Total apoio da Fraternidade Laical São Próspero a Dom Antonio Carlos Rossi Keller







NESTE PAÍS, nunca foi tão pesada a cruz que alguns dos melhores dos nossos prelados precisaram suportar. Eu mesmo conversei com Dom Antônio Carlos Rossi Keller e tive a grata oportunidade de conhecer também pessoas que que conviveram intimamente com ele, desde o seminário. Uma figura admirada e amada por todos, especialmente pelos jovens e por todos aqueles que, há tempos, sofrem por não encontrar em suas paróquias uma liturgia bem celebrada. Trabalhador, Dom Keller desde sempre dividiu-se entre as diversas atividades pastorais e as aulas de Liturgia, Patrística e Filosofia da Religião no Seminário nossa Senhora da Assunção, Santo Antônio de Santana Galvão e no Instituto São Tomás de Aquino.

Todos os testemunhos que temos dele dão conta de que se trata de um homem de espiritualidade elevadíssima, que sempre acordou muito cedo, antes mesmo do necessário, para ir praticar a sua meditação diária. De que sempre foi um homem simples, que se contenta com muito pouco e sempre sorridente. 

Dentre tudo aquilo que o tornou conhecido, logo ao chegar como Bispo da Diocese de Frederico Westphalen, SC, destacam-se a sua pontualidade, sua caridade e o seu senso de humor. Doce e caridoso, esta foi a definição dada ao padre Rafael dos Santos (Apostolado In Veritatem) por um outro padre que lhe confidenciou no início não gostar do Bispo, mas que tinha mudado ao conhecê-lo mais de perto. Os padres e as vocações sempre foram as predileções deste prelado que, mesmo fatigado das atividades da cúria ainda encontrava tempo para visitar os seminários, dormir num hospital acompanhando um sacerdote internado, chamando para uma conversa amorosa outro que estava desanimado. Doando de seu próprio bolso roupas, calçados e até objetos pessoais para quem precisasse. Não faltariam exemplos para justificar estes tão justos adjetivos. 

Algo que define bem Dom Keller é o seu amor pela Igreja, pela Tradição, pela Verdade que é Cristo e o seu Evangelho. Incansavelmente ele percorre as estradas do noroeste gaúcho até as cidades mais longínquas para anunciar o Evangelho. Com voz firme e uma tranquilidade apaziguadora, ele leva as verdades da Fé desde a mais humilde capela até as multidões da Romaria dos Mártires. Sua presença é constante também no mundo das comunicações, nos programas de rádio no Complexo Luz e Alegria e em diversos jornais com artigos semanais.

Desgraçadamente, vivemos o tempo do Diabo e sofremos o poder das trevas (Lc 22,53), quando os bons membros do Corpo terão que sofrer. Os servidores do Inimigo estão fortalecidos, ativos como nunca, e são favorecidos até mesmo no interior da própria Igreja. Veio esta semana a público uma antiga falsa denúncia, feita por um jovem manipulado e por um ex-padre canalha, destituído das Ordens por sua má conduta, contra dom Keller. Esta denúncia já fora objeto de investigação civil e  canônica, tendo sido constatado que não possui sem nenhum fundamento. Mas os demônios não se contentam.

    Tudo começou quando o site The Intercept Brasil – aquele mesmo, conhecido por manter relações com hackers internacionais e comprado destes o produto de crime de invasão dos celulares do Ministro da Justiça e de procuradores federais – publicou uma extensa matéria apresentando a narrativa insustentável da denúncia, sem expor as decisões da Justiça e menos ainda a justa defesa do acusado. 

Em 2020, Dom Keller foi inocentado das acusações em todas as esferas, civil, penal e canônica em que as investigações corriam em segredo de Justiça. Segundo o Juiz da comarca local, o processo representava uma “violação do contraditório, da ampla defesa e da necessidade de uma acusação certa”, e as ações foram rejeitadas em todo teor. Mas os demônios não desistiram, sabendo que para alcançar seus objetivos tinham que tornar públicas as suas calúnias, para assim manchar a ilibada fama de um Bispo exemplar.

Há muitos interesses escusos por trás da destruição dessa boa fama e da imagem de um Bispo como Dom Keller. O principal é calar a sua voz. Querem calar um dos poucos prelados que se mantém fiel à Tradição da Igreja e que corajosamente continua sustentando posicionamentos claros, em tom firme, sobre a Verdade da Fé e outras questões relacionadas, como a defesa da vida, da família e das liberdades individuais. Querem silenciar um verdadeiro arauto que brada e denuncia a influência das ideologias perniciosas na política e na sociedade, a gravíssima crise moral generalizada e o relativismo dos costumes. 

Calar Dom Keller é uma forma de calar a Igreja – a verdadeira Igreja de Cristo – principalmente naquela região que mantém um vultoso grupo de católicos conservadores, que cresce a cada dia. É amordaçar a voz da Diocese de Frederico Westphalen, que possui um sistema de comunicação excelente, com jornais de grande circulação e uma das maiores rádios do Rio Grande do Sul. 

Não tem interesse na verdade quem publica somente uma parte da história e o pior: a parte que já foi comprovada como falsa. O grande empreendimento de levantar um segredo de Justiça e levá-lo a público dessa forma nos mostra claramente uma outra intenção: a eleitoreira. Faz muito sentido queimar a reputação de um influente conservador às vésperas de um ano eleitoral, no qual nos ameaça o fantasma do retorno ao poder do maior criminoso que já ocupou um cargo público de alta esfera em nosso país.  Tudo fica mais fácil quando aliados sem moral, que não medem esforços para atacar tudo o que é bom e belo, se unem em prol de um objetivo comum.

    Além do jovem denunciante, sobre quem não faremos menção, há nesse conjunto de calúnias alguns ex-padres que, insatisfeitos com as decisões tomadas no âmbito canônico, as quais ocasionaram as suas justas expulsões, querem a todo custo associar o nome do Bispo à mesma lama em que eles viviam.

    Saiba-se, também, que esta não é a primeira vez em que atentam contra a boa fama de bispos e padres em nosso país. Uma parte da Imprensa, associada a grupos e pessoas de má índole e aparelhada, com pensamentos ideológicos canhotos e com muitos interesses escusos, costumeiramente investem a fim de queimar reputações e levar ao desprestigio a voz e o nome da verdadeira Igreja. Tais trabalhos desonestos e sórdidos devem ser combatidos veemente por todos os fiéis católicos. 


Nota de esclarecimento publicada por Dom Keller,
via Diocese de Frederico Whestphalen:


"Tendo conhecimento da divulgação de inverídicas notícias vinculadas por algumas pessoas e por alguns órgãos de informação contra a minha honra e minha boa fama, venho a público esclarecer o que se segue.

Diante das acusações que foram apresentadas em meu desfavor, junto às instâncias eclesiásticas e civis, após os procedimentos previstos pela legislação eclesiástica e civil, ambas já se pronunciaram a respeito, não acolhendo nenhuma destas acusações contra minha pessoa.

Portanto, estas denúncias já obtiveram respostas, todas elas em meu favor.

Caso seja necessário, serão tomadas as medidas cabíveis em desfavor daqueles que pretendem semear escândalo contra a pessoa do bispo diocesano, por contrariar interesses escusos e inaceitáveis.


Frederico Westphalen, 24 de novembro de 2021

Dom Antonio Carlos Rossi Keller, Bispo de Frederico Westphalen"

____
Adaptado do artigo 'O que não te contaram sobre Dom Keller', do pe. Rafael dos Santos, disp. em:
https://www.inveritatem.com.br/post/o-que-n%C3%A3o-te-contaram-sobre-dom-keller
Acesso 24/12/2021




AJUDE-NOS DIVULGANDO EM SUAS REDES!



2 comentários:

  1. A paz de Jesus Cristo.

    Sim, total apoio a Dom Antonio Keller!

    Aproveito e desejo a todos aqui, particularmente ao irmão e amigo, Henrique Sebastião e família, um FELIZ NATAL!

    Jesus nos traz a esperança de Salvação e vida eterna. Claro, para quem se converter, pois só há salvação com conversão e obediência à Santíssima Trindade.

    Que as Bênçãos de Natal se propague por todos os dias do Ano Novo. Sim, o Natal, junto com a Páscoa, são as duas grandes datas Cristãs, então, Salve o Natal! Viva Cristo Rei!

    Que a Alegria do Natal estejam com todos nós, caros irmãos em Jesus Cristo.

    Abs.

    ResponderExcluir

** Inscreva-se para o Curso Livre de Teologia da Frat. Laical São Próspero e receba livros digitais de altíssima qualidade todos os meses, além de áudio-aulas exclusivas e canal para tirar suas dúvidas, tudo por R$29,00/mês. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Subir