O Cânon Bíblico: refutação a Rodrigo Silva

COM SATISFAÇÃO RECEBEMOS a apresentação em vídeo que compartilhamos abaixo, uma produção de nosso irmão em Cristo, o fiel católico Sr. Adriano de Oliveira, na qual ele apresenta um aprofundado e bem fundamentado trabalho de pesquisa histórica, juntamente com a concatenação de um respeitável rol de fatos que refutam de modo acachapante a um vídeo do conhecido arqueólogo adventista Rodrigo Silva.

    O trabalho expõe com grande clareza diversos erros grosseiros cometidos por protestantes soberbos como Rodrigo, os quais são geralmente muito admirados por pessoas ignorantes dos assuntos que eles se propõem a "esclarecer", mas que se fundamentam antes de tudo no mais puro achismo e preconceito contra a Igreja Católica. Tais admiradores não se aplicam aos estudos aprofundados de disciplinas como Sagradas Escrituras, História da Igreja e outras semelhantes, e portanto facilmente se encantam com a falsa sabedoria de doutores semelhantes, que por sua vez não perdem oportunidade para atacar a primeira e única Igreja de Cristo. Prosseguimos rezando pela sua salvação.

    Segue abaixo o vídeo. Que seja útil e possa esclarecer a muitas almas, para a maior glória de Deus.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

** Inscreva-se para o Curso Livre de Teologia da Frat. Laical São Próspero e receba livros digitais de altíssima qualidade todos os meses, além de áudio-aulas exclusivas e canal para tirar suas dúvidas, tudo por R$29,00/mês. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Subir