Bênção para tempos de epidemia (Ritual romano, Tít. IX, Cap. X)


℣. Dómine, non secúdum peccáta nostre facias nobis.
℟. Neque secúndum iniquittátes nostras retribuas nobis.

℣ Não tratai-nos, Senhor, de acordo com os nossos pecados.
℟ E não vos vingueis de nós por causa de nossos erros.

℣. Adjuva nos, Deus, salutáris noster.
℟. Et propter glóriam nóminis tui, Dómine, libera nos.

℣ Ajudai-nos, ó Deus, nosso Libertador.
℟ E por Vosso Nome, ó Senhor, libertai-nos.

℣. Dómine, ne memineris iniquitatum nostrarum antiquárum.
℟. Cito anticipent nos misericórdiæ tuæ, quia páuperes facti sumus nimis.

℣ Não vos lembreis, ó Senhor, dos nossos pecados antigos.
℟ Mas apressai-vos com Vossa compaixão, pois nos tornamos paupérrimos.

℣. Ora pro nobis, sancte Sebastiáne.
℟. Ut digni efficiátmur promissiónibus Christi.

℣. Rogai por nós, São Sebastião.
℟ Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

℣. Dómine, exaudi oratiónem meam.
℟. Et clamor meus ad te véniat.

℣ Ó Senhor, ouvi nossa oração.
℟ E deixai o nosso clamor chegar a Vós.


Orémus

Exáudi nos, Deus salutáris noster: et intercedénte beáta et gloriósa Dei genitrice Maria semper vergine, et beáto Sebastiáno mártyre tuo, et omnibus Sanctis, pópulum tuum ab iracundiæ tuæ terróribus libera, et misericórdiæ tuæ fac largitáte securum.

Propitiáre, Dónine, supplicatiónibus nostris: et animárum et córporum medére languóribus: ut remissióne percépta, in tua semper benedictióne lætémur.

Da nobis, quæsumus, Dómine, piæ petitiónis efféctum: et pestiléntiam mortalitatérmque propitiátus avérte; ut mortálium corda cognóscant, et te indignánte tália flagélla prodire, et te miserante cessáre. Per Dóminum...

Amen.

Ultimo benedicit cum Refiquia S. Crucis, dicens:

Benedictio Dei omnipoténtis, Patris, et Filii, ✞ et Spiritus Sancti, descéndat super vos, máneat semper.

℟. Amen


Oremos

Voltai-vos a nós para nos ouvir, ó Deus, nossa única salvação! E através da intercessão da gloriosa e abençoada Mãe de Deus a sempre Virgem Maria, de Vosso abençoado mártir Sebastião e de todos os santos, livrai o Vosso povo dos terrores da Vossa ira, e restaurai nossa esperança pelo derramamento da Vossa compaixão.

Sede movido à piedade, ó Senhor, por nossos fervorosos pedidos, e curai as doenças do corpo e da alma; para que, experimentando o Vosso perdão, possamos sempre nos alegrar com Vossa bênção.

Suplicamos a Vós, ó Senhor, que nos concedais audiência enquanto devotamos nossos pedidos a Vós, e graciosamente afastai a epidemia de peste que nos aflige; para que os corações mortais possam reconhecer que esses flagelos procedem de Vossa indignação, e cessam apenas quando sois movido à misericórdia. Por nosso Senhor Jesus Cristo, na Unidade do Espírito Santo.

Amém.

[Quando a oração é feita por um sacerdote, ele ao final abençoa os fiéis com uma relíquia, dizendo:]
E que a bênção do Deus Todo-Poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo desça sobre vós e permaneça para sempre.

℟ Amém!

2 comentários:

  1. A paz de Jesus Cristo.

    AMÉM! Obrigado, Henrique Sebastião, pela oração, texto acima. Ah, por que tiraram o Latim do ensino, meu Pai?!

    Na Sicília, o pároco de Santa Ágata, em Vilabate, saiu às ruas para abençoar o povo da cidade nas ruas vazias, carregando o Santíssimo nas mãos em oração.

    Esse vídeo viralizou na internet.

    Grande exemplo!

    Lembrando que para nós Católicos participar da Santa Missa, da Liturgia, rezar na Capela do Santíssimo, participar do Sacrifício de Jesus Cristo através da Santa Missa, é vital, fundamental.

    Os Protestantes vão aos seus milhares de templos apenas para ouvir o pastor e os cânticos, muitas vezes com excesso de gritos e louvores.

    Eles podem ficar meses, anos, sem ir ouvir o pastor, pois podem ouvi-lo e vê-lo pela Internet que dá no mesmo. Depois leem as Sagradas Escrituras em casa e fazem cada um a sua interpretação pessoal, sem auxílio da Tradição e Magistério, que eles não têm.

    Nós Católicos, não "funcionamos" assim.

    Claro, como já escrevi em comentários em outro artigo aqui, neste momento de pandemia do Covid-19, vindo do país comunista, que praticamente ofendeu um dos filhos do presidente Bolsonaro porque o mesmo chamou de "vírus Chinês", como também fez o presidente Trump dos EUA, esse catastrófico vírus; nós devemos seguir as orientações da Igreja Católica principalmente, e das autoridades civis do Brasil, sobre como agir e se prevenir neste grave momento. Até pq. as paróquias católicas estão fechadas.

    Mas esse exemplo do padre na Sicília, deveria ser seguido por todos os demais padres do mundo, afinal, um padre com um auxiliar nas ruas desertas, rezando com o Santíssimo nas mãos, não irá contaminar ninguém e nem ser contaminado, ao contrário, irá trazer paz e fé às pessoas presas em casa.

    Eis o vídeo, vejam, é muito emocionante, nos fortalece na Fé:

    BENEDIZIONE CON IL SANTISSIMO IN UN TERRITORIO SICILIANO. FEDE, SPERANZA E CARITA'

    https://www.youtube.com/watch?v=c6jatTvTuGc

    Salve Maria!

    PS: relembro que o governo comunista chinês foi extremamente criminoso ao esconder essa pandemia que já havia matado milhares de pessoas na China, mas, como todo comunista, escondeu o problema e com isso, os demais países não puderam se prevenir seguindo protocolos que já existem há muito tempo quando acontece riscos de pandemias. Fora o fato de essa história estar muito mal contada: ou foi de algum animal ingerido ainda vivo, cru, com o tal vírus, ou este escapou ( propositalmente?) do laboratório de pesquisa sobre guerra bacteriológica que existe na cidade de Wuhan, onde tudo começou. Oremos muito mais!

    ResponderExcluir
  2. A paz de Jesus Cristo.

    AMÉM! Obrigado, Henrique Sebastião, pela oração, texto acima. Ah, por que tiraram o Latim do ensino, meu Pai?!

    Na Sicília, o pároco de Santa Ágata, em Vilabate, saiu às ruas para abençoar o povo da cidade nas ruas vazias, carregando o Santíssimo nas mãos em oração.

    Esse vídeo viralizou na internet.

    Grande exemplo!

    Lembrando que para nós Católicos participar da Santa Missa, da Liturgia, rezar na Capela do Santíssimo, participar do Sacrifício de Jesus Cristo através da Santa Missa, é vital, fundamental.

    Os Protestantes vão aos seus milhares de templos apenas para ouvir o pastor e os cânticos, muitas vezes com excesso de gritos e louvores.

    Eles podem ficar meses, anos, sem ir ouvir o pastor, pois podem ouvi-lo e vê-lo pela Internet que dá no mesmo. Depois leem as Sagradas Escrituras em casa e fazem cada um a sua interpretação pessoal, sem auxílio da Tradição e Magistério, que eles não têm.

    Nós Católicos, não "funcionamos" assim.

    Claro, como já escrevi em comentários em outro artigo aqui, neste momento de pandemia do Covid-19, vindo do país comunista, que praticamente ofendeu um dos filhos do presidente Bolsonaro porque o mesmo chamou de "vírus Chinês", como também fez o presidente Trump dos EUA, esse catastrófico vírus; nós devemos seguir as orientações da Igreja Católica principalmente, e das autoridades civis do Brasil, sobre como agir e se prevenir neste grave momento. Até pq. as paróquias católicas estão fechadas.

    Mas esse exemplo do padre na Sicília, deveria ser seguido por todos os demais padres do mundo, afinal, um padre com um auxiliar nas ruas desertas, rezando com o Santíssimo nas mãos, não irá contaminar ninguém e nem ser contaminado, ao contrário, irá trazer paz e fé às pessoas presas em casa.

    Eis o vídeo, vejam, é muito emocionante, nos fortalece na Fé:

    BENEDIZIONE CON IL SANTISSIMO IN UN TERRITORIO SICILIANO. FEDE, SPERANZA E CARITA'

    https://www.youtube.com/watch?v=c6jatTvTuGc

    Salve Maria!

    PS: relembro que o governo comunista chinês foi extremamente criminoso ao esconder essa pandemia que já havia matado milhares de pessoas na China, mas, como todo comunista, escondeu o problema e com isso, os demais países não puderam se prevenir seguindo protocolos que já existem há muito tempo quando acontece riscos de pandemias. Fora o fato de essa história estar muito mal contada: ou foi de algum animal ingerido ainda vivo, cru, com o tal vírus, ou este escapou ( propositalmente?) do laboratório de pesquisa sobre guerra bacteriológica que existe na cidade de Wuhan, onde tudo começou. Oremos muito mais!

    ResponderExcluir

** Inscreva-se para o Curso Livre de Teologia da Frat. Laical São Próspero e receba livros digitais de altíssima qualidade todos os meses, além de áudio-aulas exclusivas e canal para tirar suas dúvidas, tudo por R$29,00/mês. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Paginação numerada



Subir