Mas não creio que a interpretação seja livre; pra tudo há limite. Há Igrejas hoje no Brasil se intitulando evangélicas que eu considero seitas e pregam heresias; no entanto, não há como proibí-las. Oro a Deus que se faça justiça ao Seu santo nome!

      Excluir
  6. Tópico ótimo.se ex pastor.
    Eu estou lendo a bíblia e pesquisando mais sobre Deus e sua igreja, e sei hoje, mais que nunca, que ela é a Santa Igreja Católica. E não deem atenção pra pessoas que nos agridem e nos condenam por seguirmos santa Igreja, eles não sabem o que dizem. Não nos conhecem. Porém, nós devemos buscar esse conhecimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pesquise na bilia original o livo de Exodo do19 ao 34 ejo que você e uma pessoa que busca a verdade então pesquise e veja o original das escrituras. Um papa de sua igreja mudou totalmente os 10mandamentos.creio que os papas de sua igreja podem até ser sacerdotes de Deus,mas de maneira nenhuma poderiam mudar aquilo que Deus com suas próprias mãos eacreveu.pense bem e você descobrirá que ele se igualou á Deus e o ltimo que tentou se igualar á Deus está aguardando o castigo eterno junto com todos os filhos da desobediência.Se Deus e Jesus cristo estão em primeiro lugar em sua vida,tenho certeza que vicê vai preferir obedecer á Deus e não ao homem.Do contrario a sua sentença ja está assinada por Deus no capítulo32doveso 1até o verso 35leia e pense bem.te amo e nao quero que voce seja mais uma alma riscada do livro de Deus aceite a Jesys cristo e lhe entregue a sua vida pois um dia quero te ver no céu.nao se deixw enganar querida irmâ.

      José LuizVieira

      Excluir
    2. José Luiz Veira, para teu governo a Igreja Católica e o Papa não mudou mandamento algum, isto é da sua cabeça protestanizada que só fala bobagens e quer ensinara o padre a rezar a missa. Quer um exemplo que contraria esta sua informação absurda, vá neste link que é do Catecismo da Igreja Católica (http://www.vatican.va/archive/cathechism_po/index_new/p3s1cap3_1949-2051_po.html#OS_DEZ_MANDAMENTOS__) o qual demonstra de que nada foi alterado nos dez mandamentos da lei de DEUS, e portanto cai por terra esta sua acusação fajuta, sua e de seus asseclas de que a Igreja Católica e o Papa mudaram alguma coisa. E se você perdeu seu tempo vindo a um blog católico para falar besteira, a fim de nos ofender, saiba que muitos católicos como eu não vamos a sites e blogs evangélicos para encher o saco de ninguém, então faça um grande favor a nós, pega teu rumo e vota de onde saiu que aqui ninguém terá o prazer de lhe dirigir a palavra a você, já que não respeitou a casa alheia, não teremos obrigação nenhuma de acolher e respeitar vossa senhoria.

      Passar bem.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    3. E qual seria, José Luiz Vieira, na sua modesta opinião, a "bíblia original"? Vc entende hebraico e grego? O dono deste site entende. Pra estudar teologia, meu amigo, não adianta só ler a Bíblia e acreditar no pastô. Tem todo um contexto para entender a sagrada Escritura. Então leia o post abaixo que explica tudo direitinho sobre essa sua dúvida:

      http://ofielcatolico.com.br/2001/05/os-mandamentos-de-deus-os-da-igreja.html

      Excluir
    4. Não entendi o que o José Luiz Vieira quis dizer com mudar os 10 mandamentos. Ele quis dizer que mudaram a Bíblia? Estranho, pois as Igrejas Protestantes não acreditam nisso.

      Excluir
    5. O senhor irá cuidar para que todos voltem a ser um só povo. Quanto aos protestantes, não devemos repreende-los com ofensas, mas sim mansamente, para que não nos tornemos como eles.

      Excluir
    6. Não são as ofensas que podem nos fazer ser como eles, anônimo, são o uso indevido delas e as heresias. Repreender com xingamentos é uma coisa que São João Batista, vários profetas e apóstolos e principalmente Nosso Senhor faziam, pois muitos abusam da nossa paciência e só entendem as coisas quando se fala de forma mais ríspida com eles. Essas pessoas, nas quais se incluem muitos protestantes que vêm a esse site, não sabem nem querem saber de debater mansamente ou logicamente, e não podemos perder nosso tempo falando com eles de um jeito que nem mesmo eles querem. A paz de NSJC!

      Excluir
    7. Não são xingamentos nem ofensas, Petrivalianici, mas repreensões duras que Nosso Senhor fazia, quando necessário. Hoje, anda-se confundindo caridade com passividade e omissão.

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    8. Henrique, eu entendo que NSJC fazia repreensões duras, mas percebo que, ao chamar os escribas e fariseus de hipócritas, por exemplo, ou sepulcros caiados, Ele estava usando xingamentos, xingando eles.
      Ao dizer isso, Ele estava fazendo repreensões duras sim, e tendo caridade para com os Seus opositores ao mostrar-lhes a luz da verdade. Como eu falei antes, creio que o problema está no uso indevido dos xingamentos, partindo para a baixaria ou se esquecendo de ligar a repreensão à Misericórdia do Altíssimo. A paz de NSJC!

      Excluir
    9. Não, Ele não estava "xingando", Petrivalianici. Xingar alguém tem a conotação de agredir com palavras, via de regra com o propósito da ofensa pela ofensa; é querer denegrir, no grito, a moral do próximo: isto é pecado.

      A dificuldade é que Jesus nunca foi "politicamente correto", e nós agora estamos acostumados com uma cultura que entende que precisamos "respeitar" tudo e todos o tempo todo. Mesmo os assassinos, mesmo as condutas mais imorais, mesmo aquilo que corrói os alicerces da sociedade, deve ser "respeitado". Hoje, simplesmente expressar opinião já pode ofender alguém. Se eu chamo um cego de cego, é politicamente incorreto, então eu tenho que dizer "deficiente visual". Na mesma linha, negro é afrodescendente, anão é pessoa portadora de nanismo, aborto é gravidez interrompida, e por aí vai. A nossa sociedade não suporta que se fale das coisas como são, rejeita a palavra dita sem rodeios, porque tem horror à verdade.

      Jesus não é assim. Ele diz: "O teu sim seja sim e o teu não seja não, porque o que passa disso provém do Maligno" (Mt 5,37). Ele não procura os meios tons, não "alivia", não está preocupado em não melindrar sensibilidades afetadas. Jesus Cristo é a Verdade encarnada: Ele chama as coisas pelos seus devidos nomes, sem enfeites nem disfarces.

      Assim, se Ele chama um hipócrita de hipócrita, não está "xingando". Está dizendo a verdade. É algo muito simples. Quando aos "sepulcros caiados por fora e cheios de impureza por dentro", trata-se de uma comparação, uma analogia que fez Nosso Senhor, para chamar a atenção dos falsos legalistas, que por fora mantinham uma aparência de pureza e santidade, mas por dentro estavam repletos de iniquidade. – Uma advertência duríssima, sem dúvida; uma escolha de palavras que não tem nada de "politicamente correta", sim. Mas não se trata de "xingamento".

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    10. Ok, entendi o que quis dizer. O problema foi a minha interpretação do conceito de xingamento, que é basicamente chamar alguém de algo ruim que essa pessoa não goste, mesmo não faltando com a verdade. Não tenho dúvidas que, nesse sentido que você apresentou, realmente o Senhor não xingou ninguém, mas falou a verdade de forma dura. A paz de NSJC!

      Excluir
    11. Olá Henrique!

      Depois de diversas mudanças na minha vida nos últimos meses, voltei.
      Podemos voltar a conversar! Espero que tenham sentido minha falta!
      Que Deus nos abençoe.

      Excluir
    12. Que bom Caro Filipe!
      Esperamos que as mudanças na sua vida nos últimos meses tragam-lhe ao convívio da Santa Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo.
      Já terminou a leitura do livro que o Prof Henrique lhe deu?
      Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!
      E Salve Maria!

      Excluir
  7. A paz a todos!!! Henrique, cresci na Igreja Católica, sempre fui ativa (ministra da eucaristia, catequista) enfim sempre participei realmente de Igreja. Ate que um dia mudei de cidade e me vi membro de uma igreja batista. Engraçado que uma vez eu disse que " o Deus que eu conheci na Igreja Batista era o mesmo Deus que eu tinha na Católica" e quase apanhei. E sempre tive o mesmo sentimento. E de uns meses pra cá estou muito confusa. Não sei mais o que sou. Creio em umas coisas e outras não. Isso me refiro as duas igrejas. Aceitaria me ajudar? Conversamos por email??? Sinceramente, eu agradeceria. Deus abençoe a todos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, "Cada dia um novo dia',

      Você crê na Providência Divina? Pois é, eu também nasci em família católica e depois fui batista. E sim, gostaria muito de conversar com você.

      Escreva para ofielcatolico@gmail.com ou deixe o seu endereço de e-mail para que possamos bater um papo.

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. "Cada dia um novo dia", Graça e Paz!

      Olhei seu Blog, e vi algumas coisas bem interessantes a respeito da eleição para presidente em 2010. Eu já sabia de alguns daqueles fatos, outros não. Realmente chocante.
      Obrigado por partilhar seu conhecimento conosco!

      Excluir
  8. Meu Jesus nunca permaneceu numa cruz mas está vivo e reina para sempre. Por que que vocês utilizam tanto o simbolo da cruz já que ela significa maldição pois esta escrito : Gl 3:13 Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro.
    E como que vocês chamam de maria mãe de Deus sendo ela simples mortal e se na bíblia diz que Deus é eterno que não tem começo nem fim . E como maria pode ser perfeita se em romanos 3 diz :Como está escrito:Não há um justo, nem um sequer.
    Não há ninguém que entenda;Não há ninguém que busque a Deus.
    Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis.Não há quem faça o bem, não há nem um só.

    Lembre-se :Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.

    1 Timóteo 2:5

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você disse bem, anônimo: "Meu Jesus"... – Parece que você anda criando para você mesmo, em sua imaginação, "um Jesus" seu, particular.

      O Jesus Cristo que realmente existe, o Senhor do Universo, realmente não permaneceu na cruz, mas foi na cruz que se deu em Sacrifício pela salvação da humanidade. É para nunca nos esquecermos disto que usamos o crucifixo e a imagem do Senhor crucificado. Cada vez que vemos sua imagem ali, pregado na cruz, lembramo-nos a que morte pavorosa se entregou por amor a cada um de nós, e nosso coração e alma se elevam, chegamos um pouco mais perto de Deus.

      Você acha que é pecaminoso ou errado chamar Maria "mãe de Deus"? Então você se considera mais sábio ou mais "cristão" que o próprio Espírito Santo, porque a Bíblia Sagrada mostra como Isabel, ao receber a visita da Santíssima Virgem, ficou imediatamente cheia do Espírito Santo, e, inspirada pelo mesmo Espírito, abriu sua boca e em alta voz exclamou:

      "Donde me vem que me visite a mãe do meu Senhor?" (Lc 1,42)

      Então, se você acha que o "seu cristianismo" é superior à Voz do próprio Espírito de Deus, honestamente, não temos nada a conversar!

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. A cruz nos é sinal de salvação, Cristo não está na Cruz nós católicos sabemos muito bem disso, mas ao olharmos com amor nos lembramos que nela está o sacrifício da salvação da humanidade, Jesus diz claramente em Mateus 10,38 "Quem não toma a sua cruz e não me segue, não é digno de mim". e ainda em Lucas 9,23 "Em seguida, dirigiu-se a todos: Se alguém quer vir após mim, renegue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz e siga-me." Ou seja, em nenhum momento Jesus nega a cruz, ou pede que abandonemos nossa cruz, por isso se quisermos nos salvar, devemos sim olharmos o sacrifício de Jesus na Cruz, no madeiro, onde derramou o sangue pela humanidade, pois sem a cruz não há ressurreição!

      E sobre a Santíssima Virgem Maria, como é que podemos dizer que Ela foi uma mulher qualquer, comum? Se o Cristo foi gerado Nela? Você é capaz de gerar o Salvador do mundo em seu ventre? ou qualquer um poderia tal feito? Ela desde o início foi concebida sem pecado Deus antecipou a graça e a livrou de toda mancha do pecado simplesmente pela graça dela gerar em seu ventre o Filho de Deus, e se Jesus é Deus, Ela é sim mãe de Deus! Além do mais, nós nunca adoramos a Virgem Maria, o culto que prestamos a Mãe é de hiperdulia muito diferente do culto único prestado a Deus como pode ver abaixo:

      1. culto de latria (grego: "latreuo") quer dizer adorar - É o culto reservado a Deus

      2. culto de dulia (grego: "douleuo") quer dizer honrar.

      3. culto de hiperdulia (grego: hyper, acima de; douleuo, honra) ou acima do culto de honra, sem atingir o culto de adoração.

      A latria é o culto que se deve somente a Deus e consiste em reconhecer nele a divindade, prestando uma homenagem absoluta e suprema, como criador e redentor dos homens. Ou seja, reconhecer que ele é o Senhor de todas as coisas e criador de todos nós, etc.

      O culto de dulia é especial aos santos, como sendo amigos de Deus.

      O culto de hiperdulia é o culto especial devido a Maria Santíssima, como Mãe de Deus.

      Que a Luz do Espírito Santo possa iluminar e trazer a verdade para seu coração! Deus abençoe! Paz e bem! Salve Maria!!!

      Excluir
    3. ola tudo bem? seguinte minha pergunta é se eu acredito em Cristo conheço o evangelho e sigo suas ordenanças e sou evangelico não creio em MARIA OU PEDRO como meios ou mediadores ou intercessores tendo partido desta vida não serei salvo né e salvo de que? e porque seria eu condenado. cordialmente edivaldo ebarbosa.maria@hotmail.com.br

      Excluir
    4. Caro Anônimo,
      Como católico, devo lhe dizer que não creio em Maria ou Pedro como intercessores perante Deus, mas na Santa Mãe de Deus, a Bem-Aventurada Virgem Maria, humilde mulher que teve a graça de receber Deus(!) em seu ventre e intercedeu junto ao seu Filho nas bodas de Caná e em São Pedro, Pedra sobre a qual Cristo construiu sua Igreja e a quem inclusive Nosso Senhor mandou apascentar suas ovelhas, crença essa que em nada contradiz as Sagradas Escrituras. No entanto, se você achar qualquer palavra de NSJC em qualquer evangelho que contradiga o dogma da Intercessão dos Santos, vou concordar com você. A paz de NSJC!

      Excluir
    5. Só esclarecendo: A intercessão dos Santos é bíblica.
      “Acima de tudo, recomendo que se façam preces, orações, súplicas, ações de graça por todos os homens (...) Isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador” (1Tm 2, 1-3)
      “Orai uns pelos outros para serdes curados”(Tg 5, 16b)
      Graça e paz!

      Excluir
    6. Graça e Paz!
      André, não somente bíblica, mas a intercessão dos santos é um mandamento para todos nós. Deus é soberano, mas escolheu agir no mundo, muitas vezes, em resposta à nossas orações. O que os protestantes acreditam é que essa intercessão cabe aos que vivem, porque os que já estão com o Senhor aguardam no paraíso até que Deus faça justiça na Terra, no seu tempo predestinado.
      Quanto à mediação de Maria, é uma tradição católica. Não há motivo para discussão nesse ponto, porque não há pontos em comum que possam ser produtivos.

      Excluir
    7. É uma tradição católica e bíblica, Filipe. E se você não concorda, já que não há pontos em comum, porque não discuti-los? A discussão não é justamente para isso? Se fôssemos discutir somente com quem concorda conosco, pelo menos em algum ponto, não estaríamos sempre prontos para responder para a nossa defesa a todo aquele que nós pedir a razão da nossa esperança (I Pedro 3,15). A paz de NSJC!

      Excluir
    8. Obs: eu quis dizer 'nos pedir'.

      Excluir
    9. Petrivalianici, Graça e Paz!

      Creio que qualquer ponto pode ser discutido, mas eu queria evitar confusões, sempre tão maléficas. A intercessão dos santos é um mandamento, obrigação a todos os cristãos. Isso é claro como o dia. O que eu não vejo é a intercessão de Maria nos moldes católicos. Eu vou estudar mais a esse respeito e voltamos a conversar.
      Obrigado!

      Excluir
    10. Entendo, Filipe. Apenas queria que você entendesse que não concordar com a Intercessão de NSVM não significa não poder discutir sobre o assunto. A paz de NSJC!

      Excluir
    11. Petrivalianici, qual o "santo" que eu devo pedir intercessão e que seja mais rápido atendido? pois, tem uns que tem mais pedidos que outros e pode ser mais dificil a ajuda exemplo: Eu nunca vi ninguém pedir intercessão a Moisés,Abraão, Enoque etc,etc.

      Excluir
    12. Pedir intercessão a Maria não é melhor do que aos santos ou é tudo tem um peso só?

      Excluir
    13. Sr, Anonimo, quero lhe informar em primeiro lugar, caso você não saiba, que o pedido de intercessão a Maria, aos Anjos e aos Santos, não é obrigatório para os católicos, pedem quem quer, caso contrário, todos podemos pedir diretamente a DEUS em nome de JESUS. Em segundo lugar, quero lhe dizer que mesmo que não seja obrigatória aos católicos de pedir a intercessão de Maria, dos Anjos e dos Santos, porém a Igreja sempre ensinou que é bom e salutar termos alguém, quer neste mundo quer os que estejam junto de DEUS, que orem por nós e junto a nós para DEUS em nome de JESUS. E em terceiro lugar, se os pedidos de intercessão de Maria, dos Anjos e dos Santos não é obrigatório, porém a fé na Comunhão dos Santos o é, pois esta revelado nas Sagradas Escrituras, citando apenas um que comprova isto, 1º Cor. 12, aonde São Paulo nos diz que todos somos membros de CRISTO e todos formamos um só corpo com ELE, e dentro desta união chamada Comunhão dos Santos é que os que se encontram nos céus, pois estão tão unidos a nós quanto aqueles que pecadores que são, se não arrependidos, mesmo que ainda se encontram neste mundo, já estão separados de nós, e portanto, os Santos poderá fazer muito mais por nós do que este

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    14. Pedir a intercessão a Maira não é que é melhor que a outros Santos, porém, por ela ter sido a Mãe de JESUS ela esta revestida por uma singular importância por isto, portanto entre aqueles que recorremos no céu para que orem, para que intercedam por nós a DEUS em nome de JESUS, Maria será lembrada sempre em primeiro lugar, porque a baixo de CRISTO, e acima de todas as criaturas, esta ela, a maior das meras criaturas.

      Aninimo Sidnei.

      Excluir
    15. Quanto a que Santo recorrer para que nossas preces cheguem primeiro a DEUS, isto é irrelevante, haja vista, quer seja algum santo que venha receber mais pedidos de intercessão que outros, o tempo, que para os que estão nos céus é tão irrelevante quanto aos que temos aqui na terra, terão tempo o suficiente para apresentar todos eles diante de DEUS NOSSO SENHOR.

      Anonimo Sindie.

      Excluir
    16. Caro Anônimo, qualquer santo (sem aspas) ouvirá seu pedido e intercederá por você, pois todos estão com Nosso Senhor (que, não sei se você sabe, é onisciente) no céu e sua comunhão plena com ele os faz saber de tudo que necessitamos. Não tem essa de "santo com mais pedidos" ou "santo atarefado", pois no céu não existe o tempo como nós conhecemos e o fato de alguém estar intercedendo a Deus já confere a essa pessoa o poder de fazer com que o pedido seja realizado, independente da quantidade de pessoas. O verdadeiro católico não se importa se o pedido vai ser realizado rapidamente ou não, mas sim se a vontade de Deus vai ser cumprida. A intercessão dos santos não se restringe nem deve se restringir á Mãe de Deus, pois como bem disse André, as Escrituras orientam todos os homens a interceder uns pelos outros. Existem, sim, aqueles santos a quem são feitos poucos pedidos, ás vezes por serem pouco conhecidos, ás vezes por pouca gente saber que eles são santos, mas nem por isso eles deixam de interceder ao Pai, que sempre acolhe os pedidos de seus queridos filhos, aqui na terra ou lá no céu. A paz de NSJC!

      Excluir
    17. E para quem ainda acha que não há necessidade de recorrermos a Maria, aos Anjos e aos Santos, sobre tudo a Maria e aos Santos porque estão mortos e não podem fazer mais nada por eles, voltemos a passagem de 1º Cor. 14-25:
      14. Assim o corpo não consiste em um só membro, mas em muitos.

      15. Se o pé dissesse: Eu não sou a mão; por isso, não sou do corpo, acaso deixaria ele de ser do corpo?

      16. E se a orelha dissesse: Eu não sou o olho; por isso, não sou do corpo, deixaria ela de ser do corpo?

      17. Se o corpo todo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se fosse todo ouvido, onde estaria o olfato?

      18. Mas Deus dispôs no corpo cada um dos membros como lhe aprouve.

      19. Se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo?

      20. Há, pois, muitos membros, mas um só corpo.

      21. O olho não pode dizer à mão: Eu não preciso de ti; nem a cabeça aos pés: Não necessito de vós.

      22. Antes, pelo contrário, os membros do corpo que parecem os mais fracos, são os mais necessários.

      23. E os membros do corpo que temos por menos honrosos, a esses cobrimos com mais decoro. Os que em nós são menos decentes, recatamo-los com maior empenho,

      24. ao passo que os membros decentes não reclamam tal cuidado. Deus dispôs o corpo de tal modo que deu maior honra aos membros que não a têm,

      25. para que não haja dissensões no corpo e que os membros tenham o mesmo cuidado uns para com os outros.

      Aninimo Sidnei.

      Excluir
    18. Caro anônimo (1:15h)
      Isto é uma questão de fé.
      Ora, se você quer uma dádiva rápida (ser atendido mais rapidamente), não precisa pedir intercessão dos santos, seja ele Elias, Moisés, Abraão ou outros, basta pedir direto ao Valdomiro, RR Soares, Malafaia ou ao atual bispo do Velho Testamento Edir Macedo. A esta hora da madrugada em que você postou seu comentário, somente eles estão de plantão.
      E tenha uma boa sorte, se é isto que você precisa.

      Excluir
    19. E tenha uma boa sorte, se é disto que você precisa.

      Excluir
    20. Espero que tenha entendido, Anônimo, depois das respostas que eu e meus irmãos em Cristo demos a você, pois o que não faltou foram argumentos. A paz de NSJC!

      Excluir
    21. Não André, vou pedir oração a você e saiba que tem muitos crentes simples de joelho nas madrugadas orando até por todos os católicos e saiba que não quero "sorte" pois quando meus pedidos são atendidos ou não, agradeço a Deus! e sugiro que você também tenha fé nos grandes valentes do velho testamento pois repito: nunca vi ninguém pedir oração a eles e vc já viu?

      Excluir
    22. Anônimo, ter fé é diferente de rezar. No mais, seu comentário foi direcionado a André e, por isso, não responderei sua pergunta. A paz de NSJC!

      Excluir
    23. Irmão anônimo, como eu vou poder interceder por você com as minhas orações, se nem o seu nome eu conheço?
      Veja então:
      No comercinho da cristandade quando ainda não havia divisão, veja o que professavam os primeiros cristãos, em relação à doutrina da intercessão dos santos:
      "O Pontífice [o Papa] não é o único a se unir aos orantes. Os anjos e as almas dos juntos também se unem a eles na oração" (Orígenes, 185-254 d.C. Da Oração).
      "Se um de nós partir primeiro deste mundo, não cessem as nossa orações pelos irmãos" (Cipriano de Cartago, 200-258 d.C. Epístola 57)
      "Comemoramos os que adormeceram no Senhor antes de nós: patriarcas, profetas, Apóstolos e mártires, para que Deus, por suas intercessões e orações, se digne receber as nossas." (...) "Em seguida (na Oração Eucarística), mencionamos os que já partiram: primeiro os patriarcas, profetas, apóstolos e mártires, para que Deus, em virtude de suas preces e intercessões, receba nossa oração" (São Cirilo de Jerusalém, 315-386 d.C. Catequeses Mistagógicas).
      Mais uma catequese do maior biblista e tradutor da antiguidade cristã:
      "Se os Apóstolos e mártires, enquanto estavam em sua carne mortal, e ainda necessitados de cuidar de si, ainda podiam orar pelos outros, muito mais agora que já receberam a coroa de suas vitórias e triunfos. Moisés, um só homem, alcançou de Deus o perdão para 600 mil homens armados; e Estevão, para seus perseguidores. Serão menos poderosos agora que reinam com Cristo? São Paulo diz que com suas orações salvara a vida de 276 homens, que seguiam com ele no navio [naufrágio na ilha de Malta]. E depois de sua morte, cessará sua boca e não pronunciará uma só palavra em favor daqueles que no mundo, por seu intermédio, creram no Evangelho?" (São Jerônimo, 340-420 d.C, Adv. Vigil. 6).
      Pois bem, estamos falando em mediar a oração e não mediar a salvação, pois esta, só existe um: Nosso Senhor Jesus Cristo, “Por isso ele é mediador do novo testamento. Pela sua morte expiou os pecados cometidos no decorrer do primeiro testamento, para que os eleitos recebam a herança eterna que lhes foi prometida” (Hb 9, 15).
      Que sejamos uns para outros instrumentos de Amor na Oração, mas para isto faz-se necessário saber para quem vai interceder.
      Salve Maria Virgem Santa!
      André



      Excluir
    24. Os escritos e tradição pós apostólicos (Patrísticos) não podem prevalecer com os canônicos, uma vez que foi dito pelos apóstolos que a geração futura não suportaria a doutrina sadia e daria ouvidos à doutrina de demônios e fábulas.
      Mais tarde a noiva de Cristo unindo-se ao Estado (Foi aceito por Ele?), aí fica mais fácil, sendo estatal ditar as regras de fé e continuar uma só! Quem não concorda com isso, é herege e perseguido pelo estado tendo que fugir para as montanhas ou mortos. E o que seria da Sucessão Apostólica, Magistério e tudo mais se não tivesse acontecido tal
      união com o Estado? Será que teríamos uma única igreja na atualidade com um único chefe, etc., etc.?

      Excluir
    25. Os apóstolos disseram que haveria um tempo em que muitos não suportariam mais a Sã Doutrina, mas ninguém falou que ''a geração futura", no sentido generalizado de todas as gerações futuras, se corromperia. Você está deturpando as Sagradas Escrituras apenas para desmerecer os Santos Padres. A Igreja vem proclamando dogmas e regras de fé desde que foi fundada, no Pentecostes, com ou sem apoio do Estado, seja ele qual for. E Lutero, que tinha o apoio dos príncipes alemães, mas nem por isso conseguiu evitar o surgimento de seitas dissidentes e divisões no luteranismo? E Henrique VIII, rei da Inglaterra? Proteção ou apoio do Estado não é garantia de unidade, Anônimo! Antes de criticar a Igreja, procure estudar mais história. E quem disse que a Igreja ou o Estado perseguem os hereges obrigando-os a fugir para as montanhas? A pena da Igreja para um herege é a excomunhão. Se o herege for morto ou perseguido, saiba que essa não é a doutrina da Igreja. Respondendo a suas perguntas finais, a Igreja, o Magistério e a Sucessão Apostólica continuariam existindo, pois quem guia eles é o Espírito de Deus, enviado por Cristo para os Seus apóstolos para todo o sempre, e não até ano tal ou período tal, como vocês protestantes gostam de insinuar (blasfemar). Cristo disse que fundaria a Sua Igreja sobre São Pedro e que as portas do inferno nunca prevaleceriam sobre Ela, o que quer dizer que nunca, Estado ou organização nenhuma vai poder tirar a autoridade dela. Recomendo que você pesquise e veja a lista de todos os papas da história, e então você verá que a Igreja conseguiu se manter Una e com um único chefe durante muito tempo antes de se aliar a qualquer Estado. É muito fácil deturpar a Bíblia e contradizer a história e depois ficar debochando da Noiva de Cristo, como você bem falou. A paz de NSJC!

      Excluir
    26. http://www.ofielcatolico.com.br/2001/05/sucessao-apostolica-lista-de-todos-os.html

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    27. Graça e Paz!

      Petrivalianici, graças a Deus a morte aos hereges não é mais praticada hoje entre os Cristãos. Mas muitos críticos do Cristianismo ainda citam esses fatos sem compreenderem o contexto da idade média.
      Deveriam esses se concentrar no Islamismo, que até hoje pratica violência e morte contra todos os que professam outra crença.

      Excluir
    28. Da idade média e também da antiga, moderna e creio até que contemporânea, pois em todas essas épocas houve assassinatos por parte de católicos a hereges. Também agradeço a Deus por não haverem mortes aos hereges no presente, mas agradeço ainda mais por não existirem situações em que se deva guerrear contra eles, como o Saque de Roma, por exemplo. A paz de NSJC!

      Excluir
    29. Boa tarde queridos tem uma duvida se cristo e cabeça maria seria qual parte desse corpo ? e o papa ?

      Excluir
    30. Não existe essa hierarquia assim definida, anônimo, a dizer que "tal santo é um dedo, outro o coração, outro o olho esquerdo"... Somos todos Um Corpo, Unido, Uno e Indivisível, ainda que a uns tenha sido dada dignidade superior a de outros.

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    31. Querido anônimo, Maria literalmente é o ùtero onde foi tecido Nosso Salvador. Paz e bem

      Excluir
  9. Só para acrescentar,o anônimo cita Gl 3,13,só que ele não percebe que o apóstolo Paulo falava da lei,para os fariseus era mesmo maldição: Maldito todo aquele que é suspenso no madeiro (Dt 21,23)
    Na cabecinha desse anônimo São Paulo estaria chamando Cristo de maldito.



    Quanto a a Jesus ser o único mediador,sim ele é,mas para a nossa Salvação,leia o versículo todo.

    ResponderExcluir
  10. Todos nós temos amigos e parentes que creem em Deus. O velho testamento eo novo contam a história da criação. Do pó viemos e ao pó voltaremos. Sem amor,em nada podemos agradar a Deus. A letra mata. A historia das religiões mostra a decadência da humanidade. Os verdadeiros adoradores, o adorem em espírito e em verdade. Amar a Deus e ao seu próximo como Jesus nos amou e intercede na unidade do Pai, do Filho edo Espirito Santo. Em vão me adoram, seus corações estão longe de mim. Ensinam doutrinas que são preceitos de homens. Abraão com seu único filho da promessa, crêu e foi fiel ao entregar Isaque ao sacriifício. Mais que discutir vãs filosofias é testemunhar sua fidelidade a Deus quando lhe pedir submissão e não somente expressões acadêmicas.

    ResponderExcluir
  11. Olá a todos!
    Gostaria de debater um pouco sobre o conteúdo da fé, vamos lá.

    Li no primeiro comentário desta página que o fiel Henrique Sebastião falou que devemos guardar a tradição dos apóstolos. E a Bíblia fala isso de fato. Porém, a Bíblia também fala para termos cuidado com tradição de homens que querem se igualar à tradição de Deus. Jesus repreendeu os fariseus por suas tradições. Então nem sempre tradição é boa.

    Gostaria então que debatêssemos um pouco sobre as tradições católicas, como o ex-pastor Alex Jones debateu. Sou um cristão evangélico, provavelmente o fiel Henrique Sebastião já fez cursos de teologia. Eu apenas li a Bíblia e nenhum livro apologético. Mas notei que a fé cristã é bem simples.

    Respeito a fé de todos. Peço por favor respeito para minhas perguntas. Vamos examinar tudo e buscar edificação.
    Vamos para o ponto mais conhecido da doutrina católica, antes de ler minha pergunta, assista ao curto vídeo, menos de 2 minutos, do padre Fábio de Melo:
    www.youtube.com/watch?v=tdt4fpA8cBw

    Nem quero falar sobre os muitos e muitos católicos que colocam Maria no centro, quero debater com os católicos que afirmam colocar Jesus no centro.

    O Catolicismo, de maneira geral, considera Maria a "Rainha dos Céus". Pesquisei por "Rainha dos Céus" na Bíblia e só encontrei algumas passagens de Jeremias, onde o povo daquele tempo, apesar de ser o povo de Deus, estava idolatrando uma Rainha dos Céus. E diziam que quando acreditavam vinham coisas boas a eles. Mas quando paravam de crer nela, vinham coisas ruins. E o profeta Jeremias explica ao povo que eles estão idolatrando, e por isso que lhes vinham coisas ruins.
    Similarmente, as pessoas hoje afirmam que quando oram à Rainha dos Céus Maria suas preces são atendidas.

    Os católicos acreditam que santos que já morreram podem interceder por nós no céu, e em Maria, por ter sido a mãe de Jesus segundo a carne.
    Porém eu acredito que Jesus é o único mediador entre Deus e os homens. Isso não significa apenas que só Jesus pode falar com Deus as nossas petições, diz também que só Ele pode nos ouvir.

    As minhas perguntas a esse respeito são as seguintes:
    Como é que os santos, que não são Deus como Jesus é, podem ouvir as orações de todas as pessoas ao mesmo tempo? Imagine que a cada hora, somente 100 mil pessoas do mundo inteiro oram a Maria. É um número muito pequeno comparado à população mundial, que é 70mil vezes maior que isso. Como um simples santo pode interceder por tantas pessoas ao mesmo tempo? Eu creio que só Deus pode fazer isso.
    Outra questão é: onde na Bíblia diz de pessoas orando aos santos que morreram (e a Maria) e sendo curadas/respondidas? Ou a Bíblia fala só dos vivos? Concorda que não tem na Bíblia mas é uma tradição da Igreja Católica ter Maria como mãe de Deus? Pesquisei quando a Igreja Católica criou essa tradição, e encontrei quando foi decidido isso e a data: no Concílio de Calcedônia datado do ano 451 d.C. O raciocínio é: Jesus é Deus, e Maria é sua Mãe; logo, ela é Mãe de Deus.
    Entendo que isso não pode ser considerado doutrina dos apóstolos, mas sim doutrina de homens, pois foi um ensino criado depois e não confere com a Bíblia. O apóstolo Paulo disse aos gálatas "Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema." (Gálatas 1:8)
    A Bíblia separa muito as coisas espirituais das carnais, e Maria foi mãe de Jesus segundo a carne, não segundo o espírito. Ou seja, ela não pode ser chamada mãe de Deus (mãe do espírito de Jesus), o espírito dEle foi gerado pelo Espírito de Deus.

    Aguardo as respostas para continuarmos o diálogo da fé. Muito obrigado. André

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André, Graça e Paz.

      Fico contente que você é mais um, como eu, a buscar diálogo e conhecimento entre os irmãos católicos. Eu sugiro que você olhe as postagens antigas do Blog, pois respondem a muitas dúvidas sobre a teologia católica e evita que se faça a mesma discussão várias vezes. Há muito material, e que provém do posicionamento oficial da Igreja.
      A questão de Maria mãe de Deus foi utilizada para combater uma heresia da época que dizia que Jesus não poderia ser homem sendo Deus, nem o contrário. A Igreja reagiu dizendo que Maria era mãe de Deus, porque Jesus era perfeito homem e perfeito Deus.
      Wagner, a intercessão é obrigatória a todos a Cristãos. Para nós, o pastor não é sacerdote (ou não deveria ser). Todos devemos interceder uns pelos outros. Creio que nisso cremos na mesma coisa. A diferença é que cremos que após a morte, os irmãos entram num estado permanente de louvor a Deus e descanso. Estão conscientes, sem dúvida, mas o trabalho pertence àqueles que ficaram.

      Excluir
    2. Olá, André. Apenas complementando os comentários de Wagner e Adriana, gostaria de fazer algumas perguntas essenciais para você e todos os protestantes que vêm a este site para debater conosco: Onde está na Bíblia que só devemos crer e nos apoiar no que ela diz? Onde está na Bíblia que toda e qualquer tradição que não estiver relatada explicitamente na Bíblia é doutrina dos homens, contrariando 2Ts 2,15, que nos manda guardar a Tradição ensinada seja por PALAVRAS, seja por epístola?
      Veja que eu não estou pedindo que você apresente passagens que falem bem das Escrituras, que digam que elas são verdadeiras ou que nos mandem lê-las, até porque os católicos acreditam em tudo isso, mas sim passagens que digam que só a Bíblia é fonte de fé para os cristãos e que a autoridade da Igreja, Coluna e Sustentáculo da Verdade, é inferior á das Sagradas Escrituras. A paz de NSJC!

      Excluir
  12. André,

    Suponho que sua denominação protestante creia que Jesus é o Senhor e Rei do Universo e que, também, é uno, isto é, na pessoa de Jesus dá-se a divindade e a humanidade (Deus e homem).

    A nomenclatura clássica (imagino que sua denominação não tenha lá muitos séculos de existência para ter vivenciado isso) diz que o " título rainha-mãe é reservado às rainhas consortes viúvas cujo filho ou cuja filha, oriundo(a) do casamento com o rei, é o monarca reinante."
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Rainha-m%C3%A3e
    Logo, se Maria é a mãe de Jesus e ele é o rei, pode-se (e deve-se) chamar sua mãe de Rainha.

    E se Jesus é uno, não tem sentido falar de Maria, mãe de Jesus homem e não de Jesus-Deus, pois não existe e nunca existiu Jesus "apenas homem".

    E, apenas uma curiosidade: em sua congregação religiosa o pastor reza pelos seus fiéis? Você reza pedindo a Deus algo para outra pessoa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Wagner!
      Sim, Jesus é Deus e homem, por isso afirmei que somente Ele como Deus e homem pode ouvir as orações de todos os santos que estão em todas as partes do mundo orando ao mesmo tempo. Só alguem que é Deus e homem é capaz disso (Jesus).

      Explicando então como minha congregação age, nós oramos uns pelos outros, pois todos nós somos santos, todos nós fomos constituídos reino e sacerdócio, somos sacerdotes. Não é somente o pastor que é um sacerdote. E não é somente um super crente que é santo, todos nós somos santos, nós que cremos no nome do Senhor Jesus Cristo, pois Deus não nos vê mais como pecadores. Precisamos agora tomar posse no mundo natural do que já somos no mundo espiritual.
      Quanto à Maria, ela foi mãe de Jesus segundo a carne, como eu já havia dito. Mas ela não é mãe de Deus. Por isso o Espírito Santo concebeu através da barriga de Maria ao Senhor Jesus, porque o espírito dele só podia ser gerado por Deus. Isso pode parecer estranho para alguns, mas ela foi uma espécie de barriga de aluguel. Ela foi bem-aventurada, ou seja, feliz por receber tanta graça.

      Excluir
    2. Então na sua congregação todos são santos, todos são sacerdotes.... Pra você, Maria foi uma “espécie de barriga de aluguel”? Bem-aventurada na sua concepção significa uma pessoa “feliz por receber tanta graça”? Só faltou dizer que Maria teve outros filhos e que a Bíblia ainda diz o nome desses filhos... Tive aqui uma estranha sensação de que você não leu as postagens que eu te sugeri e que são as respostas para as suas dúvidas iniciais. Mas eu não acredito em intuição feminina, então vai ser ótimo se eu estiver errada.

      Meu caro, não precisa ser católico para querer corrigir essas estranhas conclusões. Você disse que tinha “dúvidas” mas até agora só estou vendo convicções as quais você está bem agarrado, né.

      Então... te convido a rever essa sua posição sobre Maria. Podemos recomendar excelentes fontes católicas, textos ótimos inclusive desse blog, mas você demonstra não estar muito interessado em conhecer realmente a Sagrada Tradição. Comece então por fontes protestantes, procure os mais conhecidos, Lutero e Calvino, e examine o que eles disseram sobre Maria Santíssima. Você conhece as afirmações de Lutero sobre questões como:
      A expressão “Maria mãe de Deus”,
      A veneração à Maria,
      A intercessão de Maria (e dos santos)
      A virgindade perpétua de Maria
      Até a Imaculada Conceição, um aspecto mais difícil de ser compreendido pelos endurecidos corações.
      Veja o que ele escreveu e em que circunstâncias. Reconsidere o que você tem afirmado, e vá atrás da verdade. Se quiser, os amigos do blog podem te sugerir materiais católicos, que vão ajuda-lo a traçar uma concepção sobre o assunto. Mas aviso, isso vai dar trabalho, vai demandar tempo, muita leitura, muita reflexão, e é um processo meio que solitário. Não totalmente, ore muito para que Deus te acompanhe e ilumine esse caminho.

      Excluir
    3. André Lima:
      a) Mesmo os Santos nos céus não censo onisciente, onipresente e onipotentes, como DEUS na sua SANTISSIMA TRINDADE, isto não torna impossível que eles venha acolher nossas preces s suplicas nos céus e interceder por nós apresentado-as diante de DEUS PAI em nome de JESUS, pois o tempo na eternidade é relativa tal, que os Santos embora estejam limitados por não terem os mesmos atributos divinos, porém, eles tem o tempo suficiente para atender a todos os pedidos que a eles são dirigidos, principalmente a Maria. O problema de muitos protestantes é achar que na eternidade todos agem da mesma forma que aqui na terra aonde a um tempo para: acordar, levantar da cama, escovar os dentes, tomar café, voltar ao banheiro para fazer suas necessidades biológicas, se vestir, pegar alguma condução para ir ao trabalho, chegar ao trabalho, trabalhar até a hora do almoço, almoçar, trabalhar até o final do expediente, voltar para casa, tomar um banho, jantar, realizar algum lazer, e terminar o dia fazendo suas orações uma leitura bíblia e ir dormir e no dia seguinte começar tudo de novo, menos ao final de semana. Ledo engano, o tempo na eternidade é relativo a tal ponto que se eu tralhar 8 horas por dia para eu fazer meu serviço, na eternidade isto duraria talvez uns meros 8 segundos, pois na eternidade não há tempo, e mesmo os santos que não tendo os tributos divinos da onisciência, onipresença e onipotência, terão tempo o suficiente para receber as preces de mil, um milhão e até um bilhão de pessoas, se não ao mesmo tempo, mas em um tempo suficiente que dá para acolher as preces de todos e leva-las diante do trono da SANTISSIMA TRINDADE apresentado-as em nome de JESUS. Aqui também tem um fato relevante que se deve levar em conta: nem todos se dirigem a todos os santos ao mesmo tempo, mesmo porque isto seria impossível, por isto nem todos os santos recebem tantas preces para interceder por alguém ao mesmo tempo, por exemplo, neste exato momento que s escrevo isto aqui, quantas pessoas estão dirigindo a São Paulo ou a São Pedro, a Santa Luzia ou a Santa Tereza de Avila, ao mesmo tempo?, mitos poucos estarão fazendo isto pelo mundo a fora, o que torna a vida dos Santos (humanamente falando) mais fácil lá em cima. Pode-se objetar quanto a Maria que é a mais que se pede a intercessão dela em todo mundo e a forma como os santos podem ouvir nossas preces: quanto a Maria, como foi respondido acima, o tempo na eternidade é relativo, portanto, Maria terá tempo o suficiente para acolher as preces de todos e interceder por nós diante de DEUS PAI em nome de JESUS, ou então ela poderá interceder por nós por atacado, ou seja, ela poderá apresentar nossas preces de forma coletiva e não individual, colocando diante de seu filho JESUS, o qual ELE sabendo quem são aqueles que a ela dirigem para interceder por eles, então ela pede para atender suas necessidades, conforme o desejo de DEUS, quanto a forma como eles recebem, aí poderá ser a mais variada, poderão os nossos anjos da guarda levarem nossas preces de intercessão que fazemos a Maria e aos Santos e aos próprios Anjos, não que nossos anjos da guarda serão um segundo intercessor, mas apenas mensageiros até a Maria e aos Santos o qual estes sim é que intercederão por nós, ou a ciência de nossas preces por parte dos santos se dará pela luz divina o qual DEUS permitirá que cada um lá nos céus saibam quem estará pedindo a intercessão deles, ou seja, as formas como as preces de intercessão que fazemos aos santos cheguem até eles, podem ser de múltiplas formas, mas que elas chegam até eles, isto nós cremos, pois eles, os Santos mesmo mortos para este mundo, eles estão unidos junto a nós em JESUS CRISTO NOSSO SENHOR, dentro da comunhão dos Santos, o qual São Paulo explica isto muito bem em 1º Corintos 12.

      Continuando

      Excluir
    4. Outra coisa que achei interessante sobre seu comentário, foi mencionar sobre o sacerdócio universal dos fieis. Realmente, todos nós quando batizados e revestidos de CRISTO, fomos estabelecidos como reis, profetas e sacerdotes, embora o único e verdadeiro sacerdote sempre será CRISTO JESUS, mas nós que fomos inceridos NELE pelo batismo, também se tornamos sacerdotes, fora aqueles que recebem o sacramento da ordem o qual se tornam sacerdotes ordenados, ou seja, se tornam ministros de CRISTO e participam de seu sacerdócio ministerial, porém, isto é outra história. Com relação aos sacerdócio comum dos fieis, assim como CRISTO JESUS, verdadeiro sacerdote tem em sua missão no céu ser nosso não único, mas o intercessor principal, o qual todas as outras intercessões, quer nossa aqui na terra que oramos uns pelos outros, quer os que se encontram nos céus que oram por nós, esta subordinada, portanto, nenhuma prece ou suplica seja para si mesmo, ou a favor de outra pessoa, deverá ser sempre em nome de JESUS, pois todas as preces e suplicas deverão sempre estar subordinadas a ELE e não paralelas a ELE. E neste contexdo de subordinação de nossas preces e súplicas que nós fazemos a nosso favor ou a outra pessoa, assim como Maria os Anjos e os Santos nos céus que oram por nós + a função sacerdotal o qual entra as preces em favor dos outros e dos que pedem a intercessão, é que se realiza a Comunhão dos Santos, pois a função de sacerdotes no sentido de intercessores não cessa com a morte do cristão, mas continuará na eternidade, pois a caridade, conforme São Paulo 1º Corintos 13, jamais acabará.

      Continuando.

      Excluir
    5. Com relação a maternidade divina de Maria, temos que pensar o seguinte: Maria não deu a origem divina a JESUS, porque ELE sempre foi DEUS desde a eternidade, porém o fatos de dizermos que Maria é mãe de DEUS, não é porque ela deu a origem a divindade de JESUS, mas porque dela nasceu JESUS Verdadeiro homem, e verdadeiro DEUS. Horas, qualquer pessoa que nasce de alguém, o que esta pessoas se torna da pessoa do qual nasceu?, resposta: filho, e o que a pessoa se torna daquela do qual dela nasceu?, resposta: Mãe, horas se JESUS inteiramente DEUS e inteiramente homem nasceu de Maria, logo JESUS DEUS e homem se tornou filho de Maria, e Maria se tornou mãe de JESUS DESUS e homem, portanto não a dificuldade alguma de se estabelecer Maria como mãe de DEUS, porque de fato ela é Mãe de JESUS DEUS e homem, agora dizer que ela é apenas mãe de JESUS homem, aí incorre em heresia, pois poderá suscitar dúvidas as pessoas o qual irão entender que JESUS se tornou DEUS depois que ELE nasceu de Maria, ou talvez somente no seu batismo, ou até mesmo após a sua ressurreição e ascensão aos céus, porém, o fato é que JESUS sempre foi DEUS, e desde sua concepção no ventre de Maria ELE continuou sendo DEUS porém agora unido a nossa humanidade. Não é por nada que desde o inicio da Igreja, sempre se entendeu isto, pois como exclamou Santa Izabel: “Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor?” (Lucas 1, 43), sendo que este Senhor muitos sempre entenderam o ADONAI, que os judeus em respeito ao nome de DEUS utilizavam e que significa SENHOR, então a primeira a aclamar Maria como mãe de ADONAI, mãe do SENHOR, mãe de DEUS, foi Santa Izabel, e a Igreja sempre comprovou isto, em concílios e até os primeiros refomadores protestantes como Lutero, Calvino e Zuiglio não tiveram problema na aceitação em aclamar como Maria mãe de DEUS.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    6. Adriana, tirando a questão de Maria, você discorda de que o povo de Deus é santo (separado para Deus)?

      Excluir
    7. Caríssima Adriana, irmã em Cristo Jesus

      Admiro sua persistência em mostrar o obvio para certas categorias que se dizem cristãos.
      Com todo respeito! Não vale a pena fica mostrando o óbvio para quem se dispõe a não ver, para quem já está obcecado pela à lavagem cerebral que recebeu na sua congregação dita “evangélica”, e não consegui enxergar um palmo além e/ou aquém das Sagradas Escrituras. Como se diz por aqui no Nordeste: "Não se gasta vela boa com defunto ruim”.
      Ora, como já se disse por aqui: até parece que estamos caminhando em circulo.
      Será que este povo ainda não tem um site “evangélico” que possa discutir suas heresias?
      A categoria que é este Apostolado não merece a intromissão deste povo, de forma alguma. Será que eles não percebem a irritação até do bem-educado, esmerado e cortês Henrique Sebastião?
      Todos nós sabemos o trabalho que se tem em manter um apostolado neste naipe on-line. Não é fácil! E ainda ter que repetir “ trocentas” vezes as mesmas questões?
      Como diz Blog do Frei Clemente Rojão OAAO (Ângelo Bernardo):
      “A misericórdia é grande mas a penitência é braba”.
      “Aos comentaristas: Este é um blog católico... e dos bons. Aqui o ombro é amigo, mas o coice é certeiro. O autor fez voto de boçalidade: Comentários cretinos serão respondidos setenta vezes sete mais cretinamente ainda. Fale o que quiser e espere ouvir o que não quiser”.
      E o mais importante:
      “O que você entendeu do que eu disse?”
      “ O que significa o que você está dizendo?”
      “Por que o que você está dizendo refuta o que eu disse?”

      Excluir
    8. André Lima,

      Tendemos em tudo "antropologizar" os conceitos, porém, em teologia, nem sempre isso ajuda na compreensão deles.

      Nesse caso específico de como os santos podem conhecer os milhões de pedidos de intercessão que lhes são feitos por seus devotos, NÃO podemos imaginar que há no Céu uma espécie de call center ou um "0800" através dos quais os santos acessam nossos pedidos.

      Como o Filipe muito bem ressaltou, a doutrina católica entende que os que morreram na graça de Deus e sem penas para expiar, estão JÁ desfrutando da Glória Divina e da posse da visão beatífica. Portanto, a alma separada naturalmente não teria como conhecer, mas os santos só conhecem os pedidos porque os contemplam no Verbo, ou seja, pela visão beatífica sobrenatural, que é a maneira pela qual todos os que se salvarem gozarão da fruição divina, isto é, a forma como participaremos da Glória de Deus, como seus filhos, pelos méritos de Jesus.

      Não há, por isso, nenhuma dificuldade nesse seu questionamento.

      Excluir
    9. Caro André cxm!

      Sou uma pessoa romântica! Acredito que com o mínimo de boa vontade qualquer um pode compreender algumas questões e deixar de ficar por aí repetindo abobrinhas. E aqui é um dos melhores lugares para que isso aconteça. O problema é esse mínimo de boa vontade que algumas pessoas definitivamente não têm. Você está certo, há coisas mais interessantes a serem tratadas e, é com muito trabalho, estudo e extrema dedicação que o blog mantém esse nível altíssimo. Reconheço que certas discussões não contribuem para isso.

      Excluir
  13. Caro André,

    A paz de Nosso Senhor Jesus Cristo!

    É comum ter dúvidas uma vez que você disse que apenas leu a Bíblia. O exame das Sagradas Escrituras longe da Sagrada Tradição e do Sagrado Magistério permite que surjam dúvidas e as mais perigosas interpretações particulares, resultando nessas milhares de seitas que vêm distorcendo o Cristianismo. Essas questões têm sido tão exaustivamente tratadas, sobretudo aqui nesse blog, e seria super rápido você encontrar sozinho as posições católicas sobre cada uma de suas considerações. Mais do que respostas, gostaria de propor algumas reflexões: Para você, qual a origem destas dúvidas? Quanto do seu tempo você tem destinado ao exame sincero dessas questões? Que tipo de fontes você tem considerado? Até onde vai a sua verdadeira disposição para o diálogo e para a reflexão? O respeito que você pede, e que é, claro, merecedor, é o mesmo que você se dispõe a nos oferecer? Digo isso, porque uma vez que você pede respostas e elas são dadas, cabe a você considerar e refletir sobre o que está sendo respondido. Isso não significa concordar e aderir automaticamente, mas examinar com humildade e boa vontade as bases que guiam a Igreja instituída por Cristo neste mundo. Tá cheio de pessoas que comentam sem ter ao menos lido a postagem, que pedem respostas mas tem preguiça de ler, preguiça de refletir e de aprofundar no assunto. Ficaria muito feliz se este não fosse o seu caso. Abaixo os links que tratam dos assuntos por você levantados. Leia tudo meu amigo, e comente as suas impressões depois de refletir e aprofundar sobre estas questões, para que o diálogo continue e possa ser, de fato, edificante para os que dele participam.

    http://www.ofielcatolico.com.br/2001/01/catequese-fundamental-os-vivos-e-os_8435.html

    http://www.ofielcatolico.com.br/2004/09/os-santos-podem-interceder-por-nos-ou.html

    http://www.ofielcatolico.com.br/2010/01/veneracao-virgem-maria.html

    Sobre vídeo indicado, estou vendo muitos dos que criticam os católicos utilizando esse recorte de uma pregação do Padre Fábio de Melo, como uma espécie de indireta. A surpresa com as palavras do Padre só atinge aqueles que estão afastados da Igreja e que não A integram verdadeiramente. Somos os primeiros a criticar as pessoas que ficam apenas na manifestação de devoção externa sem considerar as responsabilidades e as implicações que uma vida cristã plena nos coloca.

    Que Deus o abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriana, achei ótimas as perguntas para reflexão e a preocupação para que o diálogo seja edificante. Conte comigo.

      Excluir
  14. Olá Petrivalianici, respondendo as suas perguntas.
    1 - Onde está na Bíblia que só devemos crer e nos apoiar no que ela diz?
    r.: "Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;" (II Timóteo 3:16)
    Para que não tenha mais dúvida, entenda oque estou querendo dizer: podemos crer no que as pessoas dizem quando estão de acordo com o que a Bíblia diz e não entra em contradição em nada, pois toda a Bíblia é útil para ensinar a verdade etc.
    Este é um dos versículos que diz que devemos nos apoiar na Bíblia para corrigir erros, heresias. Não há outra fonte 100% confiável. Só a Bíblia é a base para tudo.

    2 - Onde está na Bíblia que toda e qualquer tradição que não estiver relatada explicitamente na Bíblia é doutrina dos homens, contrariando 2Ts 2,15, que nos manda guardar a Tradição ensinada seja por PALAVRAS, seja por epístola?
    r.: quando eu falei que ia conversar sobre algumas tradições católicas, e fiz perguntas sobra uma dessas tradições (que ainda não me responderam convicentemente), eu não estava dizendo que toda tradição que não está na Bíblia não é de Deus, mas eu quero averiguar tais tradições à luz da Palavra de Deus.
    Usando o mesmo versículo que usei no meu primeiro comentário da página: "Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema." (Gálatas 1:8), posso te mostrar a afirmação do apóstolo Paulo, de que ainda que ele mesmo ensinasse algo que é contrário ao que ele já anunciou antes, ou mesmo um anjo do céu, que o tal seja amaldiçoado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André, por favor, leia o meu comentário inteiro, pois há uma parte que você não levou em conta: " Veja que eu não estou pedindo que você apresente passagens que falem bem das Escrituras, que digam que elas são verdadeiras ou que nos mandem lê-las, até porque os católicos acreditam em tudo isso, mas sim passagens que digam que só a Bíblia é fonte de fé para os cristãos e que a autoridade da Igreja, Coluna e Sustentáculo da Verdade, é inferior á das Sagradas Escrituras".
      A citação que você traz diz que a Escritura é inspirada e proveitosa para ensinar, corrigir, etc, mas em nenhum momento ela diz que SÓ A ESCRITURA É ÚTIL PARA ISSO OU QUE ELA É A ÚNICA FONTE DE VERDADE PARA OS CRISTÃOS. Lembre-se: útil para instruir é diferente de suficiente para instruir.
      Sobre a passagem de Gálatas, São Paulo apenas disse que nós não poderíamos anunciar outro Evangelho diferente do de Cristo, que ele ANUNCIOU, mas não que a Tradição oral é inferior ou tem necessariamente que constar na Tradição escrita, até porque a Carta aos Tessalonicenses, como eu mostrei, diz que nós devemos guardar a oral e a escrita, ou seja, Bíblia e Tradição. Da próxima vez, traga textos que FALEM QUE A BÍBLIA É SUFICIENTE, não útil, já que nós católicos, como eu já disse, cremos que ela é útil. A paz de NSJC!

      Excluir
    2. Petrivalianici, a idéia desse versículo é que a Bíblia é útil para corrigir outras fontes, ou seja, se alguma outra fonte contradizer com algo que a Bíblia diz, devemos escolher a Bíblia e não a outra fonte, se a Bíblia entrar em contradição com a tradição católica por exemplo, o que vale é a Bíblia. Em outras palavras, só a Bíblia é 100% confiável.
      Não estou dizendo que não devemos ouvir mais nada, a não ser a Bíblia. Em outras palavras eu disse que tudo que for dito, deve-se checar na Bíblia se está de acordo. Pode-se ler vários livros, com cuidado. Já a Bíblia é 100% correta.

      Excluir
    3. O versículo diz que a Escritura é útil para instruir, mas não diz que a Bíblia pode corrigir todas as outras fontes, como se a Escritura fosse superior à Tradição. Repito: EXISTE UMA DIFERENÇA ENORME EM DIZER QUE A BÍBLIA É CONFIÁVEL E DIZER QUE SÓ ELA É CONFIÁVEL, até porque a própria Bíblia, como eu já disse, nos manda guardar o que foi escrito E o que foi falado, e em nenhum momento diz que o escrito é superior ao falado.

      Excluir
    4. André Lima, você viu o que eu disse? Percebeu que eu insisto na questão da interpretação? Pois bem, o que você está fazendo é uma interpretação particular do texto da Bíblia. Só isso e nada mais.

      O texto da Bíblia não diz que se a Escritura entrar em contradição com a Tradição da Igreja, então só o que está escrito na Bíblia é que vale. Isso não existe! É apenas uma interpretação particular sua, ou da sua comunidade.

      O que a Bíblia diz sobre a Tradição (Tradição da Igreja, e não tradições meramente humanas), ao contrário do que você diz, é isto:

      "Então, irmãos, estai firmes e guardai a Tradição que vos foi ensinada, seja por palavra (Tradição) seja por epístola nossa (Bíblia)."
      – 2Ts 2, 15

      "Mandamo-vos, porém, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo o irmão que anda desordenadamente, e não segundo a Tradição que de nós recebeu."
      – 2Ts 3,6

      Mais do que isso, a Bíblia diz que é a Igreja "a Casa do Deus Vivo, a coluna e o sustentáculo da Verdade."
      – 1Tm 3,15

      Você sabe ó que é "sustentáculo"? Quer dizer o fundamento, a base de tudo. A Bíblia está dizendo que é a Igreja o fundamento de toda a doutrina, de toda a fé dos cristãos, e não apenas a Escritura, isoladamente.

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    5. O que é a verdade?

      Após adulterar as Sagradas Escrituras em Romanos 1, 17, onde se diz: “o justo viverá pela fé”, Lutero diz aos seus seguidores:

      ”Se um papista lhe questionar sobre a palavra ‘somente’, diga-lhe isto: papistas e excrementos são a mesma coisa. Quem não aceitar a minha tradução, que se vá. O demônio agradecerá por esta censura sem minha permissão.”

      (Amic. Discussion, 1, 127,’The Facts About Luther,’ O’Hare, TAN Books, 1987, p. 201). – * (Imperial Encyclopedia and Dictionary © 1904 Vol. 4, Hanry G. Allen & Company), (Holman Bible Dictionary © 1991).

      MISERICORDIA!

      SENHOR, MISERICORDIA!

      Excluir
    6. E qual é exatamente a Tradição ensinada por palavras aos irmãos nessa época citada em
      2TS 2,15 ? ou seja, acho que nunca saberemos só o que está escrito!

      Excluir
    7. "E qual é exatamente a Tradição ensinada por palavras aos irmãos nessa época citada em
      2TS 2,15 ? ou seja, acho que nunca saberemos só o que está escrito!"

      Resposta: Muitas destas tradições forma colocadas por escrito pelos padres patristicos ou chamados pais da Igreja, outras destas Sagradas Tradições nos vieram de outras formar como por exemplo através de imagens, orações, inscritos em tubas dos primeiros cristãos e que se encontram muito deles dentro das catacumbas, locais os quais os primeiros cristãos se reunião para realizar seu culto as escondidas das autoridades romanas, e a través destes meios é que podemos saber o que os primeiros cristãos acreditavam e que nos forma repassadas até nós seja pelas Sagradas Escrituras, seja pela Sagradas Tradição ensinadas e interpretadas pelo Sagrado Magistério da Igreja, o qual estes três meios da revelação, um não esta sobre posto ao outro, as estes três meios se completam e se elucidam mutuamente de tal forma de não termos dúvidas no que crer.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    8. Anônimo, creio que eram as mesmas palavras que foram eternizadas na Escritura. Não tinha porque ser diferente, na minha opinião.

      Excluir
    9. Graça e Paz a todos.

      Amigos e irmãos, permitam-me dar uma pequena contribuição. Acredito que a evangelização na época dos Apóstolos, em especial entre os não-judeus, baseava-se inicialmente na tradição oral, já que não havia ainda o novo testamento. Para os judeus, o antigo testamento era usado exaustivamente para provar que Jesus era o Cristo prometido.
      Logo após esse período, os Apóstolos, por vários motivos, começaram a escrever epístolas às Igrejas, onde escreveram o significado do evangelho, deram aconselhamento, exortaram e muito mais. Notem que Pedro já considerava as epístolas de Paulo como Escritura. Eram infalíveis e inspiradas, como a Igreja hoje e sempre reconheceu.
      Então creio que a tradição inicialmente oral já naquela época começou a ser transcrita nas epístolas, como está até hoje, principalmente no que diz respeito à doutrina.
      A Igreja, como coluna da verdade, reconheceu estes textos e é o único lugar onde se encontrava a verdade, isto é, que Jesus é o Cristo.
      Por isso os protestantes acreditam que toda a verdade do evangelho já foi revelada e escrita pelos apóstolos. Não é que devemos ler somente a Bíblia ou que não possamos ter nossas tradições; mas devemos ter consciência de que a mensagem do evangelho já foi revelada por Deus, completa, e se encontra preservada através dos escritos apostólicos.

      Obrigado.


      Excluir
    10. A diferença, Filipe, é crer que a Assistência divina terminou no exato instante em que as Escrituras foram concluídas. – Ora, se a Igreja está limitada à Escritura, então ela não pode ser, de modo algum, a coluna e o fundamento da Verdade. Pelo contrário, se toda a Verdade, toda a doutrina e tudo o mais que precisamos saber já se encontra na Escritura, então a Igreja se torna irrelevante, secundária, descartável.

      Outro problema é que a maioria dos protestantes confunde a sagrada Tradição da Igreja, que é a Tradição Apostólica, com as tradições da Igreja.

      Existem muitas tradições na Igreja, com variantes nas igrejas (isto é, nas dioceses) locais, que são usos e costumes que foram se tornando "tradicionais" com a passagem do tempo. Isto é uma coisa. Já a Tradição Apostólica é coisa diferente. Não cremos que esta tenha sido resumida, encerrada, esgotada nas páginas escritas; cremos que é viva e permanece perpetuamente por meio da Sucessão Apostólica, assim como o Senhor prometeu, que estaria com a sua Igreja até o fim do mundo.

      Jesus nunca disse. "Muito bem, escrevam tudo o que eu disse e depois se orientem exclusivamente por aquilo que estiver escrito. No fim do mundo eu volto e recompenso quem observar direitinho aquilo que vocês escreveram, porque essa será a única regra de fé e prática da minha Igreja".

      Não! O Senhor Jesus Cristo foi categórico em dar autoridade à sua Igreja una e indivisível, – até para a correta interpretação das próprias Escrituras, que não pode acontecer ao bel-prazer de cada novo "pastor" que ser propõe a conduzir o Rebanho do Senhor.

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    11. Henrique, Graça e Paz. Tenho orado por sua vida, e espero que você esteja bem.

      Compreendi o que você falou. Muito interessante a questão da tradição da igreja e das tradições locais.
      Mas veja, mesmo os protestantes não consideram a Igreja descartável. A Igreja é, sim, fundamento e coluna da verdade, pois proclama o Evangelho de Cristo. Onde Cristo é pregado, que não na Igreja? O evangelho é a verdade, dado aos homens no fundamento dos apóstolos, através da igreja, da qual somos pedras na construção do edifício de Deus.

      A missão da Igreja de levar e viver o evangelho não é, de forma alguma, simples. Sem a assistência de Cristo, é impossível.

      Mas, concordo com você que a interpretação bíblica não pode ficar a bel-prazer de qualquer pastor. Você sabe, sou muito criterioso com isso. Combato muitas das teologias ditas evangélicas, como a da prosperidade. O triste é ver muitas dessas pessoas, que possuem uma teologia rasa, dizendo-se grandes conhecedores da Bíblia.

      Que Deus nos abençoe.

      Excluir
    12. linda resposta

      Excluir
  15. O que é a Verdade?

    E o que diz o Lutero aos seus seguidores:

    “Seja um pecador e peque fortemente, mas creia e se alegre em Cristo mais fortemente ainda…Se estamos aqui (neste mundo) devemos pecar…Pecado algum nos separará do Cordeiro, mesmo praticando fornicação e assassinatos milhares de vezes ao dia”.

    (Carta a Melanchthon, 1 de agosto de 1521 – American Edition, Luther’s Works, vol. 48, pp. 281-82, editado por H. Lehmann, Fortress, 1963).

    MISERICORDIA!

    SENHOR, MISERICORDIA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André, nunca li essa carta de Lutero. Mas é preciso ler a carta toda para entender o contexto do que foi dito.
      Toda a teologia protestante está embasada na perseverança dos santos, isto é, aqueles que professam o nome de Cristo devem viver de acordo com as normas Dele. Agradar a Deus com suas vidas e odiar o pecado é uma das marcas do verdadeiro Cristão.

      Excluir
    2. Eu não acredito que um “santo evangélico” que diz uma blasfêmia desta, possa viver de acordo com as normas do Nosso Senhor Jesus Cristo:

      “Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte, de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: “Que fez, então, com ela?”, depois com Madalena, depois com a mulher adúltera, que ele absolveu tão levianamente. Assim Cristo, tão piedoso, também teve de fornicar antes de morrer.” LUTERO - (Tischreden, nº 1472, ed. Weimer, 11, 107)

      Misericórdia Senhor Jesus Cristo!

      Excluir
    3. Essas blasfêmias nada mais são do que consequências da outra citação de Lutero: Já que nenhum pecado nos separará do Cordeiro, mesmo fornicação e assassinatos, podemos blasfemar à vontade. Esses eram a perseverança dos santos e o ódio ao pecado pregados por Lutero. A paz de NSJC!

      Excluir
    4. André, não existem santos evangélicos. Existem evangélicos que buscam uma vida de santidade, podendo ser santos no sentido de separados para Cristo; mas jamais perfeitos. Todos temos nossos pecados e necessitamos de Deus para promover sua justiça na Terra, rejeitarmos o pecado e nos apegarmos ao amor, perdão e boas obras no Espírito Santo.

      Não li o livro " Conversas a Mesa", no qual aparece o texto da citação. Lerei um dia, acredito. No entanto, a teologia protestante nunca se baseou em absurdos desse tipo, logicamente.

      Excluir
    5. Esclarecendo, enquanto católicos não cremos que os santos foram 100% perfeitos em suas vidas terrenas, e nem que eles não necessitaram de Deus para promover a justiça neste mundo. Nunca deixo de me impressionar com os (pré)conceitos que os protestantes nutrem a nosso respeito...

      Ser santo não implica ser perfeito, no sentido de nunca falhar. Aliás, é um conceito interessante e que possui mais de uma abordagem teológica o da perfeição que Jesus nos pede no Evangelho segundo Mateus (5,48).

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    6. Henrique, eu sei que os católicos não consideram os santos 100% perfeitos. Não me referi à Igreja Católica no meu comentário anterior e nem quis dar nenhuma indireta. Perdoe-me se foi isso que pareceu.

      Até porque, acredito que temos a mesma visão do significado de santidade.

      Excluir
    7. Ainda sobre a predestinação:

      S. Tomás de Aquino acreditava ou pregava a predestinação, nos moldes protestantes? Resposta: claro e evidente que não.

      Ocorre que este assunto é extremamente espinhoso, possui conceitos que facilmente se confundem (facilmente são manipulados, também) e são de difícil explicação. Vejo que provavelmente será preciso abordar o tema com mais profundidade aqui em "O Fiel Católico". – Mas já previno a todos que isto deve demorar, porque é matéria que exige profunda pesquisa e muitas consultas: em outras palavras, demanda muito tempo, que é tudo o que eu não tenho neste final de 2014 (e provavelmente princípio de 2015 também).

      De todo modo, acho importante aprofundar o que disse Petrivalianici: não há dúvida de que a crença na predestinação traz em si o gravíssimo (e altíssimo) risco do afrouxamento moral. Claro, o protestante vai negar, mas se trata aqui de uma reação inconsciente, puramente humana: assim como os antigos hebreus continuamente relaxavam no cumprimento da dimensão moral da Lei de Deus, – por serem filhos da Abraão, a quem havia sido prometida a salvação (num sentido diferente do cristão), e assim se sentiam "garantidos", – hoje os crentes na predestinação inconscientemente acabam por relaxar, afinal já se converteram e são membros da Igreja; Deus vai salvá-los de qualquer jeito.

      Por outro lado, para estes, igualmente aqueles que já estão predestinados ao inferno não têm jeito mesmo, não têm nenhuma esperança, e assim não compensa tentar convertê-los, exortá-los a retornar a Deus. Tudo já está decidido.

      Então, "sê pecador e peca fortemente, mas crê ainda mais fortemente", como dizia Lutero? Não. Esta não é a fé católica.

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    8. Esclarecendo,

      A questão sobre S. Tomás de Aquino e a predestinação foi levantada no post com o testemunho de Marcus Grodi, em:

      http://www.ofielcatolico.com.br/2004/12/o-que-e-verdade-o-testemunho-do-ex.html?showComment=1418033059260#c3995801567020993029

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    9. Não se preocupe, Filipe. Como outros já disseram, com você é possível debater em alto nível. Por outro lado, esse debate é sempre muito difícil, mesmo, porque estamos aqui a negar, uns aos outros, aquilo que temos de mais sagrado em nossas vidas. Não é um diálogo tranquilo e nem tem como ser.

      Um abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    10. Henrique, obrigado pela consideração e apreço.
      Nosso diálogo só é possível porque amamos a Deus, e por esse amor amamos os irmãos.

      Você abordou uma questão realmente pertinente, o relaxamento da vida de santidade em razão da crença na predestinação. E isso é mesmo um perigo.

      Ocorre que não saberemos quem é realmente predestinado nesta vida. Isto porque os predestinados viverão uma vida santa, até o fim de seus dias. Quem vive uma vida relaxada, sem seguir o Bendito Mestre, não pode ser um eleito. É necessário, como disse o apóstolo Pedro, confirmar a eleição com as boas obras da vida em santidade. Mesmo Abraão teve sua fé provada.

      Por outro lado, pensar na predestinação é um estímulo muito maior a evangelização. Justamente por Deus ter seu povo escolhido em todas as nações, a pregação não será vã, mesmo com o mundo jazendo no maligno. Os Seus ouvirão e o seguirão.

      Que Deus nos abençoe.

      Excluir
  16. no evangelho de 3:16 : jesus é apresentado com unigênito filho de Deus? em lucas jesus e apresentado com primogênito filha de maria? para quem defende a virgindade de maria uma boa questão a estudar?

    ResponderExcluir
  17. joão 3:16: jesus unigênito? e lucas 2:7: jesus primogênito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro anonimo.

      Nao ha nenhuma incoerencia.

      Jesus foi o primeiro (primogenito) e unico (unigenito) a habitar o ventre da Virgem Maria.

      Nao sei onde esta, mas neste blog tem um post que fala a respeito disto.

      Joao

      Excluir
    2. qual a diferença de primogênito para unigênito?

      Excluir
    3. Este Anônimo, acaso tenha realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014, encontra-se entre os 529.374 estudantes que tiraram zero na redação.

      Excluir
    4. Anônimo, leia o post abaixo e tire suas dúvidas:

      Virgindade perpétua de Maria, mãe de Jesus

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  18. vocês acreditam na bíblia sagrada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim cremos porque:

      - Mesmo escrita por homens, o qual deixaram alguns traços seus, porém foi e inspiração divina, e portando cremos em sua inerrância.

      - Cremos nas Sagradas Escrituras, porque cremos na Sagrada Tradição, o qual não esta acima e nem abaixo das Sagradas Escrituras, mas no mesmo patamar o qual se complementam e se elucidam.

      - Cremos porque foi o Sagrado Magistério da Igreja que organizou o cânon dela e disse, se baseando na Sagrada Tradição, disse quais eram os livros inspirados ou não.

      Tá bom para você?.

      Anonimo Sidnei

      Excluir
  19. Protestantismo:

    CEGOS GUIANDO CEGOS, essa é a verdade!

    ResponderExcluir
  20. Digamos que dois padres de uma igreja cismática (no caso ICAB), após oração e estudos, chegaram à conclusão de que a Igreja Católica Romana é a verdadeira Igreja de Cristo e desejam ser nela recebidos, que devem fazer?

    "Clemente"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procurar uma paróquia mais próxima, falar com o Pároco e declinar o desejo de participar (entrar) como LEIGO da Santa Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo (ponto).

      Excluir
    2. Olá, Clemente, creio que por se tratarem de "padres" o mais certo seria procurar o bispo diocesano.

      Excluir
  21. Creio na inspiração divina da Sagrada Escritura e na interpretação e tradição ensinadas pelos Apostolos que conviveram com Jesus e no alto valor dos ensinamentos dos Padres da Igreja, ou seja os Pais da Igreja e seus doutores. Me chamo Thiago. Não nos esqueçamos que Lutero era Agostiniano, e seguiu alguns aspectos ensinados por esse Santo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também era cristão, e nem por isso deixou de chamar NSJC de adúltero e estúpido. Lutero FOI agostiniano até a Revolução Protestante de 1517, quando abdicou de um dos maiores princípios da teologia de Santo Agostinho: A obediência à Santa Igreja Católica Apostólica Romana. O próprio santo afirmou que não creria no Evangelho se não fosse pela Igreja, já Lutero...
      A paz de NSJC!

      Excluir
  22. Paz e bem

    Já fui protestante, hoje em dia pra honra e glória do Senhor Jesus que converti e voltei para o seio da Santa Igreja de Cristo.
    Antes de me converter pesquisei muito sobre a Igreja Católica, o que me levou a fazer isso foi uma pergunta que me fizeram, creio que se respondida com coerência, essa pergunta se torna o fim da discussão entre denominações.
    "O que é mais coerente, crer naquilo que é pregado pela primeira Igreja Cristã, ou na pregação de 'igrejas' criadas muitos anos depois"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostaria de ver um debate entre um católico e um protestante, ambos bem preparados com respeito,educação etc, como exemplo ELISSON FREIRE OU LUCAS BANZOLI X HENRIQUE SEBASTIÃO

      Excluir
  23. Vejo com bons olhos, o que aqui esta sendo discutido, e esclarecedor em alguns pontos, e obscuro em outros, Mateus 16:18 nos fala de uma só igreja, onde esta nossa salvação, na igreja ou no amor em Cristo.

    ResponderExcluir
  24. Queria voltar pra igreja catolica só que agora acho que nao tenho mais salvacao poderia conversar com vc por email? Meu nome é lorenzzo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se desespere, anônimo. Nosso Deus é Deus do impossível. Pode enviar e-mail para
      ofielcatolico@gmail.com

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  25. boa tarde. lendo o que cada um escreveu e na maioria so foi desabafo, eu quero lhes dizer que nao podemos ficar preocupados ou revoltados se a igreja evangelica esta crescendo ou se a igreja catolica esta crescendo, para isto eu deixo o conselho de Gamaliel registrado em 5:38 e 39 eu me sinto muito bem onde estou, sinto a presença majestosa do Senhor e nao quero sair da igreja que congrego, entao vamos fazer como esta escrito na biblia, exercendo a verdadeira religiao que esta registrada em Tiago 1:27. acredito que todos que estao neste blog estao praticando esta religiao. se nao estiver comece hoje. e vou me despedir pois os minutos que fiquei aqui digitando algumas vidas morreram sem conhecer a Cristo, e eu nao posso ficar sem fazer nada, tenho que evangelizar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Após ler o comentário relativista do senhor Wagner, segundo o qual devemos ser cristãos omissos que não se preocupam com o crescimento de falsas doutrinas ou da Sã Doutrina (pois se ele "sente" a majestosa presença do Senhor, algo que até o diabo sente, em sua seita, pertencer a verdadeira Igreja de Cristo não faz diferença nenhuma), gostaria de saber: qual a interpretação (esclarecimento) que a nossa Santa Igreja Católica tem em relação a São Tiago 1,27, passagem muito utilizada pelos relativistas para nos atacar? A paz de NSJC!

      Excluir
  26. sou um ex- evangelico, graças a DEUS VOLTEI PARA MINHA LINDA IGREJA.

    ResponderExcluir
  27. Graça e paz!
    Sou pastor protestante,mas há um tempo venho meditando sobre a possibilidade de voltar para igreja católica. Algo em mim me diz que devo fazer isso!!!!Está sendo difícil,pois minha casa também é protestante. Não sei bem o que fazer.Preciso de ajuda!!!
    pastorluciano2013@gmail.com

    ResponderExcluir
  28. Sou pastor protestante e preciso de ajuda,pois também penso em retornar para a igreja católica.
    pastorluciano2013@gmail.com

    ResponderExcluir
  29. Graça e paz!
    Sou pastor protestante,mas há um tempo venho meditando sobre a possibilidade de voltar para igreja católica. Algo em mim me diz que devo fazer isso!!!!Está sendo difícil,pois minha casa também é protestante. Não sei bem o que fazer.Preciso de ajuda!!!
    pastorluciano2013@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Sr Luciano dos Santos
      Antes de qualquer coisa, faz-se necessário comprar ou pedir emprestado a um amigo católico, um exemplar do Catecismo da Igreja Católica e estudá-lo nos mínimos detalhes, só assim, o Sr vai ter um discernimento da Santa Doutrina Católica.
      Pode também encontrá-lo aqui:
      http://www.vatican.va/archive/cathechism_po/index_new/prima-pagina-cic_po.html
      Faça uma boa e estudiosa leitura e decida-se aceitar a Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo, que é Católica, Apostólica e Romana, fora da qual não há SALVAÇÃO!

      Deus vos abençoe!

      Salve Maria, “Mãe do Meu Senhor”! (São Lucas 1, 43)

      Excluir
    2. Luciano,

      Rezo para que Deus lhe ilumine e dê a coragem para tomar os passos necessários nesse caminho.

      Sugiro a leitura do livro "Todos os caminhos levam a Roma", de Kimberly e Scott Hahn, que fizeram um percurso semelhante ao que você almeja.

      http://www.livrariacultura.com.br/p/todos-os-caminhos-levam-a-roma-42198019

      Excluir
  30. OS SANTOS CATÓLICOS DESTRUINDO AS DOUTRINAS DA DUPLA DE PASTORES RR SOARES E SOLANO PORTELA

    Pregador evangélico Sr.RR Soares:

    “…não precisamos mais orar pedindo a cura, a prosperidade ou a vitória sobre as tentações. Mas, determinar ou exigir que o mal saia da nossa vida.”
    Disponível em 04/03/2015 em http://www.ongrace.com/cursofe/licoes.php?id=1

    Mas o que diz o Senhor que RR Soares não sabe ainda porque anda ocupado vendendo TV por assinatura ao invés de consultar a Igreja, coluna e sustentáculo da verdade (1Tm 3,15) ?

    Palavra do Senhor:

    “E retirou-se outra vez para orar: “Meu Pai, se não for possível afastar de mim este cálice sem que eu o beba, faça-se a tua vontade”. Mateus 26:42-43

    E também: “Pois desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas para fazer a vontade daquele que me enviou.”João 6:38

    E o que diz o santo católico em consonância com o ensino do SENHOR ?

    Santo Católico São Francisco de Assis: “Senhor, dai-me força para mudar o que pode ser mudado, resignação para aceitar o que não pode ser mudado e sabedoria para distinguir uma coisa da outra.”

    Pregador Solano Portela criticando o catolicismo:

    “…rezas, rosários, novenas e etc. são mantras religiosos, repetições que o próprio Cristo fez declarações contrárias.” Disponível em 04/03/2015: http://noticias.gospelprime.com.br/reverendo-cinco-pontos-mudar-igreja-catolica/

    Resposta ao texto do Sr.Portela: http://bizarricesprotestantes.blogspot.com.br/2013/08/paxto-solano-portela-ousa-dizer-que.html

    E agora ?

    Solano diz que o rosário, novenas e rezas são mantras religiosos e repetições.

    Mas o que fazia o Senhor Jesus ?

    “Então os deixou novamente e orou pela terceira vez, dizendo as mesmas palavras.” Mateus 26:44

    E também: “E foi outra vez e orou, dizendo as mesmas palavras.” Marcos 14:39

    E o que fizerem os santos ?

    São João Paulo II: “ Mediante o Rosário , o povo cristão aprende com Maria a contemplar a beleza do rosto de Cristo, e a experimentar a profundidade do seu amor (n. 1 b)”

    Santa Rosa de Lima: “ O Rosário contém todo o mérito da oração vocal e toda a virtude da oração mental.”

    Será que Solano Portela também irá dizer que Jesus recitava mantras por que repetia as palavras como os católicos ?

    Ou será que Solano Portela admitirá que os católicos estão fazendo como Jesus fez ?

    Com quem você fica ?

    Com a Igreja dos 2.000 anos e seus santos que imitam Jesus ou com a dupla Soares/Portela ?

    Repudiamos toda e qualquer forma de cerceamento religioso. Não admitimos ataques a honra e dignidade de quem quer que seja. Nossas críticas limitam-se as questões de fé e doutrina.

    Autor: A.Silva com a colaboração de V.De Carvalho – Livre divulgação mencionando-se os autores

    ResponderExcluir
  31. João Batista: Lembrando aos irmãos protestantes: após a vinda de Jesus e até os dias de hoje vivemos a Nova Aliança, ou seja, o antigo
    testamento ficou meio que de lado, porque quem acredita em Jesus Cristo como salvador, basta todo o Novo Testamento para nos guiar. Os profetas do velho testamento muitos ou todos pecaram (Moises cometeu assassinato, Davi fez adúlterio, Jacó conspirou contra o irmão etc...). Agora me digam quem na bíblia dentre os homens não teve nenhum pecado? Só Há uma pessoa: Nossa Senhora Maria Mãe de Deus. Me diga um pecado Dela? Podem acreditar numa coisa: A Igreja de Cristo e os santos que praticaram e fizeram de tudo para seguir os exemplos e ensinamentos de Jesus é a Católica.Eu não quero julgar as outras "igrejas" pois somente Deus Julga.

    ResponderExcluir
  32. NSJC Seja Louvado. Chamo-me Bento Sakuyela.

    gostaria muito que me ajudasse a responder a uma questão: dizem alguns amigos meus( protestantes ´´ Adv do 7º dia`` que adorar a Hostia ou curvar-se Dela é Idolatria) ajuda-me para esclarecer tal questão. meu email é: sakuyelabento@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bento, manda este teu amigo adventista plantar batatas. Adoramos JESUS na eucaristia, porque cremos nas palavras de NOSSO SENHOR, que na última ceia disse, ao pegar o pão disse: "Isto é o meu corpo que é dado por vós", e da mesma forma fez com o cálice ao dizer: "Isto é meu sangue que é derramado por vós", JESUS não disse: isto contém, ou isto significa, ELE disse "Isto é", horas, se JESUS disse que aquele pão e aquele vinho eram seu corpo e seu sangue, é porque é, é e pronto. Ninguém na ceia questionou a JESUS dizendo: "Mestre isto que você tem nas mãos não é seu corpo e sangue, mas apenas um pedaço de pão e um pouco de vinho", ninguém teve coragem para perguntar isto não, e sabe porque?, porque todos acreditavam em JESUS, ninguém duvidava DELE, que podia fazer daquele pão e daquele vinho, seu próprio corpo e sangue, pode até ser que eles não compreendessem muito, mas que eles acreditaram, isto eu certeza. E assim como JESUS fez na última ceia, ELE deu poder aos seus Apóstolos de fazer o mesmo "Fazei isto em minha memória", e os Apóstolos deram este mesmo poder aos seus sucessores (Bispos e presbitérios), e é isto que acontece em toda Santa Missa, nas palavras do padre que são as mesmas de JESUS CRISTO, as substâncias do pão e do vinho se transformam na substância do corpo e sangue do SENHOR, e portanto, não é mais o pão que comemos, mas o próprio corpo de CRISTO, não é mais o vinho que tomamos, mas o próprio sangue de CRISTO, e assim também, na adoração eucarística, não é um pedaço de pão que adoramos, mas o próprio SENHOR JESUS em corpo, alma e divindade. de resto, não perca tempo em discutir com este teu amigo adventista, que eles não se convencerão, e só irás jogar perolas aos porcos. Fique em paz na sua fé e a vive com alegria, e o resto, coloque nas mãos do SENHOR, que ELE saberá o que fará com cada pessoa, naqueles que creram nas palavras de JESUS ou não.

      Sidnei.

      Excluir
  33. PARABÉNS AOS CRIADORES DESSE SITE! DEUS SEJA LOUVADO! DESEJO QUE DEUS ME DÊ A GRAÇA DE UM DIA TER METADE DO CONHECIMENTO TEOLÓGICO DELES. PORÉM QUERO DIZER ALGO, SE VOCÊS TIVESSEM VISTO METADE DO QUE EU VI, SOUBESSEM METADE DO QUE EU SEI, E SOUBESSEM Q QUEM PERTENCE E O QUE ESTÁ POR DETRÁS DAS IGREJAS PROTESTANTES/EVANGÉLICAS/PENTECOSTAIS/NEO PENTECOSTAIS ET, VOCÊS NEM AO MENOS PASSARIAM NA FRENTE DE UMA DESSAS SEITAS!
    VOU MORRER CRISTÃO CATÓLICO, PODEM AMEAÇAR E CORTAR A MINHA CABEÇA, MAS CONTINUAREI CRISTÃO CATÓLICO ATÉ O FIM!

    ResponderExcluir
  34. Engraçado que o católico tem seu fundamento em uma discipline Jesus homem íntegro e temente a deus, mas que não se sentiu seguindo de ser crucificado como jesus, então pediu para se crucificado de cabeça para baixo, já Lutero se tornou padre pôr havia matado um homem e se escondeu em um mosteiro para se livra da pena de morte virou padre mas vivia perturbado afirmando que já havia abraçado o capeta seu fundou uma igreja sem precedente excluiu o que acha que não é bom quis de certa forma alterar a palavra de deus...

    ResponderExcluir
  35. Engraçado que o católico tem seu fundamento em uma discipline Jesus homem íntegro e temente a deus, mas que não se sentiu seguindo de ser crucificado como jesus, então pediu para se crucificado de cabeça para baixo, já Lutero se tornou padre pôr havia matado um homem e se escondeu em um mosteiro para se livra da pena de morte virou padre mas vivia perturbado afirmando que já havia abraçado o capeta seu fundou uma igreja sem precedente excluiu o que acha que não é bom quis de certa forma alterar a palavra de deus...

    ResponderExcluir
  36. Os evangélicos são movidos pelo espírito do anticristo,
    Pelos seguintes pontos.
    1- perseguem a Igreja de Cristo.
    2- Guiam suas vidas de acordo com o velho testamento.
    3- Atacam a Igreja da mesma forma que os Judeus atacaram a cristo, ou seja, utilizando das leis de Moises para atacar as obras de cristo, pois Jesus foi Julgado com a acusação de violar as leis da Torah: exemplo; curar aos sábado. Os evangélicos fazem a mesma coisa com a igreja, utiliza da lei para acusar de impostora a Igreja.
    4- É costumeiro entre os evangélicos dizerem aceitar Jesus, mas em seus cultos lêem mais o velho testamento do que o novo, seus cantos são com letras baseadas em acontecimentos e personagens do velho testamento, e ate a maioria dos filhos dos evangélicos tem nome de personagens bíblico do velho testamento.
    Os protestantes não aceitam em suas almas o Cristo e sua obra, e criam artifícios para invalidar os ensinamentos e pratica revelada pelo Espírito Santo a Igreja. Eles quando se refere a os nomes do antigo testamento dizem de forma exaltada e lisonjeada, mas quando se referem aos do novo testamento não fazem isto, e São Marcos vira só marcos.
    Mas o problema maior é que o espírito imundo que os move os sega de tal forma que eles fazem isto sem perceber. E tanto verdade que, os evangélicos vê maldade em tudo, tudo para eles e do diabo, errado, maldoso. Eles vêem maldade ate nas imagens dos santos Católicos.

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail