Padre a serviço da destruição da Igreja

DUAS SEMANAS se passaram. Depois de muito refletir, antes de optar (da maneira mais santa, caridosa e católica) entre manter o silêncio – para não escandalizar ainda mais as pobres almas fiéis dos nossos tempos, já tão massacradas – e aderir com coragem, ao grupo dos que vêm denunciando abertamente o inimigo infiltrado, resolvemos, afinal, com plena convicção, pela segunda. O texto abaixo, de Catarina Maria B. de Almeida, que reproduzimos abaixo, esclarece à perfeição de que caso estamos tratando agora (entre colchetes, algumas observações nossas).



Fieis de todo o Brasil escandalizaram-se com as preces, que pediam “que a ofensiva homofóbica, fundamentalista e histérica presente no Congresso Nacional seja enfrentada com ousadia e serenidade pelo ascenso das causas libertárias”, numa clara apologia às bandeiras LGBTs.

Vale a pena registrar que em nenhum momento eles se demonstraram constrangidos pelo escândalo dos fieis. A Associação IPDM, “Igreja, Povo de Deus em Movimento”, ligada à paróquia, chegou a lançar um comunicado, dizendo terem publicado “a oração dos fieis feita no Ofício Divino em celebração a Nossa Senhora do Carmo”, mas, “a paróquia, o padre e todos os fieis da comunidade foram atacados sumariamente por fundamentalistas católicos”!?

Pe. Paulo Sérgio Bezerra
As preces são de autoria do padre (?) Paulo Sérgio Bezerra, pároco da referida Paróquia, padre da Diocese de São Miguel Paulista. Não se trata, porém, de uma defesa isolada. O mesmo sacerdote escreveu uma apologia "teológica" à homossexualidade, publicada em duas partes (se tiver estômago forte, leia aqui a primeira parte).

A tese principal que o tal "padre" defende é a de que “catolicismo e ‘homoafetividade’ historicamente se confrontaram e se antepuseram. Por este binômio se acenderam ‘fogueiras de inquisição’ e ‘fogueiras de discussões’, na maioria das vezes produzindo algozes e vítimas. A 'teologia' da libertação se propõe a debatê-lo”.

[E quem mais se proporia a tal? Rápida observação: a tal 'teologia' da libertação já não foi refutada e repetidamente condenada como grave heresia pela Igreja, especialmente por S. João Paulo II e Bento XVI? Como pode um padre, que supostamente estaria em plena comunhão com Roma, defender assim abertamente uma heresia, em pleno seio da Igreja??]

Contudo, a tal Associação não se limita a uma defesa teórica. Parte para a militância, e com objetivos muito claros! Agora, num vídeo (abaixo) encontrado no site do Câmara de Vereadores do Município de São Paulo, as intenções deste Movimento tornam-se escancaradamente públicas.



Um senhorito chamado Eduardo Brasileiro apresentou-se num Seminário organizado pelo Movimento LGBT e outras entidades, explicando quem é e o que quer a tal Associação “Igreja, Povo de Deus em Movimento”:

É um Movimento dentro da Igreja Católica que quer lutar a partir dos direitos humanos por uma refundação dos dogmas e das concepções católicas dentro da sua estrutura de poder. Isso não é fácil, mas tem quinze paróquias da Zona Leste de São Paulo que comungam dessa ideia.

O vídeo é chocante: além de confrontar nominalmente os Cardeais Arcebispos de São Paulo e do Rio de Janeiro, o rapaz enaltece a blasfema representação do travesti crucificado.

Esta é uma tática usada para destruir a Igreja. Para instrumentalizá-la, grupos inimigos se infiltram, com o objetivo de a irem demolindo aos poucos, desde dentro. É o mesmo caso, por exemplo, das “Católicas pelo Direito de Decidir”. Como confessou a sua fundadora, Frances Kisslling, o objetivo de sua associação era erodir a moral católica desde dentro da Igreja para minar a resistência anti-abortista, visto que a teologia moral católica era a mais articulada e oferecia argumentos sólidos contra a Cultura da Morte. Nas próprias palavras de Kisslling,

As pessoas neste país questionaram a legalidade do aborto, mas de tal maneira que não questionaram o tema da moralidade. A incapacidade de tratar esta questão no nível moral é uma grave ameaça para o sucesso a longo prazo do movimento em favor do aborto. Você nunca realmente irá vencer definitivamente se a questão da moralidade for levantada. Se nós, como movimento, tivermos que tratar de moralidade na questão do aborto, nós perderemos, porque o discurso moral é controlado pelos homens e pela religião, e é construído contra as mulheres. O argumento dos bispos diz que o aborto é um assassinato, que abortar é matar e que a vida começa na concepção. Mas é esta perspectiva católica o lugar certo onde começar o trabalho, porque a posição católica é a mais desenvolvida. Assim, se você puder refutar a posição católica, você refutou todas as demais. Nenhum dos outros grupos religiosos realmente têm declarações tão bem definidas sobre a personalidade, quando a vida começa, fetos e etc. Assim, se você derrubar a posição católica, você ganha.

Pois bem, algo precisa ser feito [por nós, fiéis católicos]. E é urgente!

A tal associação “Igreja, Povo de Deus em Movimento” apresenta-se com a mesmíssima finalidade: destruir o dogma católico desde dentro, enganando o povo com a pregação de um falso evangelho, em franca dissonância com a doutrina da Igreja, para promover a agenda de grupos anti-católicos, como o LGBT e outras entidades claramente ligadas aos lobbies contra a vida e contra a família.

O Código de Direito Canônico diz: “Quem se inscreve em alguma associação que maquina contra a Igreja, seja punido com justa pena; e quem promove ou dirige uma dessas associações seja punido com interdito” (c.1374). – Sobretudo, afirma: “O apóstata da fé, o herege ou o cismático incorre em excomunhão latæ sententiæ” (c.1364) e, “pelo próprio direito”, isto é, sem que haja necessidade da intervenção da autoridade eclesiástica, “perde o ofício” (c.194). “A remoção só pode ser urgida”, acrescenta o cânon, “por declaração da autoridade competente” (c.194§2), isto é, somente a autoridade eclesiástica pode exigir as consequências materiais da perda do ofício, mas a perda em si se dá simplesmente por força do direito, independentemente da intervenção da autoridade competente.

[Em outras palavras, a pura realidade dos fatos é que estamos lidando com hereges excomungados fantasiados de sacerdotes, e servidores do diabo, ainda que sem a clara intenção de sê-lo, disfarçados de leigos católicos ativistas, aqui]

As razões teológicas destas determinações canônicas são claras se considerarmos a constante Tradição da Igreja, exemplificada, entre muitíssimas outras fontes, na Encíclica Mystici Corporis (Pio XII). Como aí ensina o Pontífice, “nem todos os pecados, embora graves, são de sua natureza tais que separem o homem do Corpo da Igreja como fazem os cismas, a heresia e a apostasia” (Pio XII, S.S., Mystici Corporis, 29.6.1943, n.22).

Em outras palavras, pelo pecado mortal, geralmente falando, o cristão perde a Graça santificante, a virtude da caridade, todas as demais virtudes e dons do Espírito Santo, mas ele continuará com a virtude da fé, que nele permanecerá morta, e ele mesmo se tornará um membro morto da Igreja, conservando-se ele próprio, porém, membro do Corpo Místico de Cristo, ainda que morto. – Mas quando alguém peca contra a fé, caindo em heresia, perde a virtude da fé e deixa de ser membro do Corpo Místico de Cristo. Não é mais sequer um membro morto da Igreja; já não faz parte dela, sequer é mais cristão. Obviamente, se alguém não pertence mais à Igreja, menos ainda se pode conceber como possa exercer nela um ofício pelo qual teria que governar os demais na fé. Com intervenção da autoridade competente ou sem ela, tem a perda do ofício apenas pelo próprio direito. À autoridade caberá somente exigir juridicamente as conseqüências materiais da perda, como a remoção física do ofício e a substituição por outro.

Aplicando-se ao caso real, o Pe. Paulo Sérgio Bezerra abraça flagrantemente a heresia, e de modo consciente, pondo-se em franco desacordo com a Sagrada Escritura e com a Doutrina da Igreja, que consideram a prática da homossexualidade pecado grave; está automaticamente excomungado e perde, ipso facto, seu ofício eclesiástico e sua condição de membro da Igreja.

Também esta malfadada Associação, conspirando contra a Igreja, deve ser denunciada e suprimida, seus membros devem ser admoestados a retificarem suas posições e, caso permaneçam nelas, deve-se declarar também a sua excomunhão por flagrante heresia.

Os fieis católicos têm o dever de denunciar estes usurpadores às autoridades eclesiásticas, e estas têm o dever de intervir, aplicando a lei da Igreja.

Como ensina Santo Tomás, os fiéis não devem usar de tolerância para com aqueles que na Igreja ensinam e difundem erros contra a fé, e que por isso mesmo já não mais pertencem a ela.

“Quando há perigo à fé”, diz Santo Tomás:

Os fiéis devem corrigir até os seus pastores. Por isso, São Paulo, que era súdito de São Pedro, por causa de um perigo imediato de escândalo sobre a fé, o corrigiu publicamente; e, como diz Agostinho na Glosa, ‘o próprio São Pedro deu exemplo aos maiores ao não rejeitar ser corrigido mesmo pelos inferiores, por ter abandonado o caminho reto” (Tomás de Aquino, S. Suma Teológica, IIa-IIæ, q. 33, a. 4, ad 1um).

* * *

Encerra-se aqui a reprodução do valoroso texto de Catarina Maria B. de Almeida. Alguns dias após o ocorrido, e após a reação provocada pela divulgação do vídeo em questão e do folheto pró-LGBT de sua autoria, o "padre" Paulo Sérgio Bezerra declarou: “Não voltamos mais atrás”, deixando claro que fez do apoio ao movimento anticatólico a bandeira do seu falso sacerdócio. Disse ele ao “Jornal da Cidade”: “São poucos os padres com coragem de tocar nesses assuntos. Sempre fui assim, mas, com esse papa, sinto mais tranquilidade de que não serei punido”.

Finalizamos com o pedido a nossos leitores que escrevam ao bispo de São Miguel Paulista, ao Núncio Apostólico do Brasil e aos dicastérios da Cúria Romana exigindo intervenção imediata neste caso gravíssimo. Os fieis católicos estão fartos de impostores como estes falando em nome da Igreja.


Dom Manuel Parrado Carral, bispo diocesano de São Miguel Paulista
Rua José Dias Miranda, 100 – São Miguel Paulista
08011-020 – São Paulo – SP
• Tel.: (11) 2297.8611
• Fax: (11) 2297.0539
• E-mails: dommanuel@terra.com.br – diocesesaomiguel@terra.com.br – smigueld@terra.com.br

NUNCIATURA APOSTÓLICA
Excelência Reverendíssima Dom Giovanni D’Aniello, Núncio Apostólico
Av. das Nações, Quadra 801 Lt. 01/ CEP 70401-900 Brasília – DF
• Cx. Postal 0153 Cep 70359-916 Brasília – DF
• Fones: (61) 3223 – 0794 ou 3223-0916
• Fax: (61) 3224 – 9365
• E-mail: nunapost@solar.com.br

CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ
Eminência Reverendíssima Dom Gerhard Ludwig Müller
Palazzo del Sant’Uffizio, 00120 Città del Vaticano
• E-mail: cdf@cfaith.va – Tel. 06.6988-3438 Fax: 06.6988-5088

CONGREGAÇÃO PARA O CULTO DIVINO E A DISCIPLINA DOS SACRAMENTOS
Eminência Reverendíssima Dom Robert Sarah
Piazza Pio XII, 10
00120 CITTÀ DEL VATICANO – Santa Sede
• Tel. 06-6988-4316
• Fax: 06-6969-3499
• E-mails: cultidiv@ccdds.va – vpr-sacramenti@ccdds.va

____
Fonte:
Fratres in Unum, DENÚNCIA: Paróquia de Itaquera a serviço da destruição da Igreja, disp. em
fratresinunum.com/2015/06/25/denuncia-paroquia-de-itaquera-a-servico-da-destruicao-da-igreja/
Acesso 26/6/015
www.ofielcatolico.com.br

18 comentários:

  1. Mais do que nunca, irmãos, temos que decidir se somos apostólicos ou mundanos, se sabemos guardar o tesouro da Tradição ou se somos "católicos self-service", que escolhem e aceitam o que querem da doutrina católica. Graças a Deus, ao mesmo tempo que temos um padre herege e sodomitas do movimento LGBT infiltrados na Igreja, há sacerdotes como Padre Paulo Ricardo, que pregam a verdade e não se importam com a opinião do Mundo. Deixo aqui o link de uma fantástica aula do padre Paulo sobre a apostolicidade da Igreja:https://padrepauloricardo.org/episodios/apostolico-ou-mundano.
    E parabéns a você, Henrique, e a todos os católicos que ainda guardam a fé! A paz de NSJC!

    ResponderExcluir
  2. Olha tive que assistir o vídeo duas vezes para acreditar que era verdade, mas lamentavelmente é, até agora não consegui digerir o conteúdo do vídeo e do folheto, eu estou pasme e chocado querem enfiar pela nossa goela abaixo esse heresia contra a família e a Igreja.

    A paz NSJC!

    ResponderExcluir
  3. Sou diocesano de São Miguel Paulista e infelizmente devo confessar que tudo o que foi relatado nesse post é verdade. Esse padre da Nossa Senhora do Carmo é um militante de esquerda e confronta abertamente dogmas católicos, sem nenhum medo de punição. É só olhar a sua foto de perfil no Facebook, isso já diz tudo.
    Além dele, outros dois padres da diocese de S. Miguel possuem exatamente o mesmo “estilo pastoral”, são padres que já aparecem aqui no Fratres: Dimas Martins Carvalho (Santuário NS da Paz, que recebeu Genésio Boff para uma tarde de autógrafos e palestra) e Rosalvino Morán Viñayo (Obra Social Dom Bosco. É aquele mesmo que possui uma escola de samba). Esses padres em época de eleição não têm nenhum pudor: participam de comícios e recebem em suas paróquias políticos petistas de portas abertas. Sem contar as liturgias de suas missas, são literalmente de chorar.
    A Diocese de S. Miguel é quase toda em área de periferia. Isso ocasionou que a TL tivesse uma penetração tranquila e eficaz. Infelizmente o bispo anterior e o atual sempre se calaram com relação a isso.
    Parabenizo ao Fratres por denunciar os descalabros que estão ocorrendo em minha diocese. Dom Manuel precisa se pronunciar, a situação na NS do Carmo está insustentável. E por favor, continuemos pressionando, não tenhamos medo de quem nos chama de “intolerantes”, pois já conseguimos evitar que uma catedral católica fosse emprestada para a ordenação de um “bispo” cismático. A união faz a força.
    Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será um "mal" das Igrejas do Carmo? Há dois anos tivemos que ver aqui em BH um dos maiores escândalos litúrgicos que já tive notícia, ao serem informados que o Frei Claudio Van Balen ia ser substituido por outro padre seus seguidores ( frize-se, não de Cristo ) invadiram a celebração do novo padre, gritaram, ameaçaram quem lá estava, uma verdadeira demonstração de fanatismo, chegaram a dizer que lá iam por causa do frei e não de Cristo, um frei que espalha heresias da TL, e nada de remoção, nosso Bispo ficou em cima do muro e nada de fato aconteceu.

      Excluir
  4. Infelizmente as paróquias estao cheias de padres com tendência homossexual. Qualquer homem enxerga isso. Não entendo como os Bispos toleram. Como a tendência é aceita até que não se consume o ato, a Igreja se sustenta neste argumento. Por isso que rotineiramente vem um escândalo de pedofilia, geralmente meninos, porque a criança será uma presa mais facil, ou de casos com adulto., A raiz é uma só, a homossexualidade. Talvez ela abraçou a teoria "já que não tem padre vai tu mesmo", e entrega as paróquias nas patas de lobos, prontos para atacar. Daí, essa cultura vai se tornando mais fácil de penetrar na própria Igreja. Imagine um bispo falando de homossexualidade para vários padres que ele sabe que tem tendências! Precisa-se de uma reação dos paroquianos e dos padres machos de verdade, e falar de forma aberta, sem medo, como este site fala, e soltar o verbo contra essa heresia. Precisamos de uma Igreja com seus membros limpos!
    André Nunes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. “4. Para que cesse no Brasil a criminalidade sexual/, e a todas as pessoas sejam garantidos os direitos quando à orientação da sua própria sexualidade, suplicamos:”
      Ora, para que cesse a criminalidade sexual, não só no Brasil, mas em todo planeta, faz-se necessário acabar com a homossexualidade, que dar origem a pedofilia, a prostituição, os entorpecentes e outros males da humanidade. Como disse o xará, André Nunes: “A raiz é uma só, a homossexualidade”.
      Repito mais uma vez: no ano de 2005, o Santo Padre, hoje Emérito, publicou um documento que orienta aos senhores Reitores de Seminários, quanto a não admissão de pretendentes ao sacerdócio, que tenham tendências homossexuais. Documento este, radicalmente IGNORADO.
      Deixo uma pergunta: Por que os reitores de seminários ignoram tal documento?
      Católicos: Ser homossexual praticante é anti-bíblico, é herético e detestável para Deus.
      Vejam o que diz as Sagradas Escrituras:
      Diz o Senhor: “Não te deitarás com um homem, como se fosse mulher: isso é uma abominação” (Lv 18, 22)

      “A mulher não se vestirá de homem, nem o homem se vestirá de mulher: aquele que o fizer será abominável diante do Senhor, seu eus” (Dt 22, 5)
      O Padre Paulo Sergio Bezerra a serviço da destruição da Igreja, deve ter destruído também, boa parte das folhas da sua “bíblia”.

      Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

      Excluir
  5. Olá, Henrique. Estou comentando porque gostaria de relatar algumas coisas com as quais me deparei ultimamente enquanto lia artigos de blogs que constam na "Fraternidade de blogs católicos" desse site. Reconheço que este espaço é bastante útil ,pois excelentes blogs católicos que fazem parceria com O Fiel Católico chegam ao nosso conhecimento através deles. Não gosto de procurar sites que pregam heresias e que por acaso sejam apoiados indiretamente por verdadeiros católicos ,muito menos para desmerecer os últimos, tanto que antes de ler os posts nada ortodoxos que encontrei, realmente achava que os sites fossem conviáveis (como faço com qualquer outro que encontre na Fraternidade). No entanto , achei um site chamado Numinosum Teologia, nos links dos blogs católicos, no qual havia um post chamado "Pondé e a teologia da libertação" e a sua conclusão.Neles, o autor afirmava que Eduardo Cunha, Malafaia e Marco Feliciano eram do "clero" de direita, como se a Igreja Católica tivesse culpa do que eles dizem e que os teólogos da libertação, ao "interpretar seletivamente" os escritos de Marx, estavam fazendo o mesmo que Santo Tomás de Aquino ao citar Aristóteles, por exemplo, e que isso era algo comum na história da Igreja, como se o Marxismo tivesse algo de compatível com a fé católica! Essa comparação absurda entre dois contextos totalmente diferentes e desrespeito aos documentos papais contra o comunismo e a heresia da libertação, a meu ver, são suficientes para mostrar que o autor não tem preocupação alguma em permanecer fiel à ortodoxia católica e sequer é católico. Este é o link do site: http://numinosumteologia.blogspot.com.br.
    Por questões de mobilidade, escreverei a continuação depois. A paz de NSJC!

    ResponderExcluir
  6. Continuação: Também achei, num site chamado Tribuna da internet, um texto do famigerado herege Leonardo Boff, desejando uma ilusória transformação na Igreja, cujos pontos negativos são tantos que nem preciso comentar, só vendo mesmo! Eis aqui o link: http://www.tribunadainternet.com.br/a-igreja-que-quer-uma-ruptura-com-o-antigo-estado-de-coisas/.
    Tenho que adimitir que o segundo texto é bem mais obviamente herético do que o primeiro, mas nos dois eu percebi aquela vontadezinha tão presente nos nossos tempos de querer desobedecer o Sagrado Magistério e se dizer católico.
    Já li em algum canto neste site que a presença de algum blog elencado na Fraternidade não indica garantia de ortodoxia de seu conteúdo, mas acho que seria contraproducente da parte do apostolado que houvesse algum link para páginas que não compartilhassem da fé Católica Apostólica Romana de sempre, numa fraternidade de blogs católicos.
    É claro que tais elementos heréticos presentes num site ou blog podem ter passado despercebidos pela equipe do apostolado Fiel Católico no momento de acrescentá-los na Fraternidade, e isso é compreensível, mas deixo registrada a minha opinião para que nenhum blog herético seja incluído a esta lista. Obrigado e a paz de NSJC!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve Maria, Petrivalianici,

      De fato, as duas publicações que você cita vão frontalmente contra o ensino e a Doutrina autenticamente católica. Tanto assim que ambas já foram devidamente "limadas" de nossa lista. Aceite os nossos melhores agradecimentos pelo interesse e zelo em nos manter informados de desvios como estes.

      Realmente, por mais que tentemos analisar os autores das páginas que nos propõem parceiras, é impossível que nos mantenhamos em acompanhamento constante das suas atualizações. Evidentemente, até certo ponto são compreensíveis pequenos deslizes e opiniões particulares, mas essa tolerância só pode ir até que se afronte a ortodoxia da fé.

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  7. Acompanho o blog e notícias como essa mostram a Igreja fragilizada e desestruturada. Parece que a fé católica está se tornando uma terra de ninguém. Desejo me converter, mas é uma confusão tal que é difícil para um leigo discernir o que é católico e qual direção seguir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compreendemos profundamente a sua angústia e o seu dilema, anônimo. Receba nossa total solidariedade. Gostaríamos de lhe pedir, porém, que levante a cabeça, pois Nosso Senhor nunca prometeu vida fácil para quem quisesse segui-lo, e sim advertiu que cada um deveria tomar a sua própria cruz e optar pela porta estreita e o caminho apertado.

      De todo modo, saiba que conhecer a verdadeira fé da Igreja não é assim tão difícil como possa parecer a um primeiro contato. Temos os nossos pontos de apoio muito sólidos e imutáveis, nas Sagradas Escrituras, na Tradição Apostólica e no sagrado Magistério. – Deixando aqui muito claro que a Bíblia depende diretamente da correta interpretação daquela a quem foi confiada: a Igreja de Cristo, Corpo do Senhor, coluna e sustentáculo da Verdade.

      Para facilitar, – e muito, – a nossa vida, temos o Catecismo da Igreja Católica, e para facilitar ainda mais há ainda o Compêndio do Catecismo da Igreja Católica, que apresenta uma espécie de resumo do mesmo Catecismo em forma de perguntas e respostas. Aqui em nossa página mesmo, na coluna à direita, seção "downloads gratuitos", você tem um e outro para baixar em seu computador ou notebook; rápido, fácil e sem nenhum custo.

      Além disso, é bom conhecer as Encíclicas Papais, que versam sobre os mais diversos temas, – e que você também encontra, na mesma seção, para ler online.

      Para alguém que vive um processo de conversão e ensaia os primeiros passos, procurando compreender os fundamentos das coisas, temos também bons livros indicados em nossa seção "Biblioteca católica", com destaque para a obra "Católicos perguntam", de Dom Estevão Bettencourt, e que você consegue adquirir em qualquer boa livraria por um preço bem razoável.

      Por fim, há um curso de Teologia por correspondência, também barato e muito interessante, ministrado pela escola Mater Ecclesiae, que vale a pena conhecer, com as disciplinas fundamentais para quem deseja conhecer a verdadeira fé da Igreja, todas apresentadas de modo simples e bem didático. Obtenha mais informações sobre esta escola acessando o endereço abaixo:

      http://materecclesiae.com.br/

      No mais, é rezar, não perder a fé, clamar muito a Nosso Senhor, ao Espírito Santo que ilumine seu espírito e o seu entendimento para encontrar a Verdade. Conte com as nossas frequentes orações.

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir

    2. Em complemento, deixo uma aula ao vivo do Padre Paulo Ricardo, que versa sobre uma reflexão acerca da apostolicidade da Santa Igreja de Jesus Cristo, onde fica claro que, pode muito bem haver certa fragilidade, mas, jamais uma desestruturação, no que diz respeito à Santa Doutrina, Santo Magistério e a nossa Fé Católica.

      Temos a feliz participação do nosso administrador do Fiel Apostolado Católico, Henrique Sebastião, na segunda pergunta do programa.

      Veja abaixo:
      https://padrepauloricardo.org/episodios/apostolico-ou-mundano?utm_source=Lista+de+E-mails+%5BPadre+Paulo+Ricardo%5D&utm_campaign=45fb954f20-apostolico-ou-mundano-2015&utm_medium=email&utm_term=0_a39ff6e1ce-45fb954f20-406029357&mc_cid=45fb954f20&mc_eid=17e213d4a4

      Seja louvado Nosso Senhor Jesus Cristo!

      Excluir
  8. Bom dia meu caro irmão Henrique. Realmente a situação está complicada. Neste final de semana em minha Paróquia, um Ministro da Palavra muito amigo meu, pertencente à RCC, proferia a homília citando o mal por trás da Ideologia de Gênero e eis que uma irmã franciscana se levanta para contrariá-lo no meio da Assembléia. Todos ficaram estarrecidos com aquela atitude. Ela afirmou que é doutora e havia estudado muitos anos as questões de Gênero e o que ele falava era totalmente equivocado. Ao sair da Igreja ela veio debater comigo, e nunca vi sair tantas bobeiras de uma freira. Realmente nossa Igreja precisa passar por uma severa reestruturação retirando o joio do meio do trigo.
    Abraço Fraterno

    ResponderExcluir
  9. A igreja tem cada padre hoje em dia que é uma tristeza. Mas nós temos que denunciar o pecado do aborto provocado e da prática do homoxessualismo.

    ResponderExcluir
  10. Caros irmãos fieis católicos em Cristo Jesus

    Assistam a este belo vídeo sobre a Sagrada Família Cristã:

    https://www.facebook.com/181905698661288/videos/426897554162100/?hc_location=ufi

    Repassem, se possível, a todos os seus contatos, pois, “Deus criou o homem à sua imagem; criou-o à imagem de Deus, criou o homem e a mulher. Deus os abençoou: "Frutificai, disse ele, e multiplicai-vos, enchei a terra e submetei-a. Dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra." (Gênesis 1, 27-28)

    Louvada seja a Sagrada Familia de Nazaré!

    ResponderExcluir
  11. Acho que o pessoal do Fratres muitas vezes exagera nas críticas públicas ao papa e acabam mais servindo como instrumento de divisão do que outra coisa, mas as vezes eles também acertam em cheio e fazem um trabalho muito importante para abrir a cabeça dos católicos de hoje.

    ResponderExcluir
  12. Coisas horríveis ainda estão por vir..
    Estejamos preparados irmãos, pq ainda haverão muitos falsos profetas,hereges,perseguição ao povo de Deus e "abominações"...
    Parece que a volta de Jesus está próxima!!!

    ResponderExcluir
  13. É simplesmente (e terrivelmente) o marxismo cultural se desenvolvendo dentro da Igreja. E se a idéia é combater essa praga, basta que a estudemos bem e não nos calemos quando ela se manifesta.

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail