Indicação de leitura: '1964 - O Brasil nos arquivos do serviço secreto comunista'


HÁ EXATOS CEM anos, o poder na Rússia era tomado pelos bolcheviques. Iniciava-se um dos mais pavorosos regimes de governo da História, impondo o terror tanto contra os seus inimigos quanto também, posteriormente, contra suas próprias fileiras revolucionárias. 

O executor deste terror, a temível polícia política russa, a Cheka, com o passar dos anos transformou-se em NKVD e, finalmente, no notório serviço secreto soviético, a KGB. No final dos anos 1940, o serviço de segurança estatal tchecoslovaco, a StB, discípulo fiel das tradições do Cheka, adotou o mesmo mecanismo de terror. 

A StB, como um punho do partido comunista, primeiramente perseguiu todos aqueles que foram arbitrariamente declarados inimigos da “ditadura do proletariado”; depois, perseguiu também os próprios adeptos do comunismo. 

Uma parte essencial de toda a StB foi o seu serviço de inteligência político: o Diretório I, que realizava suas operações fora das fronteiras da Tchecoslováquia, incluindo o Brasil. Os leitores brasileiros têm o direito de conhecer a verdade de uma história até agora cuidadosamente omitida, a de que os serviços de inteligência dos países comunistas atuaram em nosso país nos anos 1950 e 1960. Os primeiros passos na divulgação desse conhecimento foram dados nas redes sociais, especialmente na página documental StBnoBrasil.Com. Agora, esse conhecimento está organizado e disponível em forma de livro impresso. A obra intitula-se "1964, O Elo Perdido. O Brasil nos arquivos do serviço secreto comunista".

** Assine a revista O FIEL CATÓLICO e tenha acesso a muito mais!
www.ofielcatolico.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$9,50. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail