Revolução francesa: conheça algumas verdades sobre essa grande desgraça histórica

Por Lorenzo Lazzarotto – vídeo ao final

A REVOLUÇÃO FRANCESA é o evento histórico mais importante dos últimos séculos. E tudo que ensinaram para você na escola sobre isso está errado!

    A começar pela narrativa da Queda da Bastilha, que marcou o início da Revolução!


    Seu professor de História disse que o povo francês não suportava mais pagar altíssimos impostos para sustentar uma Nobreza e um Clero que viviam como parasitas. Revoltado contra a tirania do Rei, sempre apresentado como uma espécie de ditador totalitário coroado, o povo sublevou-se e, em 14 de julho de 1789, cercou e invadiu a Bastilha, a prisão onde arbitrariamente o Rei mandava sem julgamento os seus inimigos políticos. Assim, o povo francês teria dado um passo fundamental na sua emancipação dos tiranos e se encaminhado para adquirir os 'Direitos fundamentais do homem e do cidadão'.


    Mas tudo isso é mentira


    Em primeiro lugar, nenhuma revolução é espontânea. Um povo é capaz de fazer uma revolta, mas não de organizar uma Revolução que tenha condições de derrubar um Regime e, muito mais que isso, promover mudanças profundas e duradouras na sociedade.


    A revolução era sonhada há décadas e foi planejada por ímpios como Voltaire e Rousseau, cada qual a seu modo fazendo um longo trabalho para promover a implosão da Monarquia Francesa.


    Os motivos não eram políticos, mas metafísicos: por orgulho, o homem não suporta ter que obedecer a quem lhe é superior e, logo, passa a considerar que toda superioridade, e portanto, toda desigualdade, é injusta.


    E passa a sonhar com uma ordem de coisas igualitária. Por isso a revolta não era contra o Rei Luís XVI: sua pessoa não importava, mas sim o princípio hierárquico da Monarquia. 




Temas do vídeo:

01:06 Povo NÃO faz Revolução

03:30 A preparação remota: Voltaire e os Enciclopedistas

05:23 O Romantismo de Rousseau amoleceu a Nobreza

06:57 A oposição à Monarquia NÃO era por razões políticas

10:27 O que era a BASTILHA?

13:09 Julho de 1789: O 'pão com mortadela' da época

14:41 Por que a Bastilha NÃO foi defendida?

17:02 Onde estava Luís XVI?

18:38 Psy War, Fake News e Consequências


_____
Fontes:

GAXOTTE, Pierre. A Revolução Francesa. Livraria Tavares Martins - Porto. 1945. 358 pps. Citação feita no vídeo retirada da página 94.

BRENTANO, Franz Funck. Os Segredos da Bastilha. Livraria Lelo. 115 pps.

Artigos do Professor Plínio Corrêa de Oliveira:

Dirigismo publicitário, Legionário, 20 de outubro de 1946, N. 741, pag. 5 https://bit.ly/3z3nQCM

Ainda a propaganda dirigida, Legionário, 27 de outubro de 1946, N. 742, pag. 5 https://bit.ly/3yAmoGB

Os testas de ferro de 1789, Legionário, 3 de novembro de 1946, N. 743, pag. 5 https://bit.ly/3aD8XOc


*  *  *

    Já pensou em um curso de TEOLOGIA para LEIGOS com orientação TRADICIONAL e um custo MUITO BARATO? 

    CONFIRA a FORMAÇÃO CONTINUADA do Prof. Henrique Sebastião. diretor do site 'O Fiel Católico' e tenha acesso a aulas, apostilas e grupos exclusivos para estudo! https://p.eduzz.com/1327410?a=45291670

_____________

Ajude o canal de Lorenzo com qualquer doação!

PIX: lorenzomatheus2@gmail.com

ou

Caixa – Agência 3880 / Conta (poupança) - 971770249-2

LORENZO LAZZAROTTO

2 comentários:

  1. Sera que nos católicos estamos preparados pro martírio? Pq é o que vem pra nós

    ResponderExcluir
  2. A paz de Jesus Cristo.

    Grato, caro irmão Henrique Sebastião pelo artigo. Curiosamente, eu tenho tido algumas discussões sobre isso, principalmente agora, dia 14 de Julho.

    Como todos nós, eu fui enganado e defendi por muito tempo, a tal "revolução", que na verdade, foi uma revolução socialista, hoje eu sei disso muito bem.

    O lema já está errado: é um lema da Maçonaria. Liberdade, Igualdade e Fraternidade, é um lema das "lojas", que na verdade, são uma só. Onde há igualdade, não pode haver liberdade, é contraditório. Eu li em um site francês que a Revolução Comunista Francesa foi organizada pelas maçonarias, francesa e inglesa, com intenção de acabar com a Igreja Católica, a Monarquia e enfraquecer a França. Na Bastilha, segundo o site, havia apenas 4 presos e nenhum deles era preso político. O que os seguidores do Anjo Caído queriam, era o arsenal que havia na Bastilha, pois na época, prisão e arsenal eram no mesmo local. Enfim, foi uma revolução comunista e nós, mais uma vez, fomos enganados pelos esquerdistas. Isso é fato.

    Segue a luta!

    Salve Maria.

    Abs.

    ResponderExcluir

** Inscreva-se para o Curso Livre de Teologia da Frat. Laical São Próspero e receba livros digitais de altíssima qualidade todos os meses, além de áudio-aulas exclusivas e canal para tirar suas dúvidas, tudo por R$29,00/mês. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Subir