Mensagem aberta de Bernardo P. Küster aos católicos do Brasil


Recebida ontem, 11/12/2018

MUITOS, CONTRASTANDO as denúncias que faço sobre problemas na Igreja Católica no Brasil, abrem os braços para o desespero e um pessimismo quase insuperável. 

Comunico que um grande número de fiéis, religiosos e membros da hierarquia nunca estiveram tão ávidos para resgatar o melhor do Catolicismo em nossa terra. São tempos alvissareiros! Desde agosto do ano passado até dezembro do presente ano, realizei mais de sessenta viagens dentro e fora do Brasil. Vi, ouvi e senti a temperatura dos católicos em dezenas de cidades e pontuo sem medo: o futuro é promissor. Muito promissor.

Centros católicos brotam em todos os estados da União, artistas talentosíssimos surgem sem medo, jovens escritores audaciosos e historiadores sérios estão por toda parte. Teólogos, futuros filósofos, uma miríade de vidas consagradas. Santo Tomás de Aquino tem guiado mentes curiosas, Santos místicos inspirado e ensinado a intimidade com Nosso Senhor e Sua Mãe, editoras e mais editoras católicas publicam em profusão; há congressos, fóruns, reuniões de oração e terço, ardente devoção mariana e ao Sagrado Coração de Jesus, um ímpeto militante pelo Reinado Social de Cristo, congregações renovadas, igrejas restauradas, iconógrafos brilhantes, compositores inspiradores, apego à Doutrina e à Tradição, estudo meticuloso das Sagradas Escrituras, turmas e professores de latim por toda parte, famílias numerosas, comunhão diária, confissão frequente e corações até dispostos ao martírio. 

Ninguém me contou. Eu vi!

Dito isto, acrescento: há problemas e desafios nababescos pela frente, sim. Jamais fechemos nossos olhos para estes. Encaremo-los, todavia, como motivo ainda maior de esforço na busca da santidade, para a maior glória de Deus.

Meus caros, Deus tem atendido as orações dos que clamam com fé. Fiquemos firmes e confiantes. Não desanimemos. Progridamos sem medo, pois Deus é conosco!

Uma semana de muita oração e trabalho a todos.

** Assine a revista O FIEL CATÓLICO e tenha acesso a muito mais!
www.ofielcatolico.com.br

6 comentários:

  1. Deus não permite um mal sem que um bem ainda maior não possa advir dele. A atual situação da Igreja é combustível para a maior busca pela santidade dos últimos séculos. O mero fato (inimaginável a tempos atrás) de tantos jovens se voltarem com sinceridade para a tradição, dando as costas ao modernismo e à cultura de morte prova isso. Estamos assistindo ao início do verdadeiro Renascimento. Que Deus nos conceda uma vida longa e próspera para que vejamos seus frutos.

    ResponderExcluir
  2. Um depoimento como este renova a nossa espeança e aumenta a nossa fé.Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

    ResponderExcluir
  3. O último cavaleiro da expansão das forças das funções vitais foi Friedrich Nietzsche e ele acabou sifilítico e louco em sua ânsia dionisíaca e temerária de deixar correr solto os instintos, hoje, o jovem busca uma vida mais apolínea: no conservadorismo, fumando apenas o tabaco e na ascese da religião católica, graças a Deus, porque o contrário antropocêntrico acabou bem mal em Nietzsche.

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$13,50. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail