Querem acabar com a Missa tridentina de vez – e com todo resquício de Tradição na Igreja


O VATICANO ACABA de emitir um documento de resposta para as 11 perguntas levantadas por bispos sobre a aplicação do mal afamado Motu Proprio Traditionis Custodes. Entenda as Dubia deste documento assistindo aos vídeos disponibilizados mais abaixo.

    Não se pode ser omisso e nem se pode alienar da realidade objetiva dos fatos. A dura verdade dos nossos tempos é esta: se você quer ser fiel a tudo aquilo que a Igreja Católica desde o início e sempre ensinou e praticou, e se você busca sinceramente uma vida de Comunhão com Deus, então você será perseguido. Dentro da Igreja. Pelo clero modernista. Pelo próprio Papa.

    Não é possível ser fiel à Tradição Apostólica e pensar que os modernistas irão deixá-lo em paz. O simples amor pela Tradição já significa que você está na contramão das ambições do clero modernista: proclamar que a Igreja Católica não é a única Fé verdadeira e transformá-la em uma espécie de "ONU das Religiões", dando origem a uma "Pan Religião" Ecumênica e Universal.

    Será preciso – é coisa realmente necessária – encarar de frente esse verdadeiro exército de inimigos, tanto externos quanto internos, e avançar com coragem em meio ao trágico cenário que nos rodeia, para manter a fidelidade em tempos de "Traditionis Custodes" e de heresias sendo frequentemente ensinadas como se fossem "doutrina católica".

    Qual o sentido das respostas feitas às Dubia (perguntas levantadas por Bispos sobre a implementação do Motu Proprio ditatorial de Francisco, que visa extinguir a Missa Tridentina a médio-longo prazo)? Lorenzo Lazzarotto esclarece no ótimo vídeo a seguir (o segundo abaixo).

[É fundamental entender: a defesa da Tradição se dá por motivos DOUTRINÁRIOS e não meramente estéticos. A Missa tridentina é uma manifestação inequívoca da doutrina Católica a respeito do Santo Sacrifício da Missa, enquanto a Missa Nova – promulgada de formas e por vias que são, no mínimo, suspeitas de Cisma – realmente não o é: pelo contrário, induz os fiéis a uma concepção protestante a respeito da santa Missa.]






AJUDE-NOS DIVULGANDO EM SUAS REDES!

2 comentários:

  1. A paz de Jesus Cristo.

    Só de ver essa foto, fico com náuseas. O papa atual ao lado de budistas, hindus, islamitas, protestantes, ortodoxos, etc. Com as exceções dos nossos irmãos desgarrados, que seguem o herege Lutero e os Ortodoxos, as outras religiões não reconhecem Deus como sendo único e Jesus Cristo como o nosso Salvador e portador da Boa Nova.

    Uma coisa é respeitar as outras religiões e outra, muito diferente, é sentar-se à mesa com elas e dizer que todas levam a Deus, a salvação.

    Tempos muitos difíceis, vivemos hoje, infelizmente. Que o Pai tenha piedade de nós e Maria, nossa Amada Mãe interceda por nós junto ao seu Amado Filho, Jesus.

    Viva Cristo Rei! Salve Maria!

    Abs.

    ResponderExcluir
  2. QUE ABSURDO INSUPORTÁVEL!
    Por impostura de diversos Altos Hierárquicos da Igreja católica modernista e protestantizada, querem nos enfiar goela abaixo doutrinas suspeitas e não baseadas nos ensinamentos a nós repassados desde os apóstolos e os santo padres dos primeiros séculos e preservados integralmente até aos dias de hoje, mas de dentro da própria Igreja vários agem dessa forma querendo suprimir a S Missa Tridentina!
    Assim, desejariam atender a dois senhores, ao Senhor Jesus e ao mundo, principalmente prestigiando as esquerdas como aos anticristo, NOM e a demoníaca maçonaria, concluindo!
    Reparem como depois do Vaticano II adiante estão surgindo católicos relapsos, apostasiados ou bandeando para as alienantes, heréticas e relativistas seitas protestantes - cada qual mais verdadeira que a outra - seduzidos quer por obreiros ou pastores protestantes e, como muito pouco ou nada esses católicos mal formados ou deformados percebem das enormes diferenças entre a Igreja católica e essas seitas de "apenas a bíblia", acabam por cair na lábia desses embusteiros protestantes que pode nos lembrar da S Escritura e da Tradição da Igreja católica de 2000 anos: *"E o proprietário admirou a astúcia do administrador, porque os filhos deste mundo são mais prudentes do que os filhos da luz no trato com seus semelhantes. Lc 16,8.
    Vejamos como no o Revmo Pe. Leonel Franca em seu tempo já chamava a atenção para este fato, descrevendo lucidamente o processo de desagregação doutrinária do protestantismo, baseado no método da sola scriptura e do livre exame particular: "Nas novas milhares de seitas - protestantismo - não há autoridade, não há unidade, não há magistério de fé. Cada sectário recebe um livro que o livreiro lhe garante que é inspirado e e o incauto comprador devotamente o crê sem o poder demonstrar-lhe; lê-o, entende-o como pode ou quer, enuncia um símbolo, formula uma moral e a toda esta mais ou menos indigesta elaboração individual e que chama de cristianismo evangélico ou o vizinho repete na mesma ordem as mesmas operações e chega a conclusões dogmáticas e morais diametralmente opostas, como é o normal entre eles. Não importa, são protestantes evangélicos, embora ex católicos e agora apostasiados, partiram ambos da bíblia, embora a Igreja católica prestigie igualmente a Tradição que foi anterior à bíblia, ambos forjaram com o mesmo esforço o seu cristianismo, embora nós partimos da Tradição Apostolar, a qual foi escrita na bíblia, enquanto nalgumas reestilizadas, como as sem NIHIL OBSTAT e um bispo católico avalizando o conteúdo, a principio em pergaminhos e hoje, com a alta tecnologia reprodutoras de exemplares da bíblia aos milhões pela tecnologia das edições atuais ( In I.R.C. Pg. 212 , 7ª ed.).
    E mais do Pe Chrystian Shankar: Após a morte, o que espera o cristão? Pode um crente questionar seu pastor sobre isto? E as respostas colhidas entre as denominações seria tão rica e variada quanto a fauna e a flora. Há Pastor que prega que todos estarão inconscientes até a vinda de Cristo quando serão julgados; outros pregam o "arrebatamento" sem julgamento; outros, uma vida bem-aventurada aqui mesmo na terra; aqueles lá doutrinam que após a morte já vem o céu e o inferno; no outro quarteirão, ensina-se que o inferno é temporário e opinam algumas que ele não existe; e tantas são as doutrinas sobre os novíssimos quanto os pastores que as pregam. Está cansado o fiel da esposa da sua juventude? Não tem importância, sempre encontrará uma seita a lhe abrir risonhamente as porta$ para um novo matrimônio. E de vez em quando não aparecem seitas em que um maluco aqui e ali aprova a poligamia e muitos mais desvarios bíblicos?
    A ICAB, cujo fundador foi um bispo excomungado, D Carlos Duarte Costa, a seita igreja "católica apostólica" brasileira"-ICAB realiza 2º matrimônio com a legítima esposa ainda viva por um bispo heterodoxo ou um de seus "padres", e em BH é dom Moraes "abençoa" a nova união, ma$...

    ResponderExcluir

** Inscreva-se para o Curso Livre de Teologia da Frat. Laical São Próspero e receba livros digitais de altíssima qualidade todos os meses, além de áudio-aulas exclusivas e canal para tirar suas dúvidas, tudo por R$29,00/mês. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Subir