Mexicanos protestam contra sodomia sancionada pelo Estado


CIDADE DO MÉXICO, 31 de julho de 2015 (ChurchMilitant.com) – Dezenas de milhares de pessoas saíram às ruas no México no último sábado (1/8/015) para protestar contra a recente decisão da Suprema Corte do país que legaliza o “casamento” de pessoas do mesmo sexo.

A decisão anulou muitas constituições estaduais pré-existentes que definiam o casamento como união entre um homem e uma mulher. Os mexicanos saíram às ruas sob o grito de “O México é para as Crianças”.

Sofia Miranda, uma das organizadoras, enviou uma carta esclarecedora aos hostis meios de comunicação mexicanos, da qual conta o seguinte trecho: “Não somos contra qualquer pessoa; somos contra essa imposição da Suprema Corte”. Ela adverte, fazendo eco ao Papa Francisco, que o reconhecimento de uniões de pessoas do mesmo sexo como uma forma de casamento, “abre as portas para a ideologia de gênero e irá desestabilizar a nossa sociedade e prejudicar os nossos filhos”.

“Isso é o que não queremos”, afirma Sofia. Os manifestantes estão reivindicando mais direitos dos pais, uma vez que em todo o país cada vez mais as crianças estão expostas a formas antinaturais e perversas de sexualidade — todas sob o pretexto de “educação”.

Algumas das cidades mais conhecidas em que ocorreram as manifestações foram Cidade do México, Monterrey, Guadalajara, Culiacán, Los Mochis, Aguascalientes e Ciudad Juárez, sendo que a maior multidão ocorreu em Guadalajara. Os responsáveis pelo início e planejamento dos eventos disseram que mais de 80.000 pessoas compareceram ao evento. Como era de se esperar, alguns meios de comunicação reduziram esta cifra para alguns milhares.

Mais manifestações estão previstas para ocorrer em outras cidades mexicanas em 15 de agosto, Festa da Anunciação da Bem-Aventurada Virgem Maria

___
Fonte:
Fratres in Unun, disp. em:
fratresinunum.com/2015/08/04/mexicanos-protestam-contra-sodomia-sancionada-pelo-estado/
acesso 4/8/015
www.ofielcatolico.com.br

2 comentários:

  1. Estive no Mexico no ano de 2010, onde tive a oportunidade de conhecer diversas igrejas centenárias (algumas em ruinas, como um convento na cidade de Tecali), e posso dizer é um país muito comprometido com o Catolicismo Apostólico Romano... não acredito que uma lei que permita que homosexuais se casem possa por em risco a santidades dos que se santificaram...
    abraços,
    Fernando

    ResponderExcluir
  2. Temos que combater esse pecado da sodomia e da ideologia de gênero que é outro absurdo.

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail