Não se engane com as falsas 'igrejas católicas'


Parece, mas não é: no alto, o falso padre Erwin Mena, que foi preso nos EUA após enganar fiéis e roubar dinheiro de paróquias por décadas; logo acima, o também falso padre (ou arcebispo!) W. Schuler, que enganou muita gente na Bahia e acabou preso em São Paulo.

UMA LEITORA E IRMÃ em Cristo, cujo nome não estamos autorizados a divulgar, pediu-nos ajuda e uma resposta segura para a seguinte questão: "Poderia me informar se a 'Igreja Católica Apostólica Contemporânea' está ligada à Igreja Católica Apostólica Romana ou é uma seita herética como as protestantes? (...)".

Esta moça prossegue em sua mensagem, dizendo que pediu conselhos a um "padre" desta "igreja", por ingenuidade, achando tratar-se de sacerdote católico, mas estranhou as respostas e a postura "mente aberta" demais do tal sujeito. Resolvemos, então, a título de esclarecimento de nossos demais leitores, reproduzir o teor da resposta que lhe demos, por aqui também, ainda que acreditemos que a grande maioria já conheça bem a resposta.

Uma característica importante da verdadeira Igreja de Cristo, que é Católica, Apostólica e Romana (veja porquê) é a sua unicidade. Isto é o que faz dela uma única instituição, com um só Senhor, uma só Fé e um só Batismo (Ef 4,5). Seja em uma pequena capela ou em uma centenária e majestosa basílica, as leituras da Missa serão as mesmas, os ritos são os mesmos e seguem uma mesma ordem determinada, que vem desde o tempo dos Apóstolos, como atestam os registros históricos dos Pais Apostólicos da Igreja dos séculos I e II dC:

No chamado 'Dia do Sol'[1], todos os fiéis das vilas e do campo se reúnem num mesmo lugar: em todas as oblações que fazemos, bendizemos e louvamos o Criador de todas as coisas, por Jesus Cristo, seu Filho, e pelo Espírito Santo. (...) Lêem-se os escritos dos profetas e os comentários dos apóstolos. Concluídas as leituras, o sacerdote faz um discurso em que instrui e exorta o povo a imitar tão belos exemplos. Em seguida, nos erguemos, recitamos várias orações, e oferecemos pão, vinho e água. O sacerdote pronuncia claramente várias orações e ações de graças, que são acompanhadas pelo povo, com a aclamação Amem! Distribuem-se os dons oferecidos, comunga-se desta oferenda, sobre a qual pronunciara-se a ação de graças, e os diáconos levam esta Comunhão aos ausentes. Os que possuem bens e riquezas dão uma esmola, conforme sua vontade, que é coletada e levada ao sacerdote que, com ela, socorre órfãos, viúvas, prisioneiros e forasteiros, pois ele é o encarregado de aliviar todas as necessidades. Celebramos nossas reuniões no 'Dia do Sol', porque ele é o primeiro dia da criação em que Deus separou a luz das trevas, e em que Jesus Cristo ressuscitou dos mortos.
(S. JUSTINO MÁRTIR, nascido em 103 dC, filósofo pagão convertido, tornado sacerdote e martirizado, contemporâneo de Simeão – que viu Nosso Senhor Jesus Cristo – e de Sto. Inácio, Clemente – companheiro do Apóstolo Paulo – de Potino e de Irineu, discípulos de Policarpo. Apologia II)

Como vemos, a liturgia e a doutrina da Igreja de Cristo possuem um fundamento sagrado, imutável e bem definido, não muda com os modismos do mundo. A obediência ao Papa como vigário de Cristo a faz diferente das outras comunidades professadamente cristãs, que surgiram ao longo dos séculos em período de crises.

Esta artigo quer especialmente alertar nossos leitores sobre novas instituições que surgiram e continuam surgindo e que têm feito uso, inclusive, do termo "católico" compondo suas denominações, mesmo sem comungar com a única instituição genuinamente cristã católica e bimilenar, porque fundada pelo próprio Jesus Cristo: a Igreja Católica Apostólica Romana. Muitas destas usam elementos tais como vestes sacerdotais, imagens de anjos e santos, vitrais, incenso e o estilo arquitetônico próprio da Igreja Católica original; chamam seus cultos de "missa" e seus pregadores de "padres", têm seus próprios "bispos", etc. Tudo com a clara intenção de confundir as mentes mais ingênuas e/ou despreparadas – as quais, sabemos, superabundam em nosso país. Milhares de pessoas simples ou desatentas vão a tais "missas" e/ou contraem suas falsos "sacramentos" imaginando que estão indo à verdadeira Igreja Católica Apostólica Romana.

Quais são estas novas "igrejas católicas" e/ou "apostólicas"? Disponibilizamos, abaixo, uma lista destas, ao menos as mais conhecidas (as três primeiras são as principais). Se algum de nossos leitores tiver conhecimento de alguma outra que não conste, fará a todos nós um grande obséquio se nos avisar, para que a incluamos:

• “Igreja católica apostólica brasileira”: fundada em 6 de julho de 1945. Geralmente está presente em cemitérios e ministrando os "sacramentos" do "batismo" e do "matrimônio". Utilizam a aparência e muitos elementos, termos e vestimentas católicas, confundindo bem quem não é assíduo às práticas da fé católica. Também celebram a própria "missa" que, contudo, não é válida.

• “Igreja católica apostólica carismática”: trata-se aqui de uma mistura injustificável de práticas e "sacramentos", todos evidentemente inválidos. Não possui nenhuma relação com a Igreja Católica Apostólica Romana ou com qualquer ramo da verdadeira Renovação Carismática Católica (RCC).

• “Igreja católica apostólica antiga”: seus "padres" e fiéis mentem, dizendo-se em comunhão com a Igreja una. Aceita em seus quadros homens e mulheres como sacerdotes e sacerdotisas.

• Igreja Anglicana Missionária do Redentor: (Região Nordeste): apesar de não adotar formalmente o nome católica, também se confessa "católica" e "apostólica".

• Igreja Apostólica Episcopal

Igreja Católica dos Padres Clementinos: há um vídeo rolando na rede com o "testemunho" de um tal "padre Robélio", apresentado como um ex-sacerdote católico que se converteu e virou "pastor evangélico". Mais uma mentira. Na realidade, este homem era "padre" desta falsa "igreja católica".

 Igreja Católica Apostólica Cristã: aqui uma demonstração de grossa ignorância, já que no título substituíram o título "romana" por "cristã", um flagrante (e nauseante) pleonasmo: se fosse mesmo Igreja e Católica, evidentemente já seria cristã.

 Igreja Católica Apostólica de Jerusalém: ainda mais ignorantes, imaginaram que substituir o título "Romana" por "de Jerusalém" lhes confere alguma autoridade... Ora, a Igreja de Nosso Senhor é Católica, Apostólica e também Romana porque sua sede primacial, atualmente, está em Roma, nada mais. Estará a sede desta seita baseada em Jerusalém? Evidente que não. Trata-se de uma instituição 100% tupiniquim. Além de desonestos, estão cegos para o óbvio.

 Igreja Católica Apostólica Ecumênica Contemporânea: nova dose cavalar de estupidez. "Católica" e "ecumênica", no sentido original, são sinônimos, já que o último termo não significava, no início, a união ou o entendimento entre religiões diferentes, mas sim a reunião universal (católica) dos bispos do mundo inteiro.

 Igreja Católica Apostólica Livre do Brasil

 Igreja Católica Apostólica Missionária de Evangelização

 Igreja Católica Apostólica Nacional

 Igreja Católica Apostólica Nordestina: o título, ao menos, nos faz rir um pouco...

 Igreja Católica Apostólica Tributária: oi?

 Igreja Católica da Primeira Ordem: pregam que a verdadeira Igreja de Jesus Cristo é a união de todas as denominações cristãs(!). Só não se sabe porque, então, tiveram que inventar mais uma...

 Igreja Católica Ecumênica: pleonasmos...

 Igreja Católica Ecumênica do Brasil: ...e mais pleonasmos...

 Igreja Católica Ecumênica Renovada: ...e mais pleonasmos.

 Igreja Católica e Apostólica Reunida no Brasil

 Igreja Episcopal Latina do Brasil

 Igreja Católica Apostólica Antiga: antiga? Bem, depende do ponto de vista, já que foi fundada em 2011. É conhecida também como Congregação Abracista.

 Santa Igreja Velha Católica ou vétero-católicos: são ex-católicos que não aceitaram a definição da infalibilidade do Papa em matéria de fé e de Moral proferida no Concílio do Vaticano I (1870). O respectivo clero é casado.

 Igreja Católica Apostólica Renovada


* * *

Ao fim de toda essa hitória, o que mais nos impressiona é o fato inquestionável de que uma parte expressiva da sociedade é composta por pessoas que realmente querem ser enganadas. As "missas alternativas" do herege excomungado "padre Beto" (fruto da PJ, vídeo abaixo), por exemplo, realizadas no salão de um grêmio recreativo em Bauru (SP), permaneceram sempre lotadas.



_____
1. O Dia do Sol que se tornou sun-day no inglês.
___
Ref.:
SOUZA, Vanderlúcio. 'Embora possua o nome, não é Igreja Católica Apostólica', disp. em:
http://blog.opovo.com.br/ancoradouro/embora-possua-o-nome-mas-nao-e-igreja-catolica/
Acesso 28/11/016

www.ofielcatolico.com.br

10 comentários:

  1. Boa tarde ! Sou a pessoa que entrou em contato com o site solicitando esclarecimentos e orientação quanto à ligação da Igreja Católica Apostólica Contemporânea com a Igreja Católica Apostólica Romana. Apesar de bastante chocada em saber que o padre com quem fui pedir ajuda é membro de uma dessas igrejas que usam o nome católico, mas não têm ligação com a Única Igreja de Cristo ( a Igreja Católica Apostólica Romana), agradeço muitíssimo a este site todas as informações e esclarecimentos, incluindo este artigo, por saber que o compromisso deste site é com a VERDADE. Muito obrigada, o Fiel Católico e que Deus os abençoe !

    ResponderExcluir
  2. deixando de reconhecer a Deus como Autor de suas capacidades, professaram-se sábios; gloriando-se não em Deus, mas em si mesmos, como se tivessem atingido o conhecimento da Verdade pelos esforços do seu próprio raciocínio."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TODA SABEDORIA VEM DE DEUS E NÃO PODEMOS NOS VANGLORIAR DISSO...

      Excluir
  3. PRA MIM É TUDO GALHO SECO...
    SÓ NOSSA SENHORA MESMO PARA COMBATER DESSES HEREGES E APROVEITADORES!!!!!!
    Urbano Medeiros - maestro em MG

    ResponderExcluir
  4. Amigos, existe também uma falsa Igreja que se diz católica. E seu nome é Igreja Católica Apostólica Liberal, uma mistura de esoterismo e nova era, tem até "padres" e faz casamentos e missas. Esta não aparece na lista da presente matéria e é uma das que mais deturpam a Igreja Católica Apostólica Romana.

    ResponderExcluir
  5. Fiel Católico,

    Como voçê pode dizer verdadeira Renovação Carismática Católica, um movimento totalmente copiado em tudo dos pentecostais e algumas até dos neopentecostais protestantes.
    A RCC foi e continua sendo a Reforma dos Protestantes agindo e transformando A Igreja Católica Romana.

    O Senhor te abençoe

    ResponderExcluir
  6. Tributária? Como é isso? Ela exclui todos os sacramentos menos o dízimo?

    ResponderExcluir
  7. Conheço uma, em que um bispo nos alertou, que estava na moda. Paroquia da Santas Almas. Diz-se catolica apostolica romana, mas o bispo ja disse q nao tem comunhao com a santa Sé.

    ResponderExcluir
  8. Gostaria de saber se eu sendo católico apostólico romano posso assistir missa da Fraternidade Sacerdotal de São Pio X. O tradiçao da Sociedade me atrai profundamente.
    Anônimo Fernando Miranda

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail