A Igreja e o problema das drogas ilícitas


CERTA CANDIDATA à presidência da república do Brasil nestas eleições de 2018, apesar de se dizer "evangélica", é a favor da despenalização do aborto e da liberação do uso das drogas agora ilícitas. De fato ela não se declara textualmente "a favor", mas sim que quer promover plebiscitos sobre essas questões. Mas, ora, se algo eu quero trazer para discussão e decisão popular alguma coisa que já é crime, dando chance para que essa coisa seja legalizada, isso, na prática já é favorecer a coisa...

** Ler o artigo completo
www.ofielcatolico.com.br

Receba O Fiel Católico em seu e-mail