9/11/2020 | Felipe Neto é indiciado por corrupção de menores entenda o caso


A POLÍCIA CIVIL do Rio de Janeiro indiciou, no último dia 5, o "youtuber" Felipe Neto por corrupção de menores. Se você, dileto leitor, está entre os poucos brasileiros privilegiados que não sabe de quem se trata, estamos falando daquele homem de 32 anos de idade que se comporta idiotamente como se tivesse 13, pinta o cabelo de azul e produz vídeos para ensinar crianças e adolescentes sobre como fazer sexo oral em adultos, sem nunca ter sofrido nenhum tipo de restrição do Youtube, além de ter protagonizado feitos "heroicos" como bancar a distribuição de dezenas de milhares de livros de apologia ao homossexualismo entre jovens e adolescentes na Bienal do livro.


Segundo informou a Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) à Gazeta do Povo, as investigações foram iniciadas por meio de expediente da Sala de Atendimento ao Cidadão da Procuradoria da República.


Neto foi indiciado por divulgar material impróprio para crianças e adolescentes em seu canal do Youtube, o qual conta com mais de 40 milhões de inscritos(!), e por não limitar a classificação etária dos seus vídeos com conteúdos e linguajar inapropriado (para dizer o mínimo) para menores.


A polícia também afirma que foram analisados "diversos vídeos e postagens, bem como publicações, onde o indiciado claramente não tem preocupação de classificar seu material, usando um linguajar totalmente impróprio para o seu público alvo, em vídeos e livros".


A prática incorre no art. 244 "b" do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que tipifica a corrupção de menores. A pena é de reclusão de até quatro anos.


Nas redes sociais, Felipe Neto fala em "denúncias caluniosas" e – como não poderia deixar de ser – "ódio bolsonarista". O delegado responsável pela DRCI, Pablo Dacosta Sartori, afirmou que Neto simplesmente decidiu não prestar depoimento à polícia. “Ele não foi ouvido porque ele optou por não ser ouvido. Embora as provas nos autos configurassem um crime, no meu entendimento. Motivo pelo qual ele foi indiciado e o caso está na Justiça aguardando julgamento”, disse.


“Ele está divulgando para todo mundo que ele foi indiciado sem ser ouvido, e isso não é verdade”, prosseguiu o delegado à Gazeta. Neto foi intimado, mas protocolou uma petição dizendo que não desejava comparecer para ser ouvido. Mentir, porém, não é novidade para esse patético personagem que por algum motivo que somos incapazes de compreender, tanto encanta nossas crianças. Agora mesmo, ele tenta se defender dizendo que os vídeos que contém grossos palavrões e expressões de cunho sexual as mais vulgares não eram direcionados ao público infantil, sendo que crianças e adolescentes, desde o início de sua carreira, sempre formaram a maioria do seu público.


Incrivelmente, no último sábado (7/11), a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) publicou uma nota de repúdio ao indiciamento de Felipe Neto. O presidente do grupo, Paulo Jeronimo, afirmou que se trata de intimidação e perseguição política contra o youtuber(!). "O indiciamento, feito pela Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI), comprova, mais uma vez, a utilização de instituições do Estado para intimidar e perseguir adversários políticos do bolsonarismo, bem como representa um ataque à liberdade de expressão", diz a nota.


Já o o Instituto Vladimir Herzog, para surpresa de ninguém, afirmou em carta pública que "este indiciamento de Felipe Neto é uma inaceitável e covarde forma de perseguição ao comunicador, que tem se tornado uma das mais importantes vozes do país na luta contra os intermináveis retrocessos promovidos pelo atual governo no campo dos direitos humanos, da liberdade de expressão e da justiça social".


O referido instituto, como de costume e como também sempre fazem todas as outras organizações semelhantes, não cita nem um sequer desses supostos "intermináveis retrocessos promovidos pelo atual governo" ou o que exatamente Felipe Neto teria feito de tão admirável na "luta pela justiça social", além de ganhar muito dinheiro perguntando às nossas crianças se elas gostariam de "casar, matar ou trepar" com o ator pornô "Kid Bengala", entre outras maravilhosas contribuições semelhantes.

Só para que não desanimemos de vez, compartilhamos abaixo um dossiê em vídeo preparado por um outro jovem "youtuber", este chamado Nikolas Ferreira, o qual comprova e demonstra de muitas as maneiras que "grande bem" o tal Felipe Neto representa para o nosso país, assim como a falsidade de suas alegações e das de seus defensores.

AVISO: o vídeo abaixo contém grande quantidade de palavras obscenas e de teor sexual
(as que Felipe Neto diz em seus vídeos assistidos por milhares de crianças e adolescentes)


________
Gazeta do Povo, 'Felipe Neto indiciado por corrupção de menores: Polícia Civil explica investigação', em:
https://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/felipe-neto-indiciado-corrupcao-de-menores/
Acesso 10/11/2020

3 comentários:

  1. SIMPLÍCISSIMO ESSE TENEBROSO CASO DE O ANTI CRISTÃO E DEVASSO YOUTUBE ACEITAR E NÃO IMPLICAR COM FELIPE NETO COM SUAS PERVERSÕES E CORRUPÇÕES INFANTO-JUVENIS!
    Trata-se que ele presta um "excepcional, ótimo" serviço a Satã-Maçonaria, ambos conectados à devassa agenda anti cristã, desafiantes de N Senhor Jesus Cristo-Igreja católica, a qual é radical adversária da ONU-NOM e dos endiabrados antropomorfizados ainda ambulantes nesse mundo, capachos e serviçais maçônicos!

    ResponderExcluir
  2. A que ponto chegamos.... pela Lei - Lei Brasileira, aprovada pelo Congresso Nacional, este cara e seus imitantes deveriam responder sim, criminalmente pelo que estão fazendo. As penas são mínimas. Os estragos, irrecuperáveis! Nada há de mais insano do que brincar com a inocência das crianças. Isto se aprende com os professores do Inferno! O povo brasileiro já está pagando um preço elevadíssimo com a criminalidade. Nesta perdição, tudo se justifica pela "liberdade de expressão!" É assim que se inicia a derrocada de um povo. Pela degradação moral... Legisladores e JUSTIÇA está na hora de providências... Parabéns para quem indiciou tais canalhices.... Salvem as crianças brasileiras...

    ResponderExcluir
  3. Nojo! Em um país sério esse sujeito já estaria preso ou no mínimo com seu canal deletado!

    ResponderExcluir

** Inscreva-se para o Curso Livre de Teologia da Frat. Laical São Próspero e receba livros digitais de altíssima qualidade todos os meses, além de áudio-aulas exclusivas e canal para tirar suas dúvidas, tudo por R$29,00/mês. Ajude-nos a continuar trabalhando pelo esclarecimento da fé cristã e católica!


AVISO aos comentaristas:
Este não é um espaço de "debates" e nem para disputas inter-religiosas que têm como motivação e resultado a insuflação das vaidades. Ao contrário, conscientes das nossas limitações, buscamos com humildade oferecer respostas católicas àqueles sinceramente interessados em aprender. Para tanto, somos associação leiga assistida por santos sacerdotes e composta por professores doutores, mestres e pesquisadores. Aos interessados em batalhas de egos, advertimos: não percam precioso tempo (que pode ser investido nos estudos, na oração e na prática da caridade) redigindo provocações e desafios infantis, pois não serão publicados.

Paginação numerada



Subir