Imagem na Igreja é idolatria?

'Jesus, o Bom Pastor' (séc. III/IV)

UMA DAS MAIORES disputas entre católicos e os ditos "evangélicos" está, sem dúvida, na questão do uso das imagens na Igreja. A Igreja Católica defendeu o seu uso desde o princípio, e também as igrejas cristãs ortodoxas, ao contrário de certas novas comunidades protestantes ou derivadas do protestantismo, denominadas "evangélicas". Ocorre que, a partir de Lutero, novos grupos confessionalmente cristãos passaram a encarar a questão como um insulto ao Mandamento divino que proíbe a confecção de imagens: "Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do que há em cima no céu nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra" (Ex, 20,4-5).

Muitos pastores frequentemente atacam os católicos, chamando-os de "idólatras", nome que na antiguidade era dado aos pagãos adoradores de ídolos, como se as imagens usadas nos templos católicos representassem ídolos, ou – ainda pior – dando a entender que a Igreja ensina a "adorar" essas imagens.

Basta uma breve e simples averiguação para se constatar que nada disso corresponde à verdade: em primeiro lugar, as imagens que se encontram nas igrejas católicas não são "ídolos", isto é, não representam deuses estranhos (é a isso que o termo se refere). Segundo, a Igreja jamais ensinou a “adorar” essas imagens, mas sim que se tratam de representações artísticas, com função de homenagem à memória dos santos e anjos e do próprio Jesus Cristo. Muito simples.

Para começar a entender a questão, é necessário antes entender o que é uma "imagem". Para cumprir o Mandamento bíblico "ao pé da letra", isto é, fora do seu contexto, e não usar imagem de modo algum, nós teríamos que derrubar todas as estátuas e monumentos das praças e museus; queimar as obras clássicas das galerias de arte; não poderíamos possuir qualquer objeto figurativo, nem algum livro com figuras ou deixar uma filha brincar de boneca; não se poderia fixar em parede algum cartaz; não assistir TV (imagens em movimento) nem ter um porta-retratos, nem nada parecido com isso! Em última análise, o registro e porte de documentos oficiais estaria proibido, pois exigem fotografia, que se trata de um tipo de imagem gravada em papel.


A produção artística da humanidade começou antes da própria escrita, que se origina em aprox. 4000 aC. Nossos antepassados começaram a retratar as formas da natureza de forma artística, com pinturas e esculturas, já na Pré-História, no período Paleolítico, que tem início há cerca de dois milhões de anos e estende-se até c. 8000/10000 aC. Sem a produção de imagens, não teríamos a escrita

Desde a origem da humanidade, já na época das cavernas, o homem sempre se utilizou de pinturas, desenhos e esculturas para dar a entender ou explicar suas ideias. Esses meios serviram (e ainda servem) para auxiliar a visualizar e compartilhar conceitos abstratos de uma mente para outra; isto é, para explicar o que não poderia ser definido em palavras. E sabemos que foi exatamente daí que surgiu a escrita. – Portanto, se não fosse pelo costume ancestral de se representar o mundo e a vida através de imagens (primeiramente gravadas na pedra e que depois se tornariam símbolos e sinais), nós não teríamos a escrita; – consequentemente, não teríamos a própria Bíblia Sagrada.


O Mandamento

Para que se possa observar, respeitar e/ou obedecer a qualquer proibição, regra ou preceito (seja ou não de cunho religioso), evidentemente é preciso entender a quê se refere. – Neste caso específico, não é difícil entender, acima de qualquer dúvida, que a proibição do Antigo Testamento da Bíblia se refere explicitamente à adoração e não ao simples uso cultual: "Não terás outros deuses diante de Mim..." – Claro que a proibição se refere às imagens dos deuses dos povos pagãos que rodeavam a terra de Israel naquela época, os quais tinham muitas vezes a forma de pássaros, répteis e outros animais terrestres, seres marinhos e outros (por isso a especificação 'nem do que há em cima no céu nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra'). A proibição se refere a um tipo específico de imagem (falsos deuses pagãos), para um uso específico (a adoração ao falso deus na imagem), e não a todo e qualquer tipo de imagem, em toda e qualquer situação. Para qualquer pesquisador que possua o mínimo de conhecimento a respeito do contexto histórico do Antigo Testamento isso é mais do que óbvio.

Mesmo nas igrejas protestantes mais antigas da Europa (berço do protestantismo) e dos Estados Unidos (maior país protestante do mundo), é comum e frequente o uso de pinturas, crucifixos, vitrais, imagens de anjos e símbolos religiosos. Apenas as novas e novíssimas seitas cristãs derivadas do protestantismo original (que são fundamentalistas e adotam uma interpretação totalmente literal da Bíblia), que se proliferam especialmente nos países subdesenvolvidos da América Latina (destaque para o Brasil), é que insistem em dizer que o texto bíblico proíbe irrestritamente o uso de todo e qualquer tipo de imagem no culto religioso.

Como entender tal fenômeno? A análise do problema nos força a escolher entre uma de duas explicações:

a) Os líderes de tais seitas agem de má-fé. Infelizmente é fato histórico que novas seitas heréticas, para se estabelecer e aumentar o número dos seus adeptos em países de maioria católica, sempre optaram por desestabilizar a fé da população, utilizando-se, entre outras táticas, de artifícios caluniosos;

b) Ignorância. É bastante provável que ao menos uma parte dos "pastores" de algumas dessas seitas realmente acreditem no que ensinam. Nesse caso, fica evidente o seu total despreparo como líderes religiosos, pois demonstram completo desconhecimento do contexto histórico e filológico em que surgiram as leis do Antigo Testamento. Evidentemente, não basta ler a Bíblia: é preciso entender o que ela realmente diz. Exatamente por isso, Jesus Cristo deu autoridade aos seus Apóstolos. Se fosse para cada um ler os Textos sagrados e interpretá-los do "seu jeito", baseados apenas na sua própria inteligência e nas suas sensações, não haveria como não acontecer o que está acontecendo agora: milhares de "igrejas" que não param de surgir todos os dias, cada uma ensinando uma doutrina diferente da outra. Hoje temos até "bispo" defendendo aborto e "igreja evangélica" gay(!), quando toda a Bíblia ensina que somos formados e escolhidos por Deus "desde o ventre materno" (conf. Salmo 22, 10 / Jeremias 1, 5 / Jó 31, 15 / Salmo 139, 13), e condena com toda a clareza a prática homossexual (conf. Gn 19,5-7; Lv 18,22; Lv 20,13 Jz 19,22-23; Rm1,21-31). Absurdo teológicos, entre muitos outros absurdos.


'Cristo diante de Pilatos', escultura em marfim dos anos 400dC

Muita gente também não sabe que a origem do uso das imagens cristãs remonta aos períodos primitivos do cristianismo. Quando a maior parte das populações era composta de pessoas iletradas (analfabetos), a compreensão das histórias bíblicas se fazia por meio de desenhos e esculturas. As primeiras comunidades cristãs já se identificavam com símbolos e imagens, como a cruz, o peixe, o cálice, o cordeiro e outros, e logo passaram a representar o Cristo como Bom Pastor, que no começo era a figura de um jovem sem barba e cabelos frisados, carregando uma ovelha nos ombros. Logo a seguir surgiram as representações do Cordeiro Pascal e os ícones (esculturas) alusivas aos acontecimentos da vida de Cristo conforme narrados nos Evangelhos.

A tradição do uso das imagens, portanto, vem dos primeiros cristãos, como um meio para dar a conhecer e transmitir a fé e o amor a Cristo e preservar a memória dos santos. Entre as muitíssimas provas deste fato, estão as catacumbas dos primeiros cristãos –, a maioria localizada em Roma –, onde ainda se conservam imagens, em especial as da santíssima Virgem Maria, como as de Santa Priscila, anteriores ao séc. III.

** Leia também:

*** Imagens na Igreja, outra vez

**** Sola Scriptura e as imagens no culto
www.ofielcatolico.com.br

62 comentários:

  1. Boa noite! Entendi a explicacao sobre as imagens em si, mas como definem adoracao? Nao ha veneracao?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há adoração!
      Há adoração á Deus!
      Deus não está na imagem.Usamos imagem porque por nossos anseios humanos temos a necessidade de expressar nosso gosto em algo!Se você está apaixonado,você terá a necessidade de fazer um desenho,uma carta,uma musica,uma pintura a seu/sua amado/a ,mesmo sabendo que o/a mesmo/a não ESTÁ DENTRO DESSE MATERIAL!Você gosta de imagens,porque é bonito!A imagem não nos prende a ela,ela nos remete a Deus!Olhamos a ela,direcionando nossas orações aos céus,a Deus e não a ela.

      Excluir
    2. Disse Jesus, Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida, ninguém vem ao Pai sem mim.

      Excluir
    3. Quando entro em uma igreja,fecho olhos sinto a presença de Deus em mim...Deus estando em mim estará em todos os lugares que eu pisar, apesar da onipresença de Deus,no silêncio das igrejas,"adoro o silêncio" vejo as imagens dos Santos como fonte de inspiração e respeito.
      Como se estivessem ali para me ajudar e a dizer:"eu trilhei esse caminho tenha fé" siga seu caminho, e eu me sinto muito bem,entre as imagens dos Santos,não são estranhas pra mim,porém sei que a presença de Deus não vem das imagens pois a presença de Deus é transcendental,o reino de Deus é transcendental como disse o senhor Jesus "meu reino não é desse mundo"
      Deus me deu essa vida e tenho que agradecer a cada dia...pois a cada dia o amor de Deus vem em meu coração e isso é tão certo como a luz do sol.

      Pedro

      Excluir
  2. Graça e Paz.

    Boa explicação. Especificamente na parte:
    "Quando a maior parte dos membros da Igreja era composta por iletrados analfabetos, a compreensão das histórias bíblicas se fazia por meio de desenhos e esculturas."
    Isto está fundamentalmente correto.
    A diferença entre católicos e protestantes nesta parte não é nas imagens em si, como muitos costumam pensar. Mas sim na oração dirigida aos santos, que os protestantes não praticam. Essa é a verdadeira diferença.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eles não oram aos santos mas adoram seus pastores..levam retratos nas igrejas,,pegam suor de pastor como lencinhos bentos que curam..isso é idolatria ou não?

      Excluir
    2. isso tbm é errado, nao sao todos que o fazem... porem nao se pode tampar um erro com outro

      Excluir
    3. http://pt.aleteia.org/2016/10/20/o-que-jesus-cristo-disse-sobre-as-imagens/ Uma idéia em um versículo que destrói toda argumentação evangélica.

      Excluir
  3. Anônimo, para nós veneração se dá da seguinte forma, por exemplo, um filho quando ama a sua mãe ele a respeita, a vê como modelo a ser seguido, a vê com admiração, nos dias da mães compra flores, faz uma homenagem...pede pra mãe rezar por ele ao fazer uma prova na escola...mas péra, esse filho está adorando a sua mãe? Esta colocando ela no lugar de Deus? Logico que nao ne?!
    Então, os santos para nos, inclusive Maria, são modelos, exemplos a serem seguidos, são pessoas que temos admiração e um profundo respeito, assim como esse filho nao adora a sua mãe, nos tbm nao adoramos aos santos! Eles n são deuses mas servos de Deus, e lá no Céu eles podem rezar por nós, imagina que maravilhoso saber que ha pessoas mais próximas de Deus que podem interceder por nos!!!
    Ja a adoração nao eh feita so por gestos mas principalmente pelo coraçao, é crer que sem Deus nada seriamos, é crer que Ele eh nosso Salvador, é amar com todas as forças e acima de tudo! Adorar é dizer, "meu Deus eu estou aqui aos seus pés, meu Deus eu nasci pra te amar e te servir e não há nada além de Ti", é crer, é sentir, é viver a Palavra! Enfim, é difícil descrever, como podem nos definir de " adoradores de santos" se eu não consigo definir oq é adorar por simples palavras, é algo que realmente nao há explicação, não ha palavras!
    As pessoas confundem pq ficam espantadas ao ver tanto amor pelos santos, acho que esquecem do Jesus nos disse "amai-vos uns aos outros como Eu vos amei"! Esquecem que Jesus disse "quem crê em mim nunca morrerá" e é por isso que os santos so morreram na carne, mas estão vivos la no céu intercedendo por nos!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Henrique. Gostaria de saber como responder aos protestantes sobre a passagem bíblica que diz "não farás imagens do Senhor, teu Deus".Como explicar a eles o uso das imgens que representam o Senhor na Igreja Católica(pergunta). A paz de NSJC!

    ResponderExcluir
  5. Salmo 115 e Exodo 20

    As passagens dizem DEUSES e não SANTOS, quem são estes DEUSES ? Para quem estudou história sabe que a religião politesísta existe bem antes mesmo do cristianismo, só ver as antigas civilizações que seguiam estas religiões, e porque eram POLITEÍSTAS, simples, eles ainda não conheciam a Deus e necessitavam inventar Deuses, até nos dias de hoje em países como a India por exemplo a religião politeísta predomina. Estes deuses não existiam e nunca existiam e foram invenções humanas, basta ler a história dos deuses da mitologia grega por exemplo, eram estes os deuses existentes naquela época, difrente dos Santos que foram pessoas que em vida foram verdadeiramente cristãs, muitos morreram por amor a Jesus Cristo, as imagens deles presentes na Igreja Católica são suas representações, nós lembramos se duas virtudes e de seus exemplos como cristãos.Os DEUSES citados nestes textos eram ADORADOS e o que é adoração: Adorar = Prestar culto a... esta ADORAÇÃO feita aos deuses dessa época eram feitas com sacrifícios de animais mortos, muitos até comiam suas carnes. Os SANTOS ao contrário dos deuses são VENERADOS e o que consiste a VENERAÇÃO? Venerar = Reverenciar, fazer memória, ter grande respeito... veneração é semelhante àquilo que os filhos têm para com os pais, quando pedem algo a estes, elogiando-os, agradecendo-os... Fazem isso porque admiram, respeitam e amam os pais. E POR QUE AS IGREJAS TEM IMAGENS? No século I, não existia máquina fotográfica. Mas as pessoas gostavam de se recordar dos entes queridos. Assim como, hoje, fotografamos alguém e guardamos aquela foto. Naquela época, se reproduziam imagens, desenhos, estátuas... Era uma prática comum. De forma que esses objetos acabaram se tornando um meio de relembrar, de fazer memória a pessoas amadas e queridas. Nós, católicos, em particular, o fazemos para prestar memória àqueles homens e mulheres que viveram a radicalidade da fé: os santos. Uma fé cheia de virtudes e, muitas vezes, de martírio. Fé esta que gerou neles a santidade. Nós católicos ADORAMOS somente a DEUS e VENERAMOS os Santos e Santas de Deus, imitamos-os em suas virtudes .

    Idolatria, segundo o dicionário, quer dizer adorar ídolos.

    A Igreja Católica Apostólica Romana sempre ensinou, com base Bíblica, que "Adorarás o Senhor teu Deus, e só a ele servirás" (Dt 6,13). Não adoramos e nem devemos adorar qualquer coisa ou pessoa além do único e Supremo Deus Trino.Se um médico erra não podemos culpar a medicina pelo seu erro. Da mesma forma, que se um advogado erra não é culpa da lei. Assim, se infelizmente muitos católicos, por ignorância, exageram no respeito às imagens a culpa não é da doutrina católica; que lembra que desde o Antigo Testamento o próprio Deus ordenou ou permitiu a instituição das imagens que conduziriam a salvação através do Verbo Encarnado, Jesus Cristo, como por exemplo a serpente de bronze (Nm 21,4-9; Sb 16,5-14; Jo3,14-15), a arca da Aliança e os querubins (Ex 25,10-22; 1Rs 6,23-28).

    CONCLUINDO: as imagens condenadas nestes capítulos e versiculos são imagens de DEUSES, da religião politeísta, religião muito comum na india por exemplo, na grécia, Mesopotamia dentre outras, onde eles tinham deuses da fertilidade, amor, sexo dentre outros. Até hoje é comum depararmos com a estátua de Têmis que é considerada a Deusa da Justiça criada pela mitologia grega. Era em relação a destes DEUSES que diz respeito a estas imagens condenadas. Sabe o que significa Mitologia? É o estudo dos mitos de DEUSES e LENDAS ou seja, os deuses é diferente dos santos sabe por que? OS DEUSES nunca existiram, foram inventados seria como a Iara, Iemanjá, Saci Pererê dentre outros, agora os SANTOS realmente existiram, foram verdadeiras pessoas que passaram por aqui e hoje imitamos suas virtudes, não o adoramos e nem os colocamos acima de Deus, as imagens deles apenas representam o que eles foram aqui na terra.

    Espero ter esclarecido aos irmãos católicos para que não sejam induzidos ao erro e caiam em falácias protestantes e acabam deixando a verdadeira religião fundada por Cristo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom. É certissima sua colocação. Deus lhe abençoe sempre.

      Excluir
    2. Sou muito questionado por isso mesmo. Muito obrigado por esclarecer isso.

      Excluir
    3. Esclarecendo o significado da palavra SANTO = SEPARADO. Portanto, qualquer um que se separa do pecado pode ser Santo. Agora gostaria de ouvir sua explicação no seguinte aspecto. Você diz que os santos são só a referencia de pessoas. Então por que vocês rezam e pedem coisas para essas pessoas? Elas não tem poder nenhum no céu porque estão mortas aguardando a volta do Senhor como diz a Palavra. E quando você ora e pede coisas a um morto está anulando todo o poder de Deus, está colocando sua fé em outra pessoa (de carne e osso) que não o Senhor todo poderoso. Isso não é idolatria?

      Excluir
    4. Pedimos a intercessão dos nossos irmãos que já estão no Céu, junto a Deus, plenamente purificados e livres do pecado e da morte, e podem interceder por nós melhor do que aqueles que ainda estão neste mundo.

      Cremos nisto porque cremos no Deus dos vivos e não num deus de mortos, como disse Nosso Senhor (Lucas 20,38).

      Sobre o mesmo assunto, leia Isaías 14,9-10; 1 Pedro 3,19; Mateus 17,3; Apocalipse 5,8; 6,10; 7,10.

      Não sei o que o "paxtô" anda ensinando, mas os santos no Céu elevam as suas e as nossas orações na Presença de Deus, como atestam as Sagradas Escrituras. Vejamos:

      “Quando abriu o quinto selo, vi debaixo do Altar as almas dos homens imolados por causa da Palavra de Deus, e por causa do testemunho de que eram depositários. E clamavam a Deus em alta voz, dizendo: 'Até quando Tu, que és o Senhor, o Santo, o Verdadeiro, ficarás sem fazer justiça e sem vingar o nosso sangue contra os habitantes da Terra?' Foi então dada a cada um deles uma veste branca, e foi-lhes dito que aguardassem ainda um pouco, até que se completasse o número dos companheiros de serviço e irmãos que estavam com eles para ser mortos." (Apocalipse 6, 9-11)

      “Os quatro viventes e os vinte e quatro anciões se prostraram diante do Cordeiro. Tinha cada um uma cítara e taças de ouro cheias de perfumes, que são as orações dos santos."(Ap 5,8)

      “A fumaça dos perfumes subiu da mão do anjo com as orações dos santos, diante de Deus." (Ap 8,4)

      Vemos com toda a clareza como os santos, no Céu, clamam a Deus em intenção dos que estão na Terra. Sim, os santos elevam suas orações a Deus. E por que estariam orando, se já estão salvos, desfrutando da Presença divina? Suas orações são em nosso favor, para que os que estão no mundo também possam um dia estar com eles, na felicidade perfeita e eterna plenitude.

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  6. Os católicos deveriam obedecer aos 10 Mandamentos e ensiná-los aos que frequentam suas igrejas. Qual a autoridade que têm os membros da igreja, sendo homens pecadores, em canonizar homens? Qual o aproveitamento em ter-se mais canonizados, sendo mais imagens construídas para aumentar a idolatria? Vamos nos preocupar em obedecer à DEUS e fazermos Sua vontade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não fossem os católicos, hoje nós nem saberíamos o que significa a expressão "Dez Mandamentos", anônimo, a não ser no contexto judaico. Porque se não fossem os católicos, simplesmente não existiria a Bíblia cristã. Isto é um fato histórico incontestável.

      Qual a autoridade dos membros da Igreja? Aquela que foi dada diretamente por Nosso Senhor Jesus Cristo, e nenhuma outra.

      “E Jesus, respondendo, disse-lhe: ‘Bem-aventurado és tu, Simão filho de Jonas, porque não foi a carne e o sangue que te revelaram isto, mas meu Pai, que está nos Céus. Pois também eu te digo que tu és Pedro (Pedra), e sobre esta Pedra edificarei a minha Igreja: as portas do Inferno não prevalecerão contra ela. E eu te darei as chaves do Reino dos Céus; tudo o que ligares na Terra será ligado nos Céus, e tudo o que desligares na Terra será desligado nos Céus.’.”
      (Mateus 16, 15-19)

      "Porque, se vós (Igreja) perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celeste vos perdoará os vossos pecados. Mas, se não perdoardes aos homens, tão pouco vosso Pai vos perdoará os vossos pecados."
      (Mateus, 11, 14-15)

      “Recebei o Espírito Santo. Aqueles a quem perdoardes os pecados, serão perdoados; aqueles aos quais os retiverdes (não perdoardes), serão retidos.”
      (João 20,22ss)

      “Escrevo (a Bíblia) para que saibas como comportar-te na Igreja, que é a Casa do Deus Vivo, a coluna e o sustentáculo da Verdade.”
      (1Timóteo 3,15)

      Essa autoridade é suficiente para você? Ou você prefere a falsa autoridade que Satanás sempre quis dar ao homem, de ser autossuficiente, de ser como Deus, capaz de discernir por si mesmo o que é o bem e o que é o mal, apenas na leitura da Bíblia, fora da Comunhão com o Corpo do Cristo (1Cor 10,16), que é a Igreja? Aliás, Satanás tentou até o próprio Cristo com essa conversinha mole de "Está escrito...".

      A única autoridade que temos é Cristo, e é exatamente por isso que obedecemos à vontade do Cristo, que quis nos deixar a sua Igreja, conduzida por um pastor terreno, que é o sucessor deste mesmo Pedro a quem o Senhor pediu, por três vezes: "Apascenta os meus cordeiros e as minhas ovelhas" (Jo 21,15-17).

      Quando Paulo Apóstolo teve a visão do Senhor, ouviu a sua Voz, que lhe dizia: “Por que me persegues?”. – Mas a quem Paulo estava perseguindo? A Jesus? Como isso seria possível, se Jesus já havia sido crucificado e morto, se já estava no Céu, à Direita do Pai, em Glória inacessível? Como Paulo podia perseguir Jesus?

      Ele podia fazê-lo porque Jesus, mesmo estando no Céu, estava ao mesmo tempo aqui na Terra: Paulo perseguia a Igreja, o Corpo do Senhor, cuja Cabeça é Ele próprio; Igreja que á a continuidade de Cristo no mundo. Por isso, ao perseguir a Igreja, Paulo perseguia o próprio Jesus. Por isso, o Senhor não lhe disse: “Por que persegues os meus servos?”, ou “Por que persegues os meus seguidores?”. Não. O Senhor diz: “Porque ME persegues?”. Perseguir a Igreja é perseguir Jesus, porque a Igreja É Jesus.

      Pode haver autoridade maior do que esta?

      Sendo assim, não se trata de frequentar a “igreja” batista, calvinista, luterana, universal, mundial, adventista, quadrangular, renovada, etc, etc, etc... Trata-se de pertencer à única Igreja que foi instituída por Nosso Senhor Jesus Cristo, Filho de Maria virgem, Filho de Deus e Deus, Senhor e Salvador de todos.

      Já publicamos diversos estudos sobre este assunto, que você pode ler no endereço abaixo:

      http://www.ofielcatolico.com.br/search?q=Autoridade&btnG=Pesquisar+neste+Site

      Especificamente sobre os Mandamentos de Deus, leia no endereço abaixo:

      http://www.ofielcatolico.com.br/2001/05/os-mandamentos-de-deus-os-da-igreja.html

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. Maravilhoso!
      Explicação muito bem fundamentada'
      Obg isso me ajudou bastante, tanto como defesa quanto pra minha própria catequese.
      Devemos deixar a ignorância de lado e adquirir o conhecimento, pelo lado da Espiritualidade' teologia.
      A paz de Jesus e o Amor de Maria :)

      Excluir
    3. O texto citado acima de MT 16 se estudado de maneira correta você vai ver que Pedro no seu significado original quer dizer pedregulho e não uma pedra, aliás a única pessoa que bíblia diz ser Pedra ou Rocha é Jesus.

      Excluir
    4. Essas bobagens que algum falso profeta (que você provavelmente chama de 'pastor') incutiu em sua mente já foram refutadas por aqui há algum tempo, anônimo. Por favor, leia acessando o endereço abaixo:

      http://www.ofielcatolico.com.br/2002/03/analises-do-nome-de-s-pedro-apostolo-e.html

      Não tente confirmar aquilo em que você escolheu acreditar. Busque a Verdade acima de tudo.

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    5. 1 Timóteo: 2. 5. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem,

      Excluir
    6. Amém! Graças a Deus.

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    7. Fiel Católico vc me deu uma catequizada!Obrigada porque não tinha muito conhecimento sobre este assunto veneração e adoração, tinha minhas dúvidas. Obrigada por tudo que Jesus o abençoe e te ilumine continue! Vc me fez um bem muito grande������

      Excluir
    8. E você nos dá incentivo e motivos para continuar trabalhando, Nair. Nosso Senhor a abençoe e Maria Santíssima cuide da sua vida!

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  7. Paz e Bem, Ótima explicação, Parabéns pelo post!!

    ResponderExcluir
  8. Quanto a explicação a respeito das imagens e figuras achei muito boa. Parabéns

    ResponderExcluir
  9. Sou católica, e agora praticante, pois aos poucos volto a participar da doutrina e dos mandamentos da minha igreja. Durante o período em que me mantive afastada, passei por várias igrejas e guardei um pouquinho de cada conhecimento que foi passado pelos "profetas" se assim posso dizer, com quem tive contato. Uma das coisas mais difíceis de entender em relação a minha religião, era sobre a questão da "adoração" aos santos, que diante da explicação registrada nesta página, não deixa mais nenhuma dúvida para essa cristã, que na verdade é veneração. Nunca li algo que fizesse tanto sentindo e trouxesse tanta clareza, mas depois de tudo que li nesta pagina, já não tenho mais nenhuma dúvida, de que estou no lugar certo, da onde eu jamais deveria ter me afastado. Obrigado !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graças ao bom Deus, não trabalhamos em vão!

      São depoimentos como o seu que me motivam a persistir com este site e em nossa revista. Muito obrigado por compartilhar, me fez feliz.

      Nosso Senhor a ilumine, fortaleça e salve, e Maria Santíssima interceda sempre pela sua vida

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. Muito obrigado. Tenho certeza que Deus me guiou até vcs, depois de algumas conversas com amigos evangélicos e como nunca me deixei levar resolvi pesquisar e não há como errar. Infelizmente o não conhecimento e o fanatismo cegam alguns que não pesquisam, não buscam a verdade e permanecem na mentira. Parabéns pelo belíssimo trabalho.

      Excluir
  10. Idolatria é colocar algo no lugar de DEUS. Pode ser qualquer coisa. Inclusive a avareza como bem destacou o apóstolo Paulo. O truque de sugerir que idolatria e imagens são a mesma coisa só cola com gente tosca. Os ídolos evangélicos seriam a leitura particular que cada crente faz da Bíblia. Cada crente faz de si próprio o seu próprio ídolo. O segundo ídolo evangélico é a Bíblia que sendo criatura deveria ter menor importância para o crente do que o criador que criou inclusiva a Bíblia. A terceira idolatria evangélica é o pastor até que surja uma divergência e então o crente funda uma nova denominação que também se diz a verdadeira Igreja de Jesus Cristo na terra. E a quarta idolatria evangélica que alcança a todos é o dinheiro. Felizmente, o maior dos apóstolos, Paulo, sendo o mais letrado se fez o menor e não saiu por aí fundando igrejas como fazem os filhos de Lutero. Pelo contrário, o mais letrado entre todos os apóstolos foi com Barnabé ter com os demais apóstolos afim de conferir se sua doutrina estava de acordo com os ensinos de Jesus.

    ResponderExcluir
  11. Muito bom as explanações e as explicações. O único adendo, na minha opinião, que precisa ser feito, é sobre Maria Santíssima, e isso gera muita confusão e leva muitos irmãozinhos evangélicos, a nos questionar e ofender nossa Igreja. Precisamos ensinar que Maria não cura ninguém. Quem cura é Deus em Nome de Jesus, conforme a Palavra de Deus ( Bíblia ). Ela é a Mãe de Deus, e Intercessora. O que ocorre é que o povo desinformado, propagam coisas que não existem, e distorcem a verdade. Pense por exemplo que se uma pessoa, vai seja lá, em qualquer Igreja Católica, por que ouviu que Maria curou num sei quem ( o que já é errado ) e não é curada? Pronto! Já se rebela contra Deus, ofende Maria, e toda a Igreja, por uma coisa que na verdade não é assim que funciona. Amo a Deus, Amo a Jesus, e venero Maria como Mãe de Deus e nossa Mãe. Creio firmemente nas suas Intercessões, rezo o Terço. Mas a verdade é uma só: Quem Cura é Deus em Nome de Jesus! Que Ela nos una sempre ao coração de Jesus! Paz e Bem para todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto mesmo José, Maria sempre intercederá por nós diante de seu filho JESUS, e de DEUS PAI em nome de JESUS, já que todos nossos pedidos e orações a nosso favor ou de alguém, deverá ser sempre em seu NOME, e assim também fazem Maria, os Anjos e os Santos nos céus, que intercedem por nós, pois foi assim que JESUS nos ensinou: Não fostes vós que me escolhestes, mas eu vos escolhi e vos constituí para que vades e produzais fruto, e o vosso fruto permaneça. Eu assim vos constituí, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vos conceda. (São João 15, 16)

      Sidnei

      Excluir
    2. Maria não é mãe de Deus,este é mais um dos grandes erros criado pelos católicos.não há desculpa para o que a igreja católica construiu nas suas crenças mal fundamentada crença tal para agradar a homem e não ao próprio senhor Deus.

      Excluir
    3. Jesus é Deus? Para todo cristão autêntico, a resposta é sim. Algumas seitas que se afirmam "cristãs" dizem que não.

      Maria é mãe de Jesus? Para todo cristão autêntico, a resposta é sim. E mesmo as seitas mais malucas reconhecem este fato, porque está definido com mais clareza e objetividade na Bíblia do que a própria divindade do Cristo.

      Bem, se Jesus é Deus e Maria é mãe de Jesus, então Maria é mãe de Deus, e quem nega isto está negando a divindade de Jesus, ou talvez esteja insinuando que existem "dois Jesus": um humano e um outro, separado, que é divino.

      Bem, nós, cristãos autênticos, cremos que Jesus é um só, plenamente Deus e plenamente homem. Justamente por Deus se fazer homem é que Ele pôde nos salvar, assumindo nossos pecados em sua própria carne humana e "pagando o preço" por eles. É neste Cristo e Senhor que nós cremos. É a este Cristo Salvador que a Igreja sempre adorou, e por isso mesmo, sempre venerou sua mãe, que foi para nós o Tabernáculo da nova e eterna Aliança entre Deus e os homens, já que o próprio Deus tomou da sua carne imaculada para se fazer homem. A puríssima Carne de Jesus, que nos resgata, é a mesma carne de Maria. O Sangue salvador do Cristo, que nos lava do pecado e liberta da morte, é o mesmo sangue de Maria. Sabemos respeitar esta Maravilha, e por isso honramos a profecia de Isabel, que repleta do Espírito Santo, exclamou: "De onde me vem a honra que A MÃE DO MEU SENHOR (DEUS) me venha visitar?" (Lc 1,43)

      Não sei se você compreendeu bem, mas é o Espírito Santo, pela boca de Isabel (a Bíblia o afirma com toda a clareza), que chama Maria MÃE DO SENHOR, isto é, MÃE DE DEUS.

      E isso não é nenhuma surpresa, ao contrário, é algo muito óbvio, se é que cremos que Jesus é Deus.

      Então, meu querido Robson, se algum falso "pastor" incutiu uma doutrina diferente em seu espírito, corra dele, confesse o seu pecado e retorne imediatamente à Casa do Deus Vivo, que é a coluna e o sustentáculo da Verdade para todo aquele que crê (1 Tm 3,15), a Igreja Católica.

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    4. Robson, qual a sua denominação religiosa ????

      Excluir
    5. Concordo, Robson! Agradar a Deus é chamá-lo de filho de chocadeira, crença fundamentadíssima naquela cuja cabeça será esmagada pela mãe de Deus.
      Continue com suas crenças "bem fundamentada" pagãs, mas não venha querer colocar a culpa na Igreja Católica (isso mesmo, a instituição, igrejas católicas, ou seja, templos, não têm nada a ver com isso). A Paz de NSJC!

      Excluir
    6. Que resposta, heim? SENSACIONAL! melhor site católico!!!!!!

      Bruno

      Excluir
    7. Concordo Henrique. Seu João.

      Excluir
  12. E conheceres a verdade é a verdade vos libertará

    ResponderExcluir
  13. Amei esse site!!! Parabéns a toda Equipe do Fiel Católico, sou uma Cristã mais convicta na minha religião agora. Sei o caminho certo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ÁMEM, q a paz d cristo!!

      Excluir
  14. eu sou catolico e vejo pessoas na igreja pedindo curas a santos e orando para eles , eu sei que idolatria é adorar a criatura inves do criador nao é isso que eles fazem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não não é. Tanto que não é, que se eu pedir para você, que ore por mim, eu estarei cometendo idolatria?. Lembre-se, você só irá orar por mim, se DEUS me conceder a graça, primeiramente agradecerei a ELE, e depois a você. Simples assim.

      Sidnei

      Excluir
  15. Bom, ontem você me direcionou a esses post para que eu tirasse minhas dúvidas. Na verdade ele aguçou um pouco minha mente. Vou tenta explicar o por que, e você se possível me responde.

    Deixando as leis de Moisés de lado, até porque já foram abolidas, vamos ao Novo Testamento. Lá em várias situações os apóstolos se negam a receber qualquer adoração ou veneração exaltada. Exemplos:

    Em Atos 10:25-26, Pedro repreende Cornelho por ter lhe adorado.

    Em Atos 14:15, Paulo e Barnabé se negam a receberem ofertas e o festejo cujo o povo estavam fazendo a eles.

    Em apocalipse 19:10 o anjo do Senhor após ver João ajoelhado em sua frente diz: "...Olha não faças tal; sou teu conservo, e de teus irmãos, que têm o testemunho de Jesus. Adora a Deus; porque o testemunho de Jesus é o espírito de profecia."

    Fazendo um paralelo a isso, vamos observar  uma "veneração" que é feita no Brasil a uma das "Mães De Jesus."

    Creio que você como católico já ouviu falar no Cirio de Nazaré, certo? Uma festa aqui da minha Belém do Pará, onde no 2 domingo de Outubro há festejos em louvor a Maria. Tem uma corda (Onde pessoas pagam e fazem promessas), pulserinhas como nome dela (Onde se pode fazer 3 pedidos), comidas em sua homenagem (Como oferta), cantos como: Ave ave ó senhora da berlinda, ave Maria esse é meu grito de fé. Ave ave Deus te fez a flor mais linda, ave Maria Senhora de Nazaré. (Eu já cantei bastante isso, pois fui católico e participava tanto dos terços, nas peregrinações das casas, como também do Cirio). Durante essa festa cerca de 2 milhões de pessoas se expremem umas as outras. Tudo isso de baixo de um sol de 35 graus, ao meio dia, em "veneração" a Maria de Nazaré.

    Agora me diga, isso é simplesmente "venerar" "adimirar" "ter respeito"? Para mim parce um belo caso de idolatria.
    Para quem duvida, lá no Youtube deve ter a série chamada "relatos da corda" (acho que é assim o nome) na TV Liberal, onde pessoas relatam "bençãos" dadas pela imagem. E o pior de tudo, eles alegam que foi a imagem ou melhor, Avé Maria quem lhe curou. (Sim, eles afirmam isso).


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais uma coisa, se estas pessoas que sobre o relatos da corda, acreditam que obtém bençãos através da imagem, ou que foi a imagem ou até Maria que realizou tal cura, não é desprezando a Maria, ou esta manifestação visível de seus filhos a ela através desta procissão do Círio de Nazaré, que se resolverá o problema, o problema se resolve, explicando a maneira correta que tem que se tratada as coisas. Dizer, que o milagre é sempre DEUS que concede pelo nome de JESUS, e que Maria é somente um canal que estas graças divinas chegam a nós. Se devemos agradecer a Maria por algum milagre, devemos agradecer por ela ter pedido por nós diante de seu filho, ou de DEUS PAI, em nome de seu filho JESUS. Por sua materna intercessão é que devemos a agradecer, e não além disto. As pessoas que tiverem este entendimento, podem participar da procissão segurando naquelas cordas, sem problema algum, sem nenhum sentimento de culpa por aquilo constituir idolatria, pois o que se está realizando com este gesto, é uma manifestação de amor dos filhos para com sua mãe, que representada na pequena imagem de Nossa Senhor de Nazaré, todos querem ter uma ligação com ela, tal como o bebê, que esta ligado a sua mãe pelo cordão umbilical.

      Sidnei.

      Excluir
  16. Olá Boa noite. Li muito sobre todos os depoimentos e explicações e pra ser sincera nunca me aprofundei nessas questões ate agora! Sei a diferença de adorar e venerar! Respeito os santos (a) e principalmente Maria mãe de Jesus! E também entendo que somos Carnes e sujeitos ao pecado assim como Padres e Pastores polêmiporque surgem continuamente na TV! Agora reparei que muitos protestantes eles não questionam a imagem e sim os ritos que a igreja Catolica oferece, tipo dia de Nossa Senhora Aparecida e tem aquela procissão com muitas pessoas acompanhado dizendo Viva a Nossa Senhora essas situações que eu tbm gostaria que uma pessoa me esclarecesse sempre tive essa duvida! Agora com relação a igreja "pessoal", acho que todos precisamos respeitar uns aos outros! Se a pessoa estiver buscando verdadeiramente a palavra do Senhor! Não deveríamos dividir por denominações! Somos membros e Cristo a cabeca da Igreja! Eu não faço mas parte da Catolica não sai porque não gostava, gosto e respeito toda a doutrina, não sou entendido como muitos aqui, mas eu fiquei desviada a muitos anos e vivia totalmente no pecado e na imoralidade, por um ato de Fé em oração dentro da minha casa. Eu e Deus, ele falou comigo. Não foi em nenhuma igreja mas disse Senhor eis me aqui fazei de mim conforme a tua vontade. E hj participo de uma igreja evangélica e como está na palavra que preciso respeitar os meus lideres para pode participar da doutrina como a Catolica tbm tem! Eu me batizei mas não pelo direcionamento do homem mas sim do Nosso Senhor Jesus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://esportes.terra.com.br/lance/e-so-alegria-desfile-em-carro-aberto-marca-festa-do-titulo-do-real,64b57a58591b41e4fce0934b08271e8fu1ki8cye.html

      "Se um membro sofre, todos os membros sofrem com ele; se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele." (1º Cor. 12,26)

      Porque eu trouxe a notícia do desfile em carro aberto dos jogadores d real Madrid, que venceu a Liga dos Campeões da Europa este ano, e a passagem de 1º Cor. 12, 26?. o uma coisa tem haver com a outra?.

      Simples, trouxe o exemplo da comemoração da vitória do real Madrid, na liga dos campeões da Europa, para demonstrar, que assim como os jogadores foram homenageados desta forma, sendo levados em carro aberto, no meio da multidão que fazia festa, assim levamos as imagens de nossos Santos e Santas e de Maria nossa mãe em procissão se regozijando por eles terem alcançado não uma vitória de algum campeonato esportivo, mas a vitória muito maior do que qualquer coisa que possa haver na face da terra, que é a conquista da Vida Eterna. Sendo assim, fica fácil em compreender o porque dos católicos dizer vivas a Maria ou a qualquer outro Santo ou Santa, e levar suas imagens em procissão, pois já que não podemos levá-los pessoalmente em carro aberto, por eles estarem no céu e de lá só voltarão, quando CRISTO voltar no final dos tempos, então, levamos as imagens deles, para lembrar deles, e assim damos glórias a DEUS pela obra que ELE fez naqueles Santos e Santas e em Maria cujas as imagens os representam nas procissões e nas Igrejas, e regozijamos, nos alegramos pelos benefícios que os Santos e Santas e Maria receberam de DEUS PAI, por meio da fé e da graça em JESUS CRISTO.

      Sidnei

      Excluir
  17. Eu já vi muitos protestantes afirmarem que o fato de termos santos que são protetores de alguma causa e padroeiros de alguma paróquia foi um costume que veio do paganismo, pois os pagãos tinham deuses responsáveis por alguma coisa e deuses que eram protetores de alguma cidade. Como refutar estes argumentos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, é só demonstrar que o santo católico é um servo do único Deus verdadeiro, uma pessoa que santificou a sua vida e que viveu de modo exemplar, e que isso nada tem a ver com os deuses pagãos.

      Se chamamos determinado santo "padroeiro" de uma profissão, de um lugar ou de alguma causa, por exemplo, é sempre devido às circunstâncias envolvendo a vida daquele cristão exemplar.

      Mas não se preocupe, anônimo: depois que você refutar isto, essa mesma pessoa logo descobrirá algum outro argumento para contestar a Igreja. Nem sempre compensa entrar em disputas com quem não está disposto a aprender, mas quer apenas fazer estremecer as suas convicções.

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. Unknown, além do que o Henrique falou, sobre tudo, sua última frase de que não adianta discutir com protestante que é perda de tempo, pois você responder uma coisa eles já vem com outros argumentos para contestar, então anão adianta dar murro em ponta de faca que não vai adiantar mesmo.

      Porém diante destes questionamentos dos protestantes, a respeito dos santos padroeiro ou protetores de alguma coisa, não me vem a cabeça o costume pagão de buscar deuses eram responsáveis por alguma coisa ou outra, o que me vem a cabeça, são sempre algumas passagens bíblicas o qual demonstram que aqueles que foram fieis ao SENHOR e que receberão a coroa da Vida Eterna, também participam de algum modo, de forma espiritual, do governo deste mundo, sobre tudo, daqueles que se submetem ao SENHOR.

      São as seguintes passagens que mais me chamam a atenção:

      "Ao vencedor farei sentar-se comigo no meu trono, como também eu venci e estou sentado com meu Pai no seu trono." (Ap. 3,21).

      "E ao vencedor, ao que guardar até o fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações; (27) e ele as governará com cetro de ferro, e elas se quebrarão como vasos de argila. (28) Pois assim como recebi do meu Pai este poder, darei ao vencedor a estrela da manhã!" (Ap. 2, 26-28)

      "Vi também tronos, sobre os quais se assentaram aqueles que receberam o poder de julgar: eram as almas dos que foram decapitados por causa do testemunho de Jesus e da palavra de Deus, e todos aqueles que não tinham adorado a Fera ou sua imagem, que não tinham recebido o seu sinal na fronte nem nas mãos. Eles viveram uma vida nova e reinaram com Cristo por mil anos." (Ap. 20,4)

      "É digna de fé esta palavra: Se já morremos com ele, também com ele viveremos; se resistimos com ele, também com ele reinaremos;" (2º Tim. 2, 11-12a)

      Estas são algumas passagens bíblicas que é vejo que dá suporte a nossa fé que na Comunhão dos Santos DEUS colocar alguns para governar, para administrar alguma: nação, cidades ou regiões e até, algumas profissões, haja vista, que muitas vezes, são os próprios fieis que por meio da Igreja escolhem seus padroeiros ou santos protetores, e como está me Mateus 16, 18 e 18, 18 sobre o poder das chaves que JESUS dá a Igreja, é por este poder que a Igreja escolhendo seus padroeiros e protetores, no céu DEUS concede a algum Santo ou Santa o ofício de governar, proteger e distribuir as graças que DEUS sempre nos concede por meio de seu FILHO JESUS, e distribuídos pelos seus Santos que estão nos céus aos seus santos que ainda caminham na terra.

      É isto que eu penso, é isto que eu creio.

      Sidnei

      Excluir
    3. Graças a este e vários outros site católicos e até mesmo protestante voltei à minha Igreja Católica.
      Fui simpatizante do protestantismo por algum tempo,mas me cansei de ver nos debates com católicos sobre a questão das imagens eles baterem sempre na mesma tecla:Deus condema imagens;Deus abomina as imagens;imagens é isso é aquilo,etc.Parece que a bíblia deles não tem as passagens nas quais Deus ordena confecção de imagens.
      Não comparam as "contradições aparentes"para justificar suas teses como acontece com os católicos.Para eles toda imagem é uma abominação e pronto.Em muitos casos presenciei eles fugirem do tema,coisa típica de quem não tem argumentos consistentes.Por isso não tive como não me render a querência e a lógica católica.
      Graças a Deus e os muitos site católicos estou convicto da minha fé católica.

      Excluir
  18. 1- Não precisaria se desfazer de nada pois se refere a imagens de escultura, e continuando se não as servirás nem te encurvarás. Ouve um separo entre servirás e encurvarás, você não pode fazer duas coisas com essas imagens. A) Servir B) Se encurvar a elas.
    2- Como você mesmo disse basta que o pesquisador tenha o mínimo de contexto bíblico do antigo testamento para que saiba que não se trata de imagens televisivas, esculturas de parque pois elas não foram feitas naquele tempo, e com o sentido das imagens vem com propósito de divindade ou santidade, pois vem do contexto bíblico e de um Deus sobrenatural. Se houve separação entre não adorar outros deuses e não fazer imagens, então não são duas coisas que podem ser analisadas juntas, e sim analisadas juntas de acordo com o uso, ou seja, mandamentos diferentes sentidos diferentes.
    3- Colocar imagens como um homem de intercessão a Deus ou até rezar a elas seria se encurvar e pedir coisas a elas, assim sendo que devemos orar apenas a um Deus e temos apenas um intercessor a Deus. “Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.”.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nick, o seu comentário está repleto de erros primários, e as suas conclusões partem de uma série de falsas premissas. Vejamos:

      1) De onde você tirou estas regras, não "encurvar-se" e nem "servir"? Você certamente está se referindo a Êxodo 20,4-5, que numa tradução mais correta e fiel ao texto original diz o seguinte:

      [לֹא-תִשְׁתַּחֲוֶה לָהֶם, וְלֹא תָעָבְדֵם: כִּי אָנֹכִי יְהוָה אֱלֹהֶיךָ, אֵל קַנָּא--פֹּקֵד עֲו‍ֹן אָבֹת
      .עַל-בָּנִים עַל-שִׁלֵּשִׁים וְעַל-רִבֵּעִים, לְשֹׂנְאָי
      {ה וְעֹשֶׂה חֶסֶד, לַאֲלָפִים--לְאֹהֲבַי, וּלְשֹׁמְרֵי מִצְו‍ֹתָי. {ס]

      "Não farás para ti imagem esculpida de nada que se assemelhe ao que existe (lá) em cima nos céus ou embaixo na terra ou nas águas que estão debaixo da terra.
      Não te prostrarás diante desses deuses e não os servirás, porque eu, YHVH, sou Deus ciumento, que puno a iniquidade dos pais sobre os filhos até a terceira e quarta geração dos que me odeiam, mas que igualmente ajo com amor até a milésima geração para com os que me amam e guardam os meus mandamentos."

      Muito bem. Está claro como água que as imagens referidas nos versículos do Êxodo são as imagens dos falsos deuses pagãos, e não toda imagem. Ponto. Estou aqui a repetir o que o estudo já explicou em detalhes. Sendo assim, as imagens católicas não se enquadram na proibição, porque não são ídolos, isto é, não representam falsos deuses, e sim anjos e santos de Deus.

      2. Você diz que "as imagens (proibidas por Deus) vem com propósito de divindade ou santidade...".

      Não, senhor! Não há menção alguma a imagens com propósito de santidade no texto, até porque isso seria absurdo. Algo santo é algo separado para Deus, algo consagrado, que honra ao Deus Vivo e Verdadeiro, Deus Todo-Poderoso que é Pai, Filho e Espírito Santo. Logo, uma imagem verdadeiramente santificada não está condenada, pelo contrário. As imagens condenadas são aquelas consagradas (mais uma vez) aos deuses pagãos, isto é, aos ídolos.

      3. Os santos de Deus intercedem uns pelos outros, e isso está abundantemente recomendado nas Sagradas Escrituras. Para entender melhor, leia os nosso estudo específico no endereço abaixo:

      http://www.ofielcatolico.com.br/2004/09/os-santos-podem-interceder-por-nos-ou.html

      Sobre prostrar-se como sinônimo de adoração:

      http://www.ofielcatolico.com.br/2001/09/prostrar-se-ou-ajoelhar-se-e-adorar.html

      Por fim, pesquise mais estudos sobre a questão das imagens no culto a Deus em nosso "Índice de respostas católicas para acusações protestantes e 'evangélicas'", endereço abaixo:

      http://www.ofielcatolico.com.br/2000/01/indice-de-respostas-catolicas-para.html

      Aí você encontrará as respostas para uma série de possíveis outras perguntas que deve ter para nos fazer.

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  19. Bom dia Sr. Henrique Sebastião

    Gostei muito das suas explicações sobre idolatria (apesar de não concordar com algumas)mais muito bem explicadas.
    Mas não estou aqui para falar desse assunto, quero tirar uma duvida. Quando fomos morar no céu , lá tera o livre arbitio?

    ResponderExcluir
  20. Olá, boa noite! Paz de Cristo.

    Bom, não tem nada a ver com o assunto mas, o que vocês acham das últimas declarações do papa Francisco dizendo que nós temos que pedir desculpas aos gays. Se for pensar assim, Deus também teria que pedir desculpas aos gays, pois a Bíblia afirma que os efemidadoa não herdarão no Reino de Deus.
    1 Coríntios 6:10

    O que pensa sobre isso??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juliano, o primeiro passo que temos que fazer em relação ao Papa Francisco, é REZAR por ele, e rezar muito, obrigação de todo Católico!

      Em relação a pedir desculpas aos gays, isso é uma opinião pessoal do Papa, e ele pode equivocar-se, como qualquer um de nós, ao emitir uma opinião pessoal, ou até mesmo várias opiniões pessoais. O que não devemos nunca, é criar discórdia e desunião entre os católicos, pois isso só agrada ao maligno! Passamos por tempos difíceis, permitido por Deus, por nossa culpa, do pouco caso que fazemos das mensagens de Nossa Senhora em Fátima, da vida de pecado que levamos, da falta de penitência, sacrifício, santidade, e uma série de outras coisas, basta ver o mundo em que vivemos, onde reina a iniquidade, o desprezo, a indiferença, a falta de amor... e é evidente, que por tudo isso, só merecemos castigo. Mas o que nos deve confortar é que "NO FIM, O MEU IMACULADO CORAÇÃO TRIUNFARÁ".

      O Evangelho não muda, o que Deus condena é a prática homossexual, os afetos sexuais entre pessoas do mesmo sexo. A pessoa que é afeminada, mas não pratica o ato homossexual, vive a castidade, se comporta, não causa escândalos, Deus não condena.

      Só que não podemos esquecer, nem relativizar o evangelho:

      - nem os IMPUROS (basta uma masturbação ou olhar/pensamento consentido de desejo sexual com outra pessoa por exemplo)

      - nem os IDÓLATRAS (basta colocar qualquer coisa como prioridade no lugar do culto de Latria devido somente a Deus, dinheiro, prazeres e divertimento por exemplo)

      - Nem os adúlteros (basta desejar com um olhar a mulher do próximo, ou se amasiar já tendo sido casado validamente na igreja por exemplo)

      - nem os Devassos, ladrões, avarentos, bêbados, difamadores, assaltantes...

      Tudo isso se enquadra nos que não possuirão os Reinos do Céu...

      Difícil não é? Também acho, dá pra ministrar uma catequese exemplificando os "pormenores" dos comportamentos que caracterizam cada um deles...

      Só com a Graça de Deus nos ajudando é que conseguiremos, com nossas próprias forças, NUNCA! Confiemos portanto, na Misericórdia de Deus, e peçamos a Graça da Contrição Perfeita dos nossos pecados, para que no dia da nossa morte, não nos encontremos em nenhuma dessas infelicidades.

      A Paz de Cristo!

      Salve Maria Imaculada!

      André

      Excluir
  21. O que eu penso, é que ele não soube se expressar. Ele deveria ter dito que aqueles cristãos, que : julgam, condenam e agridem, verbal e até fisicamente, os homossexuais, estes é que deveriam pedir desculpas, mas não todos os cristãos em geral, sobre tudo, aqueles que levam a Verdade aos homossexuais, conclamando eles a conversão, deixando o pecado e abraçando a graça de DEUS. Do modo como o Papa colocou, parece que todos estão no mesmo saco, e agora, o estrago foi grande, e pelo visto, não aparece ninguém para arrumar, pois todos os meios de comunicação soltaram, que o Papa disse, que a Igreja tem que pedir desculpas aos gays, como se todos os cristãos, de todos os tempos que fundamentados nas Sagradas Escrituras e na Sagra Tradição, sempre ensinaram que as praticas homossexuais são pecaminosas, estão todos errados, e que agora, todos tem que pedir desculpas aos gays por terem ensinado isto. E esta história de Igreja tem que pedir desculpas disso, desculpas daquilo, mais um pouco, vão exigir que a Igreja peça desculpas de ela até existir. Enquanto a Igreja se humilha pedindo infinitas desculpas, até hoje, não vejo nenhum protestante pedindo desculpas a Igreja Católica por chama-la de meretriz, o Papa de besta e a nós católico de idolatras o tempo todo, até agora, não vi nenhum muçulmano pedindo desculpas, pela perseguição aos cristãos no Oriente Médio, por Maomé ter invadido regiões aos norte da Africa e no Oriente Médio que eram cristãs, mas foram todas, por bem ou por mau, convertidas aos islã, e o mesmo islã não pede desculpas pelos milhares de cristãos que forma escravizados pelos sarracenos na Idade Média. Não vejo pedidos de desculpas por parte dos comunistas que mataram milhões de cristãos no México, na Rússia, na China e na Espanha, com aval da maçonaria, o qual não vejo também pedidos de desculpas desta mesma maçonaria que tanto perseguiu a Igreja Católica desde a revolução francesa. Chega, para mim chega, de pedir tantas desculpas e em resposta, só vem pedradas e sarrafadas.

    Sidnei

    Sidnei

    ResponderExcluir
  22. minha me e catolica e meu paI evangelico...nao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos respeitar todas as religiões, só Deus poderá julgá-las. Eu sou católica e "nunca" adorei imagem, ou mesmo, pedia algo para os Santos. Eles representam para mim personagens da história que em muitos momentos me fazem lembrar d'alguma passagem bíblica. Em todas as igrejas temos pessoas boas e ruins, temos que participar de uma delas para conseguirmos força para resistir ao mal. Acho que essa divergência e conflito entre as igrejas talvez seja obra DELE.
      Só nos preocupemos em viver uma vida de retidão, cuidar bem de nossas famílias e servir a Deus.

      Excluir
  23. Muito esclarecedor as opiniões dos católicos sobre a idolatria, pois muitos protestantes os acusam sem conhecer o outro lado. Gostaria que meus irmãos católicos dessem seu ponto de vista sobre o versículo de 1 Timóteo 2.5 (Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem). Ou seja, ao se dirigirem pedidos aos santos, como acreditar que eles podem interceder por nós visto que há um só mediador entre Deus e os homens?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jesaias esta passagem de 1º Tim. 2,5 que é muito utilizada pelos protestantes para contestar a intercessão de Maria dos Anjos e dos Santos, deve ser lida não de maneira isolada, somente este versículo, mas deste o vers. 1 até o 6, vejamos: "1.Acima de tudo, recomendo que se façam preces, orações, súplicas, ações de graças por todos os homens,2.pelos reis e por todos os que estão constituídos em autoridade, para que possamos viver uma vida calma e tranqüila, com toda a piedade e honestidade.3.Isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador,4.o qual deseja que todos os homens se salvem e cheguem ao conhecimento da verdade.5.Porque há um só Deus e há um só mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo, homem 6.que se entregou como resgate por todos. Tal é o fato, atestado em seu tempo;"

      Ao lermos atentamente, perceberemos que São Paulo pede para que todos orem por todos os homens, pelos reis e aqueles que são constituídos por alguma autoridade. Seria contraditório São Paulo iniciar com tal petição e depois vir dizer que há somente um intercessor, se há um só intercessor, então para que São Paulo manda a nós rezar por alguém?. Para que São Paulo pede que sejamos intercessores ao orarmos em favor de todos os seres humanos e para algumas classes de seres humanos (reis e constituídos por alguma autoridade)?.

      Quando São Paulo fala que há somente um mediador entre DEUS e os homens aqui em 1º Tim. 2,5 ele não está falando que JESUS é o único intercessor, o que São Paulo coloca aqui é que JESUS é nosso único mediador da nossa Salvação, tanto que ele completa no versículo seguinte: "que se entregou como resgate por todos. ". Na carta aos Hebreus isto fica ainda mais claro:

      "Por isso ele é mediador do novo testamento. Pela sua morte expiou os pecados cometidos no decorrer do primeiro testamento, para que os eleitos recebam a herança eterna que lhes foi prometida. (Hebreus 9, 15)"

      "enfim, de Jesus, o mediador da Nova Aliança, e do sangue da aspersão, que fala com mais eloqüência que o sangue de Abel. (Hebreus 12, 24)"

      Espero ter lhe ajudado.

      Sidnei

      Excluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail