9/9/2020 | George Soros presenteou jesuítas com mais de 1.7 milhão de dólares nos últimos anos


NO TOTAL, AS DOAÇÕES que George Soros fez a fundações jesuítas totalizam US $ 1.702.577 nos últimos quatro anos[1].


Três organizações de caridade da Companhia de Jesus (jesuítas) receberam nos últimos anos mais de um milhão e meio das "Open Society Foundations", do magnata George Soros, famoso por financiar instituições, ONGs e movimentos pró-aborto – e pró-tudo-que-é-contrário-à-Igreja-e-à-família. Tal fato foi veiculado em relatório produzido por David Ramos para o portal ACI Digital.


A organização jesuíta "Worldwide Learning Higher Education at the Margins" dos EUA, inclusive, reconhece publicamente a parceria com a organização de Soros em seu website.


A agência internacional InfoCatólica (ICA) informa que procurou os reitores das referidas fundações jesuítas para consultá-las sobre seus laços com Soros e inclusive sobre sua ciência da agenda pró-aborto do magnata, mas, segundo informa, não recebeu nenhuma resposta até a presente data.


Dom Vásquez, Arcebispo de Santiago da Guatemala, mui amigo de Soros


As bizarrices não param por aí. Em meados de julho deste ano, soube-se que o atual Arcebispo de Santiago da Guatemala, Dom Gonzalo de Villa y Vásquez, sacerdote da mesma Companhia de Jesus, esteve pessoalmente vinculado, desde a década de 1990 até os primeiros anos deste novo milênio, à antiga "Fundación Soros Guatemala".


Sobre o caso, o que Dom De Villa y Vásquez comentou à ACI foi: "Naquela época eu não me lembro se eu estava ciente" (sic) da agenda de George Soros(!).



A cooperação com os jesuítas deu margem a charges deste tipo


George Soros e o aborto


A Open Society Foundations, criada por Soros em 1993 como Open Society Institute (OSI), financia inúmeras campanhas pró-aborto ao redor do o mundo: é um grande sonho do megaempresário ver o assassinato de inocentes legalizado e praticado a bel-prazer em todo o planeta.

Em 2016, soube-se que a fundação Soros  movimentou US $ 1,5 milhão para silenciar o escândalo da satânica organização "Planned Parenthood" (Paternidade planejada), que comercializava órgãos e tecidos de bebês abortados em suas instalações nos Estados Unidos (saiba mais): um vídeo vazado em 2015, que mostrava a diretora da organização negociando a venda de órgãos de bebês abortados, chocou o mundo, fazendo muita gente refletir sobre as consequências inescapáveis da mentalidade que desumaniza o ser humano apenas por não ter ainda nascido.

Nos últimos quatro anos, a Fundação George Soros doou quase 12 milhões de dólares à "International Planned Parenthood Federation" (Federação Internacional de Planejamento Familiar - IPPF) e ao seu braço político americano, o próprio Planned Parenthood - Action Fund.


Em 2017, o governo da Irlanda ordenou que a Anistia Internacional devolvesse a Soros os mais de US $ 160.000 doados por sua Open Society para uma campanha a favor da legalização do aborto naquele país.


Documento da mesma Fundação divulgado pela DCLeaks.Com em 2016 revelou que a organização de Soros representou "uma vitória" importante para o aborto na Irlanda, com finalidade de "impactar outros países fortemente católicos na Europa"[2].


Em 2018, as Fundações de Soros  doaram US $ 200.000 para a organização falsamente alegada "católica" e pró-aborto "Catholics for Choice", a matriz americana da famigerada "'Católicas' pelo direito de decidir" – grupos criminosos pela falsidade ideológica mas nunca processados pela Igreja, como deveriam ser.


A "Forbes" estima a riqueza de George Soros em 8,3 bilhões de dólares; o orçamento da Open Society Foundations para o ano 2020 é de US $ 1,2 bilhão. Pode-se perceber com clareza a imensa importância que a prática livre do aborto tem para este inimigo mortal da vida humana travestido de "humanista". É quase uma obsessão para ele.

E, voltando ao assunto inicial, por que estaria este mesmo ser abjeto, agora, financiando fundações jesuítas que promovem a migração em massa ao redor do globo? Quais relações unem todos esses fatos?


________
[1] A 'Jesuit Refugee Service Foundation' (Fundação jesuíta de serviço a refugiados) recebeu US $ 176.452 em 2018, com o objetivo de 'apoiar os direitos dos migrantes' na América Latina e no Caribe. Por sua vez, o  'Jesuit Service to Migrants – Spain' (SJM - Serviço Jesuíta a Migrantes da Espanha) , recebeu US $ 75.000 em 2016 e US $ 151.125 em 2018. A instituição jesuíta que recebeu a maior parte dos fundos do magnata é a 'Jesuit Worldwide Learning Higher Education at the Margins - USA' (Ensino superior jesuíta de aprendizado mundial aos marginais dos Estados Unidos), que arrecadou US $ 890.000 em 2016 e outros US $ 410.000 em 2018.

[2] InfoCatólica, em: https://infocatolica.com/?t=noticia&cod=38571 | acesso 8/9/2020.



__________________________
Lembre-se de nos acompanhar também nas redes sociais:

** Facebook

*** Instagram (@ofielcatolico)

**** Youtube.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

** Inscreva-se para o Curso Livre de Teologia da Frat. Laical São Próspero e receba livros digitais de altíssima qualidade todos os meses, além de áudio-aulas exclusivas e canal para tirar suas dúvidas, tudo por R$29,00/mês. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Paginação numerada



Subir