O lobby do controle populacional


UMA COMISSÃO da ONU deve se reunir em abril/2015 para discutir as consequências da “dinâmica populacional” para a nova agenda mundial de desenvolvimento. Trata-se da Comissão sobre População e Desenvolvimento, que no passado já promoveu a contracepção em regiões de alta fertilidade.

Apesar das crescentes dificuldades enfrentadas pelos países em que a população já começou a diminuir, a versão inicial da resolução deste ano chama a atenção para “os potenciais benefícios de desenvolvimento oriundos da redução da fertilidade”, e pede investimentos na “saúde reprodutiva” e sexual, bem como na promoção de “direitos reprodutivos”. Tais expressões dissimuladas já são bem conhecidas dos militantes pró-vida, que sabem tratar-se de uma maneira discreta de promover o aborto e outros elementos da “cultura da morte”, – expressão consagrada pelo Papa João Paulo II.

O que muitos ingênuos ainda imaginam se tratar apenas de "teoria da conspiração" é a mais pura realidade objetiva dos fatos. A ONU tem desempenhado um papel importante na arquitetura e implementação de transformações comportamentais em escala mundial: o Fundo Populacional das Nações Unidas, por exemplo, conta com 1 bilhão de dólares anuais para influenciar os governos e as sociedades de diferentes países a seguirem as diretrizes da Organização.
____
Fonte:
LifeSiteNews
www.ofielcatolico.com.br

Um comentário:

  1. A ONU muitas vezes faz besteiras, uma delas foi o controle da natalidade e agora outro grande erro do movimento feminista é a luta desesperado pelo aborto, que sem dúvida alguma é um grande pecado.

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail