Por que a Igreja guarda o domingo e não o sábado?

'As Três Marias e o Túmulo', Peter von Cornelius (1815/1822)

O leitor Ednardo Barbosa enviou-nos a pergunta que reproduzimos abaixo:

Mais porque mudarão (sic) o santo sábado do senhor para o domingo dos pagão (sic), deus  (sic) santificou e abençoou o sabado pará (sic) guardamos (sic).

AGRADEÇO PELA PERGUNTA, caríssimo Ednardo, porque me dá a oportunidade de esclarecer uma questão que de tempos em tempos acaba retornando, em diversas oportunidades, inclusive em outras publicações que se prestam ao esclarecimento da Sã Doutrina cristã católica.

Respondendo de pronto, o simples, santo e justíssimo motivo de a Igreja guardar o Domingo em lugar do Sábado judaico é o fato de que Nosso Senhor Jesus Cristo ressuscitou no Domingo, – o primeiro dia da semana, – inaugurando assim a “Nova Criação” liberta do pecado, a nova e eterna Aliança entre Deus e a humanidade. Assim é que o Domingo, o Dia do Senhor, é a plenitude do Sábado dos judeus, da mesma forma como o Novo Testamento é a plenitude e o cumprimento do Antigo, e Cristo é a consumação de toda a história da salvação, desde Adão até o fim dos tempos e o Juízo final.

De modo semelhante, o Antigo Testamento é um figura do Novo; o Sábado judaico é uma figura do Domingo cristão. O Catecismo da Igreja assim explica:

O Domingo distingue-se expressamente do sábado, ao qual sucede cronologicamente, a cada semana, e cuja prescrição ritual substitui, para os cristãos. Leva à plenitude, na Páscoa de Cristo, a verdade espiritual do Sábado judaico e anuncia o repouso eterno do homem em Deus. Com efeito, o culto da Lei preparava o Mistério de Cristo, e o que nele se praticava prefigurava, de alguma forma, algum aspecto de Cristo (1Cor 10,11).
(CIC§2175)

O que a esmagadora maioria desses supostos "cristãos" judaizantes que persistem em guardar o sábado não sabem é que os Apóstolos já celebravam a Missa “no primeiro dia da semana”, isto é, no domingo, como ficou registrado na Bíblia Sagrada, em mais de uma passagem:

Nos Atos dos Apóstolos (20,7): “No primeiro dia da semana, estando nós reunidos para a fração do Pão (isto é, a Eucaristia)…”.

Em Apocalipse (1,10), S. João diz: “No dia do Senhor (domingo), fui movido pelo Espírito…”.

 Em 1Cor 16,2, S. Paulo Apóstolo confirma que a coleta cultual era feita “no primeiro dia da semana” (domingo).

Trata-se de uma questão de tal maneira elementar que também a igreja ortodoxa e as protestantes históricas (mais antigas) guardam igualmente o Dia do Senhor, – o Domingo santificado, – e não mais o Sábado judaico.

Além do testemunho bíblico, o livro apócrifo Epístola de Barnabás (datado do ano 74), que é um dos documentos mais antigos da Igreja, – tendo sido redigido antes ainda do Livro do Apocalipse, atesta: “Guardamos o oitavo dia (domingo) com alegria, o dia em que Jesus levantou-se dos mortos” (15,6-8).

Sto. Inácio de Antioquia (107), mártir no Coliseu de Roma e bispo da Igreja primitiva, testemunhou de modo claríssimo: 

Aqueles que viviam segundo a ordem antiga das coisas voltaram-se para a nova esperança, não mais observando o sábado, mas sim o Dia do Senhor, no qual a nossa vida foi abençoada, por Ele e por sua morte.”(Aos Magnésios 9,1)

Devido à Tradição Apostólica, que tem origem no próprio dia da ressurreição do Cristo Salvador, a Igreja celebra o Mistério Pascal no dia que desde o início foi chamado "Dia do Senhor" ou "Domingo” (da mesma raiz semântica de 'Senhor'/Dominus). O dia da ressurreição de Cristo é, ao mesmo tempo, “o primeiro dia da semana”, memorial do primeiro dia da Criação, e o “oitavo dia”, em que Cristo, depois de sua Morte Sacrificial e “repouso” no grande Sábado, inaugura o "Dia que o Senhor fez para nós”, o “Dia que não conhece ocaso” (CIC §1166).

S. Justino (165) Mártir legou-nos também o seu testemunho:

Reunimo-nos todos no 'Dia do Sol', porque é o primeiro dia após o Sábado dos judeus, mas também o primeiro dia em que Deus, extraindo a matéria das trevas, criou o mundo e, neste mesmo dia, Jesus Cristo, nosso Salvador, ressuscitou dentre os mortos.(Apologia 1,67)

Também S. Jerônimo (420), Confessor e Doutor da Igreja, atestou a praxis sempiterna da Igreja:

O Dia do Senhor, o Dia da Ressurreição, o Dia dos Cristãos, é o nosso dia. Por isso se chama Dia do Senhor: foi nesse dia que o Senhor subiu vitorioso para junto do Pai. Se os pagãos o denominam Dia do Sol, também nós o confessamos de bom grado: pois hoje levantou-se a Luz do Mundo, hoje apareceu o Sol de Justiça cujos raios trazem a salvação.
(CCL, 78,550,52)

Desta forma, tanto as Sagradas Escrituras quanto o testemunho de toda a documentação histórica, juntamente com a sagrada Tradição apostólica nos mostram porque, desde a Ressurreição do Senhor, a Igreja sempre guardou e continua guardando não mais o Sábado judaico, mas o Domingo cristão da Ressurreição e do estabelecimento da Nova e Eterna Aliança como Dia do Senhor.

___
Ref:
• AQUINO, Felipe, Por que a Igreja guarda o Domingo e não o Sábado?, artigo disp. em
http://blog.cancaonova.com/felipeaquino/2013/01/21/por-que-a-igreja-guarda-o-domingo-e-nao-o-sabado/
Acesso 6/10/015
• Introdução Ao Culto Cristão, WHITE, James F. 2ª ed. São Leopoldo: Sinodal/IEPG, 2005, pp.40-45.

www.ofielcatolico.com.br

30 comentários:

  1. RESPOSTA AOS JUDAIZANTES (SOBRE O SÁBADO, COMIDAS E CIRCUNCISÃO NO NOVO TESTAMENTO)

    S. Mateus 5,21-48/ 12,1-14/ 15,11
    S. Marcos 2,23/ 3,6/ 7,5-16
    S. Lucas 6,1-11/ 13,10-17/ 14,1-6/
    S. João 5,8-18/ 7,22-23 / 9,13-16
    Atos 6,13-14/ 11,6-9/ cap. 15 completo
    Romanos 2,25-29/ 14,1-23
    Colossenses 2,11-17
    1ª Coríntios 7,18-19/ 10,25-31/ 16,2
    Gálatas 5,2
    Efésios 2,15-16
    Filipenses 3,1-9
    Tito 1,10-16
    Hebreus cap. 9 completo/ 13,9

    Recomendo também esta estupenda refutação a um programa adventista: http://www.apologistascatolicos.com.br/index.php/apologetica/papado/599-qa-historia-do-papadoq-uma-refutacao-a-um-programa-de-tv-adventista

    De resto, o texto está muito bem explanado.

    † A Paz do Nosso Senhor Jesus Cristo (Jo 14,27) †

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado por mais um esclarecimento santo.
    Muito bom trabalho.
    Irei divulgar o máximo que puder.

    ResponderExcluir
  3. Perfeito, rapido e esclarecedor o artigo. Parabens.

    ResponderExcluir
  4. MAIS UMA "TAPA" NA CARA DOS ADEPTOS DO "SOLA BÍBLIA"... PARABENS PELO EXCELENTE TEXTO, QUE POR SINAL MUITO RESPALDADO NAS ESCRITURAS E TAMBEM PELOS TESTEMUNHOS DOS PAIS E PADRES APOSTOLICOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vejo isso como um tapa ( apesar de não guardar o sábado) Mas temos que ter cuidado. A maioria dos primeiros apóstolos guardavam o sábado. O que permanece ( ao meu ver) é a essência. Ter um dia pra parar e refletir. rs Um grande abraço e paz pra todos os queridos cristãos.

      Excluir
  5. Jesus disse....
    Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim abrogar, mas cumprir.
    Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til jamais passará da lei, sem que tudo seja cumprido.
    Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.
    Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.
    Mateus 5:17-20
    Se a dúvida ainda persistir, vide Mateus 12:1-8

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, é possível defender praticamente qualquer coisa usando versículos isolados da Bíblia. Hoje mesmo assisti a uma série de pregações de mulás islâmicos em que citam (veja que interessante) estas mesmíssimas passagens que você está citando para "provar" a superioridade do islamismo sobre o cristianismo.

      Se quiser se manter no terreno das seitas ditas "cristãs", temos o falso profeta Edir Macedo defendendo o aborto "com base bíblica". Tudo o que ele tem a fazer é procurar alguns versículos que remotamente, segundo a sua caricatura particular de "teologia", possam sugerir a legitimidade de as mães cortarem seus filhos de seus ventres, como se fossem tumores. Claro que ele precisa ignorar todas as outras passagens que afirmam o contrário, mas toda pessoa minimamente inteligente sabe que ele tem cara de pau de sobra para isso.

      Sobre a necessidade de se manter a antiga Lei, se formos interpretar essa fala de Jesus literalmente, isolada de todo o contexto dos Evangelhos e da Bíblia como conjunto, seremos obrigados a reconhecer que nenhum, absolutamente nenhum chamado cristão está cumprindo a Vontade de Deus.

      Por que? Ora, a Lei proibia aparar a barba (Lv 19,27), usar roupas cujo tecido misture lã e linho (Lv 19,19), tocar mulheres no período menstrual (Lv 15,19), comer porco ou misturar leite e carne numa mesma refeição (Lv 11,21)!

      Estes foram apenas alguns poucos exemplos, sem mencionar as questões mais graves, como a obrigação de apedrejar os adúlteros (Lv 20,10) e os filhos desobedientes até a morte, fora das portas da cidade (Dt 21,18-21).

      Agora responda: você observa todos esses artigos da antiga Lei? Ou por acaso você é pelo menos circuncidado? Não? Então porque essa obsessão somente para com a questão do sábado?

      Exatamente por (tudo) isso a Igreja de Cristo não está necessariamente vinculada às antigas práticas judaicas, porque sabe interpretar a Bíblia como o conjunto coeso que é, por ser guiada pelo Espírito Santo através da História.

      Por ser Cristo o Supremo Sacerdote, consumou o antigo sacerdócio levítico com todas as suas leis e costumes, como esclarece muito bem o Apóstolo São Paulo em sua Carta aos Hebreus (Hb 7,1-28):

      "Com efeito, mudado o sacerdócio, é necessário que se mude também a lei." (Hb 7 12)

      Mais adiante, o mesmo santo Apóstolo arremata, com ênfase ainda maior:

      "Com isso, está abolida a antiga legislação, por causa de sua ineficácia e inutilidade." (Hb 7,18)

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. Anônimo,

      Para facilitar viver de acordo com todas as prescrições bíblicas (literais), sugiro a leitura desse divertido e, ao mesmo tempo, sério livro:

      http://oglobo.globo.com/cultura/leia-trechos-de-um-ano-biblico-de-aj-jacobs-2688013

      http://www.travessa.com.br/UM_ANO_BIBLICO/artigo/f502eda0-5692-4573-9cc8-8132a64ae8e5

      Excluir
  6. Caro amigo.
    Saiba que, o Domingo não é um dia santo, Nunca foi e Nunca será.
    Saiba também que o Sábado não foi só estabelecido para os judeus, foi estabelecido desde os tempos de Adão e Eva. Gn 2: 1-3.
    As passagens que o nosso amigo citou de Mt 5: 17,18 não são versículos isolados, E FAÇO QUESTÃO DE CITA-LOS NOVAMENTE.
    "Não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir. Digo-lhes a verdade: de forma alguma desaparecerá da Lei a menor letra ou o menor traço, até que tudo se cumpra.
    Para provar que as leis de Deus são Imutáveis ouça isso.
    Tiago 1:17. " Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das luzes, em que não se pode existir variação ou sombra de dúvidas.
    E também Ezequiel 20: 20.
    Santificai os meus sábados, pois servirão de sinal entre mim e vocês, para que saibam que eu sou o Senhor, Vosso Deus.
    Então eu te peço: TOMA VERGONHA NESSA SUA CARA E VAI ESTUDAR A BÍBLIA, AO INVÉS DE DAR ''FALSO TESTEMUNHO CONTRA O SEU PRÓXIMO''. POR FAVOR NÃO DIGA MENTIRAS DIZENDO QUE SÃO VERDADES, OS VERSÍCULOS QUE VOCÊ ESTA CITANTO SÃO ISOLADOS DA REALIDADE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eder Campos, quem tem que tomar vergonha na cara aqui é você, que em primeiro lugar, a educação manda lembranças, porque quando se entra na casa de alguém, a primeira coisa que se deve ter pelo dono da casa é respeito, coisa que você não demonstrou ao dizer que o Henrique deve tomar vergonha na cara e chamá-lo de falso e mentiroso . E em segundo lugar, quanto a guardar o sábado em vez de domingo, vai você largar de ser burro, que é o mais importante, a letra ou o espírito?, o que é mais importante, o dia ou o significado deste dia?, o que é mais importante continuar guardando o sábado que é o dia que DEUS terminou a criação e também o dia que se lembra a libertação do povo hebreu do Egito, ou guardar o domingo, que é o dia que CRISTO inicio a introdução de todos os que crê na nova criação e se celebra a libertação de todos os que crê da morte e do pecado, mediante a ressurreição de NOSSO SENHOR JESUS CRISTO?.

      Sidnei.

      Excluir
    2. Caro Éder Campos, sinto dizer que quem está dando falso testemunho contra Henrique aqui é você, pois você está mentindo contra ele sem ele ter feito o mesmo com você ou qualquer outra pessoa.
      Mesmo estando óbvio que a Lei de Deus não muda, mas as aplicações da Lei, destinadas a determinado período da história do povo Israel, mudam, e mesmo Henrique tendo deixado isto claro em TODO o seu comentário, você ainda teima em citar MAIS versículos isolados, por pura preguiça.
      Não interessa o que está escrito na passagem de Hebreus, não interessa se os cristãos não são circundados, como Henrique falou, não interessa se a expulsão do Paraíso foi para Adão, Eva e todos os seres humanos e não só para os judeus, e só depois NSJC abriu as portas do Céu para nós, por exemplo. O pecado da arrogância, o qual você descaradamente comete, não lhe permite ler nada que lhe contrarie, pois você foi cegado pelo pai da mentira.
      E esta cegueira é tão grave que você, dando uma de Lênin, atribui aos outros exatamente tudo o que você é ou faz, dando falso testemunho, falando mentiras como se fossem verdades e citando versículos isolados da realidade, da Nova e Eterna Aliança. É muita hipocrisia!
      Portanto, QUEM TEM QUE TOMAR VERGONHA NA CARA, ESTUDAR AS SAGRADAS ESCRITURAS (que inclusive condenam o Sola Scriptura) E DEIXAR DE SER PREGUIÇOSO PARA APRENDER A LER COMENTÁRIOS QUE LHE CONTRARIEM ATÉ O FIM É VOCÊ. "Vós tendes como pai o demônio e quereis fazer os desejos de vosso pai. Ele era homicida desde o princípio e não permaneceu na verdade, porque a verdade não está nele. Quando diz a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira" (São João 8,44). A paz de NSJC!

      Excluir
    3. Que Deus ilumine a mente de todos nós, para que não éramos quando falarmos em seu nome, para que amamos o próximo como a nós mesmo

      Excluir
  7. Fiel Católico

    Existem muitas divergências entre as doutrinas Católicas e Protestantes,mas esta a respeito do dia de Sábado realmente as acusações que fazem a Igreja Católica não tem menhum fundamento.
    Já pesquisaram e nunca encontraram nada que atribuísse a mudança do Dia do Senhor do Sábado para o Domingo.
    Não existem documentos de Concilios ou outros que comprovem esta mudança.
    Como protestante creio que a reforma mexeu com Dogmas mais polênicos, como Ex: a
    Eucaristia, Virgem Maria e outros, a simples mudança de Domingo para Sábado não foi feita por nemhum dos reformadores ou movimentos protestantes sérios surgidos após a reforma.
    Informo que sou membro de uma denominação Pentescostal e que não está ligada a qualquer entidade Ecumênica.


    O Senhor lhe abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Eduardo no seu comentário eu tenho somente um ponto pra observar.
      Você diz que a "reforma" mexeu com Dogmas mais polêmicos, como a Eucaristia, Virgem Maria etc...
      Vou pontuar apenas aqui sobre a Virgem Maria.
      Você já viu relatos de Martinho Lutero sobre Nossa Senhora? Já viu que ele era devoto da Virgem Maria e defendia o dogma que a igreja hoje defende? por isso digo que não mexeu com dogmas, apenas cada um entendeu o que quis entender, tanto que hoje o protestantismo está totalmente desfigurado das ideologias dos primeiros, entenderam o que quiseram e descartaram o que acharam conveniente.
      Abraço

      Excluir
    2. ERA devoto de Nossa Senhora até renunciar à sua condição de filho dela e confessar ser filho da serpente, com quem disse ter dormido.
      A propósito, Lutero acreditava na Intercessão dos santos? Se a resposta for não, então ele não acreditava na Intercessão da Santa Virgem. E que dogma é esse que Lutero defendia? Existem vários dogmas sobre a mãe de Deus. A Igreja, com i maiúsculo, sempre defendeu, HOJE E SEMPRE, todos os dogmas sobre Nossa Senhora. Alguns nem sempre como dogmas, é verdade, mas todos foram e são cridos.
      Calma, você acabou de dizer que o revolucionário não mexeu com dogmas?!?!?! E eu achando que chamar Deus de adúltero e estúpido era ferir o dogma de que Ele é Santo, e o primeiro mandamento... Mas, pelo visto, não, né?
      Sem dúvida, "cada um entendeu o que quis entender". Não sei o que essa frase tem a ver com qualquer coisa, mas enfim...
      Hoje, ALGUNS ramos do protestantismo se desconectaram da ideologia (parabéns pelo uso da palavra, jurava que você fosse chamar o protestantismo clássico de "ortodoxia") dos primeiros revolucionários. Ainda há muitos protestantes hoje que crêem nas mesmas heresias de Lutero, Calvino, Henrique VIII, etc.
      Poderia nos dizer o que os luteranos modernos descartaram dos ensinamentos de Martinho Lutero, alemendes? Espero eu que tenham rasgado do Conversas à Mesa o trecho que diz: "Papistas e excremento são a mesma coisa".
      Obs: Os protestantes de hoje entenderam muito bem o que o bêbado falou. Se CONCORDARAM com o que quiseram ou não, aí já é outra história. A Paz de NSJC!

      Excluir
    3. Onde eu consigo achar essa informação de Lutero ?

      Excluir
    4. As várias informações que eu citei você pode achar nos escritos e documentos de Lutero, algumas no livro 'Conversas à Mesa'. A Paz de NSJC!

      Excluir
    5. Fatos sobre a lei dominical não falta caro amigo.
      Procure se informa quem pretende estabelecer.

      Excluir
    6. Bom dia Petrivalianici!
      Muito Obrigado , quero ler sobre ele . Já notei que tem um livro chamado o diabo Lutero ( Ainda vou comprar).Há pouca coisa sobre ele.

      Excluir
    7. Bom dia, Haroldo, desconheço o livro que você citou, até porque não é muito famoso, como você mesmo disse. É sempre bom nos informarmos sobre o assunto, principalmente nessa época em que a Lutero são dadas mais honrarias do que a muitos santos e santas da Igreja (até mesmo dentro do Vaticano). A Paz de NSJC!

      Excluir
    8. Petrivalianici, agradeço imensamente por seu retorno,o nome correto do livro é : O Diabo, Lutero e o Protestantismo - Pe. Julio Maria. Vou adquirir ele posteriormente para ler. Estou começando a pesquisar aos poucos. Sempre acompanho seus comentários aqui nesse belo site. Aproveito e peço sua opinião , tem certos católicos que falam que quando nossa fé é questionada , a melhor resposta é sempre o silencio para que não exista " debate", você acha correto isso ? Entendo que quando a pessoa sabe responder, é preciso responder né ? Abraço, fica sempre com DEUS .

      Excluir
    9. Outro livro que recebi como indicação é : A legitima interpretação da bíblia( Autor : Lucio Navarro) você conhece Petrivalianici/Henrique?

      Excluir
    10. Leia este livro para ontem, Haroldo, é uma obra pré-conciliar excelente. Fora de catálogo, pode baixar gratuitamente no endereço abaixo:

      http://www.obrascatolicas.com/livros/Apologetica/legitimainterpreatacaodabiblia.pdf

      A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    11. Haroldo, creio que o livro indicado por Henrique vai lhe ajudar bastante na defesa da nossa fé.
      Sobre a sua pergunta, acho que não devemos generalizar: Há casos em que a pessoa está tão somente interessada em atacar, não em aprender ou debater racionalmente, com os quais é necessário obedecer a ordem de NSJC em Mt 7,6 e não lançar pérolas nem desperdiçar coisas (ensinamentos, argumentos, etc) santas.
      Já com outras pessoas, estas sim que têm apreço pela Verdade e querem conhecer, saber qual a razão da nossa esperança (1Pedro 3,15), devemos debater, e tanto quanto possível.
      Infelizmente, parece-me que a maioria dos casos se enquadra na primeira situação: Pessoas que querem porque querem alterar a realidade,defendendo a cópula entre anjos do Altíssimo e mulheres (!!!) nos primórdios; ou pregando a santidade absoluta ( não sei nem se Imaculada Conceição) de lideranças da Igreja em meio a qualquer escândalo, negando até mesmo a falta por ambiguidade e irresponsabilidade na fala em discursos; ou falando mal da Igreja por causa da Inquisição, quando são fiéis adeptos dos bolcheviques, jacobinos franceses e seitas protestantes ligadas à Ku Klux Klan ou suas próprias inquisições; ou ainda perguntando onde é que está na Bíblia tal coisa, e depois de provado que a Bíblia em nenhum momento prega sua autossuficiência, questionando onde essa resposta está na Bíblia, etc, etc. Por essa razão, não participo mais de discussões por aqui (até também por uma questão de tempo) ou comentários não direcionados diretamente a mim (que não é o caso do seu), entendendo estar cumprindo essa ordem do Mestre. Deus lhe abençoe e a Paz de NSJC!

      Excluir
    12. Agradeço mais uma vez , vou olhar o livro Henrique p/ hoje rsrs. Infelizmente a maioria era para atacar mesmo. Na verdade estou começando a pesquisar as coisas agora. Com o tempo espero aprender algumas coisas. Sobre a questão de debate , ano passado tinha um pessoal marcando meu batismo em uma Igreja aqui sem minha vontade . A partir desse ponto comecei a estudar um pouco e notei que quando mostrei e fiz a devolução de algumas perguntas aos mesmos , eles simplesmente desistiram de ir lá em casa e estou tranquilo. Dizer que é CATÓLICO é uma coisa , mas ser CATÓLICO é bem diferente, então parei para pensar , eles tentaram varias vezes pq viu despreparo na minha pessoa e depois que passei a estudar o minimo ,notei que agora conheço alguns questionamentos e respondo com respeito em meu limite de conhecimento claro.
      O povo parou de perturbar graças a DEUS .A grande maioria tenta denegrir e não algo sadio.

      Excluir
  8. Espero que quem perguntou tenha entendido a doutrina Cristã autêntica.
    Salve Maria!

    ResponderExcluir
  9. falem o quanto quiserem , sou catolico e não mudo ... o que faltam pra esses protestantes e amor e colo de maria ... vamos respeitar a opção religiosa de cada um ... todos somos irmãos perante a DEUS ... fiquem com DEUS

    ResponderExcluir
  10. Louvado seja Jesus Cristo e Salvador nosso!
    Hoje (7 de Julho de 2016) recebi de uma amiga e colega um panfleto da Adventista do 7o Dia (com o site www.sabado.org) cujo o titulo e': "Disse Deus:Lembra-te...
    (e no primeiro paragrafo a frase conclui com) ...do dia de Sabado?"

    A introducao comeca por dizer:
    "A maioria das pessoas e' especialista em se esquecer. Ha pessoas que se esquecem das datas especiais, como aniversario...
    Afirma tambem que "...o mandamento esquecido e' o quarto, que fala sobre a guarda do Sabado...O que foi que jesus ensinou e praticou a respeito do Sabado? O estudo a seguir revela o que a Biblia diz acerca do mandamento esquecido."
    Seguem-se 8 perguntas com as respectivas respostas.
    De seguida aparece "Mais sobre o Sabado" com 4 topicos: Memorial da Criacao, Memorial da Redencao, A guarda do Domingo esta na Biblia? & Porque e' que a maioria dos cristaos guarda o Domingo e nao o Sabado?
    Comeco por fazer um resumo do ultimo capitulo que afirma o seguinte: O Cristianismo, no seu inicio, influenciado pela cultura Greco-romana, absorveu varios elementos de origem paga, incluindo o culto ao Sol no primeiro dia da semana (Domingo). Mitraistas romanos veneravam o Sol invictus cada Domingo e celebravam anulamente o seu nascimento no dia 25 de Dezembro. mutios cristaos comecaram a adorer a Cristo no Domingo como "dia do Sol", tentando harmonizer o Sol Invictus com o "sol da justice: do Cristiamismo (Malaquias 4:2, Joao 8:12).. 7 de marco de 321 d.C, a guarda do Domingo ganhou forca por causa do imperador romano Constatino (adorador de Mitra) que decretou a todos descanso no veneravel dia do Sol. Decreto este que foi seguido por varias medidas eclesiasticas para legalizer a observancia do Domingo como dia de guarda para os cristaos. o proprio Catecismo Romano, 2. ed.(Petropolis, RJ: Vozes; 1962), p.376, recenhece a actuacao da Igreja Catolica nesse processo, ao declarer: A Igreja de Deus, porem, achou conveniente trasnferir para o Domingo a solene celebracao do Sabado.

    No 3o topico: "A palavra Domingo nao aparece na Biblia. mas sim a expressoa "primeiro dia" em oito versos do Novo Testamento (Mateus, Marcos, Lucas, Joao, Actos e Corintios_exclui os Capitulos e os Versos).

    Agradeco a Deus pela explanacao encontrei no FielCatolico e com o que conversei com ela a 2 semanas atras, com relacao a esse topico. Fui sincera em dizer que nao sabia literalmente a razao da Celebracao ao Domingo, porem eu disse-lhe que o melhor que temos a fazer e' o exercicio dos 10 Mandamentos com o proximo, comencando com a nossa propria pessoa. Falei-lhe que a interpretacao da Biblia cabe a Deus. Citei-lhe exemplos obvios como o facto das mulheres adventistas nao fazerem make-up, pintar as unhas, os adventistas nao comerem esse ou aquele tipo de peixe, nao trabalharem ao sabado porem alguns assinaram contracto de trabalho com um regime de turmo que inclui trabalhar ao sabado. Quantos dos Adventistas fazem o que mencionei sabendo que e' proibido (pecado) devido a interpretacao das escrituras ou por serem normas dos Adventistas? Mas isso de dizer que a Catolica esta errada ou os Adventistas estao no Caminho Certo e' desnecessario e eu escolho exercitar os 10 Mandamentos que deve estar presents em todas as Cristas.

    Agradeco a respostas ssobre a questao do Sabado vs. Domingo e os comentarios que se seguiram. E agora tenho algo para partilhar com ela e lembra-la que o exercicio dos 10 Mandamentos continua sendo a minha escolha para respeitar as escolhas que cada um de nos faz para seguir Cristo e Salvador nosso sem prejudicar os outros ou nos considerarmos acima dos outros.

    A Paz do Criador esteja com cada um de nos e amem!

    Lidia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lídia... Pelo que sei as mulheres adventistas pintam a unha e fazem maquiagem.

      Excluir
  11. Seria muito bom se todos os Cristãos viessem a resplandecer os Frutos do Santo Espirito descrito em Galatas 5:16-26 para entender q o resumo dos 10 mandamentos é amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo.
    Vejo na igreja de Cristo a manifestação do amor, mansidão, domínio próprio, e assim com certeza Deus direcionará ao esclarecimento da verdade, assim como ELE fez com Saulo (Paulo), que acreditando fazer a vontade de DEUS, perseguia sem imaginar o seu salvador (CRISTO).
    Mas Deus o iluminou como lampada o caminho para não mais prender e matar, mas para libertar e morrer por amor.
    Admiro a todos que buscam a verdade e permitem o poder transformador resplandecer CRISTO nas atitudes, Agradeço pelas informações do site.

    ResponderExcluir

** Assine a revista O Fiel Católico digital e receba nossas novas edições mensais em seu e-mail por uma colaboração mensal de apenas R$7,00. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Receba O Fiel Católico em seu e-mail