A Igreja mudou os Mandamentos de Deus?

Os Mandamentos de Deus e os Mandamentos da Igreja



RECEBEMOS EM NOSSA caixa de e-mails, de um leitor que se identifica pelo pseudônimo "Edu," a seguinte mensagem:

Há alguns ramos protestantes que acusam o catolicismo de ter alterado os mandamentos de Deus. Há até mesmo aqueles que acusam a Igreja Católica Apostólica Romana de ser o cumprimento de Daniel 7:25. Gostaria de fazer duas perguntas: Os mandamentos do catecismo são essencialmente os mesmos de Êxodo 20? Por que há alguma diferença entre eles? É devido a alguma mudança ou ao resumo das leis contidas no Novo Testamento?
E qual é a interpretação oficial da Igreja sobre Daniel 7:25?"

Prezadíssimo Edu, em primeiro lugar agradecemos pela confiança depositada em nosso apostolado. Antes de qualquer análise a respeito dos temas que você propõe, é fundamental entender que "o cristianismo não é a religião do livro", como disse o grande Papa Bento XVI na Exortação Apostólica Verbum Domini, e foi assim esclarecido pelo biblista Pe. Giorgio Zevini: “O cristianismo é a religião da Palavra de Deus (que não se limita às Sagradas Escrituras, sendo um conceito muitíssimo mais amplo), e não do livro; não de uma palavra escrita e muda, mas do Verbo Encarnado e Vivente (Jesus Cristo)”.

Nós não somos judeus: somos cristãos. Os antigos judeus se baseavam exclusivamente nas Escrituras para saber o que era certo e o que era errado. Eles tinham como única regra de fé e prática a Bíblia hebraica, que era (e é) composta da seguinte maneira:

• O Mikrá, mais popularmente chamado Tanakh, constituído dos livros da Lei, a Torá ou Chumash, que é o conjunto dos cinco primeiro livros da Bíblia cristã, chamado Pentateuco);

• Os oito livros dos Profetas ou Neviim;

• Os onze livros chamados Escritos ou Ketuvim.

Dizendo de modo mais simples, as Escrituras que eles observavam são os livros que compõem o Antigo Testamento da nossa Bíblia cristã. Quando vemos, na Bíblia, alguma alusão às "Escrituras", refere-se sempre ao conjunto ou a algum destes livros.



O costume da maioria dos antigos judeus, nos tempos do Antigo Testamento, era simplesmente "fazer o que estava escrito, e não fazer o que não estava escrito". Assim se resumia a sua espiritualidade. Justamente por isso foram tão duramente criticados por nosso Senhor; sua observância era apenas ritual, enquanto que seu espírito estava longe: "Este povo somente me honra com os lábios; seu coração, porém, está longe de mim" (Mt 15,8-9).

Em outra oportunidade, Jesus falou diretamente do erro de pensar que o Caminho e a Vida podem ser encontrados somente pelo estudo das Escrituras: "Vós examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna. Pois são elas que testemunham de mim, e vós não quereis vir a Mim, para terdes a vida” (Jo 5,39-40). – "Julgais ter nelas a vida eterna", diz o Senhor, mas estão enganados! Não se pode chegar a Deus somente por meio da leitura da Bíblia. Estudavam muito a Escrituras, achavam que nelas encontrariam todas as respostas, mas não procuravam o Senhor! Qualquer semelhança com certos "bibliólatras" que conhecemos hoje não é mera coincidência.

Além disso, como acabamos de ver, as Escrituras observadas pelos judeus são os livros do nosso Antigo Testamento, e todas as vezes que Jesus ou os Apóstolos falam em "Escrituras", estão se referindo a esses livros, pois, evidentemente, no tempo em que eles estavam no mundo a Bíblia cristã ainda não existia.

Muitos dos ditos "evangélicos" de hoje em dia são rápidos em citar determinadas passagens da Escritura, como por exemplo o Salmo 119, que diz: "Lâmpada para os meus pés é tua Palavra", imaginando que o salmista está se referindo à Bíblia que eles levam debaixo do braço(!). Com isso tentam provar que o cristão deve se basear exclusivamente nas Escrituras para viver a sua fé, e que a Igreja não é importante. Mas eles não entendem o óbvio: na época em que esse Salmo foi escrito, o Novo Testamento da Bíblia, – que é o eixo e o cumprimento de toda a Escritura, para o cristão, – simplesmente não havia sido escrito. Logo, não é da Bíblia cristã que ele está falando.

Essas pessoas também não param para pensar que foi a Igreja Católica que, guiada pelo Espírito Santo, produziu o Novo Testamento, determinou quais livros seriam canonizados para compor a Bíblia como a conhecemos, copiou-a e preservou-a através da História, para que chegasse até nós, hoje. A verdade é que sem a Igreja não haveria a Bíblia, e não o contrário.

Hoje, porém, depois de Jesus Cristo, graças a Deus nós vivemos nos tempos da Nova e Eterna Aliança! Somos membros da Igreja, que é o Corpo Místico de Nosso Senhor Jesus Cristo na Terra. Por isso, não há sentido algum nessa obsessão de achar que é preciso sempre encontrar na Bíblia alguma palavra que confirme tudo o que a Igreja diz ou faz. Até porque a própria Bíblia diz que é a Igreja "a coluna e o sustentáculo da Verdade" (1 Tm 3,15), e diz ainda mais: "Não há dúvida de que vós sois uma Carta de Cristo, redigida por nosso ministério e escrita, não com tinta, mas com o Espírito de Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de carne, isto é, em vossos corações" (2Cor 3,3). Sendo assim, é à Igreja que devemos recorrer para entender e interpretar a Bíblia, e não o contrário.

Esse novo e maravilhoso tempo, em que agora vivemos (e que deveríamos verdadeiramente viver, de todo coração e alma), já havia sido profetizado desde os tempos antigos: "Eis a Aliança que farei com a casa de Israel: Oráculo do Senhor, incutir-lhe-ei a minha Lei, gravá-la-ei em seu coração. Serei o seu Deus e Israel será o meu povo!" (Jr 31,33). – Somos nós, os cristãos, a nova Israel. Devemos gravar a Lei de Deus em nossos corações, e esta é a Lei do Amor (Mt 22,36-40)! Deus espera ser buscado em Espírito e em Verdade (Jo 4,24), e não mais na letra morta da Lei, pois “A letra mata, mas o Espírito Vivifica” (2Cor 3,6).

** Fique claro que nada do que dissemos até aqui diminui a importância fundamental da Sagrada Escritura, que é, sim, Palavra de Deus em forma de Livro Sagrado, e que é, sim, extremamente útil para a nossa instrução. Apenas demonstramos que a própria Bíblia Sagrada nos ensina que devemos ir além do que está escrito, seguindo o Cristo que é Presente entre nós, como membros da única Igreja que Ele nos deu (Mt 16,16-19), Igreja que é seu Corpo (1Cor 12,27 / Ef 4,12 / Rm 12,5), Igreja que é a Casa do Deus Vivo e fundamento da Verdade (1 Tm 3,15), única Igreja na qual comungamos Corpo e Sangue, Alma e Divindade do próprio Cristo, em santa Intimidade (1Cor 10,16).

Esclarecidos esses pontos essenciais, passamos às questões que você trouxe. Infelizmente, são muitos os que inventam calúnias para tentar denegrir a Igreja de Cristo, mas o importante é notar que isso acaba também se constituindo em mais uma prova de que somos a autêntica Igreja, pois o próprio Senhor nos alertou que seria assim: "Sereis odiados de todos por causa do meu Nome" (Mt 10,22). Você pode facilmente observar que o ódio de todos, sejam ateus, comunistas, homossexuais, "vadias", protestantes, espíritas, esotéricos, modernistas, etc... é sempre direcionado em primeiro lugar contra a Igreja Católica Apostólica Romana.


Os Mandamentos de Deus

É claro que a Igreja Católica não mudou os Mandamentos do Antigo Testamento. Isso simplesmente não existe. O que a Igreja fez, com a autoridade que lhe foi conferida pelo próprio Senhor Jesus Cristo, foi sintetizar os Mandamentos, – porque eles foram dados a Moisés para a condução de um povo específico, num tempo específico, conforme uma situação específica e no contexto da Antiga Aliança. – Aqui é preciso reafirmar a importância fundamental de assumir que vivemos agora no tempo da Nova e Eterna Aliança em Cristo.

A Igreja, pois, sintetizou os Mandamentos no contexto do Novo Testamento, assim como foram aperfeiçoados por Jesus com o seu ensinamento e o seu exemplo. Todos os pontos essenciais dos Mandamentos de Deus, todavia, permanecem; todas as orientações de Deus estão fielmente mantidas. Vejamos:

1) Amarás a Deus sobre todas as coisas;
2) Não tomarás o Nome de Deus em vão;
3) Santificarás as festas;
4) Honrarás a teu pai e a tua mãe;
5) Não matarás;
6) Não cometerás atos impuros;
7) Não roubarás;
8) Não dirás falso testemunho nem mentirás;
9) Não consentirás pensamentos nem desejos impuros;
10) Não cobiçarás os bens alheios.

Digno de nota é que as pessoas que se apresentam como muito preocupadas com a fidelidade à letra são as mesmas que arrancaram de suas Bíblias sete livros inteiros (Tobias, Judite, Sabedoria, Baruc, Eclesiástico, I Macabeus e II Macabeus e fragmentos dos livros de Ester e de Daniel) que sempre constaram da Bíblia, desde os primeiros exemplares impressos, e que eram observados pelos próprios Apóstolos.


Os Mandamentos da Igreja

Já os Mandamentos da Igreja são diferentes dos Mandamentos dados por Deus ao povo hebreu no deserto. E por que é que a Igreja tem também os seus próprios mandamentos? Mais uma vez, porque vivemos agora o novo Tempo da Graça. Como é que Deus haveria de dar a ordem a Moisés, por exemplo, para que o povo não deixasse de comparecer à Celebração do Sacrifício do Cristo, aos domingos, se naquele tempo ainda não existia a Missa? Como daria o mandamento de comungar Corpo e Sangue do Cordeiro de Deus, se o Cordeiro ainda não havia sido imolado, pois o Senhor ainda não havia se oferecido na Cruz?

Assim, os Mandamentos da Igreja são uma espécie de complemento aos Mandamentos de Deus, e se referem mais específica e diretamente a nós, povo cristão. E foi Cristo mesmo quem deu poderes à Sua Igreja a fim de estabelecer os meios para a salvação da humanidade. Ele disse aos Apóstolos: "Quem vos ouve a mim ouve, quem vos rejeita a mim rejeita, e quem me rejeita, rejeita Aquele que me enviou" (Lc 10,16). E disse ainda mais: “Em verdade, tudo o que ligardes sobre a Terra, será ligado no Céu, e tudo o que desligardes sobre a Terra, será também desligado no Céu.” (Mt 18,18)

Ele falava aos Apóstolos, que eram a Igreja no seu primeiro início. Logo, a Igreja legisla, isto é, define suas leis, com o Poder de Cristo. Quem não a obedece, desobedece a Cristo, logo, desobedece a Deus Pai. Assim, para a salvação do povo de Deus, a Igreja estabeleceu cinco obrigações que todo cristão tem de cumprir, conforme ensina o Catecismo. São eles:

1) Participar da Missa inteira nos domingos e outras festas de guarda e abster-se de ocupações de trabalho;
2) Confessar-se ao menos uma vez por ano;
3) Receber o Sacramento da Eucaristia ao menos pela Páscoa da Ressurreição;
4) Jejuar e não comer carne, quando manda a Igreja;
5) Ajudar a Igreja em suas necessidades.


O Livro do Profeta Daniel, cap. 7, vs. 25


A passagem de Daniel, 7,25, diz o seguinte: "(Esse reino) proferirá insultos contra o Altíssimo, e formará o projeto de mudar os tempos e a Lei; e os santos serão entregues ao seu poder durante um tempo, tempos e metade de um tempo".

É um trecho um pouco complicado para os leigos, mas bem simples para os bons teólogos, que sabem que se refere à política de infidelidade a Deus de um governante chamado Antíoco Epífanos, que foi contra a observância do sábado e das festas judaicas. Esse fato você pode conferir no primeiro capítulo de 1Macabeus (vs. 41 a 52).

É claro que essa passagem não tem absolutamente nada a ver com a Igreja Católica, e no final do versículo está a prova definitiva: fala em "um tempo, tempos e metade de um tempo", e nós sabemos que está se referindo a três anos e meio, pois cada "tempo", nesse caso, representa um ano. Para confirmar isso, você pode ler no capítulo 4, versículo 13 do mesmo livro de Daniel: fala em "sete tempos". Pois bem, o estudo histórico (e exegético do texto original em hebraico) revela que se refere, aqui, a sete anos. Então, "um tempo, tempos e metade de um tempo", significa um ano (um tempo), mais dois anos (plural sem definição, segundo o costume, são dois; se fossem três ou mais seria dito 'três tempos', ou 'quatro tempos', etc.), mais metade de um tempo (meio ano). Total, três anos e meio.

E assim, vemos claramente que o profeta não pode estar ser referindo à Igreja Católica, que existe há dois mil anos; lembre-se que contra ela todo tipo de falso profeta já "profetizou" que acabaria, no correr dessa longa história.

A única coisa que podemos fazer pelas pobres pessoas que acreditam em mentiras tão estúpidas e diabólicas quanto essa é rezar por elas. E tentar instruí-las, sempre que tivermos a oportunidade. Para isso, precisamos nós próprios procurar a reta instrução, como você e a maioria dos nossos leitores fazem. Assim como diz o primeiro Papa: "Estai sempre prontos a responder, para vossa defesa, a todo aquele que vos pedir a razão de vossa esperança" (1Pd 3,15)... Deus certamente irá abençoá-los por isso.
www.ofielcatolico.com.br

107 comentários:

  1. Adorei o tópico, muito interessante!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma dúvida:vc disse que Pedro foi o primeiro papa, mas Pedro era casado e não tinha nenhum diploma de doutorado; ao contrario dos papas que vieram depois...não podem casar e são bem estudados; pq?

      Excluir
    2. Sobre S. Pedro ter sido casado, já tratamos no artigo que você pode ler acessando o link mais abaixo. Quanto à questão dos estudos, bem, na época dos Apóstolos ainda não existiam os títulos de doutorado, certo?

      Mas eu não entendo bem a sua dúvida: você não acha importante que o líder terreno máximo da Cristandade –, que atualmente é também um chefe de Estado importantíssimo –, estude e estude muito?!

      http://www.ofielcatolico.com.br/2016/01/o-celibato-sacerdotal-por-que-se-s.html

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    3. Muito bom este conteúdo! Agradeço ao Apostolado... complemento que se estivessemos mais preocupados em seguir os mandamentos de Cristo haveriam menos discussões e mais fé e mais obras. A Paz de Cristo❤

      Excluir
  2. Que beleza de explicação fico admirado com tanta sabedoria
    QUE DEUS O ABENÇOE E PRESERVE ASSIM!!!

    ResponderExcluir
  3. Percebi que o site deu uma reduzida nas atualizações, mas todos os dias faço uma ou umas visitinhas "..... Porque quando vem atualizações, como esta, é sempre excelente! Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  4. Graça e Paz!

    Tópico interessante e com bastante conteúdo, aliás como muitos no Blog. Ainda não li tudo, apenas o começo. Mas, uma dúvida: quando Jesus cita os fariseus, falando que eles julgavam ter nas escrituras a vida eterna, Ele não quis dizer que eles liam mas não cumpriam as escrituras?
    Veja que em outro texto Jesus afirma que os fariseus invalidavam o mandamento por causa da tradição deles; se Eles entendessem as escrituras, compreenderiam que Jesus era o Cristo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SE eles entendessem as Escrituras por eles mesmos, sim, compreenderiam que Jesus era o Cristo, porque as Escrituras de fato falavam dEle, Jesus. Porém, a resposta é não, eles não seriam capazes de compreendê-lo apenas pelo exame das Escrituras, e os textos dos Evangelhos são claríssimos nesse sentido, em diversas passagens.

      Ora, até mesmo os discípulos diretos do Cristo só foram compreender o significado das Escrituras (dos Profetas, no caso) quando Jesus lhes instruiu diretamente, como Mestre dos mestes que era, e porque deu-lhes o Espírito Santo para que lhes abrisse o entendimento. Por eles mesmos, poderiam passar a eternidade estudando e não entenderiam.

      Por isso é que Jesus, em momento algum, diz que os que quisessem segui-lo deveriam se orientar exclusivamente pela Escritura. Se a sola Scriptura tivesse ao menos o mínimo vestígio de chance de possibilidade de ter algum sentido(!), o Senhor teria dito claramente: "Sigam as Escrituras", ou "as Escrituras bastam", ou então: "Escrevam tudo o que eu falei: quem ler e aprender dos seus escritos encontrará a Verdade"...

      Ele nunca, jamais disse nada nem de longe parecido com isso, ao contrário. Mas Ele próprio, pessoalmente, funda sua Igreja, e diz categoricamente aos Apóstolos, primeiros presbíteros desta Igreja: "Quem vos ouve a Mim ouve, quem vos rejeita a Mim rejeita, e quem me rejeita, rejeita Àquele que me enviou" (Lc 10,16). E diz ainda mais: “Em verdade, tudo o que ligardes sobre a Terra, será ligado no Céu, e tudo o que desligardes sobre a Terra, será também desligado no Céu” (Mt 18,18).

      Larga de ser cabeça dura, Filipe! Se fosse para cada um ler a Bíblia e interpretar do seu jeito, Jesus não teria dado autoridade à sua Igreja até para perdoar ou reter os pecados.

      Hm.

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. Graça e Paz!

      Sabe, minha namorada também me chama de teimoso. Devo ser mesmo...

      Mas, uma perguntinha polêmica, mas sem citar as Escrituras dessa vez.

      De acordo com a doutrina Católica, o Espírito Santo pode agir nos protestantes? Ou seja, nós podemos ser cheios do Espírito? Eu vou entender se vc não quiser responder isso.

      Excluir
    3. A pergunta não é tão polêmica quanto possa parecer, Filipe. Cremos que Deus age, sim, fora da Igreja, mas cremos também que a plenitude da Revelação se encontra somente na Igreja.

      Logo, muitos elementos de santidade e de verdade podem ser encontrados fora da Igreja, e não só nas igrejas protestantes, como também, até mesmo, em religiões não cristãs.

      Não me furto de dizer que aprendi muito nos meus tempos de protestante, tempos de minha primeira infância espiritual, e aprendi muito também quando participava de palestras em templos budistas, uma religião que possui uma belíssima filosofia humana, sem dúvida nenhuma (mas que, lamentavelmente, observa crenças estapafúrdias como as do karma e da reencarnação).

      Creio, por exemplo, que o Espírito Santo agiu em mim enquanto eu era protestante, para me revelar que o Caminho, a Verdade e a Vida me esperavam, em plenitude, na Igreja Católica. Eu estava fora da Igreja, mas fui iluminado pelo Espírito de Deus para chegar a ela.

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    4. Mais porque mudarão o santo sábado do senhor para o domingo dos pagão, deus santificou e abençoou o sabado pará guardamos .

      Excluir
    5. Eduardo se você quer realmente saber. Existe a resposta no site da canção nova. http://blog.cancaonova.com/felipeaquino/2013/01/21/por-que-a-igreja-guarda-o-domingo-e-nao-o-sabado/
      Com certeza explica muito bem. Agora você precisa de fato estar disposto a entender. Que Deus esteja convosco. Abraço

      Excluir
    6. Os Apóstolos celebravam a Missa “no primeiro dia da semana”; isto é, no Domingo, como vemos em At 20,7: “No primeiro dia da semana, estando nós reunidos para a fração do pão…” Em Mt 28, 1 vemos: “Após o Sábado, ao raiar o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria vieram ao Sepulcro…” Em Ap 1, 10, São João fala que “no dia do Senhor, fui movido pelo Espírito…” e a coleta era feita “no primeiro dia da semana” (1Cor 16,2).
      A Epístola de Barnabás (74 d.C.) um dos documentos mais antigos da Igreja, anterior ao Apocalipse, dizia: “Guardamos o oitavo dia (o domingo) com alegria, o dia em que Jesus levantou-se dos mortos” (Barnabás 15:6-8).
      Santo Inácio de Antioquia (†107), mártir no Coliseu de Roma, bispo, dizia: “Aqueles que viviam segundo a ordem antiga das coisas voltaram-se para a nova esperança, não mais observando o Sábado, mas sim o dia do Senhor, no qual a nossa vida foi abençoada, por Ele e por sua morte” (Carta aos Magnésios. 9,1).
      Se tiver realmente interesse em entender acesse o site da Canção Nova, a resposta completa está a disposição de todos. Deus esteja convosco.

      Excluir
    7. Olá Caro(a) Adner Paz do Céu!

      Excluir
  5. Olá Henrique!!! No seu outro blog (voz da Igreja) haviam tantos blogs católicos na fraternidade e eu gostava de vê-los pois ficava por dentro das notícias. Porque agora não temos mais???
    Abs
    Hélio Schsakovski

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Hélio,

      Pedimos mais um pouco de paciência. Estamos aos poucos atualizando a lista da fraternidade. Como são muitos os nossos compromissos, as atualizações nem sempre correm com a velocidade que gostaríamos, pelo que nos desculpamos. Mas, se Deus Nosso Senhor quiser, logo chegaremos lá!

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  6. Da pra entender bem claro que do mesmo jeito que Jesus levou os mandamentos a perfeição ....a Sua Igreja tbm tem autoridade para leva-los a perfeição. ame a Deus sobre todas as coisas e do mesmo modo como Jesus nos amou o descanso semanal deixa de ser no 7 dia e vem para o 1 lugar que pertence a Deus SEMPRE. foi isso que pude compreender .
    Marcos

    ResponderExcluir
  7. "POR FAVOR NÃO EXCLUA E RESPONDA, GRATO."

    "Eu sou o Senhor; este é o meu nome!
    Não darei a outro a minha glória
    nem a imagens o meu louvor."
    Isaías 42:8

    “Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança (ou figura) alguma do que há em cima nos céus(A IMAGEM QUE VOCÊS TEM COMO "RECORDAÇÃO DE JESUS), nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra."


    “Não fareis para vós outros ídolos, nem vos levantareis imagem de escultura nem coluna, nem poreis pedra com figuras na vossa terra, para vos inclinardes a ela; porque eu sou o Senhor vosso Deus” (Lv 26.1)

    - EM JOÃO 20:29 JESUS DIZ A TOMÉ, BEM AVENTURADO OS QUE NÃO VIRAM, E CRERAM

    ENTÃO PRA QUE, CRIAR IMAGEM SEMELHANÇA DO QUE HA EM CIMA NOS CÉUS (JESUS)PARA SE RECORDAR?

    a respeito de Maria ser intercessora.

    I TIMÓTEO 2:5 Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.

    ROMANOS 8:26 E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas O MESMO ESPÍRITO INTERCEDE POR NÓS com gemidos inexprimíveis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calebe Gomes, primeiramente devemos compreender que nenhuma Escritura deve ter interpretação pessoal, ou seja, eu leio e interpreto do meu jeito, fulano ler e interpreta do jeito dele. Isso é anti bíblico! Você pegou essas passagens da Biblia e as interpretou do seu jeito ou do jeito que o pastor falou pra você!
      Nesta mesma Biblia que você citou passagens em que Deus condena a confecção de imagens, ha também passagens em que Deus manda faze-las.
      "Faras também dois querubins de ouro; de ouro batido faras, nas duas extremidades do propiciatorio (...)". E Deus ainda diz que falara através dessas duas IMAGENS de querubins..."E ali virei a ti; e falarei contigo a respeito de todas as ordens aos filhos de Israel" - Ex.25,19-22
      Veja também em I Reis, 7,13-51 e Ezequiel 41,17-21.
      E a serpente de bronze que o Senhor mandou fazer? Números 21,9. Nesse caso, repare uma coisa bem interessante, a imagem da serpente so curava através do poder de Deus, a imagem era apenas um instrumento, mas quando passaram a idolatrar, ou seja, adorar aquela imagem como se ela fosse um Deus, ai sim Deus mandou destrui-la. Mas sentiu a diferença? Sentiu a diferença entre a imagem que e instrumento, da imagem que e ídolo??
      Jamais em minha sã consciência eu iria achar que uma imagem seria um Deus!
      Deve ficar bem claro que Deus proíbe a imagem de ídolos, ou seja, falsos deuses, e que os santos nao são deuses. E se fosse levar ao pé da letra usando a sua interpretação, então você nao deveria tirar fotos por exemplo, nem de você, e nem de paisagem nenhuma, e muito menos desenhar, ou pintar nada...
      (A continuação da resposta eu escrevo depois)

      Excluir
    2. "Eu sou o Senhor; este é o meu nome!
      Não darei a outro a minha glória
      nem a imagens o meu louvor."
      Isaías 42:8

      Resposta: É obvio que DEUS não dará e nem cederá sua glória DIVINA a ninguém e muito menos a uma imagem, porém como diz São Paulo: “Pagai a cada um o que lhe compete: o imposto, a quem deveis o imposto; o tributo, a quem deveis o tributo; o temor e o respeito, a quem deveis o temor e o respeito.” (Romanos 13, 7), ou seja, a DEUS damos toda honra e toda glória e a adoração que somente a ELE é devida, aos demais irmãos assim como aos nossos pais e pessoas os quais somos subalternos e aqueles que nos dirigem e estão em uma situação acima de nós devemos respeitá-los, honrá-los, reverenciá-los, devido ao grau de respeitabilidade no qual estão revestidos. Isto esta longe de ser adoração somente devida a DEUS. DEUS não cede sua glória e nem o seu louvor a ninguém, nem a imagens, mas JESUS mesmo afirmou: “Se alguém me quer servir, siga-me; e, onde eu estiver, estará ali também o meu servo. Se alguém me serve, meu Pai o honrará.” (São João 12, 26), DEUS honra os fieis seguidores de seu FILHO, e nós também não devemos tributar a honra devida a aqueles que seguiram a JESUS CRISTO e hoje nos servem de modelo deste seguimento?.

      Anonimo Sidnei

      Excluir
    3. “Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança (ou figura) alguma do que há em cima nos céus(A IMAGEM QUE VOCÊS TEM COMO "RECORDAÇÃO DE JESUS), nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra."

      Resposta: A resposta a esta questão deve-se partir do texto original o qual surgiu tal questão, se não vejamos:
      “2.“Eu sou o Senhor teu Deus, que te fez sair do Egito, da casa da servidão.
      3.Não terás outros deuses diante de minha face.
      4.Não farás para ti escultura, nem figura alguma do que está em cima, nos céus, ou embaixo, sobre a terra, ou nas águas, debaixo da terra.
      5.Não te prostrarás diante delas e não lhes prestarás culto. “ (Exodo 20, 2-5a)
      Aqui se levanta a seguinte pergunta: a proibição de se fazer imagens é uma proibição absoluta ou relativa?. Se é absoluta, então a própria Sagradas Escrituras caem em contradição quando vemos que DEUS não só permitiu que se fizessem imagens como mandou que as fizessem (Ex 25,18-20; 1Rs 6,23-35; 1Rs 7,29 ; Nm 21,8-9), agora se foi relativo, pergunta-se, relativo a que e porque?, a resposta esta na própria passagem a cima, o que se proíbe é a confecção de imagens de falsos deuses, e isto pode ser visto a partir do ver. 2 e 3 o qual DEUS dirá: “2.“Eu sou o Senhor teu Deus, que te fez sair do Egito, da casa da servidão.3.Não terás outros deuses diante de minha face.”, o fato de no versículo seguinte dizer; “Não farás para ti escultura, nem figura alguma do que está em cima, nos céus, ou embaixo, sobre a terra, ou nas águas, debaixo da terra.”, esta relacionado ao costume dos pagãos, principalmente dos egípcios que tinham seus deuses metade homem ou mulher e metade animal ou inteiramente animal, por isto a proibição de confeccionar imagens de falsos deuses de qualquer natureza, sendo que estas imagens representassem deuses com formas humanas, de animais ou de metade humana e metade animal. Portanto a proibição aqui destina-se a somente a confecção de falsos deuses e para a adoração dos mesmos, por isto a passagem encerra dizendo: “5.Não te prostrarás diante delas e não lhes prestarás culto. “, é claro que aqui o culto se refere ao culto de adoração que é dada somente a DEUS, então tal culto não se deve dar a ninguém e deverá ser dirigida somente a DEUS NOSSO SENHOR. Nenhum momento nesta passagem esta se proibindo a confecção de imagens para fins didáticos, ornamentais, para honrar e reverenciar pessoas cujas imagens as representam e até de recordar estas pessoas a exemplo do que nós católicos fazemos. Não há aqui nesta passagem nenhuma proibição de se fazer imagens para recordar alguém e sim a proibição de se fazer imagens de falsos deuses para os adorar, qualquer tentativa de dizer que esta proibição é geral e até de recordação de alguém, esta fugindo daquilo que realmente esta passagem ensina. É esta interpretando esta passagem não segundo o ESPIRITO que dá vida mas segundo a letra que mata.

      Anonimo Sidnei

      Excluir
    4. I TIMÓTEO 2:5 Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.
      Resposta: Esta passagem também deve-se ser lida em sua integra e não somente esta passagem isolada, se não vejamos:
      “1.Acima de tudo, recomendo que se façam preces, orações, súplicas, ações de graças por todos os homens,
      2.pelos reis e por todos os que estão constituídos em autoridade, para que possamos viver uma vida calma e tranqüila, com toda a piedade e honestidade.
      3.Isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador,
      4.o qual deseja que todos os homens se salvem e cheguem ao conhecimento da verdade.
      5.Porque há um só Deus e há um só mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo, homem
      6.que se entregou como resgate por todos” (1º Tim. 2, 1-6a)
      Vemos que por esta passagem São Paulo inicia pedindo a todos para fazerem preces, orações e súplicas e um grupo de pessoas, estas preces, orações e súplicas podem ser entendias como pedidos de intercessão que se faz a esta pessoas mencionadas por São Paulo, ou seja, São Paulo esta pedindo que se interceda por estas pessoas através de preces e orações e súplicas ao SENHOR, ele (São Paulo) nos ensina que devemos também sermos intercessores, porém, como São Paulo ensina uma coisa no vers. 1 e no vers. 5 ele se contradiz dizendo que somente JESUS é o único mediador entre DEUS e os homens?. O Fato aqui é que não há contradição alguma, o fato é que São Paulo não esta dizendo que JESUS é nosso único mediador no sentido de intercessor mas de Salvador, e isto São Paulo explica dizendo no vers. Seguinte: “6.que se entregou como resgate por todos”, ou seja, por JESUS ter se entregue em resgate por todos ELE se tornou o único mediador da Salvação Eterna entre DEUS e os homens, agora, todos nós em CRISTO podemos chegar a Salvação por meio da fé e do cumprimento de tudo aquilo que ELE ensinou, e ainda por meio DELE e junto a ELE, podemos interceder uns pelos outros em seu NOME, sobre tudo nossos irmãos e nossa Mãe Maria nos céus que estão unidos a nós por meio de JESUS CRISTO na intima comunhão dos Santos como bem explica São Paulo em 1º Cor. 12.

      Anonimo Sidnei

      Excluir
    5. ROMANOS 8:26 E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas O MESMO ESPÍRITO INTERCEDE POR NÓS com gemidos inexprimíveis.
      Resposta: A esta passagem não se diz que o ESPIRITO SANTO é nosso único intercessor a exemplo de JESUS CRISTO. JESUS é nosso intercessor eminente, cuja intercessão é absoluta porém não a única, os demais, quer seja de nós de uns para com os outros, de Maria dos Anjos e dos Santos nos céus, é relativa e subalternas a de CRISTO, por isto sempre um orar para com o outro aqui na terra assim como Maria, os Anjos e os Santos nos céus orarem por nós sempre se fará me nome de JESUS NOSSO SENHOR, porém vale lembrar que JESUS sendo nosso eminente intercessor não é o mesmo que dizer nosso único mediador, como único mediador de nossa salvação, como nosso Salvador ELE o é (conforme a explicação anterior), porém intercessor todos nós somos e devemos ser assim como continuam a interceder por nós em nome de JESUS, Maria, os Anjos e os Santos nos céus. Quanto ao ESPIRITO SANTO interceder por nós, São Paulo é claro ao afirmar que ELE intercede por nós nos guiando naquilo que devemos pedir segundo a vontade de DEUS, se não sabemos o que pedir a DEUS devemos invocar ao ESPIRITO SANTO para que ELE nos inspire a sabe o que pedir segundo a vontade do PAI, porém isto em nada nega a possibilidade de também recorrermos a nossos irmão tanto os que estão na terra como os que se encontram nos céus que orem, e intercedam por nós junto a DEUS, caso contrário não haveriam na Bíblia tantos exemplo de pedidos de apresentação de orações em forma de intercessão de uns para com os outros (Jr 15,1. At 12,5 Rm 15,30. 2Cor 13,7. Ef 6,18. Col 4,3 1Ts 5,25. 2Ts 3,1. Hb 13,18. Tg 5,16.) exemplo estes que demonstram que isto não somente ocorre neste mundo mas também no próprio céu (Ap 5,8; 8,4.). O ESPIRITO SANTO vem ao nosso auxílio para nos dirigir e fazer os pedidos que devemos fazer segundo a vontade de DEUS, mas isto em nada anula que também podemos recorrer aos nossos irmãos quer seja da terra como do céu para que também orem por nós como atesta São Paulo Apóstolo: “20.Há, pois, muitos membros, mas um só corpo.21.O olho não pode dizer à mão: Eu não preciso de ti; nem a cabeça aos pés: Não necessito de vós.22.Antes, pelo contrário, os membros do corpo que parecem os mais fracos, são os mais necessários.23.E os membros do corpo que temos por menos honrosos, a esses cobrimos com mais decoro. Os que em nós são menos decentes, recatamo-los com maior empenho,24.ao passo que os membros decentes não reclamam tal cuidado. Deus dispôs o corpo de tal modo que deu maior honra aos membros que não a têm,25.para que não haja dissensões no corpo e que os membros tenham o mesmo cuidado uns para com os outros.” (1º Cor. 12, 20-25)

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    6. “Não fareis para vós outros ídolos, nem vos levantareis imagem de escultura nem coluna, nem poreis pedra com figuras na vossa terra, para vos inclinardes a ela; porque eu sou o Senhor vosso Deus” (Lv 26.1)

      Resposta: Tal passagem também deve ser refletida na mesma acepção da anterior, nota que aqui se diz com todas as letras que as imagens de escultura se referem aos ídolos, falsos deuses e não a outras pessoas os quais se fazem imagens para os recordar. Não há passagem alguma que diz que se fazer imagens de alguém em forma de recordação esta proibida, isto parte é da cabeça dos que assim interpretam, pois quem assim interpreta, não só esta interpretando errado como esta interpretando mau.

      - EM JOÃO 20:29 JESUS DIZ A TOMÉ, BEM AVENTURADO OS QUE NÃO VIRAM, E CRERAM

      ENTÃO PRA QUE, CRIAR IMAGEM SEMELHANÇA DO QUE HA EM CIMA NOS CÉUS (JESUS)PARA SE RECORDAR?


      Resposta: Que bom que não precisamos saber como foi JESUS para crer NELE, porém quando temos a Imagem de CRISTO nas Igrejas não são para crer NELE, mas justamente para recordar ELE. E a confecção de imagens sacras para este fim não esta proibida em nenhum local da Bíblia.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    7. Aprendi muito com esta leitura. Obrigada e continuem neste trabalho lindo, tirando as dúvidas e levando a verdade a todos!

      Excluir
  8. Gostei muito da resposta porque esta baseada na palavra de Deus. Por isso merece ser lida com atenção e respeito. Que o Divino Espírito Santo nos ilumine e santifique diuturnamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas de que adianta estar embasado na bíblia se o próprio texto diz que a igreja está acima da bíblia. A bíblia passa a não ter valor.

      Excluir
    2. Antes de se manifestar, seria interessante ler o texto com atenção. Ele não diz que a Igreja "está acima" da Bíblia. Essa afirmação é fruto de uma compreensão linear, que não consegue discernir as sutilezas da simples realidade.

      A Bíblia é Palavra de Deus, juntamente com a Tradição apostólica e o Magistério, dados por Deus. A Igreja é o Corpo de Cristo, que é Deus. Qual está acima: a Palavra ou o Corpo?

      Ambos agem em conjunto, em perfeita harmonia, mas sem o Corpo não pode haver Palavra, e menos ainda quem interprete corretamente a Palavra. O que a Bíblia diz não está "acima" da Igreja, e nem o contrário: uma confirma e autentica a outra.

      Por outro lado, não foi a Bíblia quem produziu a Igreja, e sim a Igreja produziu a nossa Bíblia cristã, e além disso a canonizou, isto é, definiu o que era divinamente inspirado e o que não era, pois os primeiros cristãos observavam muitos escritos que terminaram abolidos. Neste sentido, a Bíblia cristã é filha da Igreja.

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  9. Com o novo adiamento, surge novamente a necessidade de participação e mobilização dos cristãos em prol da família tradicional. Como os cristãos e defensores dos princípios da família, não podemos deixar de agir. As nossas ações deverão ser as seguintes:
    a) Dar publicidade aos fatos: se você tem blog ou é participante de redes sociais e meios de comunicação não deixe de apresentar esta situação, além disso, devemos deixar claro aos nossos leitores as implicações da aprovação deste plano e suas consequências.
    b) Pedir para que os deputados votem contra a ideologia de Gênero: Sabe-se que o projeto encontra -se em fase de análise e aprovação por uma comissão especial que trata do plano nacional de educação. A ligação é gratuita no 0800 619619, dígito “9”, basta pedir que seja enviada uma mensagem ao deputado do seu estado que participa desta comissão especial para que este vote contra o substitutivo do relator no que condiz a questão do gênero e orientação sexual. Se preferir ligue diretamente para o gabinete do Deputado.
    c) Assinar urgentemente a petição o link a seguir :www.citizengo.org/pt-pt/5312-ideologia-genero-na-educacao-nao-obrigado.
    d)Oração: Rezar intensamente pedido a Jesus misericordioso e Maria Santíssima para que este projeto não seja aprovado na forma que se pretende (com aceite do substitutivo).

    No dia 20 de Abril celebramos a Páscoa de Nosso Senhor Jesus Cristo e sua vitória sobre a morte, devemos nos esforçar também para no dia 22 celebrar esta vitória sobre a vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e Paz!

      Estarei também orando a Deus para que possamos barrar estes projetos tão nocivos à fé Cristã!!

      Excluir
  10. Só uma pergunta/afirmação:
    A Carta aos Hebreus não é assinada por São Paulo e sim autor desconhecido.
    Nós somos a Nova Aliança e não Novo Israel, pois a Antiga Aliança com o povo de Israel ainda está em andamento visto que algumas profecias em Ezequiel, Jeremias, Daniel apontam para um julgamento de Israel logo após o Arrebatamento da Igreja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em primeiro lugar, a Carta aos Hebreus é geral e tradicionalmente aceita como de autoria de São Paulo, embora existam discussões a respeito. A carta está formalmente incluída na lista de epístolas paulinas, aceita pela Igreja Católica e por diversas denominações protestantes.

      Em segundo lugar, dizemos que a Igreja é o Novo Israel no sentido de ser o novo Povo de Deus, assim como eram os "filhos de Abraão" o povo eleito nos tempos da Antiga Aliança.

      Em terceiro lugar, segundo a interpretação pessoal de quem você imagina que compreende as profecias de Ezequiel, Jeremias e Daniel, se a Bíblia diz que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal? (2Pd 1,20)

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  11. Cada dia que tenho a oportunidade de ler os textos dete blog,mais me apaixono e como eu queria poder difundir mais essa sabedoria às pessoas que do meu lado vivem. Se eu assinar a revista ,terei esse conteudo em mãos? Uma vez que tenho, graças a DEUS, mãe que lê mas não sabe usar internet.e como fazer isso? me explique por favor. Jusimar

    ResponderExcluir
  12. Cda dia mais me apaixono por este blog que é uma das minhas páginas principais.eu desejo muito assimnar a revista e tê-la em minha casa e oferecer a minha mãe que lê ,mas não sabe fazer o uso da internet.Se eu o fizer terei todo esse maravilhoso conteudo tbm impresso? como fazer me explique por favor.

    ResponderExcluir
  13. Olá. Tenho uma dúvida, qual o significado da passagem da crucificação quando Jesus diz "meu Deus, meu Deus, porque me abandonaste". Se nos evangelhos muito antes da crucificação ele sabia que seria torturado e crucificado e que ressuscitaria no terceiro dia porque ele disse isso.. Fico no aguardo.

    Cleber Santarém

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pelo que sei Jesus resou um salmo naquele momento de dor, Ele resou em vos alta e foi ouvido pelo que aprendi na catequese.

      Excluir
    2. Olá Cleber, a resposta é muito mais simples do que parece... Jesus era um homem enquanto aqui na terra... e por ser um homem tinha as mesmas sensações de dor, friu, fome, ... façamos uma experiencia: imagine ou eu ou você na posição dele, sabendo o que ele sabia...

      é importante para entender o que estava ocorrendo ali nos momentos que antecederam a crucificação, e até na propria crucificação, entender a promessa feita no livro de exodo 6:6-7, onde 4 promessas foram realizadas. Até hoje os judeos procuram pelo cumprimento delas, acreditando que apenas duas (as primeiras) foram realizadas... Nós no entanto vemos três destas: "Eu os livrarei do trabalho imposto pelos egípcios", "Eu os libertarei da
      escravidão". Na celebração da pascoa existem 4 calices para cada convidado com 86ml de vinho cada e para cada promessa do livro do exodo, um calice era tomado...

      Até aqui tudo igual aos Judeus, mas como eles não acreditam que Jesus era o Cristo, para eles é difícil entender a terceira promessa: "resgatarei com braço estendido e com poderosos atos de juízo" (braço estendido desde sempre era uma professia de Cruz, mesmo 1800 anos antes de Roma instituir este metodo como pena de morte)... no Evangelio de Lucas, vemos a ceia da pascoa (que Jesus antecipou para quinta-feira), Jesus tomou o calice, deu graças (primeio cálice), tomou o pão, depois de cear, tomou o(utro) cálice (segundo cálice)... depois toda aquela parte do anuncio da traição... de Jesus orar pela fé de Pedro, e para que quando ele se convertesse....

      Foram para o horto das oliveiras, onde Jesus começa a orar: Pai se for possível, passe este cálice (Cálice?) de mim sem que eu tenha de bebe-lo... (meio que pedindo algo como: se houver um plano B, este seria o melhor momento de apresentá-lo), mas que seja feita a SUA vontade e não a MINHA... depois disso toda a narrativa que conhecemos da prisão, o julgamento, a condenação e a crucificação... mas na cruz, quando tudo estava perto de acabar, o senhor diz: tenho sede (se nos valermos do evangelio de João, Cap 19, verso 28), ele disse tenho sede apenas para que se cumprisse as escrituras... e acreditem vinagre era vinho azedo, até hoje é assim...

      este foi o terceiro cálice...

      mas fica a pergunta: quando ele tomará o quarto cálice... onde seremos seu povo e ele nosso Deus?

      aguardem: cenas dos próximos capítulos,

      Graça e Paz

      Andre Luis

      Excluir
    3. Olá...
      estou muito triste com a administração do Site... postei no domingo pela manhã uma resposta para a questão do Cleber de Santarém... mas novamente não a vejo aqui... o que acontece? não é a primeira vez que isso ocorre... qual o interesse do site em remover informações postadas? seria porque eu não sou católico? vejo alguns poucos evangélicos (protestantes, como gostam de chamar) tentando argumentar, mas parece que as informações se forem contraditórias as definições "papais" são massacradas e encerradas... não deveria ser assim um site que tem tantas informações úteis (algumas inúteis, claro)... vocês me fazem sentir as vezes como um leão na cova dos Danieis... Graça e Paz de Jesus para Todos... (se esta mensagem não for apagada também)

      Excluir
    4. É porque você não conhece este site direito, Andre, pois o que mais tem por aqui são blasfêmias e acusações protestantes, que são postadas e muito bem respondidas por Henrique Sebastião, um dos administradores deste apostolado. Pois saiba que eu sou católico e já tive comentários não publicados em resposta a protestantes, estes sim (os protestantes) com informações inúteis. Provavelmente deve ter ocorrido algum problema com a internet ou algo do tipo, a menos que seu comentário tenha sido excluído de propósito por infringir alguma regra do site. A paz de NSJC!

      Excluir
    5. Obs: O seu comentário de domingo de manhã foi publicado sim, então é provável que só você não esteja vendo ele.

      Excluir
    6. André, deve ser algum problema de conexão. Eu tenho que fazer login da conta do google primeiro, pra depois postar. Se eu posto e depois entro na conta, dá problema e o comentário não chega. Deve ser algo assim.
      Petrivalianici, fiquei curioso. Algum desses comentários não publicados era pra mim?

      Fiquem com Deus.

      Excluir
    7. Não, Filipe, eu me referia a um comentário em resposta a um protestante do post que fala de uma comunidade "evangélica" que se converteu ao catolicismo, mas depois de eu reescrever várias vezes, ele foi publicado. A paz de NSJC!

      Excluir
    8. Olá Petrivalianici e olá Filipe Santos, muito obrigado pelas respostas e pelo carinho... isso me deixa muito avontade para "confrontar" idéias e conceitos com vocês... como dito pelo Petrivalianici , também sou contra (muito embora seja também seja "protestante") de acusações por acusações... gosto de um bom debate... glorifico a Deus pela abertura que vocês tem dado através deste site... e Filipe... não esqueci de você... logo te passo a resposta sobre o assunto do "templo do Edir"... abraços Graça e Paz! Andre Luis

      Excluir
    9. André Luis, Graça e Paz!

      Obrigado pela menção honrosa. Eu também gosto de conversar e debater ideias. Aqui existem pessoas como o próprio Petrivalianici que conseguem conversar em alto nível e ajudar a desfazer dúvidas e preconceitos.

      Estamos aí!

      Deus nos abençoe.

      Excluir
    10. Obrigado, irmãos. Gosto desse site, além de outros motivos, porque posso esclarecer e tirar dúvidas minhas e dos outros. Vocês também são ótimos debatedores, mesmo que nem sempre concordem comigo. A paz de NSJC!

      Excluir
  14. AMO SER CATOLICO. GLORIA A DEUS. MUITOS NÃO ENTENDEM QUE SÃO COMO FARISEUS. A LETRA MATA E O ESPÍRITO VIVIFICA. EU VOS DOU UM NOVO MANDAMENTO: QUE VOS AMEIS UNS AOS OUTROS ASSIM COMO EU VOS AMEI. DISSE O SENHOR.

    ResponderExcluir
  15. Parabéns pelo blog sou católica apaixonada , mais acima de tudo apaixonada por deus pais , tinha muitas duvidas agora esclarecida desde ja agradeço e continuem assim explicando as sagradas escrituras a quem não tem um peno conhecimento beijos.


    ResponderExcluir










  16. ser catolica e o que sei que Deus quer que eu seja, nos sejamos "um UNICO rebanho"

    ResponderExcluir
  17. O Antigo Testamento, preservado pelos JUDEUS é exatamente igual ao que os Protestantes têm.
    Portanto, é necessário uma Correção: Não foram os Protestantes que supostamente "removeram" 7 livros do Antigo Testamento. Mas a ICAR que acrescentou 7 livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você é judeu, anônimo, Deus o abençoe. Deve ser, a sua reverência é tão grande que até grafou o termo "judeus" todo em maiúsculas(!). Mas eu o convido a conhecer Nosso Senhor Jesus Cristo, o Messias esperado desde os tempos antigos, no seu Corpo Místico, a Igreja que Ele fundou e deixou neste mundo, para a nossa condução: a Católica Apostólica Romana. "ICAR", para mim, parece marca de pipoca.

      Sim, os judeus seguem os mesmos livros do AT que os protestantes. Graças a Deus, como católicos somos cristãos, e preferimos usar a versão que era utilizada pelos Apóstolos do Senhor, a versão grega conhecida como Septuaginta.

      Ocorre que nos primeiros tempos da Igreja, quando os judeus perceberam que os Apóstolos pregavam o Evangelho, expulsaram-nos das sinagogas. Esse fato contribuiu para que os judeus fechassem de uma vez o cânon dos seus livros sagrados, rejeitando tudo o que era cristão. Assim, no final do século I, decidiram pela exclusão definitiva dos sete livros que constavam da Septuaginta.

      Resumindo a história, vemos que o AT da Bíblia católica, com a lista de livros completa, a da Septuaginta, foi adotado e canonizado pelos Apóstolos de Cristo e seus sucessores, desde o início da Igreja; já o AT da Bíblia protestante foi canonizado pelos rabinos judeus, cerca de um século depois de Cristo.

      Além de qualquer debate, a mais simples realidade dos fatos é esta: os protestantes, ao aceitarem o cânon da Bíblia judaica, estão aceitando a autoridade dos rabinos judeus depois de Cristo, e renegando a autoridade dos Apóstolos, a quem o próprio Cristo deu autoridade sobre a Igreja.

      Lembro, por fim, que os 27 livros do NT, que os protestantes aceitam e adotam normalmente, foram definidos e canonizados pela mesma Igreja Católica que definiu e canonizou os livros do AT. Aceitam, portanto, a autoridade da Igreja para definir os livros do NT, mas não a aceitam quanto à definição dos 46 livros do AT. Isso faz algum sentido para você?

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. Boa tarde irmãos,
      Eu sou católico apostólico romano.
      Em dez/2013, motivado por alguns fatos ocorridos na minha vida, fiz um propósito de ler a Bíblia integralmente no ano de 2014. Definido um plano de leitura, iniciei em 1/1/2014 a execução desse propósito.
      O reflexo desse propósito na minha vida foi maravilhoso. Por conta desse propósito e motivado pelo desejo de mais aprofundamento na Palavra, em 12/2014 fiz um novo propósito para o ano de 2015 e em 31/12/2014 confirmei minha matrícula num curso de graduação em Teologia.
      A leitura da Bíblia me levou a vários questionamentos sobre a minha vida e sobre a minha Igreja e, por isso, estou postando esta mensagem.
      Enquanto lia o Livro de Daniel combinado com o Apocalipse de João, questionei-me sobre algumas características do monstro relatado em Dn 7, bem como a besta (Ap 13) e da mulher montada na besta (Ap 17), que me remetiam para a minha igreja. Foram pelo menos 15 características.
      Gostaria de saber se poderia mandar esses estudos para alguém que pudesse me esclarecer essas dúvidas.
      Não gostaria de mandar essas informações por aqui, para evitar polêmicas, mas depois de respondê-las a administração do Blog fica a vontade para postar.
      Fico no aguardo da resposta.
      Deus os abençoe.

      Excluir
    3. Graça e Paz!

      Henrique, uma questão quanto aos deuterocanônicos. A Bíblia protestante é a mesma que a Igreja Católica adotava oficialmente na época da reforma, não? Porque os deuterocanônicos eram usados, mas não reconhecidos no Cânon. Foram incluídos depois do início da reforma. Está correto?
      Paulo Sávio, você está lendo apenas a Bíblia ou mais algum livro em conjunto? Não conheço bem essas características que você falou.


      Deus nos abençoe.

      Excluir
    4. Caro Filipe, O Henrique encontra-se fora do ar por uns dias, mas, permita-me:
      É inacreditável você ainda ter dúvida quanto a esta questão.
      Veja, quando o alemão Johann Gutenberg inventou a impressão, o primeiro livro impresso foi uma Bíblia, conhecida como Bíblia de Gutenberg. A Bíblia foi impressa da tradução em latim da Vulgata, Bíblia esta, traduzida por São Jerônimo nos fins do século IV e inicio do século V da era cristã.

      A produção da Bíblia de Gutenberg teve inicio no ano de 1450 e terminou cinco anos após, logo, o herege Matinho Lutero ainda não tinha nascido. Lembrando, que a Bíblia de Gutenberg foi produzida com os 73 Livros Sagrados, sendo 46 Livros do AT e 27 Livros do NT.

      No ano de 397, o III Concílio de Cartago, declara o cânon da Bíblia cristã com todos os livros existentes até hoje na Bíblia Sagrada Católica.

      Santo Agostinho, no ano 397, já escrevia:
      “… O cânon inteiro da Bíblia é o seguinte: os cinco livros de Moisés, ou seja, Gênese, Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio,… Tobias, Éster e Judite, e os dois livros de Macabeus,… Para dois livros, Sabedoria e Eclesiástico, é designado Salomão como autor, mas nossa provável opinião é que foram escritos por Jesus, o filho de Sirac,… Baruque,…” (Santo Agostinho, Sobre a Doutrina Cristã, livro 2, cap. 8, 13 ano 397).

      No entanto, vale lembrar, que no século antes da famigerada reforma protestante, já se tinha um livro impresso e aprovado pela Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo, que é Católica Apostólica e Romana, que fora da qual não há salvação.

      Excluir
    5. Obrigado pela resposta, André. Estive fazendo umas pesquisas e por isso voltei ao tema. Nos textos que li, e reproduzo abaixo, encontrei informações do tipo:

      Atanásio, bispo de Alexandria e grande líder da Igreja, no ano 367 d.C, listou, em sua Carta Pascal, os livros que faziam parte do AT e citou alguns dos apócrifos (Sabedoria, Judite e Tobias) com a observação de que não faziam parte da Escritura.
      ...
      Jerônimo incluiu os livros apócrifos em sua tradução, mas disse expressamente que não deveriam ser aceitos como parte da Escritura; eram apenas livros úteis e proveitosos para os crentes. Ele diz: "Portanto, a Sabedoria (...) Judite e Tobias (...) não fazem parte do cânon (...). a igreja lê Judite e Tobias e Macabeus mas não os recebe entre as Escrituras canônicas (...) [são] livros úteis para a edificação do povo, mas não para estabelecer doutrinas da Igreja." (Merece confiança o AT, G.L, Archer Jr. Edições Vida Nova, Pg 76).
      Parece que a única autoridade antiga que defendia que estes livros fossem incluídos no Canon foi Agostinho.
      ...
      O Concílio Geral de Calcedônia, em 451 DC, negou que estes livros fizessem parte do Canon.

      GREGÓRIO,O GRANDE, papa em 600 D.C., citando 1 Macabeus falou que não era um livro canônico.

      A própria Igreja católica reconhece que os grandes Pais da igreja, tais como Atanásio, Gregório, Hilário, Rufino e Jerônimo, adotaram o cânon dos 39 livros hebraicos, excluindo os apócrifos. (Bíblia do Pontífice de Roma, pág. 6).
      ...
      A resposta é que a Igreja Católica Romana incluiu estes livros na Escritura em Abril de 1546.

      André, por essas informações, a imagem que é passada é que os livros chamados deuterocanônicos sempre foram apreciados pela Igreja por seu importante valor histórico. Os protestantes históricos os consideram assim. Mas pesquisarei sobre o concílio de Cartago, que você mencionou.

      Que Deus nos abençoe.

      Excluir
    6. Filipe, no seu comentário faltou citar as fontes em que você encontrou suas informações. Espero que não sejam fontes protestantes.

      Seja louvado Nosso Senhor Jesus Cristo!

      Excluir
    7. Com relação aos pais da Igreja citados acima, é sabido que São Jeronimo, por ter se estabelecido na Palestina para tradução da Bíblia e por estar entre os judeus e por influencia destes que São Jeronimo não tinha os deuterocanonicos como livros inspirados. Quanto ao Papa Gregorio I não aceitar 1º Macabeus como inspirados é pouco provável, haja vista, que se em concílios anteriores foi promulgado o cânon das Sagradas Escrituras, e chancelado pelos Papas, não tinha como um Papa posterior derrubar uma decisão escrita em concílios e chancelada pelos seus antecessores, poderia até ser opinião do Papa Gregorio a este respeito, mas colocar isto como prova de que não se havia fechado o cânon das Sagradas Escrituras até a época do Papa Gregorio, ou que a Igreja inseriu estes livros como canônicos somente mais tarde, aí é querer forçar a barra. Quanto aos demais deverá se observar se suas opiniões foram antes dos concílios e chancelas papais que definiram o cânon das Sagradas Escrituras ou depois, pois se foi antes disto acontecer, devemos lembrar que o assunto do fechamento do cânon das Sagradas Escrituras ainda esta em aberto e que portanto havia sim, opiniões diferentes se deveria ou não anexar os deuterocanonicos junto ao cânon das Sagradas Escrituras. Se foi depois, aí só seriam opiniões particulares em que nada mudaria o que já tinha sido decidido em concílios e chancelado pelo Papa.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    8. Meu caro Filipe, eu já tinha plena certeza que você tinha encontrado suas “informações” em sites fraudulentos protestantes. Sinceramente, eu não vou perder meu precioso tempo acessando o tal site.

      Lembro ainda que Gutenberg nasceu em 1398, publicou a Bíblia na década de 1450 e morreu 18 anos depois, ou seja, só se Gutenberg fosse “evangélico” para adivinhar que esses sete livros seriam acrescentados oitenta e quatro anos depois de sua primeira impressão.

      Veja no link a abaixo a Bíblia de Gutenberg ou der uma passadinha na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, que lá tem uma ‘novinha’ em folhas:

      http://prodigi.bl.uk/treasures/gutenberg/search.asp

      Caso você queira aprender sobre o assunto, acesse o link de um site católico, que lá, você encontrará respostas para seus questionamentos, inclusive indicação de um livro (O Cânon Bíblico).

      http://www.veritatis.com.br/tag/canon-biblico

      Caro Filipe, percebe-se que você ao levantar um questionamento neste Apostolado, me leva a crer que, você já tem as respostas prontas nas pontas dos dedos. E o pior, são respostas retiradas de sites cegos e guias de cegos, mentirosos, fraudulentos e sem nenhuma referencia HISTÓRICA VERDADEIRA.

      É muita intransigência!

      Excluir
    9. André, não é bem assim.
      Eu sabia que os deuterocanônicos já estavam na Septuaginta. E que eram, logicamente, usados por alguns judeus e até por muitos já no início do Cristianismo. Inclusive a tradução de Jerônimo já os continha, 1000 anos antes da reforma. A Bíblia de Gutenberg contê-los é natural, por isso.
      A minha dúvida era se isso já tinha sido colocado de forma oficial ou se os livros estavam presentes mais por valor histórico do que propriamente por reconhecimento de canonicidade.
      Pelo que estudei, havia alguma controvérsia a esse respeito, inclusive entre os Pais da Igreja.
      Disso, eu não sabia. Pesquisarei mais sobre isso! Me parece que o próprio Jerônimo mudou de ideia ao longo da vida, onde no início não os considerava canônicos e depois passou a considerá-los.
      Os concílios católicos, ao longo da história, foram na direção de considerá-los canônicos, como ilustra o artigo indicado pelo amigo Sivaldo.
      Como você vê, não cheguei com respostas prontas! Apenas pesquiso em todas as fontes.

      Excluir
    10. Pois é, caro Filipe, as controversas estudadas por você a respeito dos Livros Sagrados Deuterocanônicos, elas só existem em sites protestantes. No site Macabeus indicado pelo irmão em Cristo Jesus Sivaldo, como todos os outros sites católicos, seus estudos são baseados em fatos verdadeiramente Históricos, e não em livrecos vindos após a famigerada “reforma protestante”, por pseudo-escritor teólogo.

      Estou em oração para que as escamas dos teus olhos caiam e vejam que a Igreja verdadeira do Nosso Senhor Jesus Cristo, subsiste na Santa Igreja Católica Apostólica Romana, que fora da qual não há salvação!

      Meu ponto final nesta questão e fica com Deus!

      Excluir
    11. Caro Andre

      Tem um outro artigo do Cris do site Macabeus,onde ele desmascara um pastor que acusa a igreja de ter acrescentado os deuterocânonicos na Bíblia Sagrada pelo concílio de Trento no século XVI

      Vale a pena ler

      http://macabeus.no.comunidades.net/index.php?pagina=1623110798_10

      Protestantismo e suas mentiras,mesmo sendo desmascarados eles continuam propagando com suas mentiras

      44 Vós tendes como pai o demônio e quereis fazer os desejos de vosso pai. Ele era homicida desde o princípio e não permaneceu na verdade, porque a verdade não está nele. Quando diz a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira. São João, 8


      Fique com Deus

      Excluir

    12. Caríssima Catia, irmâ em Cristo Jesus
      Graça e paz!
      Obrigado pela indicação e que Deus, nosso bondoso Pai, nos abençoe!

      Excluir
    13. Obrigado André, por suas orações e paciência comigo. Que Deus nos abençoe!

      Excluir
    14. Paulo Sávio, tenho aqui alguns links de sites católicos que poderão te ajudar a tirar estas sua dúvidas. Pode ser que não tirará todas as suas dúvidas, mas que já são um bom subsidio para começar a saná-las, elas as serão, só não cia na lábia de alguns protestantes por aí que teima em querer dizer que a grande prostituta do Apocalipse 17 é a Igreja Católica e a besta de Apocalipse 13 é o Papa, não há nada que remonta a isto, isto parte tudo das interpretações maldosas destes protestantes que atacam a Igreja de todas as maneiras, e desde Lutero utilizam o pecado de alguns filhos da Igreja para dizer que estes filhos da Igreja que erraram é a prova inconteste de que é o Papa a besta e a Igreja Católica a grande prostitua. Estes links que eu indicarei a baixo, repito, pode ser que não sanará todas as sua dúvidas, mas que serão um bom subsidio para tirá-las, isto serão, então boa leitura:

      http://macabeus.no.comunidades.net/index.php?pagina=1622715758

      http://macabeus.rede.comunidades.net/index.php?pagina=1622715758_01

      http://macabeus.rede.comunidades.net/index.php?pagina=1622715758_03

      http://www.veritatis.com.br/apologetica/igreja-papado/603-a-prostituta-do-apocalipse-a-grande-babilonia

      http://www.veritatis.com.br/apologetica/igreja-papado/602-a-igreja-catolica-e-a-prostituta-do-apocallipse

      http://www.veritatis.com.br/apologetica/igreja-papado/1157-a-besta-do-apocalipse

      Só mais um atento. Entre em contato também com o Henrique ou se tiveres um tempinho, de uma olhada também aqui neste blog, se não me engano, o Henrique também andou colocando algo sobre este assunto aqui neste blog.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    15. Esqueci deste link aqui

      http://macabeus.rede.comunidades.net/index.php?pagina=1622715758_02

      Anonimo Sidnei

      Excluir
    16. Caro Sidnei,
      obrigado pela sua atenção e pelos links. Já os arquivei nos meus favoritos e os lerei, com absoluta certeza.
      Deus o abençoe

      Excluir
  18. Filipe, leia esse artigo de um apologista católico sobre essa questão dos livros deuterocanônicos:

    http://macabeus.no.comunidades.net/index.php?pagina=1622826863_01


    Paz e Bem,

    Sivaldo


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Sivaldo, vou ler o artigo.

      Deus te abençoe.

      Excluir
  19. Estimado Felipe,
    Acompanhado da leitura da Bíblia, faço pesquisas em artigos e vídeos obtidos na internet.
    Eu gostaria de lhe encaminhar essas características para saber sua opinião, mas prefiro mandar por e-mail, para não causar polêmica aqui no Blog.
    É possível?
    Deus abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo Sávio, Graça e Paz.

      Se eu puder lhe ajudar de alguma forma, ficarei feliz em fazê-lo. Mande para cafilipe1@gmail.com.

      Deus nos abençoe.

      Excluir
    2. Obrigado Felipe,
      Estarei encaminhando neste fim de semana um e-mail para você com estas circunstâncias, as quais gostaria da sua opinião.
      Felipe, gostaria de emitir minha opinião sobre contatos hostis que tenho lido neste blog, de parte a parte, entre pessoas de religiões diferentes.
      Acho que não fica bem nem para quem agride, nem para quem é agredido, nem para quem, como eu, investe seu tempo em acompanhar o Blog.
      Sugiro que a administração do Blog administre esse conflito de credos, para que não fique parecendo, como a mim me pareceu, radicalização religiosa.
      Nosso mundo já convive com situações de fundamentalismo religioso que, certamente, nosso Salvador não admite.
      Somos filhos do meus Deus e acreditamos na mesma Trindade Santa.
      Vamos respeitar, parte a parte, as opiniões contrárias, não seremos nós a julgar quem está certo ou quem está errado, mas sim nosso Criador e esse tempo não tarda.
      Tenho certeza de que essa é a opinião do nosso Papa.

      Deus o abençoe.

      Excluir
    3. Caro Paulo, existe uma diferença enorme entre estar certo e querer obrigar os outros a crerem que você está certo. Ora, aquele que prega a Verdade, revelada por Nosso Senhor e transmitida para os apóstolos e para a Igreja, está o quê? Certo. E aquele que, por ignorância ou má vontade, se desvia do que é certo, está o quê? Errado. Crer que não existe certo ou errado, como se nosso Criador não tivesse dito nada a nós, é ser ingrato a Ele. Isso é relativismo. Quanto ao resto do seu comentário, você está certo ao falar que não é bom agredir ou desrespeitar ninguém. A paz de NSJC!

      Excluir
    4. Paulo, muitas vezes nós católicos estamos quietos em nossos cantos, o qual não importunamos a ninguém, é claro que este sendo um blog católico, falará da doutrina católica e das diferenças existente entre a Igreja Católica e os demais credos protestante. Porém o que me tira do sério são este protestantes que vem sempre aqui se achando que sabem mais do nós e ficam dando pitaco no que não conhecem, se ao menos antes de falar alguma bobagem, largasse a preguiça que tem, e fossem nas postagens já feitas pelo Henrique, talvez aprenderiam alguma coisa sobre a Igreja Católica, mas como a vontade de julgar e condenar é maior do que aprender, aí vem sempre com sua metralhadoras giratórias estupidas nos acusando de idolatras, que o Papa e a Igreja mudaram as leis, o cânon das Sagradas Escrituras e por aí em diante. Meu amigo, não dá, a paciência nestes casos é curtíssima, por com pessoas que tem preguiça de aprender alguma coisa e ficam julgando aos outros para mim é tolerância O.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    5. Graça e Paz!

      Petrivalianici, maravilhoso o que você disse. Também creio numa verdade absoluta, revelada por Deus, através de Cristo e seus Apóstolos.

      Sidnei, compreendo a sua indignação. Me perdoe se alguma vez fui um desses inconvenientes; não foi a minha intenção. Talvez eu não devesse mais comentar aqui. Mas as minhas experiências foram tão boas que não consegui abandoná-las. Mas, 2015, novos caminhos! Vou orar a Deus e pensar sobre isso com carinho.
      Paulo, obrigado pelo carinho e me sinto honrado que alguém como você, que ama a Cristo, queira saber minha humilde opinião. Obrigado!

      Que Deus nos abençoe.

      Excluir
    6. Filipe, não quis generalizar, sua intervenção aqui são sempre bem educadas e ponderadas, portanto, não vista a carapuça do que eu escrevi aqui, que ela não caberá em você, mas a alguns protestantes que nunca chegam aqui questionando a fim de sanar alguma dúvida com relação a doutrina da Igreja Católica, mas já chegam colocando a banca e em uma soberba tremenda, até parece que vai nos convencer com os mesmos blá-blá-bá de sempre o qual nós católicos já sabemos de cor e salteado os sempre mesmos dizeres, sempre as mesmas acusações, sempre as mesmas coisas, sem se preocupar em tomar conhecimento de algo lendo as postagens anteriores, pois sempre que se conhece um novo blog, um novo site, é sempre interessante saber o que foi postado anteriormente para ficar inteirado no que já foi discutido em determinado blog ou site. Este problema não é apenas dos protestantes que agem deste forma, isto já é um problema cultural do povo brasileiro que tem preguiça de ler e assim fica mais fácil em criticar e condenar do que ouvir e ler o que o outro tem a dizer e o que crer, mas que a mim que tenho pavio curto dá vontade de deitar a ripa, isto dá, mas vou tentar ter a paciência de Jó para não sair dando murro em ponta de faca, pois se DEUS tem paciência com meus pecados, porque eu não posso ter paciência com a ignorância dos outros?.

      Anonimo Sidnei.

      Excluir
    7. Caríssimo Paulo Sávio, me desculpe, mas, ainda não percebi nenhum comentário, respostas, refutações ou trepicas com intuito de agredir ninguém que frequenta este Apostolado, seja ele católico, protestante, espírita, macumbeiro, etc.

      Por acaso você já leu algum escrito do Bispo Irineu de Lion? Veja lá que ele não media palavras para refutar os hereges do seu tempo, e é um Santo.

      Certa vez um grande filósofo se dirigiu ao Bispo de Hipona (Santo Agostinho) para pôr-lhe à prova e lhe fez o seguinte questionamento: - “O que Deus fazia antes de criar o mundo”? E aí caro Paulo! No seu lugar, qual seria a sua resposta?

      Digo sem pestanejar: em todos os debates aqui travados com protestantes ficou patente que o objetivo deles não era e não é conhecer as respostas católicas, mas combater à Igreja de Cristo, à Maria Santíssima, aos Santos, aos Papas, etc.

      Pergunto: os protestantes protestam do quê? Responda-me.

      Ora, caro Paulo, eles protestaram, protestam e sempre irão protestar contra a Igreja Católica e contra os seus divinos ensinamentos.

      Você já ouviu falar de católico invasor de “igrejas evangélicas”, que invade, que quebra tudo e ainda põe fogo nos acervos históricos de vários séculos? Já?

      Tenha a santa paciência!

      Veja algumas frases que não foram inscritas por nenhum frequentador católico deste Apostolado:

      "Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado". - São Francisco de Sales

      “E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

      “Não sabeis que o protestantismo também possui um fundador sobrenatural? Sabeis agora, trata-se de um anjo, e seu nome é Lúcifer”. São Padre Pio

      Eu poderia elencar aqui muitíssimas freses contra os hereges protestantes ditas por Santos, mas, o caro bondoso pode fazer isto numa pesquisa na internet, não é mesmo?

      Agora, caro Paulo, como você refutaria este acinte perpetrado contra a Igreja Católica de Nosso Senhor Jesus Cristo, pelo fundador do protestantismo:

      "Cristo Adúltero. Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte [do poço de Jacó] de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: "Que fez, então, com ela?" Depois, com Madalena, depois, com a mulher adúltera, que ele absolveu tão levianamente. Assim, Cristo, tão piedoso, também teve que fornicar, antes de morrer" (Lutero, Tischredden, Conversas à Mesa, N* 1472, edição de Weimar, Vol. II, p. 107, apud Franz Funck Brentano, Martim Lutero, Ed Vecchi Rio de Janeiro 1956, p. 15).

      E mais (que Deus misericordioso me perdoe por estar postando uma blasfêmia desta):

      "Certamente Deus é grande e poderoso, e bom e misericordioso, e tudo quanto se pode imaginar nesse sentido, mas é estúpido" (Lutero). (Id. Propos de Tables - no. 963, ed. De Weimar, I , 487)

      Que Deus misericordioso tenha compaixão de todos nós!

      Salve Regina!
      O clemens, O pia, O dulcis Virgo Maria!

      Excluir
    8. Meus amados irmãos,
      não quero ir de encontro com o pensamento e forma de agir de ninguém. Entendo e respeito cada um dos pensamentos aqui colocados. Como falei, não cabe a mim julgar a ninguém.
      Jesus, com sua sabedoria celestial, preferiu calar-se até diante da sua sentença de morte. Nunca obrigou ninguém a segui-lo. Às criticas ele respondia apenas com suas atitudes.
      Devemos nos esforçar para encontrarmos a verdade que nos elevará o espírito e nos fará salvos.
      Quem tiver ouvidos para ouvir, que ouça, quem tiver olhos para ver, que veja, quem tiver sabedoria para compreender, que compreenda.

      "amai uns aos outros como eu vos amei"
      Esse é o grande legado do nosso Salvador, porque é com esse espírito que deveremos chegar na Jerusalém Celeste. Portanto, vamos exercitá-lo aqui e agora.
      Paz e bem a todos.
      Deus os abençoe!

      Excluir

    9. Este é um Apostolado católico, e não ecumênico, que tem por missão e objetivo a evangelização dos povos (tornar não católicos em verdadeiros Católicos), a partir da catequese, estudo da Teologia, da História e da Filosofia e principalmente, APOLOGÉTICA.
      Seja Louvado Nosso Senhor Jesus Cristo!

      Excluir
    10. Senhor,
      Caro André, como eu já disse, eu respeito as controvérsias.
      Passar bem e que Deus te abençoe.

      Excluir
    11. Querido Paulo
      Jesus Cristo não respeitava as controversas (discussões polemicas sobre a salvação), Ele respondia com Palavras (Sagradas) duras contra os fariseus, escribas, etc.
      Jesus nunca se calou, “se as escrevessem uma a uma, o mundo inteiro não poderias, penso eu, conter os livros que se escreveriam” (S. Jo 21, 25b). Todas as críticas feitas a Jesus Divino e Humano, foram respondidas sabiamente por Ele com rigor. Quando transformaram a Casa do Seu Pai (Templo) em casa de negócio, Ele expulsou todos do Templo com um chicote feito de cordas (literalmente baixou a ripa). Portanto, é Este Mestre que a Santa Igreja Católica conhece como Filho Deus, Nosso Salvador!
      Salve Maria!

      Excluir
    12. André, o "Jesus" que o Paulo Sávio conhece é o do evangelho segundo Raul Seixas.........

      Excluir
  20. Desculpe me mas
    A educação em primeiro lugar
    Eu sou católica e cristã não adoro imagens porém a muitos a quem o faça. E o tal por pouco conhecimento como as pessoas mais idosas mas temos que respeitar e ajudar não criticar
    A falta de respeito sr Antônio js se e contra o mandamento o Senhor julga mas vive da maneira correta a sua vida toda sem errar pecar julgar humilhar o próximo pois bem
    Independente de religião uma verdade que eu Acredito Deus , Jesus e Espírito Santo são um Maria mãe de Jesus a unica mulher verdadeiramente pura de corpo e alma naquela época imagina Agora na epoca atual, e aos pes na cruz jesus nos deu Maria como nossa mãe e devemos respeito bom apesar qua ha filhos ne sr Antônio que não respeitam a própria mãe que saiui do ventre dela imagina a Mãe de Deus
    ACORDEM para a vida todos temos sim que respeitar Maria porém crer em Jesus O none é Jesus e temos que crer nele Em breve não importara se e católico, protestante e evangélico e Sim ser Cristão
    OLHEM AO REDOR tudo que está acontecendo no Mundo e agora as crises falta de água
    Terremotos e tantas coisas que viamos so em Filmes
    Temos que Sermos Cristãos
    e Acreditar em Jesus Cristo , Aceitar Jesus e termt os nossos corações como os de crianças
    A Salvação e Individual então façamos nos julgamento de nos mesmos e não dos outros
    Ser católico e acreditar sim em Maria a unica diferença dos demais foi de Maria que Jesus nasceu não de qualquer outra ela merece respeito Sim
    O Sim de Maria e que Salva a Humanidade
    a obediência dela e ela sim Creu em Deus e nos termos essa fé cremos a ponto de entregar nossa vida dizer sim agora a Jesus
    Jesus veio ao Mundo Curou Ensinou Sofreu por nós mesmo assim há quem não Acredita nele
    Eu como católica digo há sim muitas coisas criadas pela igreja católica que nao esta na bíblia foi criação como confessar , ja aconteceu de eu estar confessando e o padte edtsr conversando e o nesmo na missa dizer uma coisa acabar a missa e ele maltratar um rapaz porque pediu para ele abençoar a agua na garrafa
    então eu sou católica bao falto das missas e ai
    Quem vai salvar e Jesus devo obediência a Ele
    A Salvação e Individual r Jesus e i Caminho
    sou católica Porém Sou Cristã
    Jesus Cristo Ele e O unico Mediador
    Julgue e Critique a si mesmo e não os Outros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,
      Não dê muito valor a essas pessoas que só sabem julgar o próximo, mas não conhecem nem seus próprios valores.
      São pessoas que dizem Senhor...Senhor...mas....
      Jesus é o único mediador.
      Paz e Bem Anônimo.

      Excluir
    2. Quando vão entender que JESUS é nosso único mediador de nossa salvação e que intercessores em CRISTO todos nós somos?.

      Quando vão entender que julgar as pessoas que através de alguns atos como beijar, inclinar, colocar flores ao pé de imagens, não são adoração, mas simples mente atos de: honra, respeito e reverência, e que acontece na mente das pessoas só DEUS sabe e que portanto só ELE poder julgar as pessoas.

      Quando vão entender que atos de alguns padres não pode abalar a fé de ninguém, pois tais padres são seres humanos como nós passiveis de erros e acertos?.

      Enfim, vejo que muitos se dizem católicos mas não conhecem nem a metade da missa, e ao invés de procurar entender a doutrina católica, ficam com mimimi, parecendo mais protestante que católicos. Acordem, porque católicos assim a Igreja esta cheia, vão saber um pouco mais sobre a doutrina de nossa Igreja, se não, aparecerão mais caóticos do que católicos.

      Sidnei.

      Excluir
    3. Honestamente, como depois de um post como esse a protestante, quer dizer católica, anônima ainda tem esse pensamento protestantizado de que "a Igreja( i maiúsculo) Católica criou coisas que não está (sic) na Bíblia e só podemos seguir as Escrituras, blá blá blá "? E a Confissão de São Pedro (Mt 16)? E o "Quem vos ouve a mim ouve"? Que obediência seletiva a senhora tem ao Senhor, não anônima?
      Eu até indicaria posts deste site para você sobre a salvação dos não-católicos se você estivesse disposta a ler algo diferente do que o "pastô" lhe ensinou, mas infelizmente não posso, pois mesmo com esse estudo sobre a Igreja Católica ter supostamente "alterado" os Mandamentos você continua com o pensamento protestantizado, demonstrando intolerância a própria doutrina católica!
      Já o senhor, Paulo Sávio, assim como a anônima, repete a mesma história de "não julgar" mas VOCÊ NÃO CONHECE OS PRÓPRIOS VALORES, não sabe o que é julgar. Defender a Sã Doutrina e condenar o pecado não é julgar o próximo. Julgar é fazer um julgamento (obviamente), dizer se alguém está salvo ou condenado antes mesmo de conhecer a história e o destino de uma pessoa. O que vocês dois estão fazendo é relativismo puro e simples, além de possuirem a ignorância colossal de achar que qualquer crítica que alguém recebe é julgamento. O que Luis Antônio fez foi criticar o seu pensamento relativista de católico do IBGE, que certamente não é o do Cristo do Evangelho de Mateus, nem de Marcos, Lucas ou João. Concordo absolutamente com Sidnei e digo mais: A Igreja a qual vocês pertencem, que confunde mediação com intercessão e acha que crítica é necessariamente julgamento é a "Caótica Diabólica Brasileira", que possui variações em todo o hemisfério ocidental.
      Portanto, se decidam: ou vão ser católicos, obedientes à Sã Doutrina e que seguem a Jesus Cristo, alguém que chamou muitos de hipócritas e não teve a frescura do falso julgamento, ou vão seguir o Sola Scriptura em alguma dessas seitazinhas que diz crer que "Jesus Cristo é o único Mediador". Deixo com vocês as palavras do fundador da Primeira e Única Igreja Cristã, na Sua Sagrada Revelação: "Conheço as tuas obras. Não és frio nem quente. Oxalá fosses frio ou quente! Mas como és morno, nem frio nem quente, vomitar-te ei". A paz de NSJC!

      Excluir
    4. “Não dê muito valor a essas pessoas que só sabem julgar o próximo, mas não conhecem nem seus próprios valores” S. Paulo Sávio

      Excluir
    5. Em cada linha do que foi escrito pela “católica anônima” o discurso protestante saltava aos olhos. Se eu dissesse que muito provavelmente se trata de uma pessoa protestante que vem aqui se dizendo católica para criar confusão e tentar polemizar eu estaria fazendo um julgamento?

      Excluir
  21. Olá! Parabéns pela sua participação no programa ao vivo do padre Paulo Ricardo. Achei muito importante o que vc perguntou, sobre o novo cisma, e também gostei da resposta do padre. É muito claro que hoje tem 2 grupos dentro da Igreja: os católicos e os "spys", que são os modernistas, ateus, comunistas, padres LGBT e todo tipo de inimigos infiltrados, que respeitam todo mundo menos as pessoas só que querem ser católicas. Seria melhor se eles se separassem logo da Igreja e nos deixassem praticar o catolicismo em paz.

    REINALDO OSK

    ResponderExcluir
  22. Querido Edu,

    Em 2TIMÓTEO 3.16 diz: Toda Escritura é divinamente inspirada e útil para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra.

    Então todo o Cristão deve seguir primeiramente a bíblia que é a palavra de Deus, todo ensinamento contrário a bíblia não é inspirado por Deus.

    Devemos obedecer ao governo que Deus os apóstolos afirmaram: Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens”. E os mandamentos escritos em Êxedo 20 é a unica parte da bíblia que Deus escreveu com seu próprio dedo.

    Fique com Deus e assista a tv novo tempo para entender melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Beatriz, a passagem de 2Timóteo não diz que a Escritura é a ÚNICA regra do cristão, e também não diz que SOMENTE a Escritura é útil. Diz que a Escritura é útil, e com isso, nós, católicos, concordamos perfeitamente, até porque foi a Igreja Católica que canonizou a própria Bíblia.

      Por outro lado, a Bíblia também diz que é a Igreja "a coluna e o sustentáculo da Verdade" (1Tm 3,15).

      Ora, se a Igreja é a coluna e o sustentáculo da verdade, então a base de tudo está na Igreja, – que produziu e autenticou a Bíblia, – e não na Bíblia sozinha.

      A Sra. já observou a quantidade de igrejas que existem hoje, cada uma com a sua própria doutrina, e todas elas dizem que observam a Bíblia? À qual Igreja a Bíblia poderia estar se referindo, como coluna e sustentáculo da verdade? À única Igreja que existia na época, e que foi fundada diretamente por nosso Senhor Jesus Cristo sobre o Apóstolo Pedro (Mt 16,16-19), ou às igrejas inventadas por "pastores" milhares de anos depois?

      Para entender melhor o assunto, leia o post abaixo, que fala exatamente sobre estas questões:

      As "igrejas", a Sagrada Escritura e as muitas interpretações dos muitos "pastores"

      Se os mandamentos do Antigo Testamento foram dados por Deus, muito mais ainda a Igreja, que é o próprio Corpo de Deus, Jesus Cristo, neste mundo. Pense nisso. Essa Igreja, que é a continuidade do próprio Jesus e é guiada pelo Espírito Santo, tem poder para interpretar e traduzir perfeitamente os Mandamentos divinos. Nós também já explicamos essa questão no artigo que a Sra. pode acessar abaixo:

      A Igreja mudou os Mandamentos de Deus?

      Outras dúvidas, a Sra. poderá tirar acessando o índice abaixo:

      Índice de respostas católicas para acusações protestantes e "evangélicas"

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. "Devemos obedecer ao governo que Deus os apóstolos afirmaram: Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens”."

      Também devemos obedecer aos mandamentos de DEUS através dos homens por CRISTO designados o quais governariam sua Igreja até sua volta nos fins dos tempos, como ELE mesmo disse: "Quem vos ouve, a mim ouve; e quem vos rejeita, a mim rejeita; e quem me rejeita, rejeita aquele que me enviou." (Lucas 10,16)

      E assistir TV Novo tempo, uma emissora Adventista?, Tá brincando?, Então assista a uma de nossas emissoras católicas, ou leias as matérias apontadas pelo Henrique nesta blog, que já será de bom tamanho.

      Sidnei.

      Excluir
  23. - fico impressionado com tanta sabedoria. parabéns pelos esclarecimentos. / Álvaro Luiz. Maceió AL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os adventistas do sétimo Dia são os experts em dizer que a Igreja Católica mudou os dez mandamentos, pois omitiu o segundo que fala das imagens, dividiu o décimo em dois, assim causam esta confusão enorme. Pior que eles mesmo criaram uma terceira Escritura, que são os livros de Ellen White, para eles chamado o "espírito de profecia" uma luz menos para entendimento da luz maior ( A´biblia).
      São estes tambem que alegam que o que está escrito em Daniel 7,25 se refere às mudanças feitas pela Igreja Católica no que se refere ao dia de guarda, e até mesmo na contagem das horas do dia.
      Os adventistas contam o dia, de um por do sol a outro por do sol, e não da meia noite à meia noite... alegam que esta mudança foi feita pelo Papa. Porem entram em contradição, pois recusam seguir o horário que conhecemos, alguns mais radicais, até alteram o relogio. Mas comemoram o natal, data católica, o ano novo, do calendário gregoriano, Um Papa Católico.

      Excluir
  24. Bom dia irmãos

    Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo!

    Gostaria de compartilhar, o que esta escrito na bíblia, em ÊXODO, CAPÍTULO 20, VERSÍCULO 4 AO 6.

    Versão Bíblia Ave Maria

    http://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/exodo/20/

    4. Não farás para ti escultura, nem figura alguma do que está em cima, nos céus, ou embaixo, sobre a terra, ou nas águas, debaixo da terra.

    5. Não te prostrarás diante delas e não lhes prestarás culto. Eu sou o Senhor, teu Deus, um Deus zeloso que vingo a iniqüidade dos pais nos filhos, nos netos e nos bisnetos daqueles que me odeiam,

    6. mas uso de misericórdia até a milésima geração com aqueles que me amam e guardam os meus mandamentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Diego, a Paz de Nosso Senhor,

      Permita-nos também compartilhar o que está escrito na Bíblia protestante Almeida (atenção às partes destacadas em negrito:

      "Farás também dois querubins de ouro; de ouro batido os farás, nas duas extremidades do propiciatório.(...). Os querubins estenderão as suas asas por cima do propiciatório, cobrindo-o com as asas, tendo as faces voltadas um para o outro. E porás o propiciatório em cima da Arca (...). E ali virei a ti; e de cima do propiciatório, do meio dos querubins falarei contigo a respeito de todas as ordens aos filhos de Israel." (Êxodo 25,19-22)

      "O povo veio a Moisés e disse: ‘Pecamos, pois temos falado contra o Senhor e contra ti. Pede por nós ao Senhor’. Moisés, pois, orou pelo povo. Então disse o Senhor a Moisés: ‘Faze uma serpente de bronze, e põe-na sobre uma haste; e todo que olhar para ela viverá’.” (Números 21,7-9)

      "No ano 480 depois da saída dos filhos de Israel do Egito, Salomão, no 4° ano do seu reinado, empreendeu a construção do Templo do Senhor. (...) Fez no Santuário dois querubins de madeira de oliveira, com 10 côvados de altura. (...) Revestiu de ouro os querubins. Mandou esculpir em relevo, em todas as paredes da casa ao redor, no santuário como no Templo, querubins, palmas e flores abertas. Nos dois batentes de oliveira mandou esculpir querubins, palmas e flores desabrochadas, e cobriu-as de ouro."
      "Para a porta do Templo fez vigas de oliveira, bem como batentes de cipreste. E Mandou esculpir neles querubins, palmas e flores desabrochadas, e os cobriu de ouro, ajustados às esculturas.
      "Por baixo da borda em redor havia botões que o cingiam, dez em cada côvado (...). E firmava-se sobre doze bois, três dos quais olhavam o norte, três o ocidente, três o sul e três o oriente (...). Fez também duas bases de bronze: eram formadas de painéis e enquadradas de molduras. Nos painéis enquadrados haviam leões, bois e querubins, assim como nas travessas igualmente. (...) Nas placas dos esteios e painéis, assim como no espaço livre entre elas, esculpiu querubins, leões, palmas e grinaldas circulares. Deste modo fez as dez bases: todas com a mesma fundição, a mesma medida e os mesmos entalhes. (...) Todos estes objetos que Hirão fez para o rei Salomão, para a casa do Senhor, eram de bronze polido." (I Reis 7,13-51)

      Na sua Bíblia, assim como na minha, está escrito que Deus ordena a confecção e o uso das imagens no culto? Querubins, anjos, flores, romãs, frutas, lírios, palmas, e até bois e leões! Havia muito mais imagens no Templo de Jerusalém do que em qualquer igreja católica de hoje! E a Bíblia diz que o Templo foi construído segundo a Vontade de Deus:

      "Salomão edificará a minha casa e os meus átrios, porque o escolhi para ser meu filho, e eu lhe serei Pai." (I Crônicas 28,6)

      Creio que está claríssimo que não são todas as imagens que Deus condena, mas sim as imagens de ídolos, conforme está explicado no versículo que vem bem antes desse que você citou: "3. Não terás outros deuses diante de minha Face. 4. Não farás para ti escultura..." e dai segue a parte que você destaca. É óbvio que as imagens proibidas eram as imagens dos deuses pagãos, feitas para serem adoradas em lugar do único Deus Vivo e Verdadeiro. Não é o caso das imagens católicas, que não são para adoração, não representam deuses pagãos e têm justamente a finalidade de honrar a Deus.

      Podemos ajudá-lo com mais alguma coisa?

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. Essas respostas do Henrique são as melhores

      Excluir
    3. Ai, como é enfadonha essa turma! Ouvem o 'pastor da esquina" no final de semana ou leem algum site protestante e acham que 'descobriram a América' e vêm aporrinhar aqui.

      Henrique, minha sugestão é ter um "kit" de links pronto para responder a esse tipo de questionamento com os artigos do blog sobre esse tema para não perder tempo com eles. Sei que, provavelmente, não os lerão, mas, de repente...

      Excluir
    4. Wagner,

      Incrível que tem o "kit":

      http://www.ofielcatolico.com.br/2000/01/indice-de-respostas-catolicas-para.html

      Mas fazem as mesmas perguntas do mesmo jeito.

      Excluir
    5. Obrigado Henrique,

      Vou estudar mais sobre a bíblia, inclusive o link com respostas católicas.

      A paz de Jesus Cristo

      Excluir
    6. Um fraterno abraço, e conte com nossas orações.

      Que Nosso Senhor o ilumine e salve

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  25. Por favor, tenho um questionamento! Com relação ao jejum eucarístico! Ele é uma lei da Igreja ou uma recomendação?
    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, é uma Lei da Igreja. Assim diz o Código de Direito Canônico, n. 919: "Quem vai receber a santíssima Eucaristia, abstenha-se, pelo espaço de ao menos uma hora antes da sagrada comunhão, de qualquer comida ou bebida, excepto água ou remédios. As pessoas de idade avançada e as que padecem de alguma doença, e ainda quem as trata, podem receber a santíssima Eucaristia, mesmo que dentro da hora anterior tenham tomado alguma coisa"

      Agora, qual o motivo do jejum eucarístico? É que devemos nos preparar POR COMPLETO para receber Nosso Senhor. Não basta preparar apenas o espírito (com orações, meditação e contemplação), mas também o corpo, pois você (e o próprio Cristo) é feito de carne e espírito.

      Já pensou receber Jesus Cristo na Eucaristia depois de comer uma feijoada? Seu corpo estará saciado, não vai sentir falta alguma do Senhor. Por isso existe o jejum eucarístico.

      Com o passar do tempo o jejum foi diminuindo. Na época de S. Tomás de Aquino (aprox. 1250) o jejum eucarístico era desde a meia noite. Depois foi reduzido para 3h antes da Comunhão, e por fim, em 1965, para 1h.

      Lembre-se que, como em todos os casos, apenas com razões GRAVES o jejum eucarístico pode ser violado.

      Abraço e fique com Deus.

      Excluir
  26. Tenho uma duvida. Pedro foi o primeiro papa mas teve esposa e filhos, pq os outros papas ão poderam casar e ter filhos ?me fiseram essa pergundo e não conseguir respoder.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LEANDRO ROCHA,

      A questão já foi respondida no artigo que você pode ler acessando o endereço abaixo:

      http://www.ofielcatolico.com.br/2016/01/o-celibato-sacerdotal-por-que-se-s.html

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail